Blog

Outubro 2004

Vendo Artigos de: Outubro , 2004

Aquecimento e atividade física

Aquecimento e atividade física
 
Como conceito consideramos o aquecimento "toda atitude física e mental, que objetiva preparar o organismo para uma atividade posterior de caráter máximo ou submáximo". Ainda são contraditórias as formas de realização das atitudes preliminares às atividades físicas ou aquecimento.
 
Observamos na prática, grandes benefícios produzidos por uma atividade simples, econômica e que disponibiliza pouco tempo para sua realização, portanto não justificável a isenção do mesmo no cotidiano de quem pratica atividades físicas com seriedade.
 
Os efeitos positivos fisiológicos esperados, estão intimamente relacionados com a fase preparatória para cada sessão de treinamento. O aquecimento possui subdivisões de caráter didático, visando ser melhor compreendido e aplicado.

Read More

Capoeira é Saúde

  • Capoeira é Saúde!
A capoeira traz muitos benefícios ao praticante pois a medida em que o capoeirista mais pratica essa nossa arte ele mais se sincroniza com os movimentos preparando gradativamente seu corpo para essa luta. Além da parte física a capoeira é um esporte que conta com a musicalidade que cativa o praticante.
Read More

Os cânticos

  • Ladainha
A expressão Ladainha, provida do devocionário católico (reza), é o cântico de iniciação da roda ou de um jogo. A ladainha pode ser cantada por um dos dois jogadores que se encontram ao pé do berimbau, ou então, por quem estiver comandando a roda, que no caso, deve estar a tocar o berimbau Gunga. O seu ritmo é lento, acompanhado quase sempre do toque de Angola ou de São Bento Pequeno. A entrada para o jogo depende do término da ladainha, significando a autorização para o começo do jogo.
– Exemplo:
Cantador: Menino quem foi seu mestre
Menino quem foi seu mestre
Meu mestre foi Salomão
Sou discípulo que aprendo
Sou mestre que dou lição
Na roda de capoeira
Nunca dei meu golpe em vão
Cantador: Iê viva meu mestre
Coro: Iê viva meu mestre, camará
Cantador: Iê que me ensinou
Coro: Iê que me ensinou, camará
  • Corrido
O Corrido é bastante utilizado na Regional. Como o próprio nome indica, dita um ritmo mais acelerado, estimulando um jogo mais rápido. Geralmente, o corrido é cantado nos toques de São Bento Grande, Cavalaria, Amazonas e São Bento Pequeno.
No corrido, o cantador, canta uma estrofe e o coro responde sempre o mesmo refrão. Este refrão não precisa ter obrigatoriamente ligação com as palavras do cantador, ou seja, não se repete a estrofe na maioria das vezes. O corrido deve ser mantido pelo puxador durante um bom tempo, como forma de criar uma vibração e uma sensação de extâse na roda, fazendo com que todos os participantes sintam sua energia.
– Exemplo:
Cantador: Dá, dá, dá no nêgo
No nêgo você não dá
Coro: Dá, dá, dá no nego
Cantador: Se não der vai apanhar
Coro: Dá, dá, dá no nêgo
  • Quadras
As quadras são estrofes compostas de quatro versos, seguidas sempre do mesmo refrão. São utilizadas na Capoeira Regional. As quadras podem ser improvisadas, desde que tenham a presença dos versos e a continuidade de idéias. Mestre Bimba costumava cantar quadras durante suas rodas.
– Exemplo:
Cantador: A palma estava errada
Bimba parou uma vez
Olha, bate essa palma direito
Que a palma de Bimba é 1, 2, 3 (Olha a palma de Bimba)
Coro: É 1, 2, 3
Cantador: Olha a palma de Bimba
Coro: É 1, 2, 3
Read More

Maculelê

Eu venho de longe
sem conhecer ninguém…
Eu vim trazer a rosa
Que na roseira tem
Eu vim trazer a rosa
Que na roseira tem
Quem é voce?
Sou eu, sou eu
Sou eu Maculelê, sou eu
Sou eu, sou eu
Sou eu Maculelê, sou eu
Sou eu, sou eu
Sou eu Maculelê, sou eu
 
Read More

Pra Cantar…

Capoeira é da nossa cor. 
Au ê, au ê, au ê ê.
E lê lê lê lê lê lê lê lê o
Au ê, au ê, au ê ê.
E lê lê lê lê lê lê lê lê o

É cultura da raça brasileira,
Capoeira,
É da nossa cor.
Berimbau
É da nossa cor.
Atabaque
É da nossa cor.

Esse ano eu vou. 

Esse ano eu vou prá Bahia de qualquer maneira
Esse ano eu vou prá Bahia de qualquer maneira
Vou tocar berimbau
Dar salto mortal
E jogar capoeira
Vou tocar berimbau
Dar salto mortal
E jogar capoeira

Quem não foi à Bahia não sabe a mandinga dessa brincadeira
Quem não foi à Bahia não sabe a mandinga dessa brincadeira

Acende o candieiro
Autor: Edson Show
Iaiá, acende o candieiro, iaiá
Só a luz ofuscante da candeia
E o clarão da lua cheia
É o que faz o terreiro clarear
Oh Iaiá
Iaiá, oh Iaiá
Acende o candieiro, iaiá
Só a luz ofuscante da candeia
E o clarão da lua cheia
É o que faz o terreiro clarear
Hoje tem festa,
no Quilombo dos Palmares
Já se ouve pelos ares
O som estridente do tambor
Ô Ioiô, no rabo de arraia, certeiro
No jogo de Angola, rasteiro
No bote da cobra coral
Com a ligereiza dos raios
Destreza fundamental
Quem paga o pato é o capitão do mato
Na luta do bem contra mal
Oh Iaiá
Iaiá, oh Iaiá
Oh a balança na barra da saia
Levanta, sacode a poeira do chão
Oh abre a roda que agora o pau vai comer
No samba duro angolano
na ginga do maculelê
Oh abre a roda que agora o pau vai comer
No samba duro angolano
na ginga do maculelê
Ô quem tem sangue do quilombola não cai
Finge que vai, mas não vai
Risca seu nome no vento
Rei Gangazumba vem dar inicio ao festejo
Sua voz é um lampejo
Que comanda o ritual.
O seu lamento
era um grito de guerra
Que escoava sobre a terrra
Formando um Quilombo immortal
Oh Iaiá
Iaiá, oh Iaiá
Acende o candieiro, iaiá
Só a luz ofuscante da candeia
E o clarão da lua cheia
É o que faz o terreiro clarear

Galo já cantou, já raiou o dia
Galo já cantou, já raiou o dia
Até parece que estou lá na Bahia
Galo já cantou, já raiou o dia (Coro)
Na roda de capoeira
Eu me sinto na Bahia
Galo já cantou, já raiou o dia (Coro)
Quando eu ouço um berimbau
O meu corpo se arrepia
Galo já cantou, já raiou o dia (Coro)
Capoeira die e noite
Capoeira noite e dia
Galo já cantou, já raiou o dia (Coro)
E fiz da capoeira
A minha filosofia
Galo já cantou, já raiou o dia (Coro)
Avisa aos capoeiras
Lá vem a cavalaria
Galo já cantou, já raiou o dia (Coro)
.
Read More

Capoeira Mogadouro

Professor Luciano Milani

Aulas:
Terças e Quintas 20:00-21:30
Complexo Desportivo de Mogadouro (Junto as Piscinas Municipais)

Mogadouro – Portugal
+ 351 938304080

Mais do que uma luta, a capoeira é hoje também dança, música, história e cidadania. É uma arte desportiva genuinamente brasileira que, de dia para dia, cativa cada vez mais jovens por todo o mundo, passando uma mensagem de vida, parceria e integração, na luta do dia-a-dia.

O Ministro da Cultura do Brasil, Gilberto Gil, em seu discurso de agosto de 2004 na ONU, em Genebra afirmou:

” … Atualmente, a capoeira já é praticada em mais de 150 países. Nas Américas, no Japão, na China, em Israel, na Coréia, na Austrália, na África e em praticamente toda a Europa. A capoeira disseminou-se pelo mundo com entusiasmo. Mesmo sem falar português, um chinês, um árabe, um judeu ou um americano podem repetir o compasso da mesma música, a arte do mesmo passo e a ginga do mesmo toque.”

Aproximadamente há cinco anos, residindo em Mogadouro, Luciano Milani, natural de São Paulo, Brasil, e conhecido nas rodas capoeiristicas como “Milani”, decidiu implantar em Portugal, mais precisamente em Mogadouro a arte da capoeira, trazendo consigo toda uma cultura brasileira e a cerca de tres anos, fundou o Grupo “Capoeira Mogadouro”, por onde já passaram mais de 60 alunos, hoje o grupo conta com cerca de 15 integrantes.

A luta está sempre presente, até pelas suas origens – desenvolvida pelos escravos do Brasil como forma de resistir aos opressores, praticada em segredo e recorrendo à “ginga”, movimento que lembra a dança e à música, para assim “enganar” os patrões (Escravistas / Senhores de Engenho / Grandes Fazendeiros, etc…).
“Respeito, malícia, disputa, brincadeira” são elementos presentes durante o jogo onde as canções são marcadas ao ritmo do berimbau, instrumento “rei” da capoeira, sob um ritmo contagiante e profundo.

Quem entra na roda para jogar, entende que o respeito e a cidadania, inerentes do “JOGO”, são fundamentais dentro do universo da capoeiragem, pois a capoeira deve ser praticada dentro de um preceito básico, determinado por 3 PILARES FUNDAMENTAIS:

RITMO, RITUAL e RESPEITO

TRÊS “ERRES” FUNDAMENTAIS

“Capoeira é uma palavra estranha…
que se escreve com um “rê” suave…
e se pratica com três “erres”…
o primeiro é o RITMO… o segundo o RITUAL..
o terceiro é o RESPEITO…
sem os quais não se joga capoeira!”

Mestre Decanio, Presidente de Honra do Grupo Capoeira Mogadouro.


Quem conhece, dedica-lhe em primeiro lugar respeito.
Quem quer conhecê-la, se chegar a desvendar seus mistérios
e sentir sua grandeza, vai amá-la.

 

“Capoeira … É defesa ataque… é ginga de corpo… é malandragem…”

Pérolas da Língua Portuguesa

  •  Pérolas de da nossa Língua Portuguesa:
 
BRASIL
PORTUGAL
AEROFÓLIO
AILERON
ANOTAÇÃO
APONTAMENTO
APELIDO
ALCUNHA
APONTADOR
AFIADOR
ARQUIVO
FICHEIRO
ATACANTE
AVANÇADO
BAND-AID
PENÇOS CURATIVOS
BANHEIRO
CASA DE BANHO
BARRIL
BIDÃO
BOM
FISH
BONITO
GIRO
CABAÇO
VIRGO
CADASTRO (PESSOAS)
FICHADO (POLICIAL)
CAFÉ DA MANHÃ
PEQUENO ALMOÇO
CAFETÃO
CHULO
CAIXAS DE SOM
COLUNAS
CALCINHA
CUECA
CALOTAS
TAMPÕES
CAMISETA
CAMISOLA
CAMISINHA (PRESERV.)
DUREX
CAVALO DE PAU
TRAVÃO DE MÃO
CAVANHAQUE
PERA
CELULAR
TELEMÓVEL
CHAVEIRO (DE CHAVES)
PORTA CHAVES
CHUPETA (SEXUAL)
BROCHE
COLOCAR
METER
COSTELETA
SUIÇAS
DIREÇÃO HIDRAULICA
DIREÇÃO ASSISTIDA
ENDEREÇO
MORADA
ESFRIAR
ARREFECER
ESTILETE
SEJATO
ESTILINGUE
FISGA
FUNILARIA
CHAPARIA
FUNILEIRO
BATE-LATAS
GAROTA
RAPARIGA
GAROTO
PUTO, MÍUDO
GOGO
CAROÇO
GOL
GOLO
GOLEIRO
GUARDA REDES
GOSTARIA…
APETECE-ME
GRADE
GRELHA
GRAMADO
RELVADO
GRAMPEADOR
AGRAFADOR
GRATIS
BORLA
JEANS
GANGA
JUNTO (PERTO)
AO PÉ
LADRÃO (FUTEBOL)
POLICIA (FUTEBOL)
MACHUCAR (FÍSICO)
MAGOAR
MAMADEIRA
BIBRÃO
MARCHA
ALAVANCA DE VELOCIDADE
MESA DE ESCRITÓRIO
SECRETÁRIA
MODES / ABSORVENTE
PENÇOS HIGIENICOS
MOUSE
RATO
OBJETO
ARCANHO
ÓLEO DIESEL
GASOLEO
ÔNIBUS
AUTO CARRO
ORDEM DE SERVIÇO
FOLHA DE OBRA
PAINEL
CONSOLA
PÃO
CASSETE
PARA-LAMA
GUARDA-LAMAS
PASTILHA DE FREIO
TRAVÕES
PERUA (VAN)
CARRINHA
PIADA
ANEDOTA
PRESENTE
PRENDA
PRESUNTO
FIAMBRE
PUTEIRO
ALTERNE
RAMAL
EXTENSÃO
RODA
JANTE
SACAR (ESPOTE)
BOLAR
SENHA
PALAVRA PASSE
SILIOS
PESTANAS
SOBRENOME
APELIDO
SORVETE
GELADO
SÓTÂO
TERCEIROS
SUCO
SUMO
TAMPINHA (REFRIG)
CARRICA
TODO MUNDO
TODA GENTE
TRAVE
BALIZAS
TRECHO EM OBRAS
TROÇO EM OBRAS
TROTE (ESCOLA)
PRACHE
XAVECAR
DEITAR O CHARME

Pérolas da Língua Portuguesa…

ØPérolas de da nossa Língua Portuguesa:
 
BRASIL
PORTUGAL
AEROFÓLIO
AILERON
ANOTAÇÃO
APONTAMENTO
APELIDO
ALCUNHA
APONTADOR
AFIADOR
ARQUIVO
FICHEIRO
ATACANTE
AVANÇADO
BAND-AID
PENÇOS CURATIVOS
BANHEIRO
CASA DE BANHO
BARRIL
BIDÃO
BOM
FISH
BONITO
GIRO
CABAÇO
VIRGO
CADASTRO (PESSOAS)
FICHADO (POLICIAL)
CAFÉ DA MANHÃ
PEQUENO ALMOÇO
CAFETÃO
CHULO
CAIXAS DE SOM
COLUNAS
CALCINHA
CUECA
CALOTAS
TAMPÕES
CAMISETA
CAMISOLA
CAMISINHA (PRESERV.)
DUREX
CAVALO DE PAU
TRAVÃO DE MÃO
CAVANHAQUE
PERA
CELULAR
TELEMÓVEL
CHAVEIRO (DE CHAVES)
PORTA CHAVES
CHUPETA (SEXUAL)
BROCHE
COLOCAR
METER
COSTELETA
SUIÇAS
DIREÇÃO HIDRAULICA
DIREÇÃO ASSISTIDA
ENDEREÇO
MORADA
ESFRIAR
ARREFECER
ESTILETE
SEJATO
ESTILINGUE
FISGA
FUNILARIA
CHAPARIA
FUNILEIRO
BATE-LATAS
GAROTA
RAPARIGA
GAROTO
PUTO, MÍUDO
GOGO
CAROÇO
GOL
GOLO
GOLEIRO
GUARDA REDES
GOSTARIA…
APETECE-ME
GRADE
GRELHA
GRAMADO
RELVADO
GRAMPEADOR
AGRAFADOR
GRATIS
BORLA
JEANS
GANGA
JUNTO (PERTO)
AO PÉ
LADRÃO (FUTEBOL)
POLICIA (FUTEBOL)
MACHUCAR (FÍSICO)
MAGOAR
MAMADEIRA
BIBRÃO
MARCHA
ALAVANCA DE VELOCIDADE
MESA DE ESCRITÓRIO
SECRETÁRIA
MODES / ABSORVENTE
PENÇOS HIGIENICOS
MOUSE
RATO
OBJETO
ARCANHO
ÓLEO DIESEL
GASOLEO
ÔNIBUS
AUTO CARRO
ORDEM DE SERVIÇO
FOLHA DE OBRA
PAINEL
CONSOLA
PÃO
CASSETE
PARA-LAMA
GUARDA-LAMAS
PASTILHA DE FREIO
TRAVÕES
PERUA (VAN)
CARRINHA
PIADA
ANEDOTA
PRESENTE
PRENDA
PRESUNTO
FIAMBRE
PUTEIRO
ALTERNE
RAMAL
EXTENSÃO
RODA
JANTE
SACAR (ESPOTE)
BOLAR
SENHA
PALAVRA PASSE
SILIOS
PESTANAS
SOBRENOME
APELIDO
SORVETE
GELADO
SÓTÂO
TERCEIROS
SUCO
SUMO
TAMPINHA (REFRIG)
CARRICA
TODO MUNDO
TODA GENTE
TRAVE
BALIZAS
TRECHO EM OBRAS
TROÇO EM OBRAS
TROTE (ESCOLA)
PRACHE
XAVECAR
DEITAR O CHARME

Casa do Futuro

Casa do futuro terá até privada que analisa urina
Imagine chegar do trabalho em casa e ser recebido pelo robô da família, que reconhece sua voz e o lembra que você esqueceu do aniversário de sua mulher, antes de alertar que o hospital acaba de ligar. Você vai ao escritório e usa um painel sensível ao toque para ativar seu serviço de mensagens em vídeo, em uma tela que ocupa metade da parede. Um médico aparece e diz: "Estive monitorando sua urina pela Internet. Você está gordo demais, o nível de açúcar em seu sangue é muito alto e você anda exagerando na cerveja".
Isso talvez se pareça com uma cena de Os Jetsons, o popular desenho animado de ficção científica dos anos de 1960, que oferecia um vislumbre do que as casas e a sociedade poderiam se tornar em 2062, mas é possível que sua casa se torne mais semelhante à dos Jetsons dentro de apenas alguns anos.
Corporações japonesas, da fabricante de vasos sanitários Toto a gigantes da eletrônica como a Matsushita, estão investindo milhões no desenvolvimento de produtos para esse lar do futuro, onde todos os aparelhos estarão conectados a uma rede, acessíveis de qualquer lugar e a qualquer hora.
Read More