Blog

Janeiro 2006

Vendo Artigos de: Janeiro , 2006

A Musicalidade na Capoeira

Vários grupamentos sociais em diferentes locais e épocas sempre se utilizaram da dança e do canto com diversas finalidades. Dentre as mais comuns, destacamos as ligadas às atividades lúdicas como as cantigas de roda e as várias modalidades do nosso samba: o samba rural, o samba de roda e o samba de barreiro, cujo prazer da companhia é a tônica principal. Temos também as ligadas às celebrações religiosas, sejam nos pontos de Candomblé ou de Umbanda ou ainda nas manifestações de religiosidade populares como nas trezenas de Santo Antônio.
Read More

Alagoas: Capoeira para portadores de necessidades

O Grupo Munzenza, tem explorado o lado Esporte-Competição dentro da Capoeira, realizando compeonatos, competições especificas voltadas a capoeira luta… e agora uma abordagem destes mesmos eventos, destinados a um publico portador de necessidaes especiais.
Desta forma a família Munzenza vem se destacando nesta faceta da capoeiragem…. e ao mesmo tempo, conforme a matéria em anexo, valorizando a inclusão e o indivíduo
 
Luciano Milani

A Sociedade Pestalozzi, em parceria com o grupo de capoeira Muzenza, realiza hoje, a partir das 14h, no Pavilhão do Basquete, em Jaraguá, o I Campeonato de Capoeira para portadores de necessidades especiais.
Cerca de 50 atletas participarão do evento, que segundo seu idelizador, professor Antônio Sérgio, tem caráter inclusivo. "As crianças e jovens que participam das aulas de capoeira apresentam melhora em aspectos como motricidade, lateralidade, sensibilidade e auto–estima", avalia.
A prática da capoeira na Pestalozzi integra o trabalho de terapia ocupacional e envolve uma equipe multidisciplar.
"Além da inclusão social, vamos premiar os melhores atletas como forma de incentivá–los à pratica esportiva", finaliza.

Mestre Zambi: Primeira Roda do Ano na ACM SP

Mestre Zambi convida a todos para participar da Primeira Roda do Ano, a ser realizada na hoje 27/jan, sexta-feira, a partir das 19h00 na ACM, Rua Nestor Pestana, 147, ao lado da Praça Roosevelt, próximo ao metrô República. Informações podem ser obtidas pelos telefones (11) 6992-1536 e (11) 9219-8308 ou então pelo email mestrezambi@ig.com.br.

Sidney: + um profissional trabalhando pra evoluir a Capoeira

Recebi este mail do Mestre Jeronimo, e logo percebi que o profissional em questão era aluno do Mestre Peixe Crú, Adadá – SP (Butantã), gingo contigo mestre Jeronimo… conheci e convivi com o Peixe Crú nos anos 90, epoca de transição do mestre para o Grupo Abadá… Quando eu era aluno da Casa de Capoeira Malungos onde o Peixe exercia um belo trabalho… Fica aqui os meus sinceros votos de sucesso ao Fabiano e um grande axé ao Mestre Peixe Crú e sua familia…
Luciano Milani


Axé
 
*we have now in Sydney a new Capoeira school — Abada Capoeira
*temos em Sydney + um profissional trabalhando pra evoluir a Capoeira, do grupo Abada
 
Yesterday, January 26, in AU the government officialises a date to commemorate part of what this nation is about, regarding it’s culture and people from various parts of the world living along with the original inhabitants of this land — Aborigine people, as they were named by the English people.
 
Ontem, 26 de janeiro, na Australia o governo oficializa esta data pra que seja celebrado uma parte do que a nacao representa, no tocante as varias racas e culturas que aqui vivem com os que foram denominados de ‘aborigene’ pelos europeus ingleses.
 
Mestre JC e a JC’S Capoeira Angola School, dividimos uma Roda na praia de Dee Why, no norte de Sydney com o capoeirista profissional Fabiano (cipoh) do grupo Abada, que comecou a dar aulas para a comunidade da AU. *(Fabiano eh graduado do Mestre Peixe Cru, em SP).
 
We JC’S, Capoeira Angola School, are happy to share a Roda de Capoeira with the professional (teacher) Fabiano, known as ‘cipoh’, from the Abada group in Sao Paulo (Mestre Peixe Cru) now living in Dee Why and teaching Capoeira to the local community in Dee Why Beach.
 
I was in BR last year when Fabiano came to our traditional Sunday Roda and shared his Capoeira with our community and JC’S students, showing respect an joy to Capoeira. This is an attitude that I consider to exalt, no matter what "flag" capoeiristas take to promote their origin (mestre) and work (group, federation, etc). I welcomed ‘cipoh’ and gave him the best welcome Capoeira can offer to those that respect an promote their Capoeira with respect. Welcome to AU and Sydney Fabiano and Abada Capoeira School!!
 
Eu tava vadiando uns meses no BR ano passado quando me falaram que o Fabiano tinha vindo dividir um jogo com meus alunos e a comunidade na nossa Roda tradicional *(tem 18 anos que eu mantenho esta Roda na praia de Bondi Beach). Nao so mostrou que tem talento pra gingar na Capoeira Angola como deu licao de respeito ao proximo numa Roda na Rua. Eu aprecio e valorizo este tipo de atitude e da mesma forma divido o jogo, pra exaltar nossa arte e cultura. Bem vindo pra AU capoeirista ‘cipoh’; prosperidade pro trabalho que vai fazer com a Capoeira em nome do grupo Abada e da cultura do povo do BR!!
 
A Roda foi regado no dende e o povo elegeu a Capoeira pro podium do sucesso
neste dia de celebracao que aqui se comemorou.
 
Our Roda was a success and our community enjoyed Capuera along with the
celebrations that we had to this date.
 
My ‘obrigado’ to all that came to support Capoeira to this occasion. Fabiano and Rosinha (his girl friend also from Abada school in SP) thanks for the day… an authentic AU day.  Iee viva a Capoeira camara!
 
Muito obrigado a todos que participaram na Roda pra exaltar a Capoeira e a cultura do povo do BR neste dia de celebracao do povo australiano. E em especial pro fabiano e a rosinha que organizaram a Roda e a festa que rolou em seguida regada no baiao e MPB.
 
Sarava pra AU e pra cultura e o povo do BR!!!
 
 
Mestre Jeronimo Capoeira  – ‘Iconoclast JC’
www.jeronimo-capoeira-angola-au.info
 
JC’S Capoeira Angola School
Community Arts and Culture in Australia – Bondi Beach, Sydney
PO BOX 3327 TAMARAMA NSW 2026 AUSTRALIA
Read More

CAPOTERAPIA na 3ª Idade: 400 Vagas Gratuitas

A CAPOTERAPIA é uma terapia utilizando o lúdico da capoeira, idealizado pelo Mestre Gilvan. Devido ao sedentarismo dos grandes centros, aliado às doenças cardiovasculares e respiratórias, ser o grande responsável pela mortalidade entre os mais vividos. Doenças como a arteriosclerose e a artrite, entre outras, podem ser evitadas, ou mesmo tratadas, a partir da prática orientada de exercícios físicos.
A prática de esportes, com ênfase nos seus aspectos terapêuticos e de estímulo à prática socializante, tem se revelado como um poderoso instrumento para proporcionar o bem estar físico e espiritual e a própria felicidade aos idosos, num momento tão particular de suas vidas, onde o convívio familiar lhes impõe um certo isolamento natural. A capoeira, em particular, trabalhada na perspectiva de respeitar as condições físicas próprias da terceira idade, pode se converter num eficaz meio de valorização da vida social dos idosos, fazendo do seu ambiente um pólo catalisador e irradiador de cidadania.
 
TURMAS ATUANTES
Segunda-Feira Centro de Saúde n.º 05 Ceilãndia norte 08:00
Segunda-Feira Clube de aguas Lindas 09:30 h
Terça-feira Paradão Ass. dos Idosos 09:30 h
Quarta-feira Centro de Saúde n.º 02 Pça do Bicalho 07:30 h
Quarta-feira Faculdade Católica Tag. Bloco G 09:00 h
Quinta-feira Corpo de Bombeiros de Ceilândia 08:00 h
Sexta-feira Bernado saião Mnorte Tag 07:30 h
 
Venha conhecer a arte que encanta o mundo com o Mestre Gilvan!
MAIORES INFORMAÇÕES: Mestre Gilvan
061 99622511 4752511
Imal: ladainha.capoeira@globo.com
http://www.flogao.com.br/ladainha

Oficina com Mestre Cobra Mansa

Oficina com Mestre Cobra Mansa
 
quando: de segunda (30/01) a sexta (03/02)
horário: das 19:00 às 21:30 hs.
 
onde: Grupo Nzinga de Capoeira Angola
endereço: av. Silvio Dante Bertacchi, 1255
 
quanto: R$ 50,00 ou R$ 15,00, a aula avulsa
inscrições: 3721 3456 ou 3502 2126 com Dênis,
    ou no endereço derosilva@uol.com.br
 
VAGAS LIMITADAS!

“O SAMBA DE CABOCLO” – Patrimonio Cultural da Humanidade…

A UNESCO ELEGEU “O SAMBA DE CABOCLO” COMO PATRIMONIO CULTURAL DA
HUMANIDADE, É AQUELA RODA DE SAMBA QUE OS CABOCLOS FAZEM PARA AS MULHERES
DANÇAR. POIS BEM, NESTE DIA 28/01, SÁBADO, ESTAREMOS COMEMORANDO ESSA
HOMENAGEM COM A FESTA DE CABOCLO BOIADEIRO NO YLE DE MAE CHAGUINHA A PARTIR
DAS 1830HS.
 
NAO É UMA SIMPLES FESTA, MAS UMA AUTO-AFIRMAÇAO DA IDENTIDADE
NEGRA COM UM RECONHECIMENTO MUNDIAL DE NOSSA CULTURA.É PRECISO QUE
DIVULGUEMOS COM ESTARDALHAÇO ESSAS CONQUISTAS!! ESTARÁ LÁ A TELEVISAO E A
IMPRENSA EM GERAL PARA COMPROVAR QUE ESSE “PATRIMONIO MUNDIAL DA HUMANIDADE”
HÁ ANOS EXISTE TAMBEM NA PARAÍBA.
CONVOCAMOS EM ESPECIAL A DIRETORIA DA
AFICAB E DO MOVIMENTO NEGRO BEM COMO SEUS FILIADOS E SIMPATIZANTES.VAMOS
PRESTIGIAR! O YLE AXÉ OMILODÉ FICA NA RUA VALDEMAR FELIX DOS SANTOS, 16
MANGABEIRA I, DUAS RUAS ANTES DA PRAÇA DO COQUEIRAL.
REPASSANDO…
(Do Ilê de Mãe Chaguinha)
Axé,
Balula.
Fonte: Rod@ Virtual Mestre JC

Mestre Cobra Mansa e o DVD Mandinga e Manhattan

Não tive a oportunidade de ver o documentário, mais amigos que assistiram elogiaram bastante.
Quem assim como eu não teve esta oportunidade, aproveite e entre em contato com o Mestre para adiquirir o DVD:  Mandinga e Manhattan
Luciano Milani

Mandinga e Manhattan conta como a capoeira rodou o mundo
 
Documentário premiado pelo Ministério da Cultura resgata a origem da capoeira a partir das vozes de seus mestres mais antigos.
Contemplado com o DOC TV, programa da Secretaria do Audiovisual do Ministério da Cultura que financia filmes para exibição inédita em rede pública de televisão, o documentário Mandinga e Manhatan, produção baiana assinada pela X Filmes, deverá ser veiculado dia 20 de novembro em cadeia
nacional.
 
Com locações na Bahia, no Rio de Janeiro, em São Paulo, Los Angeles, Michigan e Nova Iorque, o documentário traz depoimentos de diversos antropólogos e pesquisadores, além de mestres de capoeira responsáveis por divulgar mundialmente a capoeira, que hoje está em mais de 160 países de todos os continentes. O filme é dividido em três momentos: a história da capoeira, com relatos dos mestres antigos, entre eles João Grande e João Pequeno, este ainda residente no Brasil; o fluxo ou ida dos capoeiristas para o exterior; e o refluxo ou retorno dessa divulgação em termos de imagem
positiva para o Brasil.
 
A capoeira não só trouxe retorno financeiro ao Brasil, estimulando o turismo e virando uma espécie de grife, com produtos amplamente comercializados, mas ainda contribuiu para reverter a imagem do
Brasil de país violento e de prostituição, enfatiza o cineasta.
O filme conta como a capoeira se espalhou da Bahia para o mundo. O argumento do diretor é de que a capoeira não teria resistido a tanta repressão nem sobrevivido sem qualquer auxílio oficial em outros países – ou se instalado em Manhatan, em Nova Iorque, por exemplo, onde funciona a maior academia de
capoeira fora do Brasil, há 12 anos, dirigida pelo mestre João Grande – sem que seus mestres mais antigos tivessem usado muita mandinga, o ritual do candomblé feito aos orixá para proteção e abertura de caminhos. Era assim, segundo Lázaro Faria, que os capoeiristas lidavam com as adversidades. Ele
ainda considera admirável como a academia de João Grande é, no aspecto cultural, uma embaixada do Brasil nos Estados Unidos. Lá João Grande é tratado como rei, teve o reconhecimento de diversas universidades americanas. Por isso, acho que os capoeiristas que chegaram ao exterior devem ter feito muita mandinga para dar continuidade a essa tradição, argumenta.
Muitos capoeiristas começaram a divulgar sua dança-luta em festivais internacionais, o mais conhecido deles, o Oba Open, responsável por levar para os Estados Unidos e a Europa, na década de 80, apresentações de grupos folclóricos brasileiros.
A capoeira ia junto e chamava mais a atenção, relembra mestre Cobra Mansa, também conhecido como mestre Cobrinha, neto de capoeira dos mestres João Pequeno e João Grande. Um dos  produtores e
consultor oficial do filme, mestre Cobrinha é da terceira geração de capoeiristas da Bahia, discípulo direto de mestre Morais, chegou a se graduar em Educação Física, no Brasil, e estudar Antropologia na
Universidade do Distrito de Colômbia, em Washington DC, nos Estados Unidos.
No documentário, mestre Cobrinha conta sua trajetória desde os tempos em que vivia pelos lados de cá até hoje, que roda o mundo diversas vezes por ano para divulgar a capoeira em palestras e workshops e cuidar das filiais da Fica, Fundação Internacional de Capoeira Angola, organização não-governamental que auxiliou a fundar, em 1996, com sede no Forte de Santo Antonio, em Salvador, e extensões nos Estados Unidos, França, Milão, Suécia, Londres, Alemanha, Finlândia e Tóquio.
 
Se voce  deseja comprar o DVD, ja esta a venda.
 
Por favor entre em contato Mestre Cobra mansa

 

PROJETO “Escola Aberta”

"Criar novas oportunidades onde pais, alunos e comunidade possam consolidar sua identidade e cidadania, através de atividades culturais, esportivas e sociais".
 
Com esse objetivo, diversas Prefeituras adotaram o Programa Escola Aberta, projeto do Governo Federal em parceria com a UNESCO, que prevê a abertura aos sábados e domingos das escolas participantes. Com a necessidade de abrangência do projeto, as escolas, através dos órgãos competentes de seleção, buscam novos participantes.
 
A Capoeira é de grande importância no projeto devido aos aspectos sócio-culturais e preocupação com a difusão da cidadania. Portanto, compreende-se que a Capoeira, em sua conjuntura educacional, pode formar cidadãos cocientes das responsabilidades sociais e semeados na vasta cultura brasileira.
 
Procurem as escolas de sua comunidade. Participem… A Capoeira tem muito à acrescentar.
 
"A Capoeira é uma escola de cidadania" – A.A. Decânio Filho
 
Axé.
Read More