Blog

Setembro 2007

Vendo Artigos de: Setembro , 2007

Núcleo de Apoio e Desenvolvimento da Capoeira é instalado em Alagoas

Praticantes alagoanos de capoeira terão mais um espaço para a exaltação e debate desta luta que se disfarça de dança. O Núcleo de Apoio e Desenvolvimento da Capoeira (NADEC), entidade de fomento e debate da capoeira, será instalado oficialmente neste sábado (29.09) a partir das 16hs na escola Alfredo Gaspar de Mendonça, localizada no conjunto Eustáquio Gomes de Melo.
 
Na ocasião, serão ministradas palestras sobre: "A conjuntura da capoeira em Alagoas" e "A participação do negro no contexto sócio-político alagoano", respectivamente conduzidas pelo mestre de capoeira Marcelo Cardoso (Girafa) do Grupo Muzenza e por Helcias Pereira, militante do movimento negro há 20 anos e Secretário de Cultura da ONG ANAJÔ. Às 17h, acontecerá a roda de confraternização entre os presentes.
 
De acordo com José Carlos Pereira da Silva, historiador e professor de capoeira, a entidade iniciou suas atividades em 2003, busca incentivar a formação dos capoeiristas e perpetuar as informações repassadas por militantes do movimento negro e mestres de capoeira experientes. "O NADEC nasceu da necessidade que um grupo de capoeiristas tinha em discutir a capoeira além dos limites da roda e das academias, ou seja, explorar as diversas vertentes de trabalho que a capoeira oferece, bem como buscar mais informações das relações entre capoeira e sociedade em forma de pesquisa e leitura", afirmou o coordenador do núcleo.
 
O NADEC é formado por historiadores; enfermeiros; professores universitários e da rede pública de ensino; estudantes; capoeiristas de vários grupos de Maceió e outros municípios, além de simpatizantes. Dentre as atividades já desenvolvidas destacam-se a realização de palestras, debates, oficinas de capoeira e encontro de capoeiristas.
 
A Federação Alagoana de Capoeira (Falc) é a instância superior dos grupos de capoeira, no entanto, a presença do NADEC só vem para contribuir no desenvolvimento da capoeira no estado. "Nossa relação com a FALC é saudável, já que temos entre nós um dos diretores dela, e buscamos preencher uma lacuna deixada por ela no que diz respeito a formação e integração dos capoeiristas em Alagoas, mas sem espírito de competição e sim de colaboração com a entidade maior da capoeira", afirmou José Carlos Pereira da Silva.
 
A capoeira é uma das principais riquezas da cultura afro-brasileira, uma mistura de dança, música, esporte, arte, brincadeira, enfim, considerada uma filosofia de vida para muitas pessoas. Praticada em 164 países, a capoeira é dividida em estilos: angola, regional e contemporânea (criada recentemente) – executados por capoeiristas das mais variadas classes sociais e faixa etária, sem descriminação quanto à religião, raça e gênero.
 
Contatos:
 
José Carlos Pereira da Silva: 8844-4838
Contra-mestre Leto: 9381-7765
Monitor Carlinhos (Grupo Muzenza): 8823-0299.
 
Fonte: GAZETAWEB.COM – http://gazetaweb.globo.com

Grupo Capoeira Raça: Quarenta anos de ensino do Mestre Medicina

Grupo Raça avalia fim de semana de capoeira:

Os organizadores comentaram o evento 40 anos de ensino do mestre Medicina, que aconteceu no último fim de semana, no GTC

O mestre Luís Medicina, a personalidade homenageada no evento, mora em Muritiba, mas é natural de Itabuna, já Mestre Suassuna, natural de Itabuna, mora em São Paulo mas também veio prestigiar a cidade
 
Quarenta anos de ensino do Mestre Medicina. Esse foi o nome do evento, organizado pelo Grupo Capoeira Raça, no último fim de semana (sexta e sábado), no Grapiúna Tênis Clube, em Itabuna, para homenagear Luís Rocha, mais conhecido como mestre Medicina, fundador do Grupo Raça. Ele, juntamente com outros nomes conhecidos internacionalmente, participou do evento, avaliado como excelente pelos organizadores.
 
Com 45 anos na prática da capoeira, o mestre Medicina é natural de Itabuna e hoje vive em Muritiba, no Recôncavo baiano. Reinaldo Ramos, mais conhecido como mestre Suassuna, também itabunense e que hoje mora em São Paulo, foi outro a marcar presença no evento. Entre os principais nomes da capoeira da cidade, foi sentida a ausência de Valdecir Alcântara, o mestre Magrelo, que mora na Itália e não pôde vir para a cidade.
 
O que ocorreu
 
Mestre Luís MedicinaOs contra mestres Ninja, Risadinha, Arrepiado e Vovô, coordenadores do grupo na região, ficaram à frente na organização do evento. Os dois últimos comentaram. "Na sexta-feira (21), foram batizadas 110 crianças. No sábado (22), não tenho certeza. Acho que umas 140. Sei que, no total, quase 300 crianças foram batizadas", diz o mestre Arrepiado. "Contra mestres também foram formados", salienta Vovô.
 
Ambos frisaram ainda que crianças da periferia também participaram do encontro. "Crianças dos bairros São Pedro, Califórnia, Ferradas e Urbis 4 estiveram presentes lá. Faz parte de nosso trabalho social", lembra Arrepiado, que prossegue. "Crianças com síndrome de down também participaram. Foi muito bom". 
 
Superou as expectativas
 
A empolgação dos dois organizadores que comentaram o evento passa pela parte social, de acordo com eles. "A socialização no evento foi muito forte, e muito importante para o sucesso do mesmo", afirma Arrepiado. Trabalham com núcleos, com trabalhos sociais, e é gratificante quando somos reconhecidos". Por fim, o próprio Arrepiado resumiu. "Foi muito bom, superou as expectativas".
 
Fonte: Agora – Itabuna,BA – http://www.agora-online.com.br

MESTRE BIMBA AGORA EM BELO HORIZONTE

MESTRE BIMBA, A CAPOEIRA ILUMINADA ESTRÉIA EM BELO HORIZONTE NO DIA 28 DE SETEMBRO

Foi uma linda vitória do poder de mobilização da capoeira mineira. Depois de ter sido cancelada em Belo Horizonte a exibição do filme, sempre com a desculpa de que capoeirista não vai a cinema etc., a capoeira de Belo Horizonte se uniu e começou a pressionar o dono do USINA DE CINEMA para que ele exibisse o filme, programando-o por uma semana pelo menos em uma das suas salas. Foram feitas diversas telefonemas para o cinema, pedindo o filme, enviados e-mails e tudo o mais.

Com isso os donos do cinema se sentiram obrigados a exibir o filme, que estréia dia 28 de Setembro e ficará por uma semana inteira em cartaz.

Nesse momento, movimentos semelhantes estão sendo feitos em Recife, Porto Alegre e Goiânia, que poderão significar até mesmo a volta do filme ao cartaz no Rio, em São Paulo e em Brasília.

Um forte abraço do

Luiz Fernando Goulart
MESTRE BIMBA, A CAPOEIRA ILUMINADA

Entrevista Mestre Gil Velho

Gil Clementino Cavalcanti de Albuquerque Filho (Mestre Gil Velho), filho de Gil clementino Cavalcanti de Albuquerque e Maria Amélia Campelo Cavalcanti de Albuquerque, nasceu em Recife em 1948.

1 – Qual foi seu 1º contato com a capoeira?

Nasci em Recife, capital de Pernambuco, no final da década de 40, século XX. Venho de uma família tradicional, os Cavalcanti de Albuquerque, cuja história se confunde com a própria história do espaço pernambucano. A mistura de elementos indígenas, lusos, holandeses e afro na sua formação, me transmitiu uma memória genética que flui nos meus insight e interagem no meu processo vivencial.
Assim, quando meu Pai se muda para o Rio de Janeiro, no inicio da década de 50, passo a simbiotizar esta perspectiva genética com a leitura da realidade percebida do espaço carioca. Torno-me um pernambucano carioca, com uma passagem rápida por Copacabana e um pouso longo em Ipanema, onde passo minha infância e adolescência.
Read More

Entrevista: Mestre Genaro

Genaro Raymundo Coelho (Mestre Genaro), filho de Claudionor Coelho e de Veridiana Coelho, nasceu na Maternidade Dr. Climério de Oliveira – Bairro de Nazaré/Salvador/BA, mas a família morava no bairro Politeama de Baixo. Trabalhou junto com o médico (não se lembra do nome) a parteira Emília q era mulher do grande jogador de futebol o finado Popó do Ypiranga da Bahia. A madrinha era Almerinda do Nascimento, de São Francisco do Conde, era um lugar de muitos engenhos de açúcar.

Read More

Nota de Falecimento: Mestre Mão de Ouro de Sobradinho, cidade satélite de Brasília

Mestre Umoi, Grupo União na Capoeira, que se criou na capoeiragem em Sobradinho faz homenagem postuma a mestre Mão de Ouro, uma das referências da velha guarda da capoeiragem de Brasília.
 
Ele visitava muito meu primeiro mestre (mestre Cordeiro) no início dos meus caminhos na capoeira em 1974 e uma vez por semana nos dava formação de capoeira angola.
 
É uma das referências da capoeiragem antiga de Sobradinho e consequentemente de Brasília.
 
Elevo minhas orações ao Mestre Mão de Ouro, pedindo à capoeiragem da Roda Virtual, do Portal Capoeira e do mundo  que acredite em mim quando declaro aqui que um grande capoeira se foi e Sobradinho não esquecerá um dos seus ícones da capoeira.
 
Falo isso firmando um compromisso em honra e carinho ao mestre.
 
Que Deus o tenha e o coloque junto aos outros mestres que já se foram antes dele. Ele, certamente, merece…
 
Com profundo pesar e lamento,
Umoi

XI Bambas de Capoeira do Grupo Candeias

 

Será realizado sob coordenação do Mestre Xeréu e supervisão do Mestre Suíno o XI Bambas de Capoeira do Grupo Candeias, contando com a presença de vários convidados tais como: Mestrando Igor China (DF), C.Mestra Ítria(DF), Mestrando Léo Bombeiro(DF), Mestre Chumbinho(DF). Prof. Cardeal(DF), Mestrando Baleado(DF), Inst. Janaína(CR), C.Mestre Xingú(CR), Prof. Sorri C.Mestre Pequinês(GO), C.Mestre Secão(GO), Mestrando Mala(MT), Mestre Sarará(G0), Mestre Cabeça(G0), e ainda todos os Mestres e integrantes do Grupo Candeias de Cuiabá(MT) e de Goiânia.

O evento que terá início no dia 05/10 com uma roda de abertura no Araguaia Shopping a partir das 19:30 hs, e no dia seguinte 06/10 o Batizado e Troca de Cordas a partir das 16:00 hs, tendo como programações: performance, maculelê, roda com Mestres/C.Mestres/Professores/Instrutores e graduados, Batizado e a Troca de cordas!

ABERTURA

RODA – ARAGUIA SHOPPING

DATA: 05/10/2007
LOCAL: ARAGUAIA SHOPPING (GOIÂNIA-GO)
HORÁRIO: 19:30 hs
 
 

BATIZADO E TROCA DE CORDAS

PERFORMANCE – MACULELÊ – BATIZADO – TROCA DE CORDAS

DATA: 06/10/2007
LOCAL: AFFEGO (AV.83 ESQ. C/ 90 CENTRO – GOIÂNIA-GO)
HORÁRIO: 16:00 hs

 

 
ORGANIZAÇÃO

MESTRE XERÉU

SUPERVISÃO

MESTRE SUÍNO
 
 
 
 
Para mais informações:
 
 

Livro “A capoeiragem no Recife Antigo – os valentes de outrora”

O livro "A capoeiragem no Recife Antigo – os valentes de outrora" traz um pouco da história da capoeira na sociedade recifense na época dos brabos e valentões, momento em que a capoeira sofria uma forte perseguição e, ao mesmo tempo, era aclamada por algumas classes como sinônimo de valentia e destreza!

Vem, ainda, com histórias e notícias em torno dos capoeiras e bandas de música, dos passistas e dos feitos dos valentes que contribuíram para uma organização social no Recife e para um registro forte da capoeiragem em Pernambuco.

 
Mônica C. de A. Beltrão
monicabeltrao@recife.pe.gov.br
 
 

RJ: Mestre Pernambuco acometido por um aneurisma cerebral

Mestre Pernambuco, acometido por um aneurisma cerebral, está internado no Hospital Geral de Bonsucesso, quarto 414, leito 01, no Rio de Janeiro/RJ, Brasil. Tel.:(21)95430830.
Avisados pelo mestre Mintirinha, telefonamos, (21)95430830, urgentemente para o mestre Pernambuco e, graças a Deus, ele mesmo atendeu o telefonema.
 
Aparentemente bem, Marco Antônio Domingues Galvão, mestre Pernambuco, do Grupo de Capoeira Bonfim, Rio de Janeiro, de seu leito 01, do quarto 414 do Hospital Geral de Bonsucesso, no Rio de Janeiro/RJ, Brasil, atendeu ao telefone celular e respondeu-nos com simpatia que, não fosse a prescrição médica de não deixá-lo levantar-se, a não ser dentro do quarto para satisfazer as necessidades fisiológicas, estaria nas suas atividades normais laborais e comezinhas, pois é como se sente, bem.
 
Mestre Pernambuco é marceneiro de profissão.
 
Disse-lhe o médico que seu estado é de risco, isto é, grave, e por isso deve continuar internado até as respostas futuras dos exames realizados e dos outros exames a realizar.
 
Mestre Pernambuco sente-se lisonjeado pelo carinho da nação capoeira que lhe procura ao celular (núm. (21) 95430830) e envia uma mensagem de agradecimento e um abraço a todos por entenderem o que ele está passando neste momento de internação hospitalar.
 
Diz ser feliz sendo capoeira e que em momentos assim é que percebe claramente do que a capoeira é capaz quando todos se juntam por um. Deus esteja com vocês, disse o mestre.
 

Repetimos o telefone do mestre Pernambuco: (21)95430830

 

 
Fonte: Professor Joel Pires – http://www.capoeirajogoatletico.com/blog/

Lisboa: 10º Festival Alto Astral de Capoeira

10 anos de sonhos e realizações onde a capoeira como ferramenta cultural, social e desportiva nos uniu e nos lançou a novos horizontes. Uma data tão especial nos traz a responsabilidade de fazermos mais e melhor, e é com muito prazer que anunciamos aos nossos aficionados, que o Festival de Capoeira 2007 terá um novo formato, serão quatro dias e meio, com as mais variadas actividades, os melhores Mestres, e a possibilidade de guardar na memória um evento que esperemos, marque seu percurso como capoeira.

Axé!! e te esperamos nos dias 31 de Outubro e 1,2,3,4 de Novembro de 2007.

Contra-mestre Marco Antonio – Capoeira Alto Astral

 

Objectivo Social:

  • Obtenção de verbas para as obras da nossa sede no Bairro da Ameixoeira (Lisboa)
  • Obtenção de verbas para manutenção das actividades empreendidas em Barra de Jangada – Pernambuco (Brasil)
  • Integrar jovens de diferentes classes sociais e de conhecimentos culturais diversos através das actividades do evento
  • Angariação de alimentos para reverter para o Banco Alimentar Contra a Fome
  • Adquirir parceiros sociais e ou empresas que possam apadrinhar nosso projecto, pontualmente ou por períodos mais alargados

Objectivo Cultural:

  • Palestras que possam abordar temas históricos ligados a Portugal, África e Brasil
  • Mostras de vídeos documentais
  • Apresentação de dança e teatro
  • Exposições Fotográficas

Objectivo Desportivo:

  • Estimular a prática desportiva através da capoeira, bem como dar a conhecer os benefícios do desporto através de uma exposição de painéis

 

Programação do Festival:

O programa deste ano tentará uma abordagem mais ampla no que se diz respeito a integração e melhor aproveitamento no convívio entre Mestres e alunos, estimulando não só a prática nos locais de treinos, onde decorrerão as aulas de Capoeira, danças, palestras e exposições, mais também através de um passeio pela cidade de Lisboa, onde nossa cultura poderá ser ampliada através do melhor entendimento sobre a história da capital Portuguesa, de onde há 507 anos atrás, partiram as caravelas dos descobrimentos.
Nosso espectáculo, “E tudo começou” Dança, teatro e história da cultura luso, afro-brasileira, promete ser um dos pontos altos do evento, trazendo muita luz, cor e satisfação, tanto para o público, como para os integrantes.

Dia 31 de Outubro – ( quarta-feira)
Local: Pavilhão 3 (EDC)

18:30H – Credenciamento.
19:15H – Apresentação dos Mestres Presentes.
20:00H – Roda de Abertura / Troca de Graduações.

Dia 01 de Novembro – ( quinta-feira )
Local: Pavilhão 1, 2 e 3.

10:00H – Aulas de Capoeira / Dança / Percussão
11:00H – Aulas de Capoeira / Dança / Percussão
12:00H – Aulas de Capoeira / Dança / Percussão
13:00H – Intervalo para Almoço
15:00H – Aulas de Capoeira / Dança / Percussão
16:00H – Aulas de Capoeira / Dança / Percussão
17:00H – Aulas de Capoeira / Dança / Percussão
20:00H – Mostra de vídeo / Palestra ( Pav. 1)

Dia 02 de Novembro – ( sexta-feira )
Local: Pavilhão. 3 (EDC).

09:00H – Concentração para passeio em Lisboa / pavilhão 3 (inscrição a parte)
10:00H – Passeio nos monumentos de Lisboa
13:30H – Almoço / Tarde Livre
18:00H – Aulão de Capoeira (PAV.3 – EDC)
19:00H – Roda

Dia 03 de Novembro – ( Sábado )
Local: Pavilhão 1,2 e 3 / Arena de espectáculos Pavilhão 1 do EUL.

10:00H – Aulas de Capoeira / Dança / Percussão
11:00H – Aulas de Capoeira / Dança / Percussão
12:00H – Aulas de Capoeira / Dança / Percussão
13:00H – Intervalo para Almoço
15:00H – Palestra e debate (Pavilhão 3)
19:55H – Espectáculo de Dança e Teatro (Arena de Espectáculo pavilhão 1 do EUL)
22:00 às 00:00H – convívio dos participantes (Só para inscritos no evento)

Dia 04 de Novembro – ( Domingo )
Local: Pavilhão 1, 2 e 3 (EDC).

11:00H – Aulas de Capoeira / Dança / Percussão
12:00H – Aulas de Capoeira / Dança / Percussão
13:00H – Aulas de Capoeira / Dança / Percussão
14:00H – Intervalo Almoço
16:00H – Aulão com os Mestres (Pavilhão 3 EDC)
17:00H – Roda / Batizado de Capoeira (Pavilhão 3 EDC)

 

10º Festival Alto Astral de Capoeira

Read More