Blog

Maio 2008

Vendo Artigos de: Maio , 2008

Clínica de Movimentos Acrobáticos de Capoeira e Ginástica Olímpica

 

Local: CEPEUSP (Centro de Práticas Esportivas da Universidade de São Paulo)
Data: 10 e 11 de Maio de 2008
Programação: Sábado das 8:00 as 18:00hs e domingo das 9:00 as 13:00hs
Objetivos: promover a aprendizado e o aperfeiçoamento das técnicas acrobáticas da Capoeira.
Inscrição: 50,00 (Cinqüenta Reais)
Informações: 11-3091-3304
Maiores informações nos telefones 3091-3304 ou 3091-3361.

Coordenação Mestre Gladson, Professor Vinicius, Professor Leandro Romualdo.
As vagas são limitadas e as inscrições já estão abertas!

A Clínica é uma excelente oportunidade para ampliar conhecimentos e habilidades na execução dos principais movimentos acrobáticos da Capoeira, especialmente aqueles relacionados com a Ginástica Olímpica, tais como saltos mortais, flic, Quipe, Roldante, Reversão, Macaco, S Dobrado, entre outros.

Dentre os professores que ministrarão o curso, estará o Professor Leandro Romualdo, professor de Ginástica Olímpica do CEPEUSP, com ampla experiência na modalidade.

Serão utilizadas seqüências pedagógicas e educativas para a execução dos movimentos, respeitando os limites de cada aluno e oferecendo o máximo de segurança.

A Clínica é aberta para alunos avançados e iniciantes, com ou sem experiência prévia em Capoeira e Ginástica.

As inscrições poderão ser encaminhada via fax (11) 3091.3304 com comprovante de depósito bancário Nossa Caixa Nosso Banco Ag.08648 c/c 13000294-8. (Centro De Práticas Esportivas da Universidade de São Paulo). O comprovante deverá ser trazido e apresentado no dia do curso.

Por que participar?

A Capoeira é uma arte marcial que tem como característica a presença dos movimentos acrobáticos. As acrobacias como são conhecidas, na verdade, são uma parte desse jogo que tem como movimentos principais os ataques, as defesas, os contra ataques, os movimentos ritualísticos (como as chamadas de Angola) e os movimentos de chão.

Dentre os movimentos acrobáticos podemos destacar a Parada de mãos, a Parada de cabeça, o Bico de papagaio, o Flic, flac, o macaco, o S-dobrado, o Aú giratório, o Salto Mortal, o Quipe de cabeça e de nuca, o Pião de cabeça, o Relógio, a Queda de rins, entre muitos outros.

Os movimentos acrobáticos contribuem com a beleza e a plasticidade do jogo da Capoeira. Quando pensamos em acrobacias não devemos pensar em eficiência do jogo e sim em arte e expressão. O importante é executar as acrobacias em harmonia com os demais movimentos. Um jogo, onde o capoeirista executa apenas movimentos acrobáticos não pode ser chamado de jogo de Capoeira. Mas um jogo com ataques, defesas e contra-ataques, onde são realizados alguns movimentos acrobáticos torna-se um jogo bonito de admirável.

Os movimentos acrobáticos possuem diferentes graus de dificuldades. Alguns são mais fáceis de executar, outros mais difíceis. A execução destes movimentos exige do praticante uma boa dose de força, potência, flexibilidade, resistência cardio-respiratória, técnica e coordenação motora. Com certeza a técnica é o elemento mais importante, pois ela diminui em muito o esforço para a execução da acrobacia.

Os movimentos acrobáticos de maior complexidade devem ser aprendidos dentro de uma seqüência pedagógica, que vai do simples para o complexo e do parcial para o total. É como um caminho a ser percorrido e que dá maior segurança ao aluno. Querer fazer um salto mortal completo já na primeira tentativa pode ser muito arriscado e pode levar ao acometimento de lesões musculares e articulares. Por isso, existem os educativos que levam o aluno a entender gradativamente a dinâmica do movimento, sentindo-se aos poucos mais seguro para realizá-lo.

 

Vinicius Heinevheine@gmail.com

“Berimbau é instrumento de quem tem poucos neurônios”, diz coordenador de medicina da UFBA

Depois de afirmar que os alunos da UFBA (Universidade Federal da Bahia) foram mal no Enade (antigo provão) “por causa do baixo QI [coeficiente de inteligência] dos baianos”, o coordenador de medicina da universidade, Antônio Dantas, 69, foi além e disse: “o berimbau é o tipo de instrumento do indivíduo quem tem poucos neurônios”.

Em entrevista à rádio BandNews FM de Salvador nesta quarta-feira (30), Dantas não retirou as declarações feitas à Folha de S.Paulo sobre os baianos e sobre o instrumento musical utilizado na capoeira.

MP-BA apura se afirmações do professor Dantas, 69, são racistas

“Só sai aquele barulho, ‘pu pu pu pu pu pu’. Isso por acaso indica qualidade intelectual muito elevada? Não”, afirmou.

Reações

As declarações do coordenador provocaram reações dentro e fora da comunidade acadêmica.

O Senado e os Ministérios Públicos Federal e Estadual pediram ao reitor da UFBA, Naomar Almeida, o afastamento do professor.

“Embora não faça referência direta à questão étnica, a declaração caracteriza preconceito racial e em relação à população baiana”, disse o promotor de Justiça e combate à discriminação racial do MP-BA, Almiro Sena.

O representante dos estudantes de medicina, Alencastro Vinícius Vilas Boas, classificou as declarações do coordenador de “piada”. Vilas Boas justificou as médias baixas no Enade com um “boicote promovido pelas organizações estudantis, que são contra a prova”.

O estudante afirmou ter enviado à reitoria documento pedindo afastamento do coordenador.

Segundo a assessoria de imprensa da UFBA, a demissão do coordenador não cabe ao reitor, mas à “congregação do curso”, formada por professores e alunos.

“Na hipótese de Dantas pedir demissão do cargo, ela será imediatamente aceita pelo diretor da Faculdade”, disse a assessoria.