Blog

Outubro 2009

Vendo Artigos de: Outubro , 2009

Enafec – Encontro de capoeira incentiva prática feminina em Alagoas

A capoeira é uma manifestação cultural brasileira que reúne características muito distintas: trata-se de uma mistura de arte-luta praticada ao som de instrumentos musicais como o berimbau, o pandeiro e o atabaque. Para incentivar a prática entre as mulheres, será promovido um Encontro Alagoano Feminino de Capoeira (Enafec), com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde (Sesau). A iniciativa será realizada neste sábado e domingo, a partir das 8h, no Sesc do Poço. O evento é destinado às crianças, jovens e adultos do sexo feminino que tenham interesse em praticar a atividade.

“A prática da capoeira ainda é pouco difundida no Estado, diante da marginalização que ela é trabalhada e, por isso, as mulheres encontram resistência em praticá-la, desconhecendo que a atividade pode ser uma alternativa eficaz na melhoria das condições gerais do indivíduo. A capoeira é uma pratica que pode, ainda, contribuir para a auto-estima e formação do caráter e da personalidade de quem a realiza”, ressaltou o técnico da Sesau, Maurício Pastor, responsável pela organização do evento.

Eficácia à saúde – E ainda de acordo com Maurício Pastor, a capoeira também traz benefícios na área da saúde, já que ela representa uma forte aliada no controle social quanto à recuperação de usuários de drogas, alcoolismo e portadores de transtornos mentais.

“Diante destes benefícios, podemos afirmar que a sua prática realmente se constitui em uma política de saúde pública, pois somente por meio de uma prática cultural e física, é possível sanar problemas que na maioria das vezes seriam solucionados em instituições de saúde, como por exemplo, hospitais psiquiátricos”, evidenciou o técnico, acrescentando que a capoeira pode ser empregada para resgatar àqueles que já estão doentes, evitando que jovens e crianças enveredem pelo caminho das drogas.

Programação – O Enafec terá início com a palestra da professora universitária Larissa Leão, que abordará o tema “A Importância da Mulher na Capoeira”. Em seguida, os participantes do evento poderão conferir palestras sobre Danças Afro, Percussão, Maculelê, Benguela e apresentações de Rodas Femininas de Capoeira.

No domingo, acontece uma aula de capoeira com a contra mestra Selva, de Fortaleza (CE), além da realização de uma Roda Feminina e Mista. Participam do evento as mestras Josélia Rocha Rodrigues e Conceição Santos Nascimento, respectivamente do Ceará e Pernambuco.

Besouro estréia nesta sexta-feira 30-10-09 nos cinemas

Protagonizado por um herói negro do século passado e ambientado no universo da capoeira e do candomblé, Besouro chega sexta-feira aos cinemas disposto a derrubar vários preconceitos do público brasileiro de uma vez só. Centrado na história de Besouro Mangangá, tido como o maior capoeirista que o Brasil já conheceu, o longa-metragem de estreia do publicitário carioca (radicado em São Paulo) João Daniel Tikhomiroff desembarca no circuito respaldado por uma inédita e bem-sucedida de campanha na internet, que atraiu milhares de pessoas para um blog e um link no YouTube, repleto de vídeos de bastidores e trailers da produção. Empurrão essencial para uma produção de R$ 10 milhões, em parte consumidos em efeitos especiais que lembram as coreografias de filmes como O tigre e o dragão (2000), e protagonizado por um elenco de desconhecidos do grande público.

– A internet alçou o voo de Besouro. Foi uma ferramenta importantíssima para nossa comunicação, que continuará mesmo depois da estreia do filme – avisa o diretor de 59 anos, em entrevista ao Jornal do Brasil.

Em que momento a ideia de uma campanha virtual para o filme tomou forma?

Um pouco antes do início das filmagens, no segundo semestre de 2008, traçamos o plano de comunicação e percebemos que, por se tratar de uma produção repleta de peculiaridades, deveria ser compartilhada de alguma forma com o público. Foi então que nasceu a ideia de fazer um blog do filme, com registro de todas as etapas do processo. O diferencial do blog se deu com o seu formato. O conteúdo não era feito pelo diretor e equipe, mas por um jornalista que acompanhou as oito semanas de filmagem. Com o lançamento do blog, começamos a sentir a expectativa do público e, por isso mesmo, exploramos as redes sociais ao máximo. Criamos uma verdadeira legião de seguidores de Besouro, de tribos diversas: de amantes da capoeira a estudantes de cinema. Em 10 dias no ar, o trailer quebrou recorde de acesso de filmes nacionais. Sem contar as solicitações de estrangeiros perguntando sobre o seu lançamento no exterior. A internet alçou o voo de Besouro. Foi uma ferramenta importantíssima, que continuará mesmo depois da estreia do filme.

Não teme que a curiosidade gerada pela internet não se esgote nela mesma?

De forma alguma. Na semana passada tivemos um bom exemplo nesse sentido. Um site especializado em cinema promoveu uma pré-estreia do filme em São Paulo, seguida de debate. Segundo o diretor do site, foi a pré-estreia mais concorrida feita em cinco anos. E durante o debate, o próprio público fazia as perguntas. Várias pessoas chegavam ao microfone somente para fazer um agradecimento, queriam parabenizar a equipe por ter feito Besouro, um divisor de águas para o cinema. Esses agradecimentos eram emocionantes, houve gente que chorou. Outra pergunta recorrente tinha a ver com a continuação do filme. O que a internet fez com Besouro é algo que me impressiona. Fiquei emocionado.

‘Besouro’, que fala de um herói negro, tem no elenco atores desconhecidos do público. Isso pode ser um complicador, do ponto de vista mercadológico?

O filme pedia esses elementos. Trabalhar com não-atores foi uma opção, já que eu precisava no filme de capoeiristas de verdade. Seria infinitamente melhor encontrar professores de capoeira, como é o caso do protagonista, Ailton Carmo, e ensiná-lo a vivenciar o personagem do que trabalhar com um ator famoso e ensinar a esse profissional a arte da capoeira. Isso não daria a veracidade que gostaria de ver nas telas. Sobre a questão de a narrativa falar de um herói negro, do século passado, isso me encanta. O Brasil é um país plural em todos os sentidos, inclusive na raça. Por que não homenagear os negros, a capoeira no cinema? Explorei os negros de forma diferente, pelos aspectos da beleza nunca feito antes no cinema nacional.

‘Besouro’ tem capoeira jogada ao estilo da ação de ‘O tigre e o dragão’. As lutas foram coreografadas por um especialista estrangeiro. É uma forma de dar uma roupagem internacional a um filme brasileiro?

Como comentei antes, a capoeira seria o fio condutor da trama mas não o objeto principal dela. Precisava então que ela tivesse tanto elementos reais quanto toques de fantasia. Nada melhor do que trazer um especialista em cenas de ação para tornar possível esse desejo. Foi por isso que contatamos o chinês Huen Chiu Ku, o Dee Dee. Já havia visto algumas cenas de filmes sob o cuidado dele, como O tigre e o dragão, Kill Bill e O clã das adagas voadoras. Ele se incumbiu da missão de inserir cenas áreas ao universo da capoeira retratada em Besouro, o qual, segundo a lenda, é cercado de magia e misticismo. O resultado transmite realidade e emoção ao filme.

O filme mistura ação, romance e grandes doses de fantasia. Até que ponto ele é fiel ao livro que o originou?

O filme baseia-se em Feijoada no paraíso, do Marco Carvalho, mas não se prende a ele e nem aos personagens reais que fizeram parte da vida de Manoel Henrique Pereira, o Besouro. Trata-se de um filme sobre as lendas que cercam a época em que Besouro viveu, mas não é uma reconstituição histórica. É um filme de fantasia.

Muitos publicitários que fazem cinema trazem ‘vícios’ da publicidade. Isso é inevitável?

Diria que a publicidade me ajudou bastante na direção de Besouro. Justamente por ter passado 35 anos contando histórias em 30 segundos, aprendi o poder da síntese, tive oportunidade de experimentar recursos nos comerciais e trazê-los para o cinema. A publicidade me deu a maturidade para dirigir longas.

‘Besouro’ consumiu R$ 10 milhões e pelo menos uns quatro anos de sua vida. Pretende continuar fazendo filmes? Já tem algum novo projeto em vista?

Sim. Já tenho um próximo filme a caminho, estamos na fase de roteiro. O que posso adiantar é que não tem absolutamente nada a ver com Besouro. Será um romance satírico, contemporâneo, e que se passa no Sul do Brasil.

Pré-estréia de Besouro em São Paulo: Presença de Vários Mestres e personalidades da Capoeira

Pré-estréia de Besouro em São Paulo: Presença de Vários Mestres e personalidades da Capoeira

Fonte: http://jbonline.terra.com.br
Carlos Helí de Almeida, Jornal do Brasil – RJ

Pré-estréia de Besouro em São Paulo: Diretor e o atores na roda de capoeira

Pré-estréia de Besouro em São Paulo: Diretor e o atores na roda de capoeira

* Em breve matéria especial sobre a Pré-estréia do Filme em São Paulo, acompanhada por uma espetacular galeria de fotos!!!

Se quer ganhar ingressos para assistir ao Filme Besouro, visite o site de nosso Parceiro Oficial: RabodeArraia.Com

 

Fotos Roger Spock – www.rogerspock.com

Cinema de graça no Forte da Capoeira

O Centro Esportivo de Capoeira Angola – CECA, que funciona no Forte de Santo Antônio Além do Carmo, promove, nesta sexta-feira (30), às 19h, mais uma sessão do projeto Cinema, Capoeira e Samba. A entrada é gratuita.

O projeto acontece todas as últimas sextas-feiras de cada mês, exibe filmes e documentários em DVD sobre a capoeira e outros aspectos da cultura e da história da Bahia.

Desta vez serão exibidos os filmes “Pastinha, uma vida pela capoeira”, de Antonio Carlos Murici, e “A linha do trem, um caminho esquecido”.

Depois das exibições, acontece a tradicional Roda de Samba Tradicional, com o Grupo Botequim.

O Forte de Santo Antonio Além do Carmo fica localizado na Praça Barão do Triunfo, Largo de Santo Antônio.

 

Mais sobre o Forte da Capoeira

O projeto “Forte da Capoeira”

Em 1997, visando recuperar e reformar a estrutura física do imóvel, permitindo que nele se desenvolvessem atividades artísticas e culturais que garantissem a sua utilização e preservação, o Ministério da Cultura e o Governo do Estado, através do IPAC, iniciou estudos que levaram à elaboração de projeto de restauro, a cargo da arquiteta Etelvina Rebouças. Essa elaboração foi financiada pelo Programa de Desenvolvimento do Turismo (PRODETUR I), com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), e o custo das obras, previstas para serem executadas em doze meses, estava estimado de 2,5 a 3 milhões de Reais. Aguardava-se, entre fins de 2004 e início de 2005, a aprovação final pelo IPHAN, definindo os critérios para que as mesmas pudessem ser licitadas. A Companhia de Desenvolvimento Urbano (CONDER), que acompanhou o processo desde o início, deveria ser o órgão executor da reforma, já tendo inclusive providenciando pequenos reparos no imóvel, enquanto não se iniciam as obras. Outros recursos para a intervenção deviam ser captados, prevendo-se a possibilidade de terem como origem a segunda etapa do PRODETUR II.

O tema que garantiu a identidade cultural e a auto-sustentação do forte foi a Capoeira, uma vez que as suas instalações vinham sendo utilizadas desde 1981 pela Academia de João Pequeno, discípulo de Mestre Pastinha. Posteriormente, o segundo pavimento passou a ser utilizado pelo Grupo de Capoeira de Angola Pelourinho (GCAP), de Mestre Moraes.

Graças à ONG Associação Brasileira de Preservação da Capoeira – Forte da Capoeira, com o apoio do Governo do Estado, através da Secretaria da Cultura e Turismo (SCT), é que foram disponibilizados os recursos para a recuperação e restauro do monumento, sob a coordenação das arquitetas Vivian Lene e Luciana Guerra. No local foram implantados um pátio para atividades coletivas com cerca de 800 metros quadrados, um memorial alusivo aos grandes mestres da capoeira baiana (com objetos pessoais, bibliografia, fotos e vídeos) e seis salas de aula para a prática da capoeira. A estes somam-se ainda espaços para videoteca, biblioteca, oficina de fabricação de berimbaus, caxixis e pandeiros, e jardim. Complementarmente, os capoeiristas contam com um anexo, composto de duas áreas externas de recreação, quadra poliesportiva e parque infantil, utilizados como espaços de lazer pela comunidade do local e de bairros vizinhos.

Após a conclusão das obras de reforma em fins de 2006, o forte foi reaberto como Forte da Capoeira – Centro de Referência, Pesquisa e Memória da Capoeira da Bahia, instituição que tem por objetivo preservar e promover a Capoeira.

Desde 5 de novembro de 2007, com o novo governo estadual, o forte passou a ter uma nova gestão, através do IPAC e do Governo do Estado da Bahia.

 

Fontes: http://ibahia.globo.com e Wikipédia – http://pt.wikipedia.org/

Pernanbuco: A capoeira como ferramenta de inclusão social

Ajudar jovens e crianças carentes a exercerem a cidadania por meio da prática da capoeira e de atividades afins. Essa é a proposta da Associação Cultural Desportiva Abaúna Capoeira que além do gingado (nas modalidades angola e regional), oferece oficinas de birimbau, dança popular, dança afro, percussão afro-nordestina e música.

Com mais de oito anos de existência no bairro do Totó, na Zona Oeste da capital, a organização já conseguiu expandir as aulas para outras três unidades – duas no Recife (nos bairros da Várzea e Imbiribeira) e uma em Jaboatão dos Guararapes (em Cavaleiro). Apesar do crescimento, vindo de algumas parcerias governamentais, o grupo precisa de mais colaboradores para manter os 170 alunos que nem sempre têm condições de pagar pelos utensílios básicos das atividades desenvolvidas.

Entre os gastos da associação, estão a manutenção de instrumentos musicais e espaços físicos, a compra de abadás (calças utilizadas por praticantes do esporte) e de camisas uniformizadas, além da confecção de figurinos para apresentações de dança e do lanche distribuído nos dias de troca de corda. “Cada traje de luta completo, com camisa e abadá, sai por R$ 50. Imagine como poderemos dar isso para todos os alunos”, diz o monitor Josimar da Silva, do Grupo Abaúna, que trabalha na comunidade de Brasilit, na Várzea, Zona Oeste do Recife.

Read More

Porto Alegre: Pré estréia do filme Besouro

No último dia 26 / 10 aconteceu a pré-estréia do filme Besouro em Porto Alegre na  ocasião  a  CGC – Confraria Gaúcha  de  Capoeira ,  foi  convidada  para  estar
presente e organizar uma apresentação de Capoeira nos momentos que antecediam a estréia.

A CGC , se fez representada pela sua diretoria , Presidente Mestre Delmar Perroni, Vice Presidente Mestre Carson Siega, Secretário C.Mestre Fabinho, Tesoureiro
Mestrando Grande, Diretor de Marketing Profº Salsicha e Diretor de Educação Profº Cabeleira, ao qual coordenaram a apresentação e prestigiaram o lançamento do filme.

Atenciosamente

Mestre Delmar Perroni
Confraria Gaúcha de Capoeira – CGC

Livro sobre Exu causa guerra santa em escola municipal

Professora umbandista diz que foi proibida de dar aulas em unidade de Macaé, dirigida por diretora evangélica

Rio – As aulas de Literatura Brasileira sobre o livro ‘Lendas de Exu’, de Adilson Martins, se transformaram em batalha religiosa, travada dentro de uma escola pública. A professora Maria Cristina Marques, 48 anos, conta que foi proibida de dar aulas após usar a obra, recomendada pelo Ministério da Educação (MEC). Ela entrou com notícia-crime no Ministério Público, por se sentir vítima de intolerância religiosa. Maria é umbandista e a diretora da escola, evangélica.

A polêmica arde na Escola Municipal Pedro Adami, em Macaé, a 192 km do Rio, onde Maria Cristina dá aulas de Literatura Brasileira e Redação. A Secretaria de Educação de lá abriu sindicância e, como não houve acordo entre as partes, encaminhou o caso à Procuradoria-Geral de Macaé, que tem até sexta-feira para emitir parecer. Em nota, a secretaria informou que “a professora envolvida está em seu ambiente de trabalho, lecionando junto aos alunos de sua instituição”.

A professora confirmou ontem que voltou a lecionar. “Voltei, mas fui proibida até por mães de alunos, que são evangélicas, de dar aula sobre a África. Algumas disseram que estava usando a religião para fazer magia negra e comercializar os órgãos das crianças. Me acusaram de fazer apologia do diabo!”, contou Maria Cristina.

Sacerdotisa de Umbanda, a professora se disse vítima de perseguição: “Há sete anos trabalho na escola e nunca passei por tanta humilhação. Até um provérbio bíblico foi colocado na sala de professores, me acusando de mentirosa”.

Negro, pós-graduado em ensino da História e Cultura Africana e Afro-Brasileira, o diretor-adjunto Sebastião Carlos Menezes aguardará a conclusão da procuradoria para opinar. “Só posso lhe adiantar que a verdade vai prevalecer”, comentou. Pastor da Igreja Presbiteriana do Brasil, Sebastião contou que a diretora Mery Lice da Silva Oliveira é evangélica da Igreja Batista.

ATÉ CINCO ANOS DE PRISÃO

“Se houver preconceito de religião, acredito que deva ser aplicado todo o rigor da lei”, afirmou o coordenador de Direitos Humanos do Ministério Público (MP), Marcos Kac. O crime de intolerância religiosa prevê reclusão de até 5 anos. Em caso de injúria, a pena varia de 3 meses a 2 anos de prisão. O MP poderá entrar com ação pública penal se comprovar a intolerância religiosa. “Caso contrário envia à delegacia para inquérito”, explicou Kac.

Alunos do 7º ano leram a obra: referências ao folclore

Em 180 páginas, o livro ‘Lendas de Exu’, da Editora Pallas, traz informações sobre uma das principais divindades da cultura afro-brasileira. O autor da obra, Adilson Martins, remete ao folclórico Saci Pererê para explicar as traquinagens e armações de Exu.

Na introdução, Martins diz que ele é “um herói como tantos outros que você conhece”. Em Macaé, 35 alunos do 7º ano do Ensino Fundamental leram o livro.

Nas religiões afro-brasileiras, Exu é o mensageiro entre o céu e a terra, com liberdade para circular nas duas esferas. Por isso, algumas pessoas acabam o relacionando a Lúcifer.

O presidente da Comissão de Combate à Intolerância Religiosa, Ivanir dos Santos, garantiu que outros autores de livros, como Jorge Amado e Machado de Assis, sofrem discriminação nas escolas: “As ideias neopentecostais vêm crescendo muito, desrespeitando a lei”.

Ivanir explicou que o avanço da discriminação religiosa provocou o agendamento de um encontro, dia 12 de novembro, com a CNBB: “Objetivo é formar uma mesa histórica sobre os cultos afro e estabelecer uma agenda comum”.

VIVA VOZ

Até mães de alunos me proibiram de falar sobre a África

“Acusam-me de dar aula de religião. Não é verdade. No livro ‘Lendas de Exu’, de Adilson Martins, há histórias interessantes, são ótimas para trabalhar com os alunos. Li os contos, como se fosse uma contadora de histórias, dramatizando cada uma delas. Praticamos Gramática, e os alunos ilustraram as histórias de acordo com a imaginação deles. Não dá para entender por que fui tão humilhada. Até mães de alunos, evangélicas, me proibiram de falar sobre a África”.

MARIA CRISTINA MARQUES, professora, 48 anos

Fonte: O Dia

Relançamento mundial em DVD do filme: Pastinha! Uma Vida pela Capoeira

Primeiro filme/documentário sobre Capoeira lançado após a retomada do Cinema Nacional, conta a vida do maior mestre da Capoeira Angola, seu Guardião e Poeta – Vicente Ferreira Pastinha, o Mestre Pastinha.

Conta com depoimentos dele, de sua companheira D. Maria Romélia, dos maiores mestres da Capoeira Angola, como João Grande, em Nova Yorque, USA, João Pequeno e Curió, em Salvador, Bahia, e Neco Pelourinho, no Rio de Janeiro, bem como o depoimento do Mestre Dr. Ângelo Decânio, o mais antigo discípulo de Mestre Bimba. Conta ainda com entrevistas de Jorge Amado, Carybé, Pierre Verger, Roberto Freire, Ildásio Tavares, do Prof. Muniz Sodré, e dos especialistas em Capoeira Prof. Carlos Eugênio Líbano Soares e Frede Abreu.

Read More

Trabalhe e Navegue na Internet com SEGURANÇA, COERÊNCIA e BOM SENSO

ENTENDA O QUE É E COMO SE PROTEGER DO PHISHING:

O roubo de dados pessoais está a aumentar: não seja “fisgado”, não caia na armadilha…

Trabalhe e Navegue na Internet com SEGURANÇA, COERÊNCIA e BOM SENSO Dicas, Curiosidades e Novas Tecnologias Portal CapoeiraDevido ao aumento substancial de envios de emalis em nossa rede, em nossas listas de distribuição, é urgente que todos nós tenhamos conciência deste terrivel problema, nós da comunidade capoeirística, de forma organizada e coerente, devemos olhar para este problema de frente e nos posicionarmos com precaução e buscando sempre estar preparado para evitar está terrivel ameaça virtual.

O phishing (pronuncia-se como “fishing”: derivado das palavras “password”+”fishing”) é um crime gravissimo cada vez mais em voga na Internet.

Os criminosos simulam um falso Web site de um banco, loja online ou companhia de cartões de crédito real.
Depois, tentam enganar as pessoas através de spam ou mensagens de correio electrónico direccionadas, esperando ter a sorte de encontrar clientes reais destes sectores.

As mensagens de correio electrónico conseguem ser extremamente convincentes, como uma mensagem de uma loja online informando que o seu cartão de crédito foi rejeitado ou do seu banco informando que foi detectada actividade não autorizada na sua conta. As mensagens apresentam normalmente logótipos, esquemas coloridos e lemas da empresa ou mensagens de campanhas que parecem legítimas.

A mensagem convida a clicar numa ligação que leva ao falso Web site. Ali, será solicitado a introduzir informações pessoais e confidenciais que serão depois utilizadas pelos criminosos para lhe roubar dinheiro ou praticar crimes de roubo de identidade.

  • DICA: 5 MÉTODOS PARA SE PROTEGER DO PHISHING + REGRA SCB:

 

1 – MANTENHA SOFTWARE E BROWSER ATUALIZADOS

Mantenha o sistema operativo com os patches necessários e transfira a versão mais recente do browser para garantir que está totalmente actualizado e que utiliza as tecnologias mais recentes. (Ex: Windows Update)

Instale patches dos fabricantes de software logo que sejam disponibilizados, já que os piratas informáticos conseguem fabricar software maligno rapidamente a partir de componentes pré-fabricados para explorar as falhas antes da maioria das pessoas terem transferido o patch. Os browsers utilizam listas de excepções e listas de bloqueio para sites conhecidos, verificam os URL e utilizam tecnologia avançada para identificar e filtrar sites de phishing.


2 – NUNCA ENVIE SEU PIN OU SENHA

Lembre-se de que os bancos e instituições de cartões de crédito jamais enviam mensagens de correio electrónico solicitando o seu PIN ou Senha.

Os bancos e instituições de crédito genuínos têm em conta a sua privacidade. Nenhum banco ou instituição de crédito enviará mensagens de correio electrónico solicitando a que revele o seu PIN ou outras informações pessoais. Se receber uma mensagem de correio electrónico para o fazer, não clique em nenhuma ligação da mensagem e não responda.


3 – VERIFIQUE SEMPRE O URL (ENDEREÇO DO SITE)

Verifique o endereço de correio electrónico do remetente, verifique o URL de todos os Web sites e procure “https” (Use a barra de status: Barra inferior do navegador para verificar a URL)

Se de facto clicar numa dessas ligações, tenha cuidado antes de partilhar qualquer informação pessoal. Um site “http” poderá ser seguro para a navegação em geral mas, antes de enviar dados confidenciais, certifique-se de que está a ser utilizada tecnologia de encriptação segura (SSL) – por outras palavras, o “https” aparece no URL. Verifique também se o nome de domínio do site é legítimo. Visto não haver garantias de que a comunicação enviada através de correio electrónico ou Web site é autêntica, se algo lhe parecer suspeito mas não tiver a certeza, não partilhe as suas informações pessoais.


4 – ESCOLHA UM ISP SEGURO

Utilize um fornecedor de serviços de Internet (ISP) que implemente fortes medidas e políticas anti-spam e antiphishing

Alguns fornecedores de serviços de Internet bloqueiam sites de phishing conhecidos para que os clientes não possam chegar a eles. A organização SpamHaus (www.spamhaus.org) lista os 10 piores ISP da actualidade nesta categoria. Tenha isto em consideração quando fizer a sua escolha.


5 – USE SOFTWARES DE SEGURANÇA EFICAZES


Proteja o computador com software de segurança eficaz e mantenha-o actualizado

Os piratas informáticos possuem bases de dados com milhões de endereços de correio electrônico. Contribua para a sua defesa contra phishing e outras pragas virtuais com softwares , que oferecam protecção fiável contra vírus, piratas informáticos e spyware, tendo o cuidado de manter o sistema sempre actualizado.

  • REGRA SCB, A primeira barreira e uma das mais eficazes proteção:

Trabalhe e Navegue na Internet com SEGURANÇA, COERÊNCIA E BOM SENSO!!!

Se voce utilizar esta regra, garanto que irá reduzir drasticamente a possibilidade de contrair vírus ou ser “pescado” por um Phishing.

Fica aqui a minha dica para tres ótimos softwares gratuitos que podem ajuda-lo a manter seu computador livre de vírus e outras pragas eletrônicas:

 

Apoio: NET Internet planos

De salto, Claudia Leitte faz passos de capoeira em show no interior de SP

A cantora Claudia Leitte mostrou em seu último show realizado no domingo (25) em Jundiaí, no interior de São Paulo, que tem o ‘gingado’ baiano. Em cima do palco, ela fez, pela primeira vez, passos de capoeira com seus bailarinos, sendo que estava de bota com salto alto. Mesmo assim, Claudinha conseguiu manter o equilibrio.

O show também marcou a despedida de Claudia do figurino todo preto, ‘de inverno’, que tem apresentado em seus shows. A partir do próximo sábado (31), ela estreia, na Costa do Sauípe, o figurino ‘de verão’, feito por Valério Araújo e Ian Acioly, com tons mais claros. Além dos looks, Claudinha lança uma nova música de trabalho.

 

Cantora Claudia Leitte mostrou que tem a ginga da Bahia – Claudinha conseguiu se equilibrar mesmo estando de salto

Foto: Divulgação – http://correio24horas.globo.com

Conferência de Cultura de Cuiabá

Conferência de Cultura de Cuiabá acontece no dia 27/10

Programação da CMC de Cuiabá inclui debate aberto sobre os eixos temático e mostra de vídeos sobre os textos base.

A data da Conferência Nacional de Cultura de Cuiabá se aproxima. Na próxima terça feira, dia 27 de outubro, iniciando-se às 08:00, ela será realizada na AMM – Associação Matogrossense de Municípios, localizada na Avenida Historiador Rubens Mendonça, nº 3920 bairro Bosque da Saúde.

Para as reliazações das Conferências municipais, o Ministério da Cultura e o Núcleo de Atenção Social à Cidadania e Educação – NASCE convocaram os facilitadores nacionais e em Mato Grosso, a pessoa selecionada foi Lenissa Lenza, agente cultural do Instituto Cultural Espaço Cubo. Entre uma de suas ações, ela publicou um Manual de Realização de Conferências Municipais e Intermunicipais, que reúne informações como  organogramas de organização das conferências, fluxogramas dametodologia que deve ser aplicada de acordo com o regimento nacional, além delink´s oficiais sobre a II CNC como o próprio regimento e o texto base para os eixos temáticos propostos.

Além do Manual, foi disponibilizado o calendário das realizações de conferências em outros pontos do estado, como Sinop (28/10), Tangará (29/10), Barra do Garças (31/10) e Juína (30 e 31 de outubro).

Na Conferência de Cultura da capital, a sociedade civil, artistas, produtores e demais agentes culturais poderão sugerir idéias para setem debatidas nos eixos temáticos dessas Conferências – Produção Simbólica e Diversidade Cultural, Cultura, Cidade e Cidadania, Cultura e Desenvolvimento Sustentável, Cultura e Economia Criativa e Gestão e Institucionalidade da Cultura. Além disso, pretende discutir diretrizes, princípios e estratégias visando um Plano Municipal de Cultura, o que torna a reunião um debate sobre políticas culturais.

Para Mário Olimío, ex-secretário de cultura, “A Conferência de Cultura é o momento mais importante da política cultural no ano, e já aconteceu muita coisa, como a reforma da Lei Rounet, mas nada disso se compara a magnetude da Conferência”.

No dia 27 a programação se inicia às oito da manhã, com o Café da Manhã e o credenciamento dos agentes. Após a abertura oficial às 09:00, teremos uma sessão de vídeo com o aturo dos textos base, Bernardo Machado, para que os eixos sejam discutidos num debate aberto. Após a pausa para o almoço, haverá a divisão da plenária em grupos de trabalho pelos cinco eixos temáticos.

No último bloco de atividades, os grupos se reunem numa Plenária Final, onde acontece a votação das diretrizes que irão compor o documento final da 2° Conferência Estadual de Cultura e a eleição dos delegados que representarão a classe na Conferência Estadual. A noite termina com uma apresentação cultural.

Reforçando, a Conferência Municipal acontece no dia 27, às 08:00 na AMM.

SERVIÇO:
Conferência Municipal de Cultura
Quando: 24 de outubro
Onde: AMM – Associação Mato Grossense de Municípios.
Informações: (65) 3052 0321 | (65) 9608 2170

Atenciosamente,

Dríade Aguiar – Espaço Cubo – Cuiabá MT
(65) 3052 0321 | (65) 8146 8412
driade@live.at
www.foradoeixo.org.br
www.mic.foradoeixo.org.br
www.hellcity.org.br
www.espacocubo.org.br
Av. Presidente Marques, 240, Centro. Cep 78045-175, Cuiabá-MT