Blog

Fevereiro 2016

Vendo Artigos de: Fevereiro , 2016

A capoeira interligando a vida das mulheres em todo o mundo

 
A presença da mulher na capoeira é um fenômeno histórico recente e imprime mudanças primordiais à sua prática. Muitas são as contribuições que estas trazem para este universo que reúne luta, dança, jogo, teatralidade e ludicidade, com repercussão nas suas vivenciais corporais e comunitárias, edificando saúde e qualidade de vida.
 

 

Palestrante

Rosângela de Costa Araújo (Mestra Janja)

Doutora em Educação pela USP, uma das fundadoras do Instituto Nzinga de Capoeira Angola. Professora e coordenadora do Núcleo de Estudos Interdisciplinares sobre a Mulher da UFBA. Autora de livros e artigos sobre o tema.

 

Data

14/03/2016 a 14/03/2016

Dias e Horários

Segunda, das 19h às 21h30.

Local

 

Rua Dr. Plínio Barreto, 285 – 4º andar
Bela Vista – São Paulo.

 

Valores

 

R$ 9,00 – credencial plena: trabalhador do comércio de bens, serviços e turismo matriculado no Sesc e dependentes
R$ 15,00 – pessoa com mais de 60 anos, pessoa com deficiência, estudante e professor da rede pública com comprovante
R$ 30,00 – inteira

 

 Inscreva-se agora

Teresina – PI: Iê Viva Mulher Capoeirista festeja participação feminina

Iê Viva Mulher Capoeirista

O evento vai acontecer na próxima quarta-feira (02), às 19 horas, no Clube de Jovens do Mafrense, conhecido como o Caldeirão da Capoeira do Piauí. Na oportunidade serão realizadas atividades como aula de Maculelê, treinamento de movimentação de capoeira e roda em comemoração ao mês das mulheres.

Mestre Touro, fala da importância do evento e espera a participação de várias mulheres: trabalhadoras, dona de casa, mães e todas amantes da arte capoeira que estarão juntas mais uma vez para fazer uma das coisas que mais gostam, que é jogar capoeira.

Touro lembra que a mulher na capoeira do Piauí vai aparecer nos anos 70, bem timidamente, pois nessa época existia muito preconceito, “comecei a prática da capoeira na década de 80, e mesmo nessa época ainda tinha pouca mulher praticando a capoeira, mas na década de 90 estourou a participação dela, principalmente nas escolas particulares que a maioria dos praticantes era do sexo feminino, nessa época também ganhou força no campo educacional a capoeira dentro do nosso estado, mas na virada do século a mulher já tinha presença marcante não só como praticante de capoeira, mas também na posição de comando, ministrando aula, organizando eventos, promovendo debates relacionado a participação da mulher, cobrando espaço de direito nas atividades realizadas na capoeira e combatendo o preconceito contra a mulher, engana-se quem pensa que a mulher na capoeira e só pra embelezar roda, a capoeira de nosso estado ganhou com a participação direta da mulher: ministrando aula, cantando e colocando energia na roda, que tem homens que não tem a mesma pegada, mulheres com contexto técnico e teórico, para discutir assuntos pertinente à nossa arte; não é à toa que grandes eventos feminino são realizados aqui e comandado por elas”.Enfatiza.

Mestre Touro orgulhoso e firme em sua vida de capoeira, conta que essa idéia do momento feminino no Caldeirão da Capoeira, surgiu da seguinte forma “essa atividade que estou fazendo surgiu ano passado com o propósito de movimentar a minha academia, onde solicitei para que todos fossem treinar com a calça da capoeira, mais a camisa teria que ser cor de rosa, todos foram e foi muito bom. Esse ano resolvi convidar mais as mulheres, elas gostaram muito da ideia, e dia 02 de março estaremos fazendo uma grande comemoração para todas elas, onde teremos a participação dos homens capoeiristas, alguns mestres, contramestres, professores, e alunos de um modo geral”.

Touro ressalta ainda: “quero dizer que participarão das aulas, atividades e rodas, homens e mulheres, mas o privilégio todo será para as mulheres.

“Tenho a satisfação de receber a todos em minha academia e de já deixo aqui meu agradecimento há todos”. Afirma.

 

Fonte: http://www.meionorte.com/

Porto: II Campeonato Coletivo Capoeira

 

A COMPETIÇÃO DENTRO DO CONTEXTO DA CAPOEIRA COMO PRÁTICA EDUCATIVA TRANSFORMADORA

Um encontro de amigos, uma iniciativa conjunta de uma equipe de profissionais preocupados com a crescente e nuclear necessidade de unir seus grupos e pares, objetivando o pleno e democrático desenvolvimento da capoeira.

Desde a sua criação, o “Coletivo Capoeira”, vem trabalhando orgânica e incansavelmente para contribuir com o desenvolvimento da capoeira. Dele fazem parte diversas lideranças de vários grupos de capoeira, juntamente com estudiosos e alunos interessados, bem como outros participantes eventuais.

Regulamento / Documentação

Será analisado/julgado a Performance Global.

Destreza, agilidade, malícia, volume de jogo, criatividade, técnica, ginga, beleza dos golpes, floreio e cidadania.

Desclassificação e Desqualificação:

Serão pontuados com a avaliação 0 (zero) e retirados das competições os capoeiristas que se encontrarem nas seguintes situações:

DESCLASSIFICADO – Capoeirista com atitudes violentas, antiéticas, antidesportivas ou desrespeitosas.

DESQUALIFICADO – Capoeirista que não possuir condições de jogo, por deficiência técnica colocando em risco sua própria segurança ou a dos demais jogadores.

Categorias

  • Infantil (Idades: 03 até aos 14 anos)
  • Adulto (Idades: 15 até aos 100 anos)

Convidados

Todos os membros e amigos do Coletivo Capoeira

Conteúdo/Programação

Sábado – 27-02-2016 das 10:30 às 19:00 hs
Onde:  Porto

  • Aulas/Vivências de capoeira
  • Palestra/Bate Papo
  • Roda Aberta
  • Almoço Convívio Coletivo Capoeira
  • Campeonato de Capoeira

 

Cidadania:

acausadacriancaTodos os participantes do Encontro/Campeonato, inclusive os convidados e amigos, estão “convidados” a contribuir com 1Kg de Alimento não perecível que será destinado a uma entidade para crianças carenciadas (Causa das Crianças)

http://acausadacrianca.org

 

Transporte:

Metro: Bolhão
STCP: 200, 300, 305, 401, 701, 702, 800, 801 e 905

 

Apoio: