Blog

Fevereiro 2017

Vendo Artigos de: Fevereiro , 2017

Bahia: Bloco da Capoeira comemora dez anos de folia

Uma década de resistência. O aniversário de dez anos do Bloco da Capoeira que teve o cantor Tonho Matéria como atração principal foi comemorado em grande estilo, nesta quinta-feira (23), primeiro dia oficial do carnaval Ouro Negro, no circuito Osmar (Campo Grande).

Este ano, a entidade que arrastou 2,5 mil foliões, tem como tema “Capoeira Viva no Caminho da Independência”. “O sonho era 500, hoje somos 2.500”, comemorou Matéria emocionado.

Trajado como um Lord Chanceler, figura histórica convocada por Dom Pedro para vir à Bahia organizar a luta pela Independência, ele que é também presidente do bloco, explica o motivo da escolha do personagem. “Viemos avisar que a Capoeira é independente desde que o Brasil foi fundado. Hoje nosso bloco é de todo o mundo. Tenho aqui capoeiristas da Itália, Suíca e Portugal”, afirmou. O desfile não teve apenas o trio elétrico. O bloco levou ao Campo Grande alas performáticas que representaram a mistura do sagrado e do profano, contando a história da Capoeira desde o seu nascimento.

Integrante da entidade desde o primeiro ano, o mestre “Boa Gente”, da Associação de Capoeira Maré, no Cabula VI, comentou sobre a satisfação de levar a arte para o cenário da folia momesca. “Trazer a capoeira para nosso Carnaval é um motivo de orgulho”, considerou. Nascido no Pau Miúdo, o bloco da Capoeira conta com a ajuda da comunidade que durante todo o ano confecciona as fantasias da banda e dos integrantes das alas performáticas. “Nada seria possível sem ajuda da comunidade que vai para rua comprar tecido, vai para o Barracão e coloca a mão na massa para criar, costurar”, arremata Tonho.

 

Bahia: Bloco da Capoeira comemora dez anos de folia Geral Portal Capoeira 1

Desfile do bloco da Capoeira no circuito Osmar (Campo Grande) nesta quinta feira de carnaval.

CARNAVAL DA CULTURA
O Carnaval da Cultura é o carnaval da democracia e da diversidade e do folião pipoca, que leva para as ruas, durante todos os dias e circuitos da folia, a mistura de ritmos e gêneros musicais e, principalmente, a estética e a arte de diferentes artistas, grupos e entidades culturais da Bahia. São centenas de atrações e shows gratuitos de afoxé, samba, reggae, axé, pop, MPB, fanfarras e muito mais. É diversão garantida para todos os gostos e estilos no espaço público da rua para alegria do folião. O Carnaval da Cultura – uma realização da Secretaria da Cultura do Estado da Bahia, por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) – está organizado a partir de quatro programas: Carnaval do Pelô, Carnaval Pipoca, Carnaval Ouro Negro e Outros Carnavais. A programação completa de nossa festa está disponível nos sites

 

www.cultura.ba.gov.br e www.carnaval.bahia.com.br.

“Enculturando na Praça” levará cinema, dança e capoeira à comunidade do Carminha

Projeto da Casa da Cidadania

“Enculturando na Praça” levará cinema, dança e capoeira à comunidade do Carminha

Projeto da Casa da Cidadania pretende fortalecer políticas públicas de inclusão social e reduzir a criminalidade por meio da arte

A Casa da Cidadania, localizada no conjunto Carminha, vem despontando como um dos principais espaços de inclusão social, no complexo Benedito Bentes, em Maceió. Prova disso é o projeto ‘Enculturando na Praça’, que levará atividades como cinema, dança, capoeira, distribuição de lanches e palestras sobre direitos e deveres para toda a comunidade.

A ideia é fortalecer, por meio da arte e da cultura, a implementação de políticas públicas, promovida pela Casa da Cidadania, equipamento vinculado à Secretaria de Estado de Prevenção à Violência (Seprev).

O projeto foi articulado na quinta-feira (9) após uma reunião com representantes de instituições parceiras da Casa da Cidadania, como a Escola Petrônio Viana, a Base Comunitária da PM, a Associação dos Moradores, a UBS Dídimo Otto, a Vivo Ambiental e o Conselho Tutelar.

O encontro serviu também para traçar metas e objetivos que possam beneficiar a população e contribuir com a redução dos índices de criminalidade na região. O Benedito Bentes é um dos seis territórios de maior vulnerabilidade social apontado pelos estudos do Observatório da Violência da Seprev.

O ‘Enculturando na Praça’ tem previsão de começar após o carnaval e acontecerá a cada 15 dias na praça recém-revitalizada pelos próprios moradores por meio do projeto Vivo a Praça.

Fonte: Agência Alagoas – http://www.alagoas24horas.com.br/

Curso gratuito de Formação Continuada de Capoeira no Cepeusp

Curso gratuito de Formação Continuada de Capoeira no Cepeusp

Estão abertas as inscrições para o II Curso de Formação Continuada de Capoeira do Centro de Práticas Esportivas da USP (Cepeusp), que será realizado nos dias 11 e 12 de fevereiro. Nesta edição, o tema central será a musicalidade na Capoeira: estratégias de ensino, ritualística e construção de instrumentos. Haverá oficinas, atividade com Instituto Tambor e roda de saberes.

O curso de Formação Continuada de Capoeira é um evento de formação, capacitação e atualização. Destina-se a profissionais e praticantes de Capoeira que buscam continuamente melhorar sua prática de ensino para poderem auxiliar na transformação dos praticantes, através do ensino empoderador e atualizado. O tema Musicalidade da Capoeira na Aquisição de Bem-Estar e Qualidade de Vida será abordado por Mestres renomados, aptos para contribuir com a melhora de sua percepção deste artifício tão importante durante a prática da Capoeira.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas pela internet até o dia 4 de março. O Centro de Práticas Esportivas da USP fica na Praça 2, Prof. Rubião Meira, 61, Cidade Universitária, em São Paulo.

 

 

Programa

Sábado – 11/03/2017

9:00 – 12:00 – Workshop: Professora Ana Paula Guimarães
Técnicas Vocais: Ferramentas para o ensino e melhora da Musicalidade da Capoeira.
(Aquecimento, respiração, ritmo, afinação e possibilidades do canto coral).
12:00 – 13:30 – Almoço – (Haverá almoço no restaurante do CEPEUSP, não incluído no valor da inscrição)
13:30 – 16:00 – Aula: Mestre Piter – Grupo Ninga-SP
A Orquestra de Berimbaus do Nzinga: Estratégias diferentes de ensino da musicalidade às novas e antigas gerações de alunos.
(Explorando Ritmos e variações).
16:00 – 16:30 – Coffee Break
16:30 – 17:30 – Oficina de Instrumentos: Mestre Artesão Luiz Poeira – Instituto Tambor-SP
O Processo de Construção dos Instrumentos de Capoeira e o Trabalho e Importância do Artesão em nossa Arte.
17:30 – 20:00 – Curso: Mestre Moraes – Grupo de Capoeira Angola Pelourinho-Salvador-BA
Ritualística e Fundamento da Musicalidade na Capoeira Angola.

Domingo – 12/03/2017

8:00 – 13:00 – Oficinas Simultâneas:
Contra Mestre Rafael Dia Lemba – Mbuntu-SP;
Capoeira e Musicalidade: O Antigo através da Visão da Nova Geração.

Professor Caverna – Escola de Capoeira Regional Filhos de Bimba/Fundação Mestre Bimba -SP (Discípulo de Mestre Nenel, Filho do Mestre Bimba);
Ritualística e Fundamento da Musicalidade na Capoeira Regional Tradicional: Ensino da Musicalidade na Regional de Mestre Bimba.

Minhoca – Casa Mestre Ananias
A Musicalidade e Linguagem Antiga e Popular da Capoeira: De Cachoeira-BA à Praça da República-SP – Viva Mestre Ananias!

8:00 – 9:30 – Oficina 1
Turma A – CM Rafael
Turma B – Prof Caverna
Turma C – Minhoca

9:30 – 11:00 – Oficina 2
Turma A – Minhoca
Turma B – CM Rafael
Turma C – Prof Caverna

11:00 – 12:30 – Oficina 3
Turma A – Prof Caverna
Turma B – Minhoca
Turma C – CM Rafael

12:30 – 14:00 – Almoço
14:00 – 15:30 – Roda de Saberes: O Canto e a Musicalidade na Visão do Mestre Pernalonga.
15:30 – 16:30 – Roda de Capoeira e Encerramento: Sob Comando do Mestre Pernalonga e dos Convidados.

Obrigatório trazer instrumento de Capoeira para participar dos Cursos. Instrumentos podem ser adquiridos com os artesãos/participantes do Evento (desde que solicitado com antecipação).

it-680x254Apoio Cultural Instituto Tambor   

Fonte: http://www.usp.br/