Aconteceu: Encontrão de capoeira em Nova Iguaçu
30 Set 2010

Aconteceu: Encontrão de capoeira em Nova Iguaçu

A prefeitura de Nova Iguaçu realizou o 1º Encontrão de Capoeira pelo Meio ambiente do Programa Escola Aberta, que reuniu centenas de

30 Set 2010

A prefeitura de Nova Iguaçu realizou o 1º Encontrão de Capoeira pelo Meio ambiente do Programa Escola Aberta, que reuniu centenas de pessoas no sábado, 25 de setembro, na Vila Olímpica de Nova Iguaçu.

Foram 25 grupos de capoeira representando a cultura afro-brasileira, que conquista jovens, crianças e adultos. O evento foi aberto pela secretária de Educação, Dilcéia Quintela. “Estou feliz em abrir o primeiro encontrão de capoeira. Precisamos fazer com que chegue às 125 escolas, pois o esporte é fundamental para o desenvolvimento das crianças”, explicou.

O ginásio de esportes mais parecia um grande terreirão com os gingados e lutas dos capoeiristas. O encontro reuniu mestres, mestrandos e professores de capoeira do Escola Aberta, que formaram três grandes rodas representando as categorias infantil, feminina e adulto num belo espetáculo de dança e luta ao som de berimbaus, tambores e cânticos. Todas as apresentações foram acompanhadas pelo secretário Adjunto Pedagógico, Reginaldo Bastos e coordenadoras do Escola Aberta, Denise Andrade e Luciana Matta.

O presidente da Federação de Capoeira da Baixada Fluminense, Reginaldo Alves de Almeida, parabenizou a iniciativa da Secretaria de Educação em promover o encontro “A capoeira no Escola Aberta está ajudando a tirar muitas crianças da rua. Ela disciplina e ajuda a formar homens íntegros”, disse mestre Almeida.

Emerson de Oliveira, 14 anos e mais três irmãos praticam capoeira na Escola Municipal Nabor Otuki. “Antes da capoeira eu era brigão e passava muito tempo na rua. Agora estou disciplinado e trouxe minhas irmãs para o grupo”, contou o menino.

Quem esteve no local também participou de oficinas de artesanato, todas voltadas para o reaproveitamento. Além disso, a organização do evento inovou com o brinquedo “Vai e Vem” feito de garrafa pet, flores com galhos secos, reaproveitamento de jornal, bijuterias, pintura e pula-pula para a criançada. O encontrão contou com a participação das 55 escolas que desenvolvem o Escola Aberta, que é um programa do governo federal em parceria com as prefeituras e abre as escola aos sábados e domingos para a comunidade.

Fonte: http://noticias.sitedabaixada.com.br/

Leave a comment
Mais Artigos
comentários
Comentário

15 − 2 =