09 Mar 2006

João Pessoa: Sesc abre inscrições para curso de percussão com o Mestre Rafael Magnata

Sesc abre inscrições para curso de percussão em João Pessoa   Continuam abertas no Sesc Centro João Pessoa as matrículas para o

09 Mar 2006
Sesc abre inscrições para curso de percussão em João Pessoa
 
Continuam abertas no Sesc Centro João Pessoa as matrículas para o curso de Percussão, ministrado pelo percussionista e Mestre de capoeira Rafael Magnata. As aulas são realizadas em dois horários. Segundas, quartas e sábados das 15h às 17h e nas segundas e quartas das 19h às 21h.
O curso é aberto à população em geral. Os interessados devem procurar a Central de Atendimento da entidade, localizada na Rua Desembargador Souto Maior, 281, Centro. Maiores informações podem ser obtidas pelos telefones 3208-3158 ou 3208-3100. As aulas de percussão enfocam os ritmos populares e afro brasileiros através de pesquisas e experimentos de sons como coco, maracatu, ciranda, maculêlê, samba de roda, afoxé entre outros. “Quem acredita não ter ritmo, está enganado, pois todos nós temos, basta apenas coordenar os elementos sonoros que cada um possui para descobrir seu próprio ritmo”, afirmou Mestre Magnata.
 
O curso é aberto para iniciantes e para quem já tem alguma prática e deseja se aperfeiçoar. Na percussão é trabalhada também a parte teórica, abordando principalmente a história dos ritmos e dos instrumentos. “Pesquisa e prática serão desenvolvidos simultaneamente. Antes de começar a tocar os instrumentos é importante que o aluno conheça um pouco sobre a história dos ritmos e dos instrumentos, para que se tenha conhecimento do todo”, reforça Magnata. Ele relata que o primeiro impulso sonoro do homem primitivo foi supostamente o de bater palmas ligadas a uma certa cadência rítmica que ao longo dos séculos foi se aprimorando, gerando a percussão.
 
Há mais de 20 anos Rafael Magnata atua no cenário capoeirístico nacional e internacional. Atualmente ministra aulas de percussão, capoeira e dança afro em vários lugares na cidade de João Pessoa, como a Universidade Federal da Paraíba, o Centro Educacional do Adolescente (CEA) e a Ong Pérola Negra – Centro de Cultura Popular Afro Brasileira, criada há cinco anos por Magnata. A Ong foi formada a partir de experiências adquiridas no Grupo Badauê de Capoeira que é coordenado pelo Mestre Sabiá de Campina Grande e tem como proposta difundir e valorizar a cultura afro brasileira, através de atividades como: percussão, capoeira de angola, danças populares e afro-brasileiras, oficinas de artesanatos, entre outras.
 
Leave a comment
Mais Artigos
comentários
Comentário

nove + 4 =