Paraná: Professores querem acabar com “picaretagem” na capoeira
19 Jul 2006

Paraná: Professores querem acabar com “picaretagem” na capoeira

Aconteceu em Guaraniaçu no último dia (15) a Oficina de Capoeira promovida pelo grupo Guerreiros de Aruanda. O evento contou com a

19 Jul 2006
Aconteceu em Guaraniaçu no último dia (15) a Oficina de Capoeira promovida pelo grupo Guerreiros de Aruanda. O evento contou com a presença de 50 alunos dos municípios de Guaraniaçu, Campo Bonito e Diamante do Sul que tiveram orientação do professor “Contra-Mestre Coringa” de Engenheiro Beltrão-PR. Segundo o professor Sidnei Ramos “Tangerina” coordenador em Guaraniaçu e região o objetivo é promover além da confraternização o aperfeiçoamento. “O evento foi gratuito aos participantes, que puderam aperfeiçoar as técnicas, através de palestras, apresentações e rodas”, explicou Tangerina.
 
O grupo Guerreiros de Aruanda conta com 55 alunos com idade a partir dos seis anos sempre objetivando o bom caráter destes alunos. “Nosso principal objetivo é levar os jovens e adolescentes para o caminho certo, evitando o contato com a marginalidade e as drogas”, disse Tangerina. Paranaense No próximo dia 23 de julho os professores Sidnei “Tangerina” e Luciano Rodrigues “Timão” estarão participando do Paranaense de Capoeira que será realizado em Paranavaí-PR. A intenção é buscar novas técnicas. “O aperfeiçoamento é o principal objetivo com este paranaense. Nosso objetivo é acabar com a picaretagem da capoeira na região”, finalizou Sidnei. 

Leave a comment
Mais Artigos
comentários
Comentário

2 × three =