Belém – Pará: Eleição na Federação Paraense – FEPAC
15 Jan 2007

Belém – Pará: Eleição na Federação Paraense – FEPAC

O Presidente da Federação Paraense de Capoeira – FEPAC, Mestre Nazareno, em cumprimento ao que reza o estatudo da Entidade, está colhendo

15 Jan 2007
O Presidente da Federação Paraense de Capoeira – FEPAC, Mestre Nazareno, em cumprimento ao que reza o estatudo da Entidade, está colhendo candidaturas para eleição da Diretoria e Presidência, a se realizar em 03.02.07
 
A cada dois anos a FEPAC realiza suas eleições gerais.  Quando criada há 12 anos, ninguém ligava para isso.  Estes dias, porém, após anos de luta para implementar a padronização técnica, desportiva e administrativa ensinada pelo hoje Presidente da FICA, Mestre Sérgio Vieira,  e com o apoio que a FEPAC vem recebendo para realização de seus eventos, principalmente por parte da Secretaria Executiva de Esporte e Lazer do Governo do Pará, os dirigentes das entidades filiadas já mostram mais interesse no assunto.                               
 
Até o momento apresentaram-se dois candidatos presidente que são o próprio Mestre Nazareno, da Associação Rei de Capoeira, candidato à reeleição e Mestre Walcir, da Associação Senzala (de Belém, não a do Rio) concorrendo pela primeira vez.
 
Mestre Walcir seria candidato quase imbatível se não tivesse se ausentado sistematicamente das últimas reuniões  – por motivos pessoais, segundo ele mesmo informou em reunião.  Mestre Walcir tem tradição em Belém como realizador em Capoeira e diversos pólos formais e informais espalhados pelo imenso Estado do Pará.             
 
Já o Mestre Nazareno, atual Presidente – detentor da máquina – acabou de vir de Aracaju-SE, do Campeonato Brasileiro, como Chefe da Delegação Paraense, trazendo nove medalhas de ouro, 13 de prata e 11 de bronze e, ainda, segundo lugar na classificação geral das entidades participantes e terceiro lugar em conjunto. Este é o melhor resultado – em termos nominais – da FEPAC em toda sua historia de participação nos Campeonatos Brasileiros.
 
Como a FEPAC é um órgão eminentemente esportivo, Mestre Nazareno está a cavaleiro nessas questões de eleição.  Pesam contra ele apenas as prestações de contas mambembes, mas quem liga para isso na FEPAC? Nem o Mestre Walcir pode usar isto, pois, foi dito na última reunião da FEPAC (são públicas)  que sua entidade está inadimplente.  Quem não paga em dia não pode usar o argumento das contas mal ou nunca prestadas – mas, Mestre Walcir sempre quitou seus débitos financeiros junto à FEPAC, nunca deixou de pagar.  Já suas ausências, essas jamais serão pagas.
Leave a comment
Mais Artigos
comentários
Comentário

3 × 3 =