Braga: Professor de artes marciais preso por pedofilia
23 Ago 2015

Braga: Professor de artes marciais preso por pedofilia

  CRIME: “Binho” em liberdade vigiada e impedido de se aproximar de menores… até ao julgamento / CRIMES DE ABUSO SEXUAL SOBRE

23 Ago 2015

 

CRIME: “Binho” em liberdade vigiada e impedido de se aproximar de menores… até ao julgamento / CRIMES DE ABUSO SEXUAL SOBRE MENORES

Judiciária volta a deter indivíduo condenado no início do ano a três anos de prisão por crimes sexuais. Ele continuava a dar aulas de capoeira a menores

33 anos, é professor e “moço bonito”, com várias namoradas, mas terá mais tendência para crianças e adolescentes. Denunciado em 2013, foi há pouco tempo julgado e condenado a três anos de prisão, com pena suspensa, por crimes de índole sexual sobre menores. Há dias, voltou a ser denunciado por delitos da mesma natureza. Foi detido pela PJ de Braga. Desta vez, ficou proibido por um juiz de instrução criminal de contactar com menores.

Tem dupla nacionalidade – lusobrasileira – e dá aulas de educação física e artes marciais em vários estabelecimentos de ensino e ginásios, na zona de Braga. Chama-se Fabiano Pedro, mas é também conhecido por “Binho”.

Há muitos anos radicado na região do Minho – mais jovem, chegou a estudar no Instituto Superior de Fafe –, Fabiano é especialista em artes marciais, destacando-se como instrutor na arte da capoeira, modalidade de que dá aulas em escolas de Braga e Vila Verde. Há dois anos, Fabiano foi denunciado pela prática de crimes sexuais que terá cometido sobre alguns dos seus mais jovens alunos, durante os anos compreendidos entre 2008 e 2011. Do processo, resultou o seu julgamento, no início do ano, que culminou na condenação a três anos de prisão, com pena suspensa.

Na altura, familiares dos alegados ofendidos, consideraram “estranho” que a condenação não privativa da liberdade “também não o tenha interditado de contactos com menores”, facto que lhe permitiu continuar a dar aulas e a conviver com crianças e adolescentes.

Há dias, um dos seus antigos discípulos, hoje maior de idade, decidiu denunciá-lo por atos do mesmo género – alegados atentados contra a sua autodeterminação sexual –, também entre 2008 e 2011, o que deu origem a nova investigação da Polícia Judiciária de Braga.

No decurso dessas averiguações os inspetores terão constatado que Fabiano não parou com o seu comportamento alegadamente criminoso, mesmo após a condenação recente, por manter contactos com crianças. E por isso foi detido e apresentado a um juiz que, além de outras medidas de coação, lhe impôs a proibição de todo e qualquer contacto com menores.

Além disso, “Binho”, fica em liberdade “vigiada” e não poderá, até julgamento, sair de Portugal. Está, ainda, sujeito a ver revogada a suspensão da pena de três anos.

 

Jornal de Notícias – Óscar Queirós – policia@jn.pt

Fonte: http://www.jn.pt/PaginaInicial/Justica/interior.aspx?content_id=4739230

 

Matéria Publicada em diversas fontes de notícias de Portugal…

Leave a comment
Mais Artigos
comentários
Comentário

1 × one =