Capoeira recebe homenagem em selo postal
27 Mai 2009

Capoeira recebe homenagem em selo postal

Os Correios lançam nesta segunda-feira (25), às 20h, no Teatro Castro Alves, em Salvador, selo em homenagem à roda de capoeira e

27 Mai 2009

Os Correios lançam nesta segunda-feira (25), às 20h, no Teatro Castro Alves, em Salvador, selo em homenagem à roda de capoeira e ao ofício dos mestres dessa importante manifestação popular, tornada Patrimônio Imaterial do Brasil em 15 de julho de 2008. A cerimônia de lançamento será realizada em meio às comemorações do Dia da África e contará com a participação do presidente Luiz Inácio Lula da Silva; do presidente do Senegal, Abdoulaye Wade; do Ministro da Cultura, Juca Ferreira; do governador da Bahia, Jaques Wagner, e do presidente dos Correios, Carlos Henrique Custódio.

Durante o evento, será lançado oficialmente o III FESMAN – Festival Mundial das Artes Negras, uma realização do governo do Senegal, previsto para ocorrer de 1º a 14 de dezembro deste ano, na cidade de Dakar. O objetivo do festival é intensificar a valorização das artes negras no cenário mundial e a unificação dos países africanos e diáspora. O Brasil participa como convidado de honra e é o responsável por articular os demais países da América Latina. Para celebrar o lançamento do III FESMAN, será apresentado um espetáculo, que contará com a presença de diversos artistas: os brasileiros Gilberto Gil, Carlinhos Brown e Margareth Menezes e o grupo musical senegalês Les Frères Guissé, entre outros.

O selo lançado pelos Correios focaliza a obra ”Vadiação”, da série Jogo de Capoeira, do artista Carybé (1911-1997). A imagem mostra uma típica roda de capoeira e suas figuras tradicionais: os jogadores e os instrumentistas em ação, assistidos, informalmente, pelo povo em descontração e simplicidade. Os tons fortes realçam o clima festivo.

A tiragem é de 10 milhões e 200 mil selos, a R$ 0,65 cada. As peças filatélicas podem ser adquiridas nas agências e na loja virtual dos Correios (www.correios.com.br/correiosonline).

Com esta emissão filatélica, os Correios buscam ressaltar os valores nacionais e sua importância no contexto sociocultural do Brasil, ao mesmo tempo em que divulgam aspectos da expressiva cultura africana presente na comunidade brasileira.

Sobre a capoeira

De origem remota e controversa, a capoeira fincou suas raízes no Brasil, onde criou mitos e lendas, inclusive na resistência contra a opressão escravocrata. Perseguida e marginalizada por quase trezentos anos, era praticada às escondidas, sendo considerada apenas mais uma obscura tradição dos negros.

Hoje, a capoeira é parte do cenário brasileiro, envolvendo em sua prática grande abrangência de expressão, ao reunir várias linguagens artísticas. Além disso, sua vinculação com a Antropologia e com a História reforça o seu papel social e colabora na educação de importantes segmentos da população brasileira.

Presente em todos os estados do Brasil e em mais de 150 países, a capoeira tem variações regionais e locais a partir de suas modalidades mais conhecidas: capoeira de Angola e capoeira regional. Nesse aspecto, assume expressões fundamentais da nossa cultura, nas quais o povo brasileiro se reconhece. A manifestação testemunha o quanto o brasileiro consegue redimensionar as adversidades em práticas positivas de beleza incontestável.

 

Fonte: http://www.correios.com.br

Joel Alves
Fortaleza – Ceará

Leave a comment
Mais Artigos
comentários
Comentário

catorze − 3 =