Nota de Falecimento: Mestre Carapau
15 Mar 2010

Nota de Falecimento: Mestre Carapau

Salve camaradas, É com muita tristeza que venho comunicar o falecimento do Sr. José Paulo Dias Carapau, o Mestre Carapau que nasceu na cidade

15 Mar 2010

Salve camaradas,

É com muita tristeza que venho comunicar o falecimento do Sr. José Paulo Dias Carapau, o Mestre Carapau que nasceu na cidade de Porto Ferreira SP, em 12 de fevereiro 1948.

Faixa-preta de judô , iniciou na capoeira na década de 60 com o Mestre Mello (discípulo de Zé de Freitas) e em 1975 fundou o Grupo de Capoeira Angolinha. Seus feitos e legado ficaram na história e ecoarão para sempre na vida das pessoas que o cercaram porque acima de tudo, sempre honrou aquilo que ele pregava. Uma delas era o verdadeiro significado da palavra Mestre.

Todos os formados e discípulos do Grupo Angolinha lhe são gratos por tudo. Obrigado meu Mestre.

Salve capoeira.

O sepultamento ocorrerá na manhã de domingo dia 14 de março de 2010 às 9:00hs , no Cemitério Jardim da Colina em São Bernardo do Campo , SP.

  • Mestre Carapau

José Paulo Dias Carapau, 1948 / +2010, natural de Porto Ferreira – SP.

Professor de Judô durante cinco anos (1965 – 1970). Iniciou a Capoeira em 1968 com seu aluno de Judô, formado pelo Mestre Traíra.

Em 1970, passou a treinar com o Mestre Mello (Antônio Gonçalves de Mello, 1920 / +1990).

Em 1975 fundou o Grupo Angolinha na cidade de Porto Ferreira – SP. Em 1980 fundou a Academia Sindicato dos Eletricitários, onde permaneceu até 1987.

Em 1980, foi o 16º Mestre a assinar o Livro de Ouro da Federação Paulista de capoeira. Foi Secretário Geral da F.P.C. e no seu segundo mandato elegeu-se Presidente do Conselho Fiscal.

Criou o 1º Campeonato Folclórico Mestre Canjiquinha (1982 / 1983) para a F.P.C. e o 1º Campeonato Folclórico do Grupo. Levou o Grupo Angolinha a ser Tri-campeão Paulista deste campeonato em 1985 – 1987, além de ter conquistado vários outros Campeonatos e Festivais dentro e fora da Federação.

Em 1990 criou a Diretoria do Grupo Angolinha. Já em 1998 criou o Conselho Superior de Mestres (os cinco Mestres com maior período em atividade no Grupo).

Em 1985, criou a graduação de Estagiário (azul com a tarja branca) e em 1988, Contra-Mestre (trançado com a tarja branca) e a graduação Mirim.

Implantou o quadro de avaliação técnica, a filosofia, didática de aula, sistema de formatura e as regras do Grupo Angolinha.

Formou, quarenta e três alunos, entre eles: Costinha, Índio, Ouriço, Piedade, Siriema, Chico, Bem te vi, Samongo, Esquina, Travesseiro, Cabelo, Jatobá, Golero, Lampião, Amarelinho, Da Bahia, Raia, Raiz, Pastinha, Macuco, Chevette, Toco, Tico, Magoo, Gatinha, Pancada, Pipoca, Jabuticaba, Jaca, Pernalonga, Fuscão, Cenourinha, Tomate, Colibri, Sabiá, Apache, Curisco, Pele, Moita, Bolinha, Xerife e Angoleiro.

 

Atenciosamente

Mestre Magoo
Presidente do Grupo de Capoeira Angolinha


 

Fonte: http://www.filhosdejahveh.com.br

Leave a comment
Mais Artigos
comentários
Comentário

one + 17 =