A BUSCA
13 Abr 2005

A BUSCA

Na força e na garra, descubro minha força interior. Busco a paz, a luz, a glória, a auto-estima a valorização da CAPOEIRA.

13 Abr 2005
Na força e na garra, descubro minha força interior.
Busco a paz, a luz, a glória, a auto-estima a valorização da CAPOEIRA.
Não quero a perfeição, pois a luta é constante! É diária…
 
Busco a paz, a camaradagem, não a competição.
Na roda da vida, não é difícil perceber que nos atropeços da vida, sempre um novo dia renasce para que os passos dados na escada da vida sejam sempre renovados, recomeçados, continuados…
 
Diante de tantos enganos e desenganos, não quero me esconder atrás dos erros dos meus camaradas, não pretendo ser mais um covarde, diante do meu próprio mundo, em que muitas vezes, prevalecem aqueles que são bons de porrada. Não é isso que busco! Busco a paz, o entendimento, a união e principalmente a sua amizade, camarada!
 
Quero poder compartilhar com todos a magia iluminada da capoeira. Não a perfeição, muito menos a competição, pois a sabedoria desta arte vai mais além do que simples mesquinharias. Luto sim, contra o egoísmo de muitos que só se vangloriam e esquecem que precisamos nos unir em prol daquilo que acreditamos.
 
A capoeira não precisa de elogios, precisa sim, de pessoas determinadas que sonhe, trabalhe, caminhe, defenda-a e acima de tudo que acredite em seu potencial/objetivo. Luto por tudo que acredito e a capoeira é o elo da minha razão com a satisfação de fazer parte dela.
 
Meus camaradas, desejo a todos a paz no coração e que só com a união e o diálogo é que evoluiremos.

Mestre Gilvan

 
Leave a comment
Mais Artigos
comentários
Comentário

19 + doze =