Blog

agostinho

Vendo Artigos etiquetados em: agostinho

Cabralzinho Capoeira

Nos momentos que antecederam as eleições para escolher os representantes do Pará no Congresso Nacional Constituinte houve a intensificação das discussões e trocas de acusações entre os partidos políticos conflitantes. Tais discussões referiam-se tanto aos acontecimentos ocorridos na capital quanto àqueles que ocorreram nos municípios e localidades do interior do Estado.

O jornal A República de 01/05/1890 publicou um artigo intitulado “Os Democratas Anarchisando”, no qual se atribuía aos integrantes do PRD a autoria de distúrbios na Colônia de Santa Izabel. Foram acusados pelos redatores: o presidente dos democratas, Vicente Chermont, juntamente com o democrata, Agostinho Reis e o comerciante e capoeira Francisco Xavier da Veiga Cabral (A REPÚBLICA. Belém, 01/05/90. p. 1), que era conhecido como Cabralzinho. Os acusados, acompanhados de capangas, teriam promovido provocações e ameaças levando a intensos desentendimentos que ocasionaram o disparo de um tiro que atingiu gravemente um morador do município que assistia ao comício do Partido Republicano do Pará.

Em outra edição de A República, novamente se atribui o conflito aos democratas Agostinho dos Reis e Veiga Cabral. Estes, por liderarem um grupo de capangas, seriam também responsáveis pela crise nervosa que atingiu uma senhora gestante (A REPÚBLICA. Belém, 02/05/90. p. 1). O Democrata, em defesa de Reis e Cabralzinho, argumentava que os dois foram vítimas do governo quando retornavam da localidade de Caraparu, na Colônia de Santa Izabel. Reis e Cabralzinho teriam sido atacados por um grupo liderado pelo subdelegado Antônio Souza Leal que também militava no PRP.

Os democratas eram também acusados (A REPÚBLICA. Belém, 14/06/90. p. 1) de fazer campanha contra o governo pelo interior do Estado, a exemplo de Benevides, onde Agostinho Reis utilizava como arma de campanha política o argumento de que o governo republicano tinha como objetivo acabar com a religião católica. Ao se defenderem, os republicanos – após alguns argumentos – divulgaram o programa do PRD, que também defendia no seu artigo XVIII a separação entre Igreja e Estado.

No documento*, a acusação recaía sobre o subdelegado Antonio de Souza Leal, que teria atingido o Dr. Agostinho Reis com golpes de faca, enquanto a escolta comandada pelo subdelegado segurava Cabralzinho que tentava evitar que seu companheiro fosse atingido. Tanto Reis como Cabralzinho ainda teriam tentado escapar, mas não foram bem sucedidos. O médico democrata tropeçou e ao cair foi imobilizado por Antonio de Souza Leal que “… colocou o pé em sua garganta e com uma faca fez um golpe no peito de Reis.

O cônego Muniz tentou impedir a agressão e também foi ameaçado …” (Auto de perguntas feitas ao Dr. Agostinho Reis e Francisco Xavier da Veiga Cabral em 1890. Cabralzinho travou luta com os homens da escolta, mas acabou sendo agarrado e levado para delegacia.

 

 

 

Fonte: http://www.revistas.ufg.br

DVD Mestre Bimba a Capoeira Iluminada

MESTRE BIMBA – A Capoeira Iluminada

A vida de Manuel dos Reis Machado, o MESTRE BIMBA (1899-1974), que iluminou a prática da capoeira, tornando-se o seu mais conhecido e admirado nome em todo mundo.

Uma história com muita capoeira, contada por alguns dos seus mais importantes alunos, seus familiares e pelos que se dedicaram a estudar sua genial personalidade.

DVD Mestre Bimba a Capoeira Iluminada

The life of Manuel dos Reis Machado, known as MESTRE BIMBA (1899-1974). The master that enlightened the art of capoeira, becoming the most known and admired name of it’s practice around the world.

History and stories of capoeira, told by his most important disciples, his family and by the ones who devoted studying his genius personality.

(DVD + Poster)

Legendas: Portuguese, English and French.

 

EXTRAS

01 Uma Visita ao Mestre Decanio
02 Uma auyla completa de Bimba, por seu filho Mestre Nenel
03 Como se faz um berimbau, por Mestre Nenel
04 Novos "causos" da Academia de Bimba
05 Rodas depois das filmagens

Créditos

Roteiro: Luiz Carlos Maciel
Fotografia: Rivaldo "doddy" Agostinho
Pesquisa: Antônio Venancio
Montagem: Daniel Nobre
Sonorização e Mixagem: Fernando Ariani
Direção de Produção: Didado Azambuja
Direção: Luiz Fernando Goulart

UMA REALIZAÇÃO BISCOITO FINO
Direção Geral: Kati Almeida Braga
Direção Artística: Olivia Hime
Gerente de Produto: Martinho Filho
Assitente de Produção: Luciene Caruso

Pernambuco: I Aulão Integrado Ginga Brasil.

A cada dia nosso Portal tem recebido mais e mais visitas dos mais diferentes e distantes pontos do Brasil e do Mundo… Posso seguramente afirmar que o Portal já está sendo lido e conhecido do Iapoque ao Chuí, da Malasia ao  Sudão, de Israel a Australia…
Nos chegam emails de diversas grupos e lugares… A força da Capoeira espalhada pelos 7 mares… pelos 4 cantos do globo….
 
Tudo isto somente pode ser tornado realidade devido a importante presença das novas tecnologias, da massificação do uso da internet como um dos principais meios de comunicação de nossos tempos… e pela coragem e espírito desbravador dos capoeiristas que tem gingado pelo universo da capoeiragem em busca de um espaço…
Não devemos esquecer a energia da camaradagem e da união e cidadania inerentes deste movimento…
 
Lá de Pontezinha (Cabo de Santo Agostinho – Pernanbuco), nos chegam notícias de que a capoeiragem vai muito bem obrigado!

I Aulão Integrado Ginga Brasil.

Dia: 17 de Junho de 2007
Horário: 14:00 às 17:00hs
Local: Escola Guimarães
Pontezinha – Cabo de Santo Agostinho – PE

Programação:

14:00hs Oficina de Vídeo.
14:30hs Aulão de Capoeira com os Convidados.
15:30hs Aulão de Maculelê
16:00hs Rode de Capoeira
17:00hs Enceramento.

Organização: Instrutor Bambinho.
Direção: Professor João.
Supervisão Geral: Contra Mestre Galo.

 

{ mospagebreak title=Page Title&heading=Page heading }