Blog

alves

Vendo Artigos etiquetados em: alves

Aconteceu: Balé Folclórico se apresenta no TCA em Salvador

Após a temporada de três meses nos Estados Unidos, onde foi visto por cerca de 100 mil pessoas, o Balé Folclórico da Bahia volta a Salvador, neste domingo (10), com o espetáculo “Herança Sagrada”, para comemorar o Dia da Dança. No palco, 25 bailarinos, cantores e músicos interpretam rituais e danças dos orixás, além das manifestações folclóricas da Bahia, como o Samba de Roda, a Capoeira e a Puxada de Rede.

 

A apresentação ocorreu na Sala Principal do Teatro Castro Alves, às 11h.

 

O espetáculo é dirigido por Walson Botelho e direção artística de Zebrinha. A montagem integra o projeto Domingo no TCA, com ingressos a R$ 1 e R$ 0,50.

A abertura ficou por conta do grupo Teatro Nu e seu espetáculo “O Pedido de Casamento”.

Acusados de matar “Leo Bombeiro” vão a júri

Às 12h de hoje, duas testemunhas tinham sido ouvidas. Companheira seria a mandante para ficar com seguro

Começou, hoje, no Tribunal do Júri de Samambaia, o julgamento dos réus Ítria Lima de Carvalho Alves, Júlio Andreza Neto e Célio Juliano da Silva, acusados de concorrerem para o homicídio do bombeiro militar e mestre de capoeira Leonardo da Cunha Alves. O adolescente H.S.R., executor do crime, também será ouvido em depoimento. Antes do meio-dia de hoje, duas testemunhas tinham sido ouvidas, faltando as outras seis pessoas, além dos interrogatórios dos envolvidos. A previsão é que o julgamento se encerre somente amanhã.

Segundo denúncia do Ministério Público, no dia 28 de janeiro de 2010, à meia-noite e meia, na DF-457, QS 414, Conjunto 9, em um ponto de ônibus em frente ao Posto Texaco, sentido Taguatinga a Samambaia, a vítima e Ítria voltavam do hospital, quando o veículo em que estavam foi atingido por outro. Leonardo foi surpreendido pelo adolescente H.S.R., ao descer do carro. O menor efetuou disparos de arma de fogo, causando a morte do bombeiro.

O homicídio ocorreu por motivo torpe, pois Ítria, companheira de Leonardo, queria resgatar o seguro de vida. O crime se deu ainda mediante recurso que impossibilitou a defesa da vítima, já que o plano de sua morte consistiu em simular uma colisão entre veículos, para que a vítima descesse do carro e fosse executada.

Conforme informações do Tribunal de Justiça do DF e Territórios, Ítria Lima de Carvalho Alves concorreu para a prática delitiva, à medida que planejou o crime e contratou o adolescente para sua execução. Júlio Andreza Neto apresentou o adolescente a Ítria, Célio Juliano da Silva intermediou o contato entre Ítria e o denunciado Júlio.

 

 

Fonte: http://coletivo.maiscomunidade.com/

Samba Vivo Botequim homenageia Adoniran Barbosa

Estréia dia 08/12, a opção de começar a noite em alto estilo, em Itapuã, no Espaço Verde, sempre na 2ª quarta feira do mês, a partir das 19h.

O grupo Botequim retorna com o Samba Vivo, prestando uma homenagem aos grandes sambistas do Brasil, tendo como homenageado nessa noite de estréia o saudoso Adoniram Barbosa, em homenagem ao centenário de seu nascimento.

A partir de uma extensa pesquisa sobre a obra dos principais compositores de samba brasileiros, o Grupo Botequim, propõe o show “Samba Vivo” que prevê a realização de um espetáculo musical a cada mês, homenageando um grande sambista brasileiro, através da interpretação de suas músicas e também traçando um perfil do homenageado, contando histórias e fatos sobre sua vida e sua carreira.

Essa idéia nasceu no ano de 2005, idealizado por um dos integrantes do Grupo Botequim – o sambista e compositor Pedrão – e foi apresentado durante dois anos em alguns bares da cidade, onde os shows revisitaram a obra de sambistas como Cartola, Nelson Cavaquinho, Paulinho da Viola, Noel Rosa, Adoniram Barbosa, Batatinha, Chico Buarque, Candeia, Geraldo Filme, Ataulpho Alves entre muitos outros

O Grupo Botequim é formado por músicos experientes no universo do samba e tem se destacado na cena cultural da cidade de Salvador, por promover um movimento de rodas de samba que tem tido a participação de um público jovem e crescente, interessado em conhecer um pouco mais sobre os grandes clássicos do nosso samba. Recentemente o Grupo Botequim apresentou alguns shows, vencedores de editais públicos da FUNCEB, homenageando grandes sambistas, como o “Tributo à Batatinha”, na Sala do Coro do Teatro Castro Alves e na Praça Tereza Batista, e “Cartola no Botequim” no Teatro XVIII no Pelourinho. No Largo do Santo Antonio Além do Carmo, na última sexta feira do mês, tem Botequim, no Forte do Santo Antonio, com um público considerável de mais de 1500 pessoas.

Apareçam e comecem a noite com a festa viva do samba!!!

Nota de Falecimento: Mestrando Léo Bombeiro

A Capoeira perde uma grande personalidade, Mestrando Léo Bombeiro, Pai, Mestre, Herói, Bombeiro e Capoeirista. O fato ocorreu ontem em uma emboscada com 3 tiros em Brasília (ver matéria publicada na imprensa de Brasília). Os nossos mais sinceros sentimentos à esposa (contramestre Ítria) força, muita força a Capoeira não vai te abandonar...

Wellington Fernandes

 

Bombeiro assassinado com 3 tiros na DF-457

A vítima seguia com a esposa quando um veículo Golf bateu em seu carro

A Polícia Civil investiga o assassinato do soldado do Corpo de Bombeiros, Leonardo da Cunha Alves, 33 anos, ocorrido à meia-noite e meia, na DF-457, em frente a um posto de gasolina, na QS 414, Conjunto 9, em Samambaia. Ele foi alvejado por três tiros, dois no peito e um na perna, morrendo no local. A polícia tem um suspeito.

Segundo a delegada de Samambaia, testemunhas contaram que após a suposta batida, Leonardo Alves desceu do carro e foi alvejadoFoto: BritoSegundo a delegada de Samambaia, testemunhas contaram que após a suposta batida, Leonardo Alves desceu do carro e foi alvejado
A vítima estava saindo do Hospital Regional de Samambaia onde tinha ido levar a esposa para a emergência porque ela estava com fortes dores de cabeça. Segundo os familiares de Leonardo, na volta para casa, um Golf de cor escura teria seguido o veículo do bombeiro e simulado uma batida na traseira do carro do soldado. Ele desceu do carro, uma das pessoas que estava no Golf também desceu e disparou os tiros. “A esposa dele disse que depois de matar Leonardo, o autor chegou a tentar dar dois tiros nela, mas que a bala travou e por isso o acusado não conseguiu efetuar os disparos”, comenta Lindalva da Conceição parente da vítima.

A delegada Fabiana Silva e Souza da 26ª (Samambaia) conta que testemunhas viram dois veículos parados no local, resolveram parar e ajudar, achando que era um acidente, e acabaram presenciando o fato. “As pessoas pararam para ajudar e acabaram vendo o autor fugindo no veículo Golf e a vítima no chão. Ninguém chegou a anotar a placa do veículo em que estava o acusado”, comenta Fabiana. A delegada disse que um suspeito foi ouvido na delegacia e que os investigadores acreditam que outra pessoa também tenha participação. “A pessoa foi ouvida, mas não tínhamos provas concretas para ligá-la ao fato tivemos que liberá-la”, completa a delegada. A polícia ainda não sabe a motivação do assassinato. As hipóteses são de latrocínio, briga de trânsito e execução.

A família de Leonardo está abalada com a morte do rapaz e pede justiça. A mãe do bombeiro diz que o filho não tinha nenhum vício, que era da igreja, quase não saía de casa e que não tinha rixa com  ninguém. Ele trabalhava há 13 anos na equipe de salvamento do Corpo de Bombeiros e é lotado no 12º Batalhão. A vítima deixou três filhos, uma menina de 10 anos, um de 8 e outro de 7.  Leonardo tinha como hobby dar aulas de capoeira, além de participar do projeto Esporte à Meia-Noite, cujo objetivo é tirar os jovens das drogas, diz os parentes. O soldado será velado às 20h de hoje.

 

Fonte: http://coletivo.maiscomunidade.com

A Polícia Civil investiga o assassinato do soldado do Corpo de Bombeiros, Leonardo da Cunha Alves, 33 anos, ocorrido à meia-noite e meia, na DF-457, em frente a um posto de gasolina, na QS 414, Conjunto 9, em Samambaia. Ele foi alvejado por três tiros, dois no peito e um na perna, morrendo no local. A polícia tem um suspeito.

 

http://coletivo.maiscomunidade.com/imagem/7a2daa62b9fa3fa3bb9521ec1503878312722275/320/320/PNUImagem.jpgFoto: BritoSegundo a delegada de Samambaia, testemunhas contaram que após a suposta batida, Leonardo Alves desceu do carro e foi alvejado

A vítima estava saindo do Hospital Regional de Samambaia onde tinha ido levar a esposa para a emergência porque ela estava com fortes dores de cabeça. Segundo os familiares de Leonardo, na volta para casa, um Golf de cor escura teria seguido o veículo do bombeiro e simulado uma batida na traseira do carro do soldado. Ele desceu do carro, uma das pessoas que estava no Golf também desceu e disparou os tiros. “A esposa dele disse que depois de matar Leonardo, o autor chegou a tentar dar dois tiros nela, mas que a bala travou e por isso o acusado não conseguiu efetuar os disparos”, comenta Lindalva da Conceição parente da vítima.

A delegada Fabiana Silva e Souza da 26ª (Samambaia) conta que testemunhas viram dois veículos parados no local, resolveram parar e ajudar, achando que era um acidente, e acabaram presenciando o fato. “As pessoas pararam para ajudar e acabaram vendo o autor fugindo no veículo Golf e a vítima no chão. Ninguém chegou a anotar a placa do veículo em que estava o acusado”, comenta Fabiana. A delegada disse que um suspeito foi ouvido na delegacia e que os investigadores acreditam que outra pessoa também tenha participação. “A pessoa foi ouvida, mas não tínhamos provas concretas para ligá-la ao fato tivemos que liberá-la”, completa a delegada. A polícia ainda não sabe a motivação do assassinato. As hipóteses são de latrocínio, briga de trânsito e execução.

A família de Leonardo está abalada com a morte do rapaz e pede justiça. A mãe do bombeiro diz que o filho não tinha nenhum vício, que era da igreja, quase não saía de casa e que não tinha rixa com  ninguém. Ele trabalhava há 13 anos na equipe de salvamento do Corpo de Bombeiros e é lotado no 12º Batalhão. A vítima deixou três filhos, uma menina de 10 anos, um de 8 e outro de 7.  Leonardo tinha como hobby dar aulas de capoeira, além de participar do projeto Esporte à Meia-Noite, cujo objetivo é tirar os jovens das drogas, diz os parentes. O soldado será velado às 20h de hoje.

CAMÉLIAS DO LEBLON

Demorou 121 anos para que as Camélias da Liberdade voltassem a florir no Quilombo do Leblon. Resultado do projeto, “As Camélias estão Voltando”, lançado no ano de 2006 pelo professor de capoeira Leonardo Dib (Boiadeiro), o Clube Campestre da Guanabara no Alto Leblon, já conta com duas Cameleiras repletas de botões.

No dia 13 de maio é realizado o evento CAMÉLIAS DO LEBLON, a festa consiste em uma celebração que busca divulgar a história de um dos movimentos abolicionistas mais importantes da história da abolição, o QUILOMBO DO LEBLON.

A data é repleta de atrações e a cada ano uma personalidade negra é homenageada. Já foram saudadas personalidades como Mestre Bimba em 2006, Mestre Pastinha em 2007 e Solano Trindade em 2008. No ano de 2009 o homenageado é Ataulfo Alves, um dos maiores sambistas da história, compositor e intérprete de pérolas da musica popular brasileira.

Teremos um batizado de capoeira, apresentação de parte da peça teatral CAMÉLIAS DA LIBERDADE com alunos da oficina de teatro e dança do núcleo de arte do Leblon, apresentação de JONGO e SAMBA DE RODA além da presença dos filhos de Ataulfo Alves.

O cartaz do evento foi feito por um Angolano, Augusto Lopes Delgado, morador da Ilha de Luanda é estudante de designer publicitário e fez questão de elaborar essa linda arte para o “CAMÉLIAS DO LEBLON 2009”.

 

At.

Leonardo Dib                                                                                                              

Coordenador do Centenário de Ataulfo Alves

Lançamento do centenário de Ataulfo Alves – 1909 – 2009

Com muito samba e alegria, a capital mineira lançou ontem, no dia nacional do samba, o centenário do intérprete e compositor, Ataulfo Alves, uma noite a altura deste saudoso sambista.

O lançamento aconteceu no Palácio das Artes com lindas atrações. As 18h30min o projeto Terças Poéticas realizou uma apresentação fundamentada na história do homenageado, seguida de poesias, cantos e interpretações, logo após, no Teatro João Ceschiatti, os convidados participaram de uma solenidade para a apresentação da programação de 2009 e lançamento do site www.ataulfoalves100anos.com.br.

O ponto alto da noite ficou por conta do show de Ataulfo Alves Jr com o grupo Copo lagoinha, o publico presente foi ao delírio com as canções, o coro ecoava durante apresentação, os rostos das pessoas estavam estampados de sorrisos, todos embalados ao som dos sucessos do Mestre, realmente foi emocionante. Em seguida, para fechar a noite, foi oferecido um coquetel nos Jardins.

Estiveram presentes: Paulo Brant, secretário de cultura de Minas, Sergio Resende, Prefeito de Miraí além de 15 pessoas representando a cidade, Paulo Rogério representando a Energisa, Vereador Arnaldo Godoy, Aída Ferrari Chefe da Representação Regional do Ministério da Cultura em MG, José Amaro Guimarães de Siqueira – Gerente de Comunicação da TV Globo Minas, José Emilio Afonso Assessor Político do Vice Governador de Minas, Jorge Carlos Borges de Souza, Diretor da Associação Comercial de Minas, José Dias Coelho Neto, Gerente do Escritório da Anatel em Minas Gerais, Valeria Marques Assessora da Diretoria dos Correios em Minas Gerais, o Radialista Acir Antão, Gervásio Horta, Mirian Lott da Funarte, toda a diretoria da FCS, além dos amigos que foram prestigiar a festa.

Confiram a programação no site do centenário.

www.ataulfoalves100anos.com.br

Roda de Capoeira e Ofício dos Mestres de Capoeira

Roda de Capoeira poderá ser reconhecida como Patrimônio Cultural brasileiro
A prática e o conhecimento da manifestação devem ser reconhecidos como Patrimônio Cultural brasileiro

A Capoeira, arte que já sofreu intensa perseguição no Brasil, é a próxima manifestação candidata a Patrimônio Cultural brasileiro. O pedido de registro será apreciado pelo Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan) na reunião do dia 15 de julho, no Palácio Rio Branco, em Salvador.

A proposta prevê o registro da Roda de Capoeira, caracterizada como elemento estruturador e fundamental dessa manifestação, no Livro das Formas de Expressão. O processo de registro inclui, também, a inscrição do Ofício dos Mestres de Capoeira no Livro de Saberes.

Responsáveis pela divulgação desta atividade em mais de 150 países, os mestres terão, provavelmente, sua habilidade de ensino reconhecida. Cerca de 20 grupos baianos de Capoeira, juntamente com outros do Rio de Janeiro e do Recife, estarão em frente ao Palácio, se apresentando e aguardando o resultado da reunião.

Às 19h30, no Teatro Castro Alves, será aberta a exposição Na Roda da Capoeira, produzida a partir do inventário de referência cultural, realizado entre 2006 e 2007, para o registro da manifestação como Bem Cultural de Natureza Imaterial. Pinturas, esculturas em barro, instrumentos musicais, xilogravuras e folhetos de cordel compõem a mostra, que retrata o universo da Capoeira.

Em seguida, no mesmo local, haverá um grande evento em homenagem à Capoeira, oferecido pelo Ministério da Cultura, Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, Fundação Cultural Palmares e pelo Governo do Estado da Bahia. Já estão confirmadas as apresentações de Roberto Mendes e Marienne de Castro, baianos do Recôncavo, dos percussionistas Naná Vasconcelos, Wilson Café e Ramiro Musotto, além do mestre capoeirista Lourimbau.

Programação

15h – Palácio Rio Branco – Praça Tomé de Sousa, s/ nº, Centro

* Reunião do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural do Iphan/MinC, no Salão dos Espelhos
* Apresentação de grupos de Capoeira, em frente ao Palácio Rio Branco

19h30 – Teatro Castro Alves – Praça 2 de Julho, s/ nº, Campo Grande

* Abertura da exposição Na Roda da Capoeira
* Apresentações de Roberto Mendes, Naná Vasconcelos, Wilson Café, Ramiro Musotto e Mestre Lourimbau, no Teatro Castro Alves

Informações à Imprensa

Assessoria de Comunicação do Iphan: (61) 3326-8014/6864 e ascom@iphan.gov.br, com Helena Brandi ou Carine Almeida.

Assessoria de Comunicação do MinC: (61) 3316-2240/2205 e redacao@minc.gov.br, com Márcio Bueno ou Carol Lobo.

* Publicado por Comunicação Social/MinC – http://www.cultura.gov.br/site/2008/07/10/aviso-de-pauta-32/

Bahia: Capoeira deve se tornar patrimônio cultural brasileiro

 

Salvador – A capoeira é a próxima manifestação brasileira candidata a patrimônio cultural. O registro será votado na próxima reunião do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, em 15 de julho, no Palácio Rio Branco, em Salvador. No mesmo dia, também será apreciado o tombamento do Forte Assunção, do século XVII, que deu nome à cidade de Fortaleza, capital do Ceará, além da proposta de preservação de vários edifícios de valor histórico do Bairro do Comércio, na Cidade Baixa Salvador, Bahia.

O registro de patrimônio imaterial também deverá valorizar o ofício dos mestres nesse saber que mistura luta, música e dança. Responsáveis pela divulgação desta atividade em mais de 150 países, os mestres terão sua habilidade de ensino reconhecida.

Os capoeiristas vão celebrar o registro de sua arte com um grande evento no Teatro Castro Alves, oferecido pelo Ministério da Cultura, o Iphan e o Governo do Estado. Já estão confirmados apresentação dos baianos do Recôncavo, Maria Bethânia e Roberto Mendes, dos percussionistas Naná Vasconcelos, Wilson Café e Ramiro Musotto, além do mestre capoeirista Lorimbau. A entrada será gratuita e haverá distribuição de ingressos na véspera.

Ainda no Teatro Castro Alves, será aberta a exposição Na roda da capoeira, produzida a partir do inventário realizado entre 2006 e 2007 para o registro deste bem imaterial. São pinturas, esculturas em barro, instrumentos musicais, xilogravuras e folhetos de cordel que retratam o universo da capoeiragem. Na ocasião, também haverá o lançamento do livro, produzido pelo Iphan, Ofício das baianas do acarajé. O material é resultado do processo de registro, em janeiro de 2005, deste outro saber característico da cultura brasileira.

 

Fonte: Jornal da Mídia – Salvador – http://www.jornaldamidia.com.br/

Resultado: Capoeira Viva 2007

 

1.286 projetos inscritos e 122 projetos contemplados

O ministro da Cultura interino, Juca Ferreira, anunciou, no dia 4 de abril, os vencedores do Edital Capoeira Viva 2007. A solenidade aconteceu na Sala dos Espelhos do Palácio Rio Branco, em Salvador.

Nesta edição, o total de recursos oferecidos foi de R$ 1,2 milhão, distribuído em quatro categorias, para as quais foram selecionados 122 dos 1.286 projetos inscritos.

Com o apoio do MinC, por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura, a iniciativa tem o objetivo de fomentar políticas públicas para a valorização e a promoção da Capoeira como bem constituinte do patrimônio cultural brasileiro. Também visa incentivar ações relacionadas à manifestação por meio de atividades socioeducativas, pesquisas e constituição de acervos e produção de mídias e suportes digitais, eletrônicos e audiovisuais (filmes, vídeos, exposições, instalações, sítios, portais e jogos eletrônicos, software livre, dentre outros recursos).

Idealizado pelo Ministério da Cultura e promovido pela Fundação Gregório de Mattos (FGM), com patrocínio da Petrobras, o projeto Capoeira Viva tem como objetivo fomentar políticas públicas para a valorização e promoção da capoeira como bem constituinte do patrimônio cultural brasileiro, apoiando uma das diretrizes da política cultural da atual gestão do Ministério da Cultura.

Esta chamada pública, de promoção e fomento, tem âmbito nacional, garantindo aos interessados de todo o País a mais clara e ampla possibilidade de acesso aos recursos financeiros captados junto à Petrobras e destinados a cada uma das modalidades de apoio. Permitirá, ainda, o mapeamento de diferentes experiências e iniciativas ligadas à capoeira em todas as regiões brasileiras e, eventualmente, no exterior.

Para mais informações, visite o site do Capoeira Viva: www.capoeiraviva.org.br

 

Lista dos projetos contemplados

 

 

Resultado: por categoria

Categoria Apoio a Ações Sócio-educativas
Total do Fomento: R$ 561.935,00

INSCRIÇÃO

NOME DO PROJETO

RESPONSÁVEL

CIDADE

UF

PRÊMIO (R$)

35873

Encontro e Vivência – Capoeira um Veiculo Educacional 3ªedição

Antonio Cesar de Vargas

Rio de Janeiro

RJ

6.000

35911

Tem Capoeira na Praça !!!

Alethéia Silva Fernandes

Rio de Janeiro

RJ

4.000

35918

Projeto Maculelê

Genival Soares dos Santos

Nova Olímpia

MT

5.000

35946

Projeto Afro Brasileiro

Flavio Ramos da Silva

Montes Claros

MG

4.000

35948

Malungo No Quilombo

Valmir Moreira Goulart

Guimaraes

MA

8.000

35949

Comunidade Capoeira

Walter dos Santos Dias

Teresina

PI

10.000

35991

Projeto Cultural e Social "Nossas Raízes"

Aldeci Gomes da Silva

Cachoeiro de Itapemirim

ES

4.000

35993

Roda Grande Capoeira nos Bairros

Luiz Carlos Ataide de Faria

Aparecida de Goiânia

GO

5.000

36000

Projeto Cultural A Arte de Ser Feliz

Maria Helena Zago Bragueto Moreira

Iracema do Oeste

PR

7.000

36029

Santa Capoeira

Sergio Augusto Sacramento

Rio de Janeiro

RJ

4.000

36040

Casa Mestre Ananias – Centro Paulistano de Capoeira Tradicional, Convivência e Cidadania

Rodrigo Bruno Lima

São Paulo

SP

8.000

36095

Ginga & Dança Capoeira

Eliseu Riscarolli

Tocantinopolis

TO

5.000

36125

Crescer Gingando

Wellington Carlos de Almeida

Belo Horizonte

MG

6.000

36174

Casa da Capoeira De Araguaina

Francisco Felix dos Anjos Carreiro

Araguaina

TO

7.000

36208

Educando Na Capoeira

José Maria Medeiros das Neves

Pesqueira

PE

8.000

36209

Projeto Resgantando A Cultura Afro-Brasileira – Instrumento de Inclusão Social

José Rodolfo Carrinho Viana

Canoas

RS

4.000

36215

Arte de Capoeirar

Rejane Maria de Sousa Pereira Oliveira

Palmas

TO

5.000

36240

Vem Capoeirar II

Valdernilson de Lima Gomes

Tarauacá

AC

7.000

36241

Projeto Capoeira no Morro das Pedras

Armando Maciel Pereira

Belo Horizonte

MG

4.000

36253

A Capoeira Como Objeto Educacional para A Inclusão e Diversidade

Leandro Ferreira Tomé

Janduís

RN

8.000

36256

Capoeira: Dança, Música, Arte e Educação

Heleno Emiliano da Silva Neto

Janduís

RN

8.000

36265

Projeto Cultural Renascer Capoeira Angola

Rubens Bezerra Oliveira

Brasília

DF

6.500

36275

Ginga Brasileira – Coquinho Baiano

Geusa Roberta Pinto

Campinas

SP

12.000

36315

Gingando no Itapoã

Reinaldo Ferreira Lima

Sobradinho

DF

7.935

36342

Construindo Cidadãos

José Leopoldo Ribeiro da Silva

Janaúba

MG

6.000

36343

Quilombo de Angola

Gustávio da Silva Pinheiro

Goiás

GO

6.500

36344

Projeto Capoeira No Campo

Francikelly Silva Andrade

Timon

MA

7.000

36347

Projeto Capoeira E Formação Cidadã

Marco Antonio Santos da Silva

Maceió

AL

5.500

36374

Capoeira É Nossa Cor: O Berimbau e O Caxixi

Maria Luisa Bastos Pimenta Neves

Lauro De Freitas

BA

6.500

36397

Escola de Capoeira "Manoel de Hilário"

Idelmar Gomes Cavalcante

São Francisco Do Piauí

PI

5.000

36429

Projeto Imagem Comunitária – Resgate da História E da Cultura de Povo Através da Capoeira

Josiane Soares Cardoso

Porto Alegre

RS

7.000

36446

Gingando Pela Paz

José Carlos Almeida Santos

Laranjeiras

SE

8.000

36487

Projeto-Sócio Cultural Quilombola "Capoeirando com As Crianças e Adolescentes"

Valdemiro Pereira Filho

Florianopolis

SC

7.000

36496

Projeto Educando Através do Esporte

Aloisio de Souza Piton

Curitiba

PR

5.000

36503

Capoeira de 8 A 80

Edeltraut Edith Rueckl

São Bento do Sul

SC

7.000

36515

Projeto Gente Feliz

Odete Rigato Mioto

Ji-Parana

RO

5.000

36521

100%Capoeira Cultura Brasileira

Eveton Alfaia Moraes

Belém

PA

5.000

36525

Capoeira Angola, Roda Mundo em Jogo de Rodas Vivas: Ancestralidade, Educação e Cultura

Jaime Martins dos Santos

Salvador

BA

6.000

36542

Capoeira Angola Mabaça

Carlos Alberto Martins Alves

Goiânia

GO

8.000

36544

Vivenciando a Capoeira para um Novo Mundo Melhor

Mariza Maia Guimarães

Senador Canedo

GO

5.000

36560

Potencial Capoeira

Denivan Costa de Lima

Maceió

AL

8.000

36571

Ventos de Liberdade

Francisco Flávio Pereira Barbosa

Fortaleza

CE

7.000

36586

Capoeiragem Mirim: e do pequeno que se faz o grande

Augusto Bonatto Alves de Sousa

Belo Horizonte

MG

6.000

36597

Capoeira pela Vida

Raimundo Inaldo Alves Araujo

Missão Velha

CE

5.000

36610

Capoeira no Bom Pastor II

Marcelo de Lima Schitz

Caxias do Sul

RS

4.000

36612

Projeto Social "Capoeira Na Roda da Vida"

Douglas Martins

São José

SC

7.000

36624

Palmares em Nós

Ivanildes Teixeira de Sena

Salvador

BA

6.000

36629

Muzenza, Capoeira pra Todos

Elias Sebastião da Silva

Paulista

PE

5.000

36633

Capoeira Angola – Estudos e Prática

Jorge Estevão Ferreira

Olinda

PE

5.000

36635

Grupo Aún Chibata de Capoeira

José Wanderson Nascimento Saraiva

São Luis

MA

5.000

36641

Capoeira ART-VIDA

Jeime Gleidso do Nascimento Soares

Morada Nova

CE

8.000

36642

Capoeira No Quilombola: Contribuindo com o Resgate da Cultura Crioula a Partir da Capoeira Na Escola

Flaviano Ribeiro da Silva

João Pessoa

PB

6.000

36654

Projeto de Educação e Cultura – "Terra Brasil"

Raphael Alves Vieira da Silva

Palmas

TO

6.000

36683

Preservarte Capoeira Viva

Estela Maris Casara

João Neiva

ES

6.000

36690

Grupo Cultural Esquiva de Capoeira

Joao Alves de Souza

Lapão

BA

6.500

36737

Capoeira Cidadã

Valter da Rocha Fernandes

Rio de Janeiro

RJ

6.000

36739

Meninos da Ilha de Mar Grande

Gilson Fernandes

Salvador

BA

12.000

36749

O Brilho Tem Capoeira

Eduardo André Silva dos Santos

Palmeiras

BA

12.000

36750

Capoeirando e Educando

Odailton Pollon Lopes

Osasco

SP

8.000

36757

Capoeira – Instrumento de Cidadania

Josefa Marlene Dantas Souza

Macaiba

RN

5.000

36799

Capoeira: Um Salto Para O Mundo

Cleyton José Da Silva

Olinda

PE

5.000

36811

Capoeira Integração Social Ma Capuava

Cecilia Maria Borges

Goiânia

GO

5.000

36816

Capoeira – Resistência, Tradição e Preservação

Evangivaldo Palma Azevedo Filho

Vera Cruz

BA

6.500

36817

Capoeirança

Lindomar Dantas da Silva

Aparecida

PB

5.000

36830

“O Futuro Depende de Nós”

Ir. Maria Hubertina Lijnen

Cabedelo

PB

5.000

36866

Projeto Capoeira Na Escola

Sandra Regina Prudêncio

Goiânia

GO

5.000

36877

Projeto "O Quilombola": Implantação E Fortalecimento da Capoeira Angola Na Comunidade Quilombola de Retiro

Ananda Bermudes Coutinho

Vitória

ES

6.000

37026

Grupo Muzenza Mirim de Capoeira

Eleusa das Graças Gomes

Uberaba

MG

6.000

37050

Capoeira na Escola

Antônio Marcos da Silva

São Gonçalo do Amarante

RN

5.000

37058

IV Encontro de Capoeira & Síndrome de Down

Josimar Flor de Araújo

Campo Grande

MS

8.000

37068

Caá Puêra na Terra de Zumbi

Severino Cláudio de Figueiredo Leite

Maceió

AL

7.000

37073

Arte da Criança: A Prática da Capoeira No Ensino Infantil

Rosilene Cristina da Silva Carvalho

São Luis

MA

5.000

37104

“Intervenções Culturais: Formação Cidadã dos Filhos do Solar”

Cecília dos Santos de Brito

Salvador

BA

12.000

37112

Capoeira e Inteligências Múltiplas

Marcelo Pertussatti

Xaxim

SC

6.000

37126

Capoeira Como Resistência: Um Resgate Histórico e Cultural Em Jardim Catarina

Elisangela Bandeira Mendes

Rio de Janeiro

RJ

6.000

37128

Orquestra de Berimbaus “Mandingueiros do Amanhã”

Kleber Umbelino Lopes Filho

São Luís

MA

7.000

37142

Escolinha Conscienciarte

Lucivaldo Paz de Lira

Paracatu

MG

6.000

37159

Projeto Ação e Movimento

Roberto Rós Perez

Miranda

MS

8.000

37174

Projeto Capoeira São Luiz do Palmares

Luiz Carlos da Silva

Porto Nacional

TO

6.000

37192

Bimba, Buda e Eu…

Paulo Cristiano Marques Pereira

Campo Grande

MS

5.000

37217

I Encontro Infantil de Capoeira – EICA – Novo Horizonte Circularte

Leonardo Dutra Guedes

Florianópolis

SC

6.000

37271

Projeto Gunguerê, Negritude e Cidadania Dia-a-dia

Lázaro dos Prazeres Santos

Salvador

BA

12.000

37288

Movimento Capoeira Mulher

Gisele da Silva Figueira

Belém

PA

4.000

37331

Resgatando a Auto Estima dos Quilombolas

Laura Ferreira da Silva

Várzea Grande

MT

8.000

37426

Angoleiros Sim Sinhô

Renata Ribeiro dos Santos

São Paulo

SP

12.000

37477

"Orquestra Popular Do Tocantins

Davi Fernandes Nunes

Araguaína

TO

9.000


Categoria: Incentivo para projetos inéditos de estudos, pesquisas, inventários e documentação sobre o desenvolvimento da capoeira
Total do fomento: R$ 171.000

INSCRIÇÃO

NOME DO PROJETO

RESPONSÁVEL

CIDADE

UF

PRÊMIO (R$)

36020

Uma Vida Na Capoeira Regional: Os Seguidores de Mestre Bimba

Helio José Bastos Carneiro de Campos

Salvador

BA

9.000

36102

Mestre Pastinha: Fragmentos de uma vivência

Claudio Rocha de Cunto Lemos

Brasília

DF

12.000

36224

Livro – "A História da Capoeira de São Paulo: Contada Pelos Antigos Mestres."

Womualy Gonzaga dos Santos

Santo André

SP

12.000

36264

Livro: A capoeiragem no Recife Antigo – os valentes de outrora

Mônica Carolina de Albuquerque Beltrão

Recife

PE

12.000

36372

A História da Capoeira de Goiás Contada Por Seus Pioneiros: Mestre Osvaldo E Mestre Sabú

Elto Pereira de Brito – Mestre Suino

Goiânia

GO

12.000

36424

Raízes do berimbau: Hungu e M’bulumbumba

Cinezio Feliciano Peçanha

Salvador

BA

9.000

36514

Corpo, cultura e sociedade: memórias da capoeira na cidade do Natal/RN

João Carlos Neves de Souza e Nunes Dias

Natal

RN

12.000

36789

Em Busca das Raízes da Capoeira: Danças Africanas em Angola, Séculos XVI Ao XIX

Carlos Eugênio Líbano Soares

Salvador

BA

9.000

36790

Menino quem foi teu mestre: a capoeira em Salvador nas fotos de Pierre Verger

Angela Elisabeth Lühning

Salvador

BA

9.000

36858

A capoeiragem no Rio de Janeiro através do século

Jair Fernandes de Moura

Salvador

BA

12.000

36862

Mandinga Em Manhattan – O Livro

Maria Lucia Correia Lima de Souza

Salvador

BA

9.000

37059

Brabos, valentões, mas também brincantes – A capoeiragem em Pernambuco de 1890 a 1937 pelos olhos da imprensa local

Cristiane Amador Alves

Olinda

PE

9.000

37163

A CAPOEIRAGEM AMAZÔNIDA: a experiência social de mestres e praticantes da capoeira em Belém

Fabio Araújo Fernandes

Belém

PA

9.000

37200

HORALCAP: Conversando com Mestre de Capoeira em Feira de Santana

Maria Fulgência Bomfim Ribeiro

Feira de Santana

BA

12.000

37289

FEIRA DE CAPOEIRA – História em imagens fotográficas

Fabrício Souza Barboza

Feira de Santana

BA

12.000

37308

As Rodas de rua na capoeira do Maranhão da década de 1970

Roberto Augusto A. Pereira

São Luis

MA

12.000


Categoria: Apoio a Acervos Documentais
Total do fomento: R$ 200.000

INSCRIÇÃO

NOME DO PROJETO

RESPONSÁVEL

CIDADE

UF

PRÊMIO (R$)

35887

Acervo Mestre Itapoan

Raimundo César Alves de Almeida

Salvador

BA

25.000

36489

Acervo Frede Abreu – Instituto Jair Moura

Frederico José de Abreu

Salvador

Ba

20.000

36516

Memorial da Capoeira Pernambucana

João Ferreira Mulatinho

Recife

PE

40.000

36568

Acervo Mestre Camisa

José Tadeu Carneiro Cardoso

Rio de Janeiro

RJ

35.000

36928

Divulgando A Capoeira

José Carlos Alberto

São José dos Campos

SP

20.000

36983

MUSCAP – Museu da Capoeira do Paraná

Adegmar José da Silva

Colombo

PR

40.000

37220

Casa Mestre Ananias – Centro Paulistano de Capoeira e Tradições Baianas

Rodrigo Bruno Lima

São Paulo

SP

20.000


Categoria: Ações relacionadas à capoeira por meio de mídias e suportes digitais, eletrônicos e audiovisuais, incluindo filmes, vídeos, exposições, instalações, sítios, portais e jogos eletrônicos, software livre e produtos correlatos e iniciativas de produção e difusão
Total do fomento: R$ 270.160

INSCRIÇÃO

NOME DO PROJETO

RESPONSÁVEL

CIDADE

UF

PRÊMIO (R$)

36034

João Grande, Mestre de Capoeira Angola

Mari Travassos

Salvador

BA

20.000

36269

Pernas Para Voar

Ioná Pizzi Dourado

São Paulo

SP

20.500

36301

Pesquisadores da Capoeira

Antônio Liberac Cardoso Simões Pires

Muritiba

BA

15.000

36318

Capoeira de Cacete

Matthias Röhrig Assunção

Rio de Janeiro

RJ

17.660

36613

Gigante – O berimbauman

André Chaves Santos

Salvador

BA

25.000

36664

A difusão da capoeira Angola através do desenho animado e da produção de livro digital para pessoas cegas e surdas

Guimes Rodrigues Filho

Uberlândia

MG

22.000

36722

Olhar capoeirista sobre a capoeira

Anna Rosaura de Medeiros Trancoso

Rio de Janeiro

RJ

30.000

36726

Capoeira/teatro do Lua Rasta

Gilson Fernandes

Salvador

BA

20.000

36756

Besouro Zum Zum Zum

Elza Maria Montal de Abreu

Salvador

BA

20.000

36802

usina de revitalização negodotimbo apresenta:negros de briga em frevos de poeira

Wagner Porto Cruz

Garanhuns

PE

25.000

36823

PUNGA, MARIMBA E PERNADA – Aspectos da capoeiragem na cultura popular do Maranhão

Raimundo Muniz Carvalho

São Luís

MA

20.000

36844

Portal Angoleiros do Sul

Mário Augusto da Rosa Dutra

Porto Alegre

RS

15.000

36945

Mídias : PAZ NO MUNDO CAMARÁ – A CAPOEIRA ANGOLA E A VOLTA QUE O MUNDO DÁ

Carem Cristini Nobre de Abreu

Belo Horizonte

MG

20.000

Fonte: Capoeira Viva: www.capoeiraviva.org.br

 

Taquarussu: Projeto Berimbau & Encontro Interestadual de Capoeira

Projeto Berimbau graduou 40 alunos em solenidade realizada no Ginásio Municipal Flávio Derzi
     
TAQUARUSSU – No intuito de incentivar cada vez mais o desenvolvimento do Projeto Berimbau (grupo de capoeira para crianças carentes) foi realizado no último dia 10 de novembro, o 1° Encontro Interestadual de Capoeira em Taquarussu, a cerimônia aconteceu no Ginásio Municipal de Esportes Flavio Derzi .

Idealizado pelo diretor do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) Erivaldo de Andrade e pelo coordenador do Programa Rogério Francisco dos Santos, o evento contou com a participação de grandes profissionais da capoeira em especial do Grupo Memória cujo presidente é o Mestre Aranha de Ilha Solteira.

O objetivo do encontro foi graduar 40 participantes do Projeto Berimbau, que é comandado pelo instrutor Paulo Robson Júnior, que receberam das mãos de mestres, professores e instrutores de capoeira de diversas localidades do país, as respectivas graduações, corda crua, verde crua, verde.

O Projeto Berimbau que hoje conta com a participação de aproximadamente 70 crianças é originado do Centro de Referencia da Assistência Social (Cras) e apoiado pela Secretaria de Promoção e Assistência Social e pela Prefeitura Municipal.
Além da presença do mestre Aranha, estiveram no evento os mestres João Montanha de Pereira Barreto, Animal de Clementina e Ciclone de Guaraçaí (SP) além de professores e instrutores dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Segundo o prefeito Genivaldo Medeiros "o incentivo ao esporte é um meio fundamental de transformar crianças em cidadãos do futuro, e sem dúvida estaremos a disposição para buscar o necessário para bem de nosso povo".

O evento foi prestigiado por um grande público, dentre o qual se destacam os secretários do município Daniel Berto (Educação), Laurindo São Pedro (Administração e Finanças) e Célia Patussi (Assistência Social), além dos diretores Cícero Medeiros (Transportes) e Dirce dos Santos (Escola Municipal) e ainda a Primeira-Dama Terezinha Silva Santos e vereadores Lucinda Rodrigues, Joaquim Xisto e Gilso Francisco.

Os alunos graduados foram: Fabiana Dias Evangelista, Ailton Carlos Vieira Silva, Ana Carolina Silva, Carina Ferreira dos Santos, Danieli de Souza, Diego Granjeira, Ferandno Mendonça, Igos da Silva Souza, João Vitor Silva, Jose Aparecido de Meneses, Joicy de Souza, Justieli Pereira Martins, Luan Felipe Santos, Mateus Alves de Lima, Rafael Teixeira Neiva, Romário Manuel Ferreira, Tayná Teixeira Estevo, Tiago Alves de Souza, Vando Mendonça dos Santos, Vanessa da Silva Dantas, Welinton da Silva Souza, Yara Maria de Oliveira, Mateus Lima dos Santos, Elito Costa Martins, Eric Jhones Barbosa, Gabriel Martins dos Santos, Gilmara dos Santos Figueiredo, João Paulo Peralta, Juliana dos Santos Figueiredo, Junior César Figueiredo dos Santos, Junior Costa Martins, Keli Cristina Paulino, Leandro dos Santos, Leomar Barbosa Nogueira, Lucas dos Santos Loterio, Marcio Peralta, Mateus de Oliviera Silva, Oseias Andrade dos Santos, Renan dos Santos Ramos, Ricardo dos Santos Ferreira, Tamires de Oliveira Santos, Taynara Alves da Cruz, Timoteo da Silva Guedes, Uatila Silva Santos, Welington dos Santos Figueiredo e Willian da Silva Souza.

O Progresso – Dourados – http://www.progresso.com.br