Blog

anjos

Vendo Artigos etiquetados em: anjos

Pernambuco: “Viva Mestre Paulo dos Anjos”

Em agosto especialmente, comemoramos no dia 15 o aniversário do Mestre Paulo dos Anjos, um dos ícones da capoeira Angola, que em Pernambuco ajudou a divulgar e sedimentar esse estilo de capoeira.

Para isso criamos o Encontro de Capoeira Angola: “Viva Mestre Paulo dos Anjos”, no qual a cada ano, além da roda comemorativa de seu aniversário, realizamos oficinas com seguidores da capoeira angola e promovemos um verdadeiro espaço de cultivo dessa arte entre os grupos do Recife, Olinda e de todo estado.

 

O Centro de Capoeira São Salomão realiza entre 15 e 18 de agosto de 2013 o seu XII Encontro de Capoeira Angola “Viva Mestre Paulo dos Anjos”.

O evento acontece anualmente e reúne em Recife Mestres, aprendizes, simpatizantes e pesquisadores da capoeira Angola.

Nesse ano de 2013 o encontro contará com a participação especial do Mestre Plínio e do Mestre Jogo de Dentro.

Teremos em nossa programação: rodas, aulas, bate-papos, vídeo, música e muito axé!!!!

 

 

Cronograma do Encontro:

dia 15/08 – Roda “Viva Mestre Paulo dos Anjos”

Local : Sede do São Salomão no Pina às 19h

dia 16/08 – Bate-papo com os Mestres…

Local : Sede do São Salomão no Pina às 19h

dia 17/08 – Oficinas de Capoeira Angola

Local: CAC – UFPE das 9h às 18h

dia 18/08 – Oficinas de Capoeira Angola

Local: CAC – UFPE das 9h às 18h

 

 

 

Taxa de Inscrição: R$20,00

 

Inscrições e informações pelo e-mail: capoeirasaosalomao@gmail.com

Associação “Anjos Guerreiros” realiza batizado de capoeira

Integrantes do projeto social Renascer, do município de Valentim Gentil, participaram, no último dia 15 de abril, do 13º Batizado de Capoeira e Troca de Cordas, promovido pela Associação Desportiva e Cultural de Capoeira “Anjos Guerreiros”. O evento aconteceu na quadra poliesportiva da EMEF Vicente Santoro.


Segundo um dos organizadores, o monitor de capoeira Elvis Gonçalves Silvestre, o evento contou com a participação de 30 integrantes do referido projeto, sendo que 8 capoeiristas foram batizados e 22 trocaram de corda. Houve a presença ainda de 7 mestres de cidades da região.

“Foi uma boa integração entre mestres e alunos. Ocasião para a troca de energia, cultura e informações”, comentou Elvis.

Além disso, os alunos tiveram a oportunidade de mostrar o que aprenderam ao longo das aulas e participar do ritual do batizado, que é caracterizado por uma festa e tem como principal intuito motivar o “lado social” dos jovens.

O batizado foi realizado com o respaldo da Prefeitura de Valentim Gentil. “É um projeto de inclusão social que incentivamos, pois nosso maior objetivo é ver estes jovens cada vez mais longe das ruas e das drogas”, acrescentou.

 

http://www.regiaonoroeste.com/

ACANNE: Inalguração Centro Cultural Rene Bitencourt

Consciente da importância da capoeira para a população do Rio Grande Do Sul, bem como para a comunidade de Porto Alegre, eu, mestre Rene, como guardião  da memória ancestral da capoeira angola e por comungar da luta dos grupos que dera início a esse trabalho, formando uma diversidade capoeirística, venho como esses, somar o trabalho, dispondo da identidade da ACANNE, cuja herança ancestral adquirida dos mestres: Canjiquinha, Aberrê e Paulo Dos Anjos, que alicerça o jeito de ser, através do centro cultural mestre Rene Bitencourt, que tem como objetivo, promover atividades culturais, isto porque: Quando a capoeira não perde raiz ela introjeta lições, faz mestres e deixa legado

 

O SABOR DO SABER ANCESTRAL

 

Publicada por ACANNE em ACANNE – Associação de capoeira angola navio negreiro

Valentim Gentil: Associação “Anjos Guerreiros” realiza batizado de capoeira

Integrantes dos projetos sociais Peti (Programa de Erradicação do Trabalho Infantil) e Renascer, do município de Valentim Gentil, participam, no dia 18 de julho, do 11º Batizado de Capoeira e Troca de Cordas, promovido pela Associação Desportiva e Cultural de Capoeira “Anjos Guerreiros”. O evento será na quadra coberta da EMEF Vicente Santoro, a partir das 9h.

Segundo um dos organizadores, o monitor de capoeira Elvis Gonçalves Silvestre, o evento contará com a participação de 52 integrantes dos projetos e apresentações de algumas academias da região. “Será uma boa integração entre mestres e alunos. Ocasião para a troca de energia, cultura e informações”, comentou.

Além disso, os alunos terão a oportunidade de mostrar o que aprenderam ao longo das aulas e participar do ritual do batizado, que é caracterizado por uma festa e tem como principal intuito motivar o “lado social” dos jovens.

O batizado será realizado com o respaldo da Prefeitura de Valentim Gentil. “É um projeto de inclusão social que vamos incentivar, pois nosso maior objetivo é ver estes jovens cada vez mais longe das ruas e das drogas”, declarou o prefeito Adilson Segura.

 

Fonte: Região Noroeste – www.regiaonoroeste.com

Paulo dos Anjos: Autoridade Ancestral

Paulo dos Anjos Autoridade Ancestral que alicerça um jeito ACANNE de ser!

Mestre Paulo dos Anjos, se ainda neste mundo, completaria em 15 de Agosto 73 anos de caminhada sobre a terra. Há uma década no plano dos ancestrais, continua iluminando os guerreiros de angola em sua luta por libertação.

Marcando este importante momento, a Associação de Capoeira Angola Navio Negreiro realiza o evento Paulo dos Anjos: Autoridade Ancestral que alicerça um jeito ACANNE de ser!

 

As oficinas de capoeira angola são gratuitas para não capoeiristas e têm a intenção de sensibilizar pessoas para a prática desta rica manifestação cultural, despertando sua herança adormecida.

A família Acanne presta reverência a seu antepassado e convida tod@s a participarem desta semana de vivências e homenagens.

 

PROGRAMAÇÃO:

  • 10/08, Segunda, 19h – Oficina de Capoeira Angola com o Mestre Renê Bittencourt; Bate-papo sobre a vida e os ensinamentos do Mestre Paulo dos Anjos.
  • 12/08, Quarta, 19h – Oficina de Capoeira Angola com o Mestre Renê; Exibição de vídeos sobre o Mestre Paulo dos Anjos.
  • 14/08, Sexta, 19h – Roda de Capoeira Angola em homenagem ao Mestre Paulo dos Anjos; Samba de Roda e coquetel de frutas

 

 

Todas as atividades acontecerão na sede da Acanne: Rua do Sodré nº 48 Largo 2 de Julho, Salvador-BA.

Mestre Waldemar – Eu cantei a capoeira: Um projeto que deu certo!

Olá, camaradas !

 

Hoje é um dia feliz para o projeto “Mestre Waldemar – Eu cantei a capoeira” !

Encerramos oficialmente a 1a fornada, e fizemos o envio do dinheiro para o Mestre Bigodinho, através de um depósito bancário para o Mestre Lua Rasta.

No total, foram:

  • R$750,00 em mercadorias (50 CDs enviados sem custo, para o Mestre Bigodinho dispor como melhor entender)

  • R$1018,00 em dinheiro

Os demonstrativos financeiros do projeto podem ser encontrados diretamente no site: http://campodemandinga.googlepages.com/mestrewaldemarE como jacaré parado vira bolsa, iniciamos oficialmente hoje a 2a fornada !

São mais 200 CDs (pagos com parte do lucro da 1a fornada) à venda, para quem quiser ajudar e ao mesmo tempo ouvir um pouco da história da capoeira – na voz do Mestre Waldemar.

Axé, Teimosia

 

O CD “Mestre Waldemar – Eu Cantei a Capoeira” contém gravações do grande mestre da Pero Vaz e alunos, no ano de 1951. À época, foram realizadas pelo pesquisador americano Anthony Leeds e descobertas na Universidade de Indiana, EUA.

Contém ainda gravações e depoimentos do mestre,  oriundas de uma roda na casa do Mestre Itapoan em comemoração ao aniversário de Mestre Paulo dos Anjos (1989).

Agradecimentos à Comunidade Mestre Pastinha pelo apoio e esforço, e ao Mestre Burguês, por ter dado acesso às gravações de 1989.

01 – Valente Vilela (1951) – Canta M. Zacarias 02 – Todo mundo quer ser bom (1989) – Canta M. Waldemar
03 – Eu ja vivo enjoado (1989) – Canta M. Waldemar
04 – Era eu, era meu mano (1951) – Cantam M. Waldemar e M. Traíra
05 – Valente Vilela (1989) – Canta M. Waldemar
06 – Eu vim de onde não vai (1989) – Canta M. Waldemar
07 – Eu já canto há muitos anos (1989) – Cantam M. Waldemar e M. Paulo dos Anjos
08 – Toques de berimbau (1951)
09 – Igreja do bonfim (1989) – Cantam M. Waldemar e M. Paulo dos Anjos
10 – Depoimento do M. Waldemar (1989)

O CD “Mestre Waldemar – Eu Cantei a Capoeira” contém gravações do grande mestre da Pero Vaz e alunos, no ano de 1951. À época, foram realizadas pelo pesquisador americano Anthony Leeds e descobertas na Universidade de Indiana, EUA.

Contém ainda gravações e depoimentos do mestre, oriundas de uma roda na casa do Mestre Itapoan em comemoração ao aniversário de Mestre Paulo dos Anjos (1989).

O CD foi produzido a partir da iniciativa de membros da comunidade “Mestre Pastinha” (Orkut), e tem como intuito de ajudar o Mestre Bigodinho, discípulo do Mestre Waldemar.

Todo o lucro da venda será destinado ao Mestre Bigodinho.

Custo: R$15,00 + frete

Para adquirir o álbum, entre em contato com cdmestrewaldemar@gmail.com


Agradecimentos à Comunidade Mestre Pastinha pelo apoio e esforço, e ao Mestre Burguês, por ter dado acesso às gravações de 1989.

Gravações Históricas do Mestre Waldemar Rodrigues da Paixão

Mestre Waldemar – Eu cantei a Capoeira

O CD “Mestre Waldemar – Eu Cantei a Capoeira” contém gravações do grande mestre da Pero Vaz e alunos, no ano de 1951. À época, foram realizadas pelo pesquisador americano Anthony Leeds e descobertas na Universidade de Indiana, EUA. 

Contém ainda gravações e depoimentos do mestre,  oriundas de uma roda na casa do Mestre Itapoan em comemoração ao aniversário de Mestre Paulo dos Anjos (1989).

Agradecimentos à Comunidade Mestre Pastinha pelo apoio e esforço, e ao Mestre Burguês, por ter dado acesso às gravações de 1989.

 

Para adquirir o álbum, entre em contato com: cdmestrewaldemar@gmail.com

http://campodemandinga.googlepages.com/mestrewaldemar

Olá, camaradas

Há poucos dias foi feito o lançamento do CD “Mestre Waldemar – Eu cantei a Capoeira”. O álbum, composto por 10 faixas, contém gravações feitas em 1951 pelo pesquisador americano Anthony Leeds, e gravações de 1989, durante uma roda na casa do Mestre Itapoan.

Nas faixas de 1951, cantam os Mestres Waldemar, Zacarias e Traíra. Nas de 1989, cantam os Mestres Waldemar e Paulo dos Anjos.

01 – Valente Vilela (1951) – Canta M. Zacarias
02 – Todo mundo quer ser bom (1989) – Canta M. Waldemar
03 – Eu ja vivo enjoado (1989) – Canta M. Waldemar
04 – Era eu, era meu mano (1951) – Cantam M. Waldemar e M. Traíra
05 – Valente Vilela (1989) – Canta M. Waldemar
06 – Eu vim de onde não vai (1989) – Canta M. Waldemar
07 – Eu já canto há muitos anos (1989) – Cantam M. Waldemar e M. Paulo dos Anjos
08 – Toques de berimbau (1951)
09 – Igreja do bonfim (1989) – Cantam M. Waldemar e M. Paulo dos Anjos
10 – Depoimento do M. Waldemar (1989)

O trabalho foi originado de uma discussão na comunidade “Mestre Pastinha” (do Orkut), e custeado com dinheiro próprio. A tiragem inicial é de 200 cópias, e todo o lucro será repassado para o Mestre Bigodinho, discípulo do Mestre Waldemar. O preço do CD é R$15,00, mais o frete (envio feito via PAC).

Agradecimentos à comunidade Mestre Pastinha pelo apoio e esforço, e ao Mestre Burguês que deu acesso às gravações de 1989.

Aos que se interessarem em ouvir o Mestre Waldemar, e ajudar o Mestre Bigodinho, fica a dica:

  • http://campodemandinga.googlepages.com/mestrewaldemar

Axé,
Teimosia

 

 Para ouvir a faixa 03 – Eu ja vivo enjoado (1989), clique aqui.

 Para baixar a faixa  06 – Eu vim de onde não vai (1989), clique aqui.

 Para comprar o CD de mestre Waldemar, clique aqui.

Homenagem aos 50 anos de Mestre Jaime de Mar Grande

24 de Maio é dia de festa… dia de comemorar os 50 anos de Mestre Jaime de mar Grande!!!
 
Tive a oportunidade de conhecer Mestre Jaime pessoalmente em Abril de 2006 na minha visita ao Brasil, dono de uma simpatia natural e de uma tranquilidade que contagia, mestre Jaime cativa e conquista a todos em sua volta pela energia positiva…
 
Um dos momentos que mais marcaram a nossa vivência foi sem dúvida a roda no Barracão de mestre Cavaco, na zona Norte de SP, onde pude ouvir uma lição de sabedoria que mestre Jaime aprendeu com seu mestre e fez questão de retransmitir a todos os presentes… reforçando a boa pratica de que boa informação é aquela que é transmitida… e no final desta roda, num gesto de pura humildade e companheirismo, fez questão de salientar, valorizar e homenagear o trabalho que está sendo feito por toda a equipe e camaradas do Portal Capoeira. Fiquei sem palavras e muito admirado… e naquele momento percebi o tamanho do M com que se escreve Mestre Jaime de Mar Grande.
 
Homenagem aos 50 anos de Mestre Jaime de Mar GrandeMestre Jaime de Mar Grande é um legítimo representante da  Capoeira Angola da Ilha de Itaparica – BA, uma Capoeira Angola de Raiz, de Tradição e de Fundamento, Mestre Jaime aprendeu com Mestre Paulo dos Anjos, que por sua vez foi discípulo de Mestre Canjiquinha.
 
O primeiro contato de Jaime com a Angola de Mestre Paulo foi em Mar Grande, costa leste de Itaparica, no ano de 1965, quando Paulo dos Anjos mudou-se por um tempo de Salvador para a Ilha, e ali passou a ensinar "seus meninos".
 
De lá para cá muita coisa mudou na capoeira como um todo, mas mestre Jaime sempre praticou e preservou o que seu mestre lhe ensinou e confiou.
 
Para o Mestre Jaime existe uma enorme relevancia entre os aspectos naturais e uma simbiose entre os elementos que fazem parte da fabricação do Berimbau, muito antes do artesão começar a fabrica-lo: A forma, o clima, o local de origem da madeira, a preocupação ambiental, a energia de quem colheu a matéria prima, são apenas alguns dos aspectos importantes para que o instrumento possa ecoar… ele também chama a atenção para a presença na capoeira de todos os elementos da natureza: “a madeira e a cabaça (representando a mata), o aço, presente na corda do berimbau, o cobre e/ou pedra no dobrão que encostado de leve, com força, ou não encostando no arame, faz variar as notas musicais (representando os minerais), o couro utilizado no atabaque e nos pandeiros (representando os animais), a própria música (representando o ar) (…)”.
 
Mestre Jaime foi também um dos grandes responsáveis pela reintegração do falecido Mestre Gerson Quadrado a Capoeira, valorizando sempre a tradição e o respeito aos mais sábios e experientes…
 
Homenagem aos 50 anos de Mestre Jaime de Mar Grande
 
Um grande abraço meu AMIGO, que este meio século se repita pois a capoeira só tem a ganhar!!!
Muita paz, saúde e felicidade… Sucesso em sua caminhada!!!
 
Luciano Milani – Portal Capoeira
 

Angola de Itaparica (BA) em novo espaço de São Paulo

Mestre Jaime de Mar Grande, autêntico angoleiro da Ilha de Itaparica, dá início a novo trabalho na Mooca, capital de São Paulo.
 
Quando se fala em Capoeira Angola, de pronto vem à mente a Mandingueira Cidade de São Salvador da Bahia. Pouco se fala da angola das demais regiões do Recôncavo, de Santo Amaro da Purificação (Saravá Mestre Gato Preto!) e do interior do Estado, como é o caso de Feira de Santana onde Mestre Cláudio Angoleiro – que frequentemente carimba seu Passaport por toda a Europa – mantêm um trabalho exemplar de resgate e preservação das tradições de nossa Dança de Nêgo Banto-Nagô.
Pouco se fala também da Ilha de Itaparica, recanto de excelentes angoleiros, excelentes cantadores de samba e de representantes da legítima Cultura Afro-Braiana.
 
Assim como a Capoeira já não pertence exclusivamente ao Brasil – em breve será tombada como Patrimônio Cultural Mundial " a Capoeira Angola não se restringe mais somente à Bahia. Até mesmo por conta do exemplar trabalho de divulgação e de ensino que os velhos mestres fizeram para que a angola prosperasse em outras paragens. Mestres como Caiçara, Canjiquinha, Boca Rica, Paulo dos Anjos e Gato Preto, por exemplo, constantemente viajaram e passaram algum tempo no Sudeste e Sul do Brasil, ensinando suas angolas. Graças ao elevado quilate desses mestres, muitos discípulos se formaram ao longo das últimas três décadas.
 
Quando falo de Capoeira Angola, falo em um "sentido plural", uma vez que seria impossível restringi-la a uma ou outra forma de praticá-la ou de concebê-la.
 
Por falar em Itaparica, Mestre Jaime de Mar Grande é um legítimo representante da Angola daquela Ilha. Capoeira Angola de Raiz, de Tradição e de Fundamento, Mestre Jaime aprendeu com Mestre Paulo dos Anjos, que por sua vez foi discípulo de Mestre Canjiquinha.
 
O primeiro contato de Jaime com a Angola de Mestre Paulo foi em Mar Grande, costa leste de Itaparica, no ano de 1965, quando Paulo dos Anjos mudou-se por um tempo de Salvador para a Ilha, e ali passou a ensinar "seus meninos". De lá para cá muita coisa mudou na capoeira como um todo, mas mestre Jaime sempre praticou e preservou o que seu mestre lhe ensinou e confiou.
 
Hoje, por São Paulo, existem outros representantes da Capoeira Angola de Mestre Paulo, como é o caso dos Mestres Jequié (Ubatuba), Raimundinho (Jacareí) e Dominguinhos (São Sebastião).
 
ESPAÇO DE VADIAÇÃO "RABO DE ARRAIA"
 
Em Mar Grande, Mestre Jaime orienta um trabalho que deu início há muitos anos. Mas há dois ou três anos o mestre se achegou pela "Terra da Garoa", por onde, com seu carisma e simplicidade, tem conquistado o respeito dos Capoeiras Paulistas e Paulistanos. Na Ilha, o grupo do Mestre é a Associação Cultural de Capoeira Angola Escrava Anastácia.
Em São Paulo, neste mês de Junho, Mestre Jaime está dando início a um novo trabalho, em um espaço que, em primeiro momento, está sendo batizado de "Espaço de Vadiação Rabo de Arraia", em parceria com o amigo Fernandes Wellington, que não por coincidência é contramestre de Capoeira.
            A inauguração do novo espaço será no próximo dia 18 de Junho de 2005, sábado, a partir das 16h00, Rua da Mooca, 3108, Mooca, São Paulo, próximo ao metro Bresser, e a duas quadras da Faculdade São Judas.
            Mestre Jaime estende convite a todos os amigos e capoeiras da Capital Paulistana, do Interior do Estado, do Vale do Paraíba e do Litoral Norte – além dos capoeiras que estiverem passando por Sampa no dia. Seu novo "Campo de Vadiação" e promete:
 
"Neste espaço, vou dar início ao mesmo trabalho que desenvolvo na Ilha, com a legítima Capoeira Angola de Itaparica!"
 
 A Roda Inaugural será uma homenagem especial ao Mestre Gerson Quadrado, Capoeirista, Cantadô, Poeta, Compositor e Artista Popular da rica cultura da Ilha. Mestre Gerson fez sua "passagem" em 17 de abril de 2005, às vésperas da comemoração de sua octogésima "Vorta do Mundo", momento em que seria lançado seu novo CD Samba Tradicional da Ilha (STI). Mestre Jaime de Mar Grande é o responsável pelo retorno de mestre Gerson Quadrado à Capoeira, em 1993, e com ele privou de respeitável convivência a partir de então. O CD foi elaborado com auxílio de diversos "pares", dentre eles a musicóloga alemã Catarina Dorin. Por email, mestre Jaime informa que o CD está pronto e que será lançado nos próximos dias.
 
Se para você a Capoeira é a arte de vadiar, então venha vadiar neste novo "Terreiro de Angola da Capital Paulista".
 
Contatos com Mestre Jaime: (11) 3399-4927, (11) 9954-6668 ou então por email: jaimedemargrande@hotmail.com. O espaço estará abrindo novas turmas já neste mês de junho, em diversos horários e dias da semana.
 
"Êê meu irmão
 Vocês me traz alegria
 Eu sei que vocês são a letra
 E eu sou… a melodia"
     (M.Gerson Francisco Quadrado).
 
Simbora Vadiá… e Dá-lhe volta do mundo!
Yêêê!
 
Miltinho Astronauta – www.capoeira.jex.com.br