Blog

assistência

Vendo Artigos etiquetados em: assistência

Aulas de capoeira auxiliam na educação de jovens da LBV

Crianças e adolescentes que integram os programas socioeducativos da Legião da Boa Vontade (LBV) em João Pessoa estão participando de aulas de capoeira, ministradas voluntariamente pelo mestre Lucivan Laranjeira no Centro Comunitário de Assistência Social da Instituição.

A atividade é utilizada como ferramenta educacional para auxiliar no desenvolvimento motor, cognitivo, socioafetivo e do espírito de cooperação dos alunos e, ainda, para incentivá-los a valorizar a cultura brasileira e a prática esportiva.

Sobre a ação, o professor e mestre de capoeira, Lucivan Laranjeira, fala da satisfação de realizar a atividade com crianças e adolescentes da instituição. “Quando fiquei sabendo da possibilidade de desenvolver esse projeto na LBV, eu fiquei muito feliz. É mais uma oportunidade de contribuir. A minha recompensa maior é a de saber que um aluno meu poderia estar na rua fazendo o que não deve e hoje está aqui aprendendo sobre a cultura brasileira”, ressaltou.

A modalidade é caracterizada por golpes e movimentos ágeis e complexos, sendo uma expressão cultural brasileira que mistura arte marcial, esporte, cultura popular e música. O pequeno Pedro, de 7 anos, destacou o que já aprendeu participando das aulas de capoeira. “Já sei cantar as músicas que o professor ensinou e estou aprendendo os movimentos para um dia ensinar para outras pessoas”, concluiu.

Em João Pessoa, PB, o Centro Comunitário de Assistência Social, da Legião da Boa Vontade, está localizado na Rua das Trincheiras, 703 — Jaguaribe. Para outras informações, ligue: (83) 3198-1500.

 

http://www.ararunaonline.com

Aconteceu: Projeto Jovem Cidadão & Batizado de Capoeira

Porto Murtinho (MS) – A Associação Cultural de Capoeira Escravos Brancos, em parceria com a Prefeitura de Porto Murtinho, por meio da Secretaria de Assistência Social, promoveu no último fim de semana, o batismo de Capoeira feito por mestres e contra mestres de Mato Grosso do Sul, Pernambuco, Maranhão e do Piauí.

O evento teve uma grande receptividade do público, que lotou o Cine Teatro Ney Machado Mesquita, até o Prefeito Nelson Cintra Ribeiro entrou na roda para abrilhantar o evento.

Ao todo, 27 participantes do projeto Jovem Cidadão, promovido pela Secretaria de Assistência Social, receberam cordas verdes ou amarelas. O batismo foi feito pelos professores Samurai (Campo Grande) e Cachorrão (Jardim); A graduada Zangada (Timon/MA), os mestrandos Hiato (Bela Vista) e Jardel (Caracol) e dos mestres Kbça, Acidente e Barnabé (Campo Grande), Gordinho (Ponta Porã), Ratinho (Aquidauana), Guerreiro (Dourados), Albino e Kelson (Teresina/PI) e Ulisses (Olinda/PE).

Além de fazer o batismo e troca de cordões, os mestres visitantes tiveram ainda, passeio pela cidade, rodas de capoeira para divulgação do evento, papoeira (batepapo) com mestres e convidados, e por fim, um passeio de barco pelo Rio Paraguai.

Massapê: II Batizado de Capoeira com alunos do PETI

Em Massapê a Assistência Social promove o II Batizado de Capoeira com alunos do PETI.

A Prefeitura de Massapê do Piauí, através da Secretaria de Assistência Social, realizou na noite desta quinta-feira (24) o II Batizado de Capoeira com alunos assistidos pelo PETI.

O evento foi prestigiado por um grade público. Esteve presente o prefeito Sousinha e parte seus assessores.

O Projeto Capoeira é ministrado por instrutores do Grupo Cordão de Ouro.

A cerimônia de batismo foi conduzida pelo Mestre César Escravo, de Teresina, que é coordenador do Grupo Cordão de Ouro nos Estados do Piauí e Maranhão.

Na ocasião, 32 alunos do programa – dos núcleos da sede e da localidade Caraíbas receberam a nova graduação.

 

Fonte: http://180graus.com

Pernambuco: Capoeira reintegra crianças e adolescentes especiais

Uma ação desenvolvida por grupos de Pernambuco está conseguindo reintegrar crianças e adolescentes especiais através da capoeira, que mistura dança, luta, música, cultura popular. Mas que também tem outra função muito importante. Desenvolvida no Brasil por escravos africanos e seus descendentes, é caracterizada por golpes e movimentos ágeis e complexos, utilizando os pés, as mãos, a cabeça, os joelhos, cotovelos, elementos ginástico-acrobáticos.

Além de um grupo da Universidade Católica de Pernambuco, a Unicap,  a  Associação de Assistência à Criança Deficiente, AACD do Recife, também está desenvolvendo um trabalho voluntário com a capoeira, fazendo a diferença no tratamento com crianças. Veja tudo isso aqui.

Fonte: http://pe360graus.globo.com/

Dourados realiza Conferência de Promoção da Igualdade Racial

As discussões sobre preconceito racial e ações de combate a discriminação e de garantia dos direitos humanos, serão alguns dos assuntos da “II Conferência Política de Promoção da Igualdade Racial”. Depois de se reunir com entidades e representantes dos movimentos, negro e indígena, a Secretaria Municipal de Assistência Social definiu que o tema central este ano será “Avanços, Desafios e perspectivas da Política Nacional de Promoção da Igualdade Racial”.

O evento acontece entre os dias 27e 28 de março, a abertura será no Teatro Municipal a partir das 19h com diversas apresentações culturais. De acordo com o diretor do departamento de Direitos Humanos, Anísio dos Santos, a conferência será o ponto de partida para os principais trabalhos deste primeiro semestre da administração municipal. Ele falou também que o evento marca uma nova fase na retomada das discussões sobre o racismo racial e toda a forma de discriminação e violência com determinados grupos da sociedade.

Para Anísio, o fato da Prefeitura de Dourados ter criado um departamento de Direitos Humanos demonstra a preocupação com esta questão que precisa ser debatida e defendida por todos. Após a abertura, no dia 28 os trabalhos continuam na Escola Municipal Lóide Bonfim, no Jardim Água Boa.

No período da manhã serão organizadas mesas redondas e a tarde serão realizados trabalhos divididos em grupos. Segundo a secretária municipal de Assistência Social, Itaciana Santiago, a expectativa é construir um processo participativo e eleger 25 delegados para participar da Conferência Estadual. Serão 12 representantes da administração municipal, 12 da sociedade civil organizada e 1 do Poder Legislativo.

Itaciana destacou que a conferência é um importante canal de diálogo entre o poder público e a sociedade civil, sendo um espaço possível de reflexão e avaliação das Políticas de Promoção da Igualdade Racial. Segundo ela, a participação da sociedade é fundamental, principalmente dos seguimentos organizados em prol da superação do racismo e dos preconceitos tais como: Movimento Hip Hop, capoeira, comunidades quilombolas, indígenas, religiões de matrizes africanas, Movimento de Mulheres, estudantes e instituições de ensino.

Quem tiver interesse em participar do evento, basta entrar em contato com o departamento de Direitos Humanos da Secretaria Municipal de Assistência Social. O telefone de contato é o 3411- 7746. A partir desta conferência serão definidas prioridades de ações voltadas para estes segmentos.

 

Portal MS – O Guia Online de Campo Grande e MS – http://www.portalms.com.br

Taquarussu: Projeto Berimbau & Encontro Interestadual de Capoeira

Projeto Berimbau graduou 40 alunos em solenidade realizada no Ginásio Municipal Flávio Derzi
     
TAQUARUSSU – No intuito de incentivar cada vez mais o desenvolvimento do Projeto Berimbau (grupo de capoeira para crianças carentes) foi realizado no último dia 10 de novembro, o 1° Encontro Interestadual de Capoeira em Taquarussu, a cerimônia aconteceu no Ginásio Municipal de Esportes Flavio Derzi .

Idealizado pelo diretor do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil (Peti) Erivaldo de Andrade e pelo coordenador do Programa Rogério Francisco dos Santos, o evento contou com a participação de grandes profissionais da capoeira em especial do Grupo Memória cujo presidente é o Mestre Aranha de Ilha Solteira.

O objetivo do encontro foi graduar 40 participantes do Projeto Berimbau, que é comandado pelo instrutor Paulo Robson Júnior, que receberam das mãos de mestres, professores e instrutores de capoeira de diversas localidades do país, as respectivas graduações, corda crua, verde crua, verde.

O Projeto Berimbau que hoje conta com a participação de aproximadamente 70 crianças é originado do Centro de Referencia da Assistência Social (Cras) e apoiado pela Secretaria de Promoção e Assistência Social e pela Prefeitura Municipal.
Além da presença do mestre Aranha, estiveram no evento os mestres João Montanha de Pereira Barreto, Animal de Clementina e Ciclone de Guaraçaí (SP) além de professores e instrutores dos estados de São Paulo e Mato Grosso do Sul.

Segundo o prefeito Genivaldo Medeiros "o incentivo ao esporte é um meio fundamental de transformar crianças em cidadãos do futuro, e sem dúvida estaremos a disposição para buscar o necessário para bem de nosso povo".

O evento foi prestigiado por um grande público, dentre o qual se destacam os secretários do município Daniel Berto (Educação), Laurindo São Pedro (Administração e Finanças) e Célia Patussi (Assistência Social), além dos diretores Cícero Medeiros (Transportes) e Dirce dos Santos (Escola Municipal) e ainda a Primeira-Dama Terezinha Silva Santos e vereadores Lucinda Rodrigues, Joaquim Xisto e Gilso Francisco.

Os alunos graduados foram: Fabiana Dias Evangelista, Ailton Carlos Vieira Silva, Ana Carolina Silva, Carina Ferreira dos Santos, Danieli de Souza, Diego Granjeira, Ferandno Mendonça, Igos da Silva Souza, João Vitor Silva, Jose Aparecido de Meneses, Joicy de Souza, Justieli Pereira Martins, Luan Felipe Santos, Mateus Alves de Lima, Rafael Teixeira Neiva, Romário Manuel Ferreira, Tayná Teixeira Estevo, Tiago Alves de Souza, Vando Mendonça dos Santos, Vanessa da Silva Dantas, Welinton da Silva Souza, Yara Maria de Oliveira, Mateus Lima dos Santos, Elito Costa Martins, Eric Jhones Barbosa, Gabriel Martins dos Santos, Gilmara dos Santos Figueiredo, João Paulo Peralta, Juliana dos Santos Figueiredo, Junior César Figueiredo dos Santos, Junior Costa Martins, Keli Cristina Paulino, Leandro dos Santos, Leomar Barbosa Nogueira, Lucas dos Santos Loterio, Marcio Peralta, Mateus de Oliviera Silva, Oseias Andrade dos Santos, Renan dos Santos Ramos, Ricardo dos Santos Ferreira, Tamires de Oliveira Santos, Taynara Alves da Cruz, Timoteo da Silva Guedes, Uatila Silva Santos, Welington dos Santos Figueiredo e Willian da Silva Souza.

O Progresso – Dourados – http://www.progresso.com.br

Capoeira, terapia e diversão para crianças portadoras de deficiência

SUGESTÃO DE PAUTA CAPOEIRA É TERAPIA E DIVERSÃO PARA CRIANÇAS PORTADORAS DE DEFICIÊNCIA
 
O setor de Reabilitação Desportiva da AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente) iniciou um programa inédito com crianças portadoras de deficiência física: a capoeira. Hoje, mais de um ano depois de implantado, o projeto demonstra resultados satisfatórios do ponto de vista médico e terapêutico, além de ser uma grande brincadeira para meninos e meninas portadores de deficiência física. Para o instrutor de capoeira voluntário Alex Souza Santos o trabalho com crianças portadoras de deficiência física era novidade. Junto com o setor de Reabilitação Desportiva da AACD ele aceitou o desafio e hoje colhe os resultados. "Após este período conseguimos notar benefícios como melhor equilíbrio, desenvolvimento mental, disciplina e sociabilização", diz Edna Garcez, coordenadora do setor. "Hoje, os alunos estão mais participativos, demonstrando ginga e alongamento." Essa aquisição de habilidades é observada não só durante os treinos, mas também nas atividades diárias das crianças. Edna levou a capoeira para a AACD com o apoio dos médicos. "Qualquer paciente, independente da idade ou da patologia, pode participar, inclusive pacientes em cadeiras de roda, que também dão sua contribuição." Liliam Brito Assessora de Imprensa AACD (Associação de Assistência à Criança Deficiente)
 
Tel: 11 5576-0609 celular: 11 9409-1489 e-mails: mkt-liliam@aacd.org.br / liliambrito@bol.com.br
Ricardo Viveiros – Oficina de Comunicação www.viveiros.com.br