Blog

cachoeirinha

Vendo Artigos etiquetados em: cachoeirinha

Sobre um bárbaro feminicídio em Cachoeirinha e sobre tantos outros

Sobre um bárbaro feminicídio em Cachoeirinha e sobre tantos outros

(por Aline Kerber*)

O triste feminicídio que ocorreu há uma semana em Cachoeirinha chocou muitos de nós. O Mestre de Capoeira Sombra, então com 42 anos, matou a sua esposa e mãe de sua filha de 2 anos, Luciane Guarezi, a facadas, supostamente por ciúmes, depois de fazê-la refém de cárcere privado por dois dias, conforme confirmaram pessoas próximas da vítima. Não houve mediações e registros policiais, pelo que se tem notícias. Os amigos e familiares não sabiam da gravidade e tampouco poderiam imaginar uma tragédia como esta, muito menos o Estado, fundamentalmente porque o Mestre Sombra foi sempre um homem íntegro, discreto, amigável, dócil, humanista e líder.

Vindo de uma família de poucos recursos financeiros na Granja Esperança em Cachoeirinha, desde novinho ele venceu e subverteu a sua condição com a ginga da capoeira e com a habilidade de reunir e liderar crianças e adolescentes da periferia através de projetos sociais. Esse trabalho transformou e salvou muitas vidas, sobretudo negras, e eu acompanhei bem de perto o início da trajetória dele. Fomos amigos por alguns anos na minha adolescência, pois ele frequentava a mesma academia que eu, no centro da cidade de Cachoeirinha, onde amigos agora choram pela incompreensão, pelo desalento e pela falta de palavras para nominar tamanha tragédia.

Ninguém entende esse crime horrendo. Quem busca respostas faz questionamentos totalmente errados, como este: “o que a esposa dele fez para isso acontecer?”. Outros dizem em posts nas redes sociais: “entre quatro paredes ninguém sabe o que aconteceu, ela pode ter provocado algo que lhe deixou transtornado e fora de si…”. Sabem o que motiva essas expressões? O mesmo que fez com Sombra matasse? Machismo. E desamor.

No machismo não se concebe a autonomia do outro, busca-se controlar as roupas e comportamentos da mulher, mensagens de celular, pensamentos, relações e convívios. Começa de forma sutil e termina, não raro, em morte.

Exatamente o que o Sombra não demonstrava aos seus amigos, familiares, alunos e mestres com os quais se relacionava. O Sombra e boa parte dos feminicidas têm esse perfil. Note-se que “Dica”, como era conhecido nos tempos de academia que frequentávamos nos anos noventa, era um grande educador social, guardava um sorriso e um abraço para cada pessoa, até externar a sua fúria, a sua raiva, o seu ódio e a sua crueldade nesse episódio que o levou à prisão em flagrante por conta do feminicídio praticado no fatídico sábado de 22 de dezembro deste ano que nunca termina.

20180108-mortes-mulheres-feminicidio_abr

Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil

Dica conseguiu algo muito difícil para um jovem negro de uma periferia brasileira como ele: sobreviver, sobreviver sem ser preso, sem se envolver com o crime e não ter sido vítima de um assassinato, quando jovem. É importante considerar que ele foi um case de jovem negro e pobre que conseguiu traçar a sua vida longe do crime, das drogas e das armas, sendo uma inspiração para muitos jovens da Região Metropolitana de Porto Alegre por conta da capoeira. A contrário senso, ele foi protagonista por 20 anos de uma história exemplar de superação e de inclusão social através da arte e do esporte.

Não morreu somente a Luciane, morreu simbolicamente também o Sombra. Agora, um feminicida que demonstrou o tamanho do seu machismo, da banalização da vida, inclusive em relação à da sua filha Mariana. No entanto, creio, não estamos condenados eternamente aos nossos fracassos. Não desejo isso a ninguém e nem a ele. Espero profundamente que o Dica e todos os que estão à sua volta entendam o que aconteceu para o cometimento desse crime letal de gênero que vitimizou a Luciane e, pelo menos, outras 600 mulheres no RS nos últimos 7 anos, para que seja possível prevenir e enfrentar de forma mais séria e eficaz as violências contra as mulheres. Esse tipo de violência que atinge mulheres e outras vítimas diretas e indiretas, incluindo o homem feminicida e os homens que o cercam, sobretudo os mais jovens, filhos, sobrinhos e afilhados – para que não se reproduza esse mesmo padrão como mecanismo de elaboração dessa lástima feminicida.

Só superaremos essa problemática também coletiva se reduzirmos as desigualdades entre homens e mulheres, se respeitarmos as diferenças, os fracassos e até mesmo traições conjugais, reais ou imaginárias, por meio do diálogo aberto e amoroso, sobretudo com as pessoas com quem convivemos.

Os homens precisam abandonar essa “sombra” do machismo e sair da caverna, como nos ensinou Platão. De mestres de capoeira a ex-prefeitos, ninguém está livre da cultura patriarcal que habita em nós. Conhecer-se. Perdoar-se. Perdoar os outros. Persistir e reinventar-se!

Dica, como te conheci, reescreva tua história com músicas de capoeira, pois um Mestre pode lutar contra essa sina de tantos sofrimentos que maculam vidas promissoras, mesmo que a roda de capoeira seja na prisão. Viver na “sociedade do desempenho e do cansaço” e não na do “sangue” como insígnia de poder vai te custar bastante caro. E, ainda assim, não trará a vida da Luciane. Haverá luzes para além da escuridão que as tuas sombras desconhecem…

O que mais dizer aos seus alunos e seguidores? Nada pode justificar essa violência brutal. Isso é certo! Somos todos violentos. Precisamos reconhecer nossos medos, frustrações e tristezas para seguirmos, de forma saudável, com amor e liberdade, a gingar pelas rodas da vida. Precisamos de todos e todas nessa luta política de salvar vidas contra o machismo que assassinou e interrompeu de vez a vida de mais uma mulher na Região Metropolitana de Porto Alegre, assim como o da Lucia Valença, morta pelo ex-prefeito, Toco, de Estância Velha, que logo após se suicidou no litoral norte como para afogar a sua culpa por tamanha violência de gênero.

 

(*) Socióloga, Especialista em Segurança Cidadã, Diretora Executiva do Instituto Fidedigna.

 

Fonte: https://www.sul21.com.br/  – Aline Kerber

MG: Ginga Itaúna 2010

Itaúna é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Localiza-se a uma altitude de 880 metros. Sua população estimada em 2004 era de 82 232 habitantes e é considerada uma cidade pólo de porte médio. Possui uma área de 497,38 km, está a 76 km de Belo Horizonte e integra o Colar Metropolitano da Região Metropolitana de Belo Horizonte, tendo como atividades econômicas principais a siderurgia/metalurgia, textil, autopeças, significativa produção agropecuária e amplo setor de serviços. Possui uma área de influência compreendida pelos seguintes municípios: Bonfim, Carmópolis de Minas, Crucilândia, Itaguara, Itatiaiuçu, Juatuba, Mateus Leme, Passa Tempo, Piedade dos Gerais, Piracema e Rio Manso, municípios pertencentes às mesorregiões Metropolitana de BH e Oeste de Minas.

O município está classificado em 12º lugar no ranking do índice de desenvolvimento humano de Minas Gerais de um total de 853 municípios e na posição 196 no ranking nacional. É servido pelas rodovias estaduais MG-050 e MG-431 e pela Ferrovia Centro Atlântica. A Universidade de Itaúna é das mais conceituadas do interior brasileiro, com inúmeros cursos de graduação e pós-graduação. A cidade possui três teatros e vários pontos turísticos como: Barragem do Benfica, Cachoeira da “Cachoeirinha”, Capela do Rosário, Igreja Matriz de Sant’ana, Morro do Bonfim, Estância Hidromineral Água Mineral Viva, Gruta da Nossa Senhora de Itaúna, Museu Municipal Francisco Manoel Franco e Campus Verde da Universidade de Itaúna.

 

CONVITE GINGA ITAUNA:

Em meio a artistas, poetas tocadores e cantadores faremos nossa festa, que a 08 anos acontece na cidade de Itaúna – Minas Gerais, (Pedra Negra), a GINGA – ESCOLA DE CULTURA POPULAR CAPOEIRA coordenada pelo Cantador e que tem como professores, o Japão e o Bruce-lee, teve um sonho certa vez, agregar em uma mesma festa tudo de bom que o Brasil tem!!! A Arte o AXE o mistério e o entusiasmo do negro principalmente, que em tudo vê solução, sejamos um pouco assim!

Quem mais nos ajuda e ajudou até o momento neste sonho é o Paulo Roberto Ferreira Leal o – CEBOLINHA. Nosso Coordenador e Supervisor que nos ensina que Aquele que é humilde será exaltado! Temos como grande exemplo de vida e de pessoa humana, o Mestre Paulão – Paulo Roberto Ribeiro obrigado e estes dois!!! Sempre nos incentivando.

Mas como poderíamos nos esquecer do Fuinha – Pequeno jogador e grande homem, traga sua viola cara!!!!! Será bem vinda e muito útil!!! Ensaie o Menino da Porteira!!!!! Traga a Malu para ela dá um Show como sempre!! A Folgadinha nosso Exemplo de capoeirista e futura Mestra!!!!!! Traga o DVD do Homem, 50 de ensino da capoeira O Grande NEGO!!! O ATIVO- com seu swing aprendido com o Waldemar e com o Wilian o Douglas, e seu PORRADA será que dá porrada mesmo? Nossa não quero nem ver?! Vai ser grande assim pra lá!!!! Com a cara e o coração do Mussum AXE Luiz Gonzada!!! O Rei da capoeira de Rua!!! Tem também o Gaio – homem letrado como diz o Alan!!!! Cordelista – imortal – nosso mestre também!!! Atabaqueiro!!! E o Super 90 isso mesmo NOVENTA!!! Articulador!!! Ajuntador!!! Arquivista e motorista profissional!!!! O Cavalieri nosso padrinho, pai, e eterno paraninfo AXE GRÃO!!!! Tem também o Ket – Lutador amigo e coração de menino! O Berimbau Ecologico que tem sua idéia muita bem difundida agora nas gerais!!! Ainda temos o MINEIRO exemplo de Mestre com os instrumentos, se não bastasse o berimbau agora é a vez das VIOLAÇA mistura de viola com CABAÇA! Tem o Lobisomem nossa camarado do Rio de Janeiro, aluno do Homem, poeta – ator grande cantador AXE pra você! Traga os cordéis os CDs etc.

Tem o Zé Paulo grande instrumentista da capoeira!!!! AXE a TURMA ANTIGA DA GINGA mais esperada não há!!! GINGA O FENOMENO CULTURAL DA DECADA DE 80…… Todo mundo os que estão na ativa ai!! e os que estão na ativa escondidos: QUEM É CAPOEIRA SEMPRE O SERÁ! MACACO – KK- GODÓ – MATIOLI – PINTOR- AGOSTINHO – DUDU – LUCENA – DR – AUGUSTO – ZÉ MARIA – SERGINHO – MAMADEIRA – VIVIANE – AFONSINHO – ETC ETC ETC!!!

Nossos homenageados deste ano: Mestre MARRECO – Grande professor e divulgador da capoeira. E um exemplo de Mestre com sua humildade que nos fascina Mestre ZÉ ANTONIO de Guaratinguetá – Cordão de Ouro quem não se cansa de homenagear seu e mestre nosso mestre SUASSUNA…

 

Nos dias 10 a 13 de junho faremos nossa festa e contamos com todos vocês mestres, professores, companheiros e principalmente amigos exemplos, Deus guie todos vocês!!!!!!!

 

DE ANTE MÃO OBRIGADO E TODOS MESMO!!!!

PROGRAMAÇÃO:

 

* Dia: 10 de junho na academia – ZELIA DE PAULA MACHADO AS 19:00 AULAS ADULTO E INFANTIL – ZELIA DE PAULA MACHADO – Rua Antônio Corradi, 14 Centro – Itaúna – MG  Tel: (37) 3241-3091.

* Dia 11 de junho na PRAÇA PRINCIPAL DE ITAÚNA – MATRIZ AS 19h00min AULÃO E RODA DE ABERTURA

* DIA 12 de junho parte da manhã as 08h00min aulas com convidados.

LOCAL: COMUNIDADE DE CACHOEIRINHA – ZONA RURAL DE ITAÚNA

Aulas com – WALDEMIR – 2 DE OURO

MESTRE MARRECO

MESTRE DUDU

MESTRE ZÉ PAULO

MESTRE ZÉ ANTONIO

MESTRE NEGAATIVO

MESTRE GAIO

MESTRE MINEIRO

MESTRE 90

MESTRE PAULÃO

CONTRA MESTRE CEBOLINHA

CONTRA MESTRE FUINHA

PROFESSOR KET

PROFESSORES E AMIGOS CONVIDADOS

AS 12h00min ALMOÇO NO RESTAURANTE MONTANHAS DE MINAS

AS 13h00min VISITA A CACHOEIRA DE CACHOEIRINHA.

 

Cachoeira “Cachoeirinha”: Com sua beleza natural, quedas de água, formação de poços e de grutas, a Cachoeira da Cachoeirinha – zona rural de Itaúna – está localizada a aproximadamente 18 km do centro da cidade. A Cachoeira pertence, hoje, ao município e um projeto vai ser elaborado para o aproveitamento como área de turismo e lazer, de forma sustentável.

 

Na parte da tarde as 14h00min

LOCAL: No CAIC BAIRRO – MORADA NOVA R. Vó Almira, 358 – B. Morada Nova – 3241-4409

 

Aulas com a Mestraiada toda e Bate Papo com os convidados para troca de Experiências.

 

AS: 18h00min RODA NA PRAÇA DA PRAINHA – FINAL DA AVENIDA JOVE SOARES.

 

* Dia 13 batizado na parte da manhã as 08h30min

 

LOCAL: SILVIO DE MATOS. – AO LADO DA CAMARA MUNICIPAL.

Temos como parceiros a Prefeitura de Itaúna, a secretaria de Educação e Cultura SEMEC, as empresas: TECITA – BORDAMAX – BRASIL MINAS – LAVE MINAS – SOLDAGERAIS – HOTEL PONTO CHIC e a TRIGOS PADARIA.

E como apoiadores:

O GUSTAVO BEZZI – Fotografo – USINA DE SONHOS – CEEV – Centro de Equitação e Equoterápia dos Vales – Restaurante – MONTANHAS DE MINAS.

 

E O MOVIMENTO TAMO JUNTO CAPOEIRA:

 

Nossa idéia a juntar todos nossos amigos e companheiros para uma boa roda de capoeira e um bom Bate papo.

 

Cordão de Ouro: Contramestre: Fuinha – Professores: Cebolinha- Folgadinha, Neguinho e Formiga do Pantera o Marcinho Munrrá, Minhoca e galera toda. Contramestre Lú Pimenta: Professores: Buda e Beto Tucano.

Guará-Capoeira (Cordão de Ouro) Mestre Zé Antonio – Tatu e equipe.

Ogunhê Capoeira- Professores Ket e Divino e equipe

Capoeira Raízes – Mestre Zé Paulo – Professores Leandro (lele) e Cabeçote.

Berimbau Ecologico – Marco.

Ginga – Itambacuri – Mestre Paulão e Contramestre Quincão

Ginga Especial – Contra Mestre Cebolinha Instrutores Cobra Verde e 2 de Ouro.

Capoeira UNIDA VOLTA AO MUNDO: MESTRE CAVALIERI – GAIO – 90 – MINEIRO.

 

OBS: Os Teles de contato são:

 

Cantador: 33-88014913

31-93381307

31-88139378

Japão: 91027938

Bruce-Lee: 88180005

Na parte da manhã no sábado é na Zona Rural mas todos da cidade sabem para que lado fica a Comunidade de Cachoeirinha no centro comunitario. Ok, pois tem lugares lá que não tem sinal de Celular, qualquer coisa liguem antes para combinarmos de encontrar em algum lugar.

 

AXE!!!!!!