Blog

cordas

Vendo Artigos etiquetados em: cordas

Niterói vai ser palco do primeiro Intercâmbio Cultural Terranossa

De 26 a 31 de Agosto Niterói recebe mais um evento da Associação Terranossa de Capoeira. O Intercâmbio Cultural, que comemora os sete anos de existência do grupo, tem em sua programação palestras, cursos e troca de cordas.

“O evento irá possibilitar a integração entre os membros dos seis estados brasileiros e dos sete países do mundo. A ideia é garantir que o grupo todo fale a mesma língua, mesmo em continentes diferentes.”, explicou Mestre Cid, presidente do grupo e organizador do evento.

A programação terá início com aulas nos principais centros de treinamento do Rio de Janeiro. No dia 26 o Professor Naja recebe os integrantes do grupo para uma aula em sua academia, em Campo Grande. No dia 27 é a vez do Mestre Cid comandar o treino em Niterói. Para fechar o ciclo de aulas, Professor Minhoca ministra aula em Vicente de Carvalho no dia 28.

Na sexta-feira, dia 29, as atividades ficam concentradas em Niterói. Pela manhã Eco Terranossa, em Itacoatiara e a noite tem roda na Praia de Icaraí.

No sábado as atividades começam mais cedo para os integrantes do grupo, com a capacitação e os exames para as trocas de corda. Após o almoço haverá Seminário com Mestres convidados. Entre os já confirmados, Mestre Polaco, Mestre Genaro e Mestre Gegê. No fim da tarde é hora de receber os amigos para a formatura e troca de cordas.

São esperados cerca de 200 capoeiristas para o sábado 30/08, quando acontece a troca de cordas e a formatura, a partir das 17h. Mestre Cid pretende entregar cerca de 40 cordas, entre elas, cordas de Contramestre, Professor, instrutor e Monitor.

 

 

Programação:

 

26/08

19h – Treino em Campo Grande – Professor Naja

Academia Terranossa

Rua Seabra Filho, 377. Inhoaíba. Campo Grande. Rio de Janeiro/RJ

 

27/08

20h – Treino em Icaraí – Mestre Cid

Complexo Esportivo Caio Martins

Av. Roberto Silveira esquina com Rua Presidente Backer. Icaraí. Niterói/RJ.

 

28/08

19h – Treino em Vicente de Carvalho – Professor Minhoca

Colégio Isa

Rua Iere, 23. Vicente de Carvalho. Rio de Janeiro/RJ

 

29/08

Eco Terranossa

Praia de Itacoatiara

20h – Roda

Praia de Icaraí

 

30/08

8h – Cursos, Palestras e Exames

Complexo Esportivo Caio Martins

14h – Seminário com mestres convidados

Complexo Esportivo Caio Martins

17h – Formatura, Batizado e Troca de cordas

Complexo Esportivo Caio Martins

31/08

10h – Confraternização

Complexo Esportivo Caio Martins

Teresina: Pacientes do CEIR participam de batizado de capoeira

Superação e reconhecimento através do esporte. Esses foram os sentimentos estampados no rosto dos 24 pacientes do Centro Integrado de Reabilitação (CEIR) – que praticam capoeira – durante o batizado e troca de cordas de capoeira nesse sábado (25). O evento contou com a participação de dez grupos de capoeira de Teresina.

Realizado na Unidade Escolar Profª Maria do Carmo Reverdosa da Cruz, bairro Renascença, zona Sudeste de Teresina, o V Batizado e Troca de Cordas dos pacientes do CEIR, ocorreu juntamente com o VII Batizado e Troca de Cordas do Grupo Iê Berimbau, E faz parte das comemorações da Semana da Consciência Negra.

A alegria era visível nos olhos do pequeno Marcus Vinícius, de 3 anos, que após cinco meses na capoterapia, conseguiu, finalmente, a primeira corda. “O batizado na capoeira foi um momento maravilhoso”, relata a mãe de Marcus Vinícius, Marília Amorim.
“Meu filho sofre de paralisia cerebral, mas desde que começou o tratamento no CEIR tem melhorado bastante a coordenação motora e isso tem me ajudado muito também. Vinícius faz arte, fonoaudióloga e piscopedagogia, mas a capoeira é que ele mais gosta de fazer”, ressalta Marília.

O ritual de batizado e a troca de cordas é um momento simbólico que representa uma ascensão dentro do esporte, baseada na maturidade dos alunos, na freqüência e tempo de pratica da capoeira.

De acordo com coordenador do setor de Reabilitação Desportiva do CEIR, Childerico Robson, o evento de batizado e troca de cordas para os pacientes vem abrilhantar e fechar com chave de ouro o excelente ano que os jovens da capoeira tiveram.

“Este evento serve para somar as energias dos nossos jovens para mostrar que a capoeira não é só uma luta, capoeira é cultura, é ginga, é musicalidade e tudo isso tem sido muito importante no tratamento e na reabilitação desses jovens”, destaca Childerico Robson.

Na última quinta-feira (21), o Centro Integrado de Reabilitação (CEIR) se consagrou como o grande vencedor do Prêmio Piauí de Inclusão Social 2013. O prêmio foi conquistado pelo setor de Reabilitação Desportiva do centro, que disputou com 24 outras iniciativas de inclusão social.

Atualmente, a capoeira do CEIR conta com 35 pacientes, com idade entre um ano e meio e 25 anos. A Reabilitação Desportiva do Ceir atende uma média de 150 pacientes e oferece a prática de esportes em modalidades como natação, futebol, basquete e capoeira.

 

Fonte: cidadeverde.com
Redação: redacao@cidadeverde.com

Fotos: Eduardo Marchão/CidadeVerde.com

5º Encontro Alagoano Feminino de Capoeira

A capoeira é uma manifestação cultural brasileira que reúne características muito distintas. Trata-se de uma mistura de arte-luta praticada ao som de instrumentos musicais como o berimbau, o pandeiro e o atabaque.

A capoeira vem tendo aprovação das comunidades sendo incentivada em todos os locais que se faz presente. Sua prática vem sendo muito difundida no Estado entre as mulheres e encontramos resistência em praticá-la, desconhecendo que a atividade pode ser uma alternativa eficaz na melhoria das condições gerais do indivíduo, podendo, ainda, contribuir para a auto-estima e formação do caráter e da personalidade de quem a pratica.

Diante destes benefícios, podemos afirmar que a sua prática realmente se constitui em Política Pública, promovendo o Controle Social, através de Saúde, Educação, Esporte, Lazer, Cultura e Cidadania, pois somente por meio de uma prática cultural e física, é possível sanar vários problemas, podendo ser empregada para resgatar àqueles que já estão doentes, evitando que jovens e crianças enveredem pelo caminho das drogas.

Nos dias 16, 17 e 18 de agosto de 2013, sexta-feira (noite), sábado (tarde) e domingo (integral), realizou-se o 5º Encontro Alagoano Feminino de Capoeira (5º ENAFEC) e o 2º Batizado e Troca de Cordas do Grupo Legião Brasileira de Capoeira, com a presença de capoeiristas e comunidades dos diversos bairros, onde alcançamos nosso objetivo que é a integração social e comunitária, já que tivemos a presença de capoeiristas dos Estados de Pernambuco, Paraíba, Piauí, Sergipe, Bahia e Ceará. Durante os três dias, passaram pelo evento cerca de 270 pessoas, entre capoeiristas e simpatizantes.

No sábado, foi realizado o campeonato feminino, onde foram classificadas as capoeiristas que irão participar do Campeonato Sergipano de Capoeira no mês de setembro: Instrutora Pequena do Capoeira Muzenza, Graduada Lua do Ginga Brasil e a Graduada Muda do Capoeira Raça. Estiveram presentes vários grupos de capoeira, entre eles: Grupo de Capoeira Raízes Negras, Grupo Legião Brasileira de Capoeira, Capoeira Candeias, Centro Cultural Senzala de Capoeira, Grupo Capoeira Lua de São Jorge e Capoeira Escola Herança Brasileira. Destacamos, ainda, os novos graduados: Monitor André e Monitora Linda.

PROGRAMAÇÃO

Dia 16 – Praia de Sete Coqueiros (Pajuçara)
19h00 – Roda de Abertura

Dia 17 – SESC Poço
16h00 – Seletiva Feminina de Capoeira
Seleção de equipe feminina para participar do Campeonato Sergipano de Capoeira (Aracajú/SE)

Dia 18 – SESC Poço
07h30 – Inscrições
08h30 – Roda de abertura
09h00 – Benguela – Professora Smuft (Grupo Legião Brasileira de Capoeira)
09h30 – Maculelê – Monitora Índia e Instrutora Preta (Grupo de Capoeira Raízes Negras)
10h00 – Aulão Aberto – Instrutora Pequena (Capoeira Muzenza)
10h30 – Dinâmica para Crianças – Professora Larissa (FAL)
11h00 – Acrobacias – Professor Tubarão (Grupo de Capoeira Candeias)
11h30 – São Bento – Monitora Barbie (Grupo Legião Brasileira de Capoeira)
12h00 – Roda de intervalo
14h30 – Abertura do Batizado e Troca de Cordas com apresentação dos capoeiristas mais graduados
15h00 – Roda de Contramestres, Mestrandos, Professores, Instrutores e Monitores
15h40 – Roda de Crianças
15h50 – Roda de Mulheres
16h00 – Início do Batizado e Troca de Cordas
17h30 – Roda de encerramento
18h00 – Encerramento

PATROCÍNIO:

Secretaria de Estado da Saúde de Alagoas – DIPS/SUVISA/SESAU
Secretaria de Estado da Mulher, da Cidadania e dos Direitos Humanos – SEMCDH
Serviço Social do Comércio – SESC

APOIO

Toka do Tatu (tatuagens)
Centro de Treinamento Leão de Judá
Trator Terra
Quentex Marmitas (quentinhas)
Nilda Moto
Quitéria Cabelos
WS Confecções
PH Água e Gás
Estúdio do Corpo (academia)
Só Esporte Magazine
CEFA – Centro Educacional Francisco de Assis
FMAC – Fundação Municipal de Ação Cultural
Escola Estadual Ladislau Neto
TV Pajuçara – Programa Esporte Campeão

MATÉRIA: http://tnh1.ne10.uol.com.br/video/esporte-campeao/2013/08/10/5-encontro-alagoano-feminino-de-capoeira

VÍDEOS

{youtube}vAxOoGP7-f8{/youtube}

{youtube}i7T3tjSCwdo{/youtube}

{youtube}_9ozsrWzhC0{/youtube}

 

AGRADECIMENTO

A Coordenação, Direção, Oficineiros, Palestrantes e Participantes do 5º Encontro Alagoano Feminino de Capoeira (5º ENAFEC) e do 2º Batizado e Troca de Cordas do Grupo Legião Brasileira de Capoeira realizado nos dias 16, 17 e 18 de agosto de 2013 agradecem e manifestam seu reconhecimento aos FUNCIONÁRIOS que compõem a administração do SESC Poço, diante do compromisso, responsabilidade e empenho em prestar apoio e assistência ao evento, contribuindo para o pleno funcionamento e na garantia de um evento tranqüilo.

Petrópolis, RJ, sedia encontro nacional de capoeira

Encontro é promovido pela Escola de Capoeira Água de Beber.
O encontro terá ainda palestras e oficinas com mestres capoeiristas.

Petrópolis vai receber entre os dias 18 e 20 de outubro o 31º Encontro Nacional de Capoeira, promovido pela Escola de Capoeira Água de Beber (ECAB), do Mestre Vuê, um dos capoeiristas mais conhecidos do país.

Este ano, além das atividades tradicionais, como batizado, troca de cordas, rodas e oficinas, a escola  vai promover a formatura do Mestrando “Jé”, representante da ECAB no Rio Grande do Sul.

O encontro terá ainda palestras e oficinas com mestres de grande valor cultural, como Mestre Nenel (filho de Mestre Bimba) e Mestre Ciro (discípulo de Mestre João Pequeno), ambos de Salvador (BA), além da participação de mestres e professores de diversos Estados.

O encontro tem como tema o programa “Capoeira de mãos dadas com a educação”, desenvolvido pelo Mestre Vuê desde 1998 nas escolas da cidade e cujo objetivo é promover a capoeira como arte e educação.

O batizado, a troca de cordas e a formatura serão abertos ao público no dia 20 de outubro, às 15h, no Coral Concórdia localizado à Rua Treze de Maio, 252 – Centro. A entrada será mediante doação de 2 kg de alimentos não perecíveis por pessoa. O total arrecadado será destinado ao Lar São João de Deus, que fica em Itaipava.

Informações sobre a Escola de Capoeira Água de Beber ou sobre o 31º Encontro podem ser obtidas através do telefone (24) 9231-2536 ou do site.

SERVIÇO


31º Encontro Nacional de Capoeira


Dia 18/10/2012
Local: Centro Educacional de Itaipava
17h30 – Oficina de Capoeira Angola para crianças com a profª Nani de João Pequeno
18h30 – Oficina de Capoeira Angona com Mestre Ciro Lima

Dia 19/10/2012
Local: Coral Concórdia
18h – Oficina de Capoeira Angola para crianças com a profª Nani de João Pequeno
19h – Oficina de Capoeira Angona com Mestre Ciro Lima
21h – Palestra sobre Mestre Bimba – com Mestre Nenel (filho de mestre Bimba)

Dia 20/10/2012
Local: Praça D. Pedro
11h – Roda de Capoeira e Maculelê

Local: Sociedade Coral Concórdia
15h – 31º Encontro Nacional de Capoeira
Batizado, Troca de cordas e Formatura
(entrada 2kg de alimentos não perecíveis por pessoa)

 

Fonte: http://g1.globo.com

EVENTO DO CENTRO CULTURAL CAPOEIRA GUNGANAGÔ

Ocorreu nos dias 24 e 25 de Março,  ECONTRO DE CAPOEIRA, BATIZADO, TROCA DE CORDAS E FORMATURA em Novo Hamburgo, Rio Grande do Sul.
O evento contou com a presença de capoeiristas de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

No sábado tivemos o batismo e troca de cordas de alunos que participam do Projeto Voluntário Capoeira Para Todos, e o ponto alto foi a Formatura do Estagiário Gigante de Novo Hamburgo- RS, e a confirmação da Corda de Instrutor do Estagiário Alf de Florianópolis-SC.

O evento foi coordenado por Mestre Kadu (presidente do Centro Cultural Capoeira Gunganagô) e organizado pelo Formado Gigante.

Estiverem presentes no evento: Mestre Pop (Grupo Aú – Florianópolis/SC), Mestre Carson (Grupo Muzenza – Porto Alegre/RS), Mestre Delmar (Grupo Esporte Nacional- Porto Alegre/RS), Mestrando Grande (Grupo Nação- Porto Alegre/RS), Contra Mestre Ênio (Centro Cultural Gunganagô – Florianópolis/SC), Prof. Esquilo (SC), Prof. Chicão (SC), Prof. Salsicha (RS), Prof Mister M (RS), Prof Cabeleira (RS), Prof Victor (SC), diversos instrutores, graduados, etc.
No domingo dia 25 houve na Escola Municipal Monteiro Lobato uma palestra ministrada por Mestre Kadu, de Florianópolis sobre história da musicalidade na capoeira, suas origens e influências.

Haiti: II Batizado e Entrega de Cordas do Projeto Gingando pela Paz

No mês de dezembro será realizado o II Batizado e Entrega de Cordas do Projeto Gingando pela Paz. Ocasião em que também será celebrado o segundo ano do projeto no país. A programação prevê aulas, apresentações e exibição de filme. O Batizado contará com a participação dos 380 alunos do projeto e alunos da classe do Centro Cultural do Brasil Celso Ortega Terra. O evento contará com a participação de mestres e capoeiristas de países como Brasil e República Dominicana.


II BATIZADO E ENTREGA DE CORDAS DO GINGANDO PELA PAZ

DE 5 A 10 DE DEZEMBRO DE 2010.

PORTO-PRÍNCIPE, HAITI

As atividades do projeto tiveram início em outubro de 2008 como parte do Programa Onè Respè pou Bèlè (Honra e Respeito por Bel-Air), da Ong Viva Rio. Inicialmente atendendo crianças e jovens provenientes das bases (guangues) que se auto-denominavam “soldados”. Após o dia 12 de janeiro, o número de alunos duplicou, assim como as atividades oferecidas. Dentre elas, a Formação de Jovens Liderenças: jovens que estão sendo preparados para se tornarem futuros educadores em capoeira, que além da pratica da capoeira participam de atividades que visam desenvolver a potencialidade, a consciência de comprometimento social e cursos de formação profissonal, através de parcerias com outros projeto do Viva Rio e com a Embaixada do Brasil no Haiti.

Em seu primeiro batizado, realizado em dezembro de 2009, foram realizadas diversas atividades, como Apresentações em hotéis e restaurantes, exibições de filme no Centro Cultural do Brasil no Haiti Celso Ortega Terra, apresentações em praças públicas, entre outras. 150 alunos foram batizados em um evento que contou com a participação de pais, amigos, do Embaixador Igor Kipman e sua esposa Roseana Kipman, do Coordenador Executivo do Viva Rio Rubem Cesar Fernandes, entre outros membros do Viva Rio e de outras instituições que atuam no Haiti.

Este ano, além das atividades do ano anterior, o evento contará com oficinas que serão realizadas pelos convidados do Brasil. Dentre elas, uma palestra que terá como tema: A capoeira como Ferramenta para a Construção da Paz em Áreas de Conflito, oferecida por Catharine Peres, capoeirista, pedagoga e Tecnica em Assuntos Educacionais da UFRJ. E uma aula especial realizada pela Mestra Borboleta/RJ que objetiva inspirar e fortalecer a participação das mulheres na prática da capoeira. Dentre os convidados ainda estão ainda os mestres Régis, Batata, o Professor Pernambuco, do projeto Luta Pela Paz, Maré/RJ e o Instrutor Kazan, da República Dominicana.

 

O Batizado, um importante momento para o capoeirista.

O Batismo é o momento em que o aluno é apresentado para a comunidade da capoeira, jogando em uma roda na presença de mestres e recebendo o seu apelido, que irá o acompanhar por toda vida. Este momento é como o nascimento de um filho para o mundo, que deverá ser orientado, amparado nos momentos de dificuldades. E, principalmente, inspirado a dar o melhor de si e acreditar no seu potencial para realizar os sonhos que trazem o seu coração.

 

Flávio SAUDADE
Coordonnateur Projet Gingando pela Paz
www.vivario.org.br

(509) 3854.0202

flaviosoares@vivario.org.br

http://flaviosaudade.wordpress.com

Skype: fláviosaudade

 

VIVA RIO HAITI

#167, Blvd  Jn Jacques Dessalines

Pourt-au-Prince, Haiti (Zone Portail St. Joseph)

10º Batizado de Capoeira e Formatura Companhia Pernas Pro Ar

Na semana da Consciência Negra:

Nos dias 18 a 21 de novembro de 2010 a Associação Cultural Companhia Pernas Pro Ar (CPPA) realizará  nas cidades de Belo Horizonte e Pedro Leopoldo, o 10º Batizado e Troca de Cordas e Formatura.

O evento organizado pelo Contra-Mestre Boca de Peixe (Danny Lopes) tem como objetivo realizar um encontro esportivo-cultural, comemorar os dez anos da Associação e celebrar a semana da Consciência Negra. Além dos capoeiristas de Belo Horizonte, o evento receberá convidados de outras cidades e estados; e como convidado especial, o Contra Mestre Porquinho da Alemanha.

Participarão do 10º Batizado e Troca de Cordas cerca de 400 crianças e adolescentes de vários projetos sociais: Projeto Jabuti e Ação Social Paula Francinette de Belo Horizonte, Projeto Vem Ser e Educação com Arte de Pedro Leopoldo.

A programação conta com Festival de musicas, exposição de fotos dos 10 anos da CPPA, exibição de vídeos,

workshops de capoeira, Batizado, Troca de cordas e Formatura. O grande atrativo do evento é a formatura do Contra Mestre Boca de Peixe como Mestre e do Instrutor Jabuti como Professor.

Mais informações pelo site www.cppa.com.br ou twitter @Boletim_CPPA.

 

A Associação Cultural Companhia Pernas Pro Ar

A Associação Cultural Companhia Pernas pro Ar foi fundada em 24 de março de 2000, pelos Contra-Mestres Boca de Peixe (Danny Alexandro Lopes de Oliveira) – graduado em Educação Física pelo UNI-BH e pós-graduado em Ed. Física Escolar pela UGF, e Porquinho (Nayro Ângelo Lopes de Oliveira) – residente em Köln (Alemanha) desde 1997, onde desenvolve um importante papel na divulgação da cultura Brasileira.

No Brasil, está presente em Belo Horizonte, Pedro Leopoldo, Confins, Sete Lagoas, Mateus Leme, Matozinhos e São João Del Rei. No exterior, está presente na Alemanha, Polônia, Grécia, Síria e Bulgária.

Projeto da prefeitura de Quatis forma capoeiristas

A Secretaria Municipal de Esporte, Cultura, Lazer e Turismo, realiza neste sábado (4), a cerimônia de Batizado e Troca de Cordas dos alunos que participam do projeto de capoeira, mantido pela prefeitura de Quatis.

O evento, realizado em parceria com o Grupo Muzenza, tem como objetivo a formação de novos profissionais da capoeira, bem como novos cidadãos.

Segundo o supervisor do grupo Muzenza em Quatis, André Nascimento, também conhecido como Mestre Quati, este é um momento único para aluno, que oferece oportunidade de crescimento cultural e profissionalizante.

“O batizado e a troca de corda possibilitam ao capoeirista o conhecimento cultural e aprimoramento técnico, pois a capoeira é uma luta e a cultura, uma sabedoria”, disse André.

A abertura da cerimônia será às 18h, com um curso de roda aberta ministrado pelo diretor nacional do Grupo Muzenza de Capoeira, Mestre Burguês, e apresentação de saltos. Logo após, haverá o batizado dos novos capoeiristas, que receberão das mãos do Mestre Quati, a corda de cor cinza – representando o primeiro estágio de um lutador de capoeira.

“Depois dos iniciantes, os graduados trocarão as cordas. Aí, um a um fará uma apresentação ao Mestre Burguês, que avaliará o ritmo e a parte técnica do atleta, entre outros”, explicou o supervisor do grupo.

De acordo com o secretário de Esporte, Cultura, Lazer e Turismo, Carlos Vagner, este momento é muito válido para o aluno, porque, além de trazer cultura e educação, aplica ganhos como a valorização pessoal e a propagação da capoeira.

“Para a cidade, um evento como este proporciona a busca da valorização e o resgate da arte da capoeira. Sem falar em lazer e entretenimento para a população”, destacou o secretário.

A cerimônia de Batizado e Troca de Corda do Grupo Muzenza de Capoeira acontecerá no Ginásio Poliesportivo, no bairro Nossa Senhora do Rosário.

 

http://www.diariodovale.com.br/noticias/4,27477.html

Semana comemorativa dos 10 anos do Centro Cultural Aprendizes

O Centro Cultural Aprendizes foi criado em Fevereiro de 2000, por seu fundador, Márcio Jeová Neumann – Mestre King, na cidade do Rio de Janeiro.

O grupo tem como objetivo direto, difundir a capoeira como filosofia de seu trabalho, seja buscando o desenvolvimento do nível técnico, teórico e didático-pedagógico da capoeira como arte, luta, cultura, profissão e filosofia de vida, visando resgatar a valorização dos verdadeiros Mestres antigos, como autênticos representantes da manifestação cultural genuinamente brasileira.

Programação do Evento de 10 anos do CCA – Março/2010

Este evento acontecerá a partir do dia 1º de março, na AABB Tijuca – Rua Haddock Lobo, 227 – Tijuca, Rio de Janeiro/RJ, Brasil.
Será um Batizado e Troca de cordas, além de estarmos comemorando os 10 anos de fundação do Centro Cultural Aprendizes.

2ª feira (01/03/2010)
Roda de abertura – 19:30 – Av. 28 de Setembro – em frente ao Planeta do Chopp.

3ª feira (02/03/2010)

Roda na Quinta da Boa Vista – 09:00
Aulão com Mestre Burguês – 20:00 – Academia

4ª feira (03/03/2010)

Aulão com o Mestre King – 20:00 – Academia

5ª feira (04/03/2010)

Roda em Caxias – 17:30

6ª feira (05/03/2010)

Trilha na floresta da Tijuca (horário a ser confirmado)
Treino e bate-papo com os mestres e convidados – 20:00 – Academia
Roda aberta nos Arcos da Lapa – 22:30

Sábado (06/03/2010)

Roda no Largo do Machado – 09:00
Entrega de cordas e formatura – 13h / 17h – AABB – Rua Haddock Lobo, 227 – Tijuca / RJ

Domingo (07/03/2010)

Encerramento

Para maiores informações, favor entrar em contato com os telefones: (21) 2567-4147 ou (21) 8289-4852.

Email: capoeiraaprendizes@yahoo.com.br

Mestre King
Centro Cultural Aprendizes.

Ilê de Bamba realiza batizado de capoeira e ritual de cordas neste domingo

O Centro Cultural Ilê de Bamba se prepara para um ‘batizado’ de capoeira entre os seus alunos. O ritual, que também inclui a ‘passagem de corda’, acontece anualmente entre os membros da entidade. No domingo, dia 13 de dezembro, mais de 40 alunos farão parte do evento. O 1º Festival de Capoeira – Batizado e Troca de Corda terá início às 13 horas e será aberto à comunidade.

Desde que o grupo existe, anualmente é realizado um ‘batizado’, ou ‘passagem de corda’ entre os integrantes do Ilê de Bamba. Na capoeira, esse ritual representa que o aluno ‘progrediu’, como passar de ano na escola, por exemplo.

“Eu acho que a corda não é o que faz o capoeirista, mas ela é um símbolo de que a gente evoluiu”, explica o capoeirista Ruly Lino Laurentino (foto), que pratica capoeira há quase dois anos.

A capoeira, assim como algumas artes marciais, possui o ritual da passagem de corda como uma ‘aprovação’ para seus alunos. Segundo o professor de capoeira do grupo Ilê de Bamba, Marcelo Aparecido de Barros, há um número oficial de cordas na capoeira, que muda de acordo com a capacidade do aluno.

“Nós não seguimos o modelo da federação. Preferi acrescentar um número maior de cordas, para dar mais tempo ao aluno”.

Conforme o tempo de aprendizagem, ou a melhora no desempenho do capoeirista, a corda, que é amarrada ao uniforme usado na luta, é trocada por uma corda de outra cor. Assim como existe o judoca “faixa preta”, na capoeira há a corda que representa a maior posição, que no caso, é a branca.

“A capoeira não é como o karatê, que você aprende os movimentos e troca de faixa. O ritual de trocar a corda é uma prova de que você adquiriu ali uma experiência de vida”, afirma o aluno Gilmar Henrique Rodrigues, que pratica capoeira há 10 anos, e trocará de corda este ano.

Este ano, cerca de 40 alunos participam do ritual do batizado. “Primeiro o aluno é batizado, o ritual da troca de cordas vem depois. Apenas os mestres têm direito de batizar os novatos”, diz Marcelo.

O evento será realizado no dia 13 de dezembro, no teatro PAX, a partir das 13 horas. Toda a comunidade está convidada a assistir.

Fonte: http://www.portalcomunitario.jor.br

Por: Camila Stuelp, Hortênsia Franco e Lígia Tesser