Blog

Vendo Artigos etiquetados em: dá

Curta sobre cultura afrobrasileira faz avant premiere em encontro de Capoeira Angola

“ANGOLA: Capoeira Ancestral” 

O curta metragem “ANGOLA: Capoeira Ancestral” terá sua avant premiere na próxima quinta-feira, dia 07 de abril, às 13h, durante o 3º Encontro Nacional de Capoeira Angola. Ele será reexibido na sexta-feira, dia 08, no mesmo horário. O encontro, que acontece entre 5 e 9 de abril, na Funarte, com entrada franca, é realizado pelo Grupo Iuna de Capoeira Angola, com os recursos do Fundo Municipal de Cultura. Com rodas, palestras, seminários, oficinas de Capoeira Angola e mostras de filmes, o evento vem sendo realizado desde 1999 e tornou-se referência para a comunidade capoeirística de Minas Gerais.  Nesse ano serão homenageados os mestres Cavalieri, Boca e Dunga e vindos diretamente de Santo Amaro da Purificação, Recôncavo Baiano, os mestres Felipe e Ivan, e Mestre Lua, de Salvador. Confira a programação completa em http://grupoiuna.blogspot.com/.


SINOPSE: Apertem os cintos! Vamos embarcar numa viagem para o passado. O nosso passado, o do povo brasileiro e da capoeira angola. Um passado bem antigo, de bem mais de 400 anos atrás, quando começaram a chegar ao brasil os primeiros negros africanos. Visitaremos a áfrica antiga, as fazendas de cana da bahia, o quilombo do palmares, zumbi e o rei ganga zumba em alagoas. O trabalho duro nos portos de recife. No recôncavo baiano conheceremos o besouro de macangá, o samba e política das vilas e favelas no rio de janeiro, com suas “maltas” de capoeiristas. Veremos que o governo do brasil republicano teve medo da organização do negro liberto e por isso fez da capoeira um crime. E veremos, principalmente, que o povo negro é lindo! Que nossa liberdade não tem amarras, nem fronteiras. Ainda mais quando se sabe valorizar a sua cultura e a sua herança ancestral.


DESTAQUE: CRIANÇAS PRODUZIRAM A ANIMAÇÃO


O documentário é um dos oito produtos culturais do DVD “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá”, co-produzido pela Associação Cultural Eu Sou Angoleiro e ATOS Central de Imagens. “ANGOLA: Capoeira Ancestral” é resultado da Oficina de Animação e Contação de Histórias, da qual participaram dez crianças do programa Escola Integrada da E. M. Hugo Werneck (comunidade do Morro do Cascalho, bairro Morro Alto, Belo Horizonte, MG). Eles foram selecionados para ajudar a construir uma parte da narrativa do documentário “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e volta que o mundo dá” e criaram cenas que remontam 400 anos da Capoeira no Brasil. A oficina atuou como uma ferramenta de resgate dessas memórias não registradas e um instrumento de interação e reflexão social. O projeto tem o patrocínio do Prêmio Capoeira Viva, Governo de Minas, Fundo Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, BDMG, Petrobrás e Governo Federal; foi desenvolvido em parceria com o Ponto de Cultura Flor do Cascalho e a Casa Civil da Presidência da República; com o apoio do Pão de Queijo Notícias, Instituto Caribé e Gegê Produções.


PRÉ-LANÇAMENTO do DVD “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá”


A avant premier do curta “ANGOLA: Capoeira Ancestral” integra as atividades de pré-lançamento do DVD “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá”. Ele é o resultado de seis anos de trabalho e envolvimento da comunidade capoeirística angoleira de cinco estados brasileiros.

PAZ NO MUNDO CAMARÁ em números:
6 anos de produção;
Mais de 40 profissionais envolvidos;
5 estados pesquisados;
58 locações (15 MG, 25 RJ, 12 BA, 5 PE, 1 AL);
51 entrevistados: 25 mestres de capoeira angola;
18 mestres da cultura popular/agentes culturais;
8 pesquisadores;
25 alunos tiveram contato com o mundo audiovisual

Com 35% das verbas reais Realizamos 70% de nossos objetivos. 

Conteúdo do DVD:http://paznomundocamara.blogspot.com/

EDIÇÃO LIMITADA. Faça logo sua reserva:falecom@atosimagens.com.br

CONTEÚDO DO DVD: 
8 PRODUTOS CULTURAIS

VIDEOS:

1) “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá” Documentario televisivo (52 minutos, Brasil: RJ, BA, PE, AL e MG); 
2) “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá- Minas Gerais”, Curta metragem (19 minutos, Minas Gerais) – produzido pelos alunos da Oficina de Produção Audiovisual “Documentos de Si”;
3) Making Off da Oficina de Produção Audiovisual “Documentos de Si”– 13 capoeiristas capacitados em Audiovisual – 4 min;

{youtube}2TaQL9i5Wo0{7youtube}

FOTOS: 

4) Fotos de Cena (Still) no Brasil;
5) Referências Pesquisa Histórica;
6) Pesquisa iconográfica Arquivo Nacional; 

TEXTOS

7) Revista Angoleiro é o que Eu Sou!;
8) Encarte- Resumo da Pesquisa in loco em MG, BA, RJ, PE e AL sobre a capoeira angola no Brasil.

Conheça os outros sete produtos culturais do projeto:http://paznomundocamara.blogspot.com/

Esse projeto recebeu o Prêmio Capoeira Viva e possui patrocínio do Fundo Estadual de Incentivo à Cultura de Minas Gerais, BDMG, Governo de Minas, Petrobrás e Governo Federal. Foi desenvolvido em parceria com o Ponto de Cultura Flor do Cascalho e a Casa Civil da Presidência da República e possui apoio do Pão de Queijo Notícias, Instituto Caribé e Gegê Produções.

SERVIÇO


EVENTO:  Avant premiere do curta metragem “ANGOLA: Capoeira Ancestral” durante o 3º Encontro Nacional de Capoeira Angola

DATA: 7 e 8 de abril de 2011

HORÁRIO: 13h

LOCAL: FUNARTE,  R. Januária, 68, Floresta / BH/MG

INFORMAÇÕES: (31) 3483-5301 / 4063-9822

LINKS: http://paznomundocamara.blogspot.com/
www.atosimagens.com.br
www.eusouangoleiro.org.br
http://grupoiuna.blogspot.com/

Pernambuco: X Encontro Internacional, Batizado e Troca de Cordas da Associação Capoeira Interação

Ocorreu no dia 26/02/2011 no Núcleo de Educação Física da Universidade Federal de Pernambuco o X Encontro Internacional, Batizado e Troca de Cordas da Associação Capoeira Interação, organizado pelo Prof. Henrique Kohl “Tchê” e pela Formada Cupido com supervisão do Contramestre Vulcão.

O evento, que desde o segundo ano da associação acontece no sábado que antecede o sábado de carnaval, comemorou uma década de intervenções realizadas pela associação em parceria com importantes entidades representativas da capoeira de Pernambucana e setores da UFPE (Exs.: Laboratório de Sociologia do Esporte-DEF/CCS/UFPE, Programa de Pós-Graduação em Educação-PPGed/UFPE, Núcleo de Educação Física-NEFD/UFPE, Departamento de Educação Física-DEF/UFPE, Coordenação de Educação Física, Programa Cabeça de Área da TV Universitária/UFPE, etc.).

Na ocasião do evento, homenageamos o Prof. Dr. Edilson Fernandes de Souza e o Prof. Dr. José Luis Simões pelos espaços oportunizados pela extensão universitária em prol da capoeira; a Profª. Msª Daise França (IFPE-Belo Jardim/PE) recebeu moção de reconhecimento pelo trabalho da capoeira com a terceira idade; os mestres de capoeira Marco-Angola e Senzala (Associação de Capoeira Volta que o Mundo Dá), juntamente com a Srª Edna Gomes da Silva (Secretária Municipal de Programas Sociais e da Mulher do Cabo de Santo Agostinho) receberam moções relativas ao trabalho social com capoeira desenvolvido no estado e os mestres de capoeira Birilo e Mula (Associação de Capoeira Meia Lua Inteira) foram as referências da capoeira homenageadas no evento.

A Associação Capoeira Interação reafirmou durante todo o evento que todas as entidades presentes são importantes para a projeção qualitativa da capoeira pernambucana e que merecem mais reconhecimento pelas contribuições de inconteste importância delineadas até o momento. Abrilhantaram o evento alunos(as) das entidades convidadas, além das lideranças abaixo relacionadas:

Mestres

Galvão (Capoeira Raízes), Dentista (Muzambê), Renato (Axé Liberdade), Peu (Quilombo), Grillo (Arte e Malícia), Marco Angola(Volta que o Mundo Dá), Senzala (Associação de Capoeira Volta que o Mundo Dá), Maciano (Muzambê),Mula (Meia Lua Inteira),Babuíno (Candeias), Americano (Malunguinho),Pezão (Raízes de Salvador), Sérgio Tatu (Brazambuco), Til (Bamba Capoeira), Robocop (Capoeira Liberdade) e Ligeirinho (Capoeira Raízes).

Contramestres

Pernalonga (Grupo Arte Nossa/Portugal), Cupim (Ungo Capoeira), Gereba(Ungo Capoeira), Cuscuz (Filho da Capoeira),Pajé (Legião Brasileira de Capoeira), Macarrão (Grupo Legião Brasileira de Capoeira), Leto (Legião Brasileira de Capoeira), Pingo (Gingarte Capoeira), Kadocá (Escola Brasileira de Capoeira), Enrrolado (Quilombo da Catucá), Bola (Quilombo), Malhado (Quilombo), Gato (Quilombo), José Radiola (Projeto Social José Radiola) e Dendê (Dendê Arte e Dança Capoeira).

Professores

Soldado (Associação de Capoeira Volta que o Mundo Dá), Timão (Associação de Capoeira Volta que o Mundo Dá), Paçoca(Associação de Capoeira Volta que o Mundo Dá),  Zumbi (Grupo Capoeira Brasil),Peixe (Muzenza), João (Ginga Brasil), Caju (Axé Liberdade), Preguiça (Legião Brasileira de Capoeira),Pernalonga (Legião Brasileira de Capoeira), Bruce (Legião Brasileira de Capoeira) e Bira (Quilombo).

Instrutores(as)

Tom (ABADA Capoeira), Paulo Brasil (Ungo Capoeira/Bélgica), Parasita (Ungo Capoeira), Kinha (Capoeira Brasil), Guri (Capoeira Brasil), Bambinho (Ginga Brasil), Séla (Legião Brasileira de Capoeira), Pallos (Força da Capoeira) e Tibério (Capoeirarte).

Monitores

Erinho (Legião Brasileira de Capoeira), Paçoca (Volta que o Mundo Dá), Coruja (Associação de Capoeira Volta que o Mundo Dá), Tampinha (Legião Brasileira), Edu( Legião Brasileira de Capoeira), Pesado (Legião Brasileira de Capoeira), Bolado (Arte e Cultura), Mandinga (Oficina da Capoeira), Lampião (Oficina da Capoeira), Sóia (Ungo Capoeira) e Fêlix (Ungo Capoeira).

RJ: 20º Encontro de Capoeira Regiangola

Oficinas, cursos e palestras serão oferecidos durante todo o mês de maio

Desde o início deste mês e até o dia 30, a capoeira será tema principal em Teresópolis. Promovido pelo Mestre Sorriso, junto ao SESC-Rio e a Secretaria de Cultura, o 20º Encontro de Capoeira Regiangola reunirá durante todo o mês de maio alunos e interessados no esporte em cursos, oficinas, debates e palestras, finalizando o encontro com a entrega das cordas de graduação aos alunos do Regiangola.

“No último dia, no ‘aulão’, virão grupos de vários municípios como Macaé, São Gonçalo, Rio de Janeiro, para participar, além de quatro alunos da Itália, onde temos pólo há 3 anos, para receber aqui a corda”, explicou o Mestre Sorriso. De acordo com ele, todas as ações são abertas ao público, mas é necessária a inscrição pelo telefone 9236-0084, pois as oficinas serão em diferentes lugares.

Segundo Mestre Sorriso, a capoeira é muito bem vista internacionalmente, mas o brasileiro mesmo não dá tanto valor. “Os alunos de fora são mais interessados, prestam atenção em cada movimento e são extremamente dedicados. No Brasil, não são todos os alunos que são assim, são poucos na verdade. Acho que é porque a cultura é nossa, e vivenciamos muito, e acaba que não se dá tanto valor”, comentou. Ressaltando que atualmente a capoeira já conta com confederações internacionais, Mestre Sorriso afirmou que o objetivo é bem claro: a profissionalização e a busca de espaço nas Olimpíadas.

Os apoiadores do 20º Encontro de Capoeira Regiangola são: Lojas Bom Preço Auto Peças, Photo Santa Tereza, Tepel Pneus, Papelaria Globo, Posto Rezende, Neoderm, Só Cartuchos, Versom, Sérgio Gravações, Diário TV, TV Cidade, Rede Rio TV, Tere TV, SESC, LTD e Prefeitura de Teresópolis.

 

Fonte; http://odiariodeteresopolis.com.br

Documentário de Carem Abreu: PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá MG

Ola amigos e colegas, com muita satisfação informamos que nosso curta documentario “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá- Minas Gerais” iniciou sua “volta ao mundo” no circuito de mostras e festivais do Brasil.

Ele está sendo exibido hoje, quarta, dia 07/04, durante a programação da 1ª Mostra SESC de Cinema e Video Brasiliense.

Quem estiver em Brasilia poderá conferir o documentario às:

19h – Teatro Newton Rosi- SESC Ceilândia
20h – Teatro Silvio Babato- SESC Setor Comercial Sul
(Programação 1ª Mostra SESC de Cinema e Vídeo Brasiliense)

“PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá- MG” 15′, documentário, Minas Gerais

SINOPSE: A Capoeira Angola é mais do que uma série de movimentos, do que uma luta corporal. A luta da capoeira é mais social, mais histórica, mais cultural. Nesse curta metragem vários mestres angoleiros de Belo Horizonte (MG) resgatam a recente história da capoeiragem da cidade E mais: nos convidam para uma visita as danças afro e contemprânea, ao samba, ao congado, ao camdomblê e ao teatro. O que essas expressões culturais têm haver com Capoeira Angola? Veja nesse documentário que é muito mais do que uma forte vontade de valorizar toda a africanidade incrustada no jeito brasileiro de ser.

DIRETORA:CAREM ABREU
PRODUTOR:JOÃO VALADARES e JOSIANE BRAGA
PRODUTORA EXECUTIVA:CAREM ABREU

O documentario foi produzido pelos alunos capoeiristas da Oficina de Produção Audiovisual “Documentos de Si”.

“OFICINA DE PRODUÇÃO AUDIOVISUAL: DOCUMENTOS DE SI”: foram capacitados 15 angoleiros , de 14 a 35 anos, de diversas frentes de trabalho da ACESA em funções audiovisiais como roteiristas, produtores, assistente de direção, fotógrafos de cena (Still), cinegrafistas e editores. Como prática de estudo eles produziram o curta “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá – Minas Gerais”, que compõe o documentário de 55 minutos acima mencionado. A Oficina de Produção Audiovisual “Documentos de Si” aconteceu na ATOS Central de Imagens e potencializou as atividades culturais e a utilização dos equipamentos audiovisuais do recém-inaugurado Ponto de Cultura Flor do Cascalho (Morro das Pedras), da ACESA. De setembro de 2008 a abril de 2009 eles tiveram aulas e realizaram seu primeiro curta sob o olhar de quem vivencia e pratica o tema abordado: a Capoeira Angola. Neste documentário locais como a Comunidade da Pedreira Prado Lopes, Alto Vera Cruz, Saudade, Morro da Cascalho, Bairro Nacional foram abordados sob a perspectiva cultural e social, ao contrário do viés denotativo da violência e do tráfico de drogas.

CORPO DOCENTE:
Narrativas Documentais –  ATHAIDES  BRAGA
Projeto DVD Paz: importância da pesquisa histórica na construção de um documentário – CAROLINE CÉSARI
Pesquisa histórica- DIMAS DE SOUZA
Roteiro documental-  CAREM ABREU
Direção de Produção-  MARY RODRIGUES
Fotografia e Prática Still – LUIZA VIANNA
TOM AMÂNCIO – Cinegrafista (handcam Sony)
Cinegrafista (camera HVX200- profissional) – LUCAS EMOREIRA
Edição –  CELSO LEMBI e LOURENÇO VELOSO

PROFISSIONAIS
Coordenador Técnico / Mestre de Capoeira – MESTRE JOÃO ANGOLEIRO
Produtora Executiva/Roteirista / Diretora – CAREM ABREU
Direção de Fotografia/ Cinegrafistas – LUCAS EMOREIRA e  DIOGO RAMOS
Produtor Belo Horizonte –  PEDRO VALADARES
Tecnica de Som – MILAGROS VAZQUEZ
Assistente de Coordenação / Assistente de Produção – MARILENE SANTOS

ALUNOS
Assistente de Direção –  FLAVIA SOARES
Coordenação de Produção –  JOSIANE BRAGA
Assistentes de Produção – SERGIO PEREIRA DE OLIVEIRA/ DAVIDSON FELIPE DOS SANTOS RIBEIRO
Roteiristas – CLEVES HENRIQUE DE ABREU SILVA / OTAVIO AUGUSTO CHAVES
Cinegrafistas – ANGELO AUGUSTO DE OLIVEIRA SANTOS/ CLAUDINEI SILVA SANTOS
Editores –  CARLOS RENATO /JOÃO ALVARO MORAES DE MELO
Still – JOSIANE BRAGA / JACK LUCAS MACHADO DINIZ / WARLEN MOTA  –

ENTREVISTADOS: 1-Mestre Rogério- Associação Cultural Angola Dobrada – ACAD – Santa Tereza; 2- Mestre Jurandir- Fundação Internacional de Capoeira Angola- FICA  – Bairro Bonfim; 3- Mestre Primo – Grupo Iúna  de Capoeira Angola – Bairro Saudade; 4- Mestre Leo – Grupo Meninos de Palmares  – Alto Vera Cruz; 5- Mestre Dunga – Grupo Senzala Eu Bahia – Praça Sete; 5-Mestre João –  Associação Cultural Eu Sou Angoleiro – Centro; 6- Treinél Ricardo Manaus – Flor Do Cascalho- Morro das Pedras; 7- Treinel Gino – Grupo ILÚ AIÊ – Bairro Nacional; 8- Contra Mestre Medonha  – Alto Vera Cruz; 9- Contra Mestre Renê – Grupo Camujerê – Parque Municipal; 10- Mestre Márcio Alexandre ( Dança Afro ) – Parque Municipal; 11- Junia Bertolino (Dançarina Afro) – Parque Municipal; 12- Marilene (Dança Afro) Parque Municipal; 13- Flavia Soares(Dançarina Afro) Parque Municipal; 14- Negoativo – Capoeirista e músico(Berimbrow) – Bairro Maria Goreti; 15- Mauricio Tizumba, ator interpretou Besouro de Mangangá – Praça de Santa Tereza; 16- Rui Moreira (Cia de Dança Será que) – Teatro Alterosa ; 17- Alexandre Partideiro (fez samba de roda com a capoeira) – Pedreira Prado Lopes; 18- Dona Elisa (velha guarda do samba de BH) Pedreira Prado Lopes; 19- Mestre Conga (Velha guarda do samba de BH) Pedreira Prado Lopes; 20- Candomblé de dona Efigenia – Floresta; 21- Congado – Reinado de dona Isabel – Bairro Concórdia

AGUARDEM: em agosto ESTREIA “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá- BRASIL”

“PAZ NO MUNDO” EM NÚMEROS
Entre janeiro e março de 2009 realizamos as gravações do documentário em cinco estados: Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Salvador e Santo Amaro da Purificação (BA), Recife e  Olinda (PE) e Quilombo dos Palmares (Serra da Barriga- AL). Ao todo entrevistamos 25 mestres de capoeira angola (os mais expressivos/ importantes de cada estado);  18 mestres da cultura popular e ou agentes culturais; gravamos em 65 locações (12 BA, 25 RJ, 15 MG; 1 AL; 12 PE); Nossa equipe técnica contou com 30 profissionais e instruimos 23 alunos em nossas oficinas.


CAPOEIRA PARA ALÉM DO BESOURO

Mais do que a valorização dos golpes, da ênfase à luta, enfocada no filme “Besouro” o documentário “PAZ NO MUNDO CAMARÁ” propõe uma reflexão da capoeira para além do movimento corporal. O movimento da capoeira angola é um movimento de revolução pessoal e social. É uma luta, mas pela valorização de nossa ancestralidade, de nossas raízes e pela liberdade, realizadas nos terreiros da cultura popular em todo o Brasil.


O QUE É “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá”

Nosso projeto consiste principalmente na produção de um documentário televisivo de 55 minutos sobre os 400 anos da Capoeira Angola no Brasil. Através de uma ampla pesquisa realizada nos estados do Rio de Janeiro, Bahia (Salvador e Recôncavo Baiano), Pernambuco (Recife e Olinda), Alagoas (Parque Nacional Quilombo dos Palmares – Serra da Barriga) e Minas Gerais, buscamos compreender como a Capoeira Angola conseguiu em menos de um século, transformar- se de uma luta praticada pela “escória social”, o primeiro crime terror dos republicanos oitocentistas, em um “instrumento de inclusão social e paz no mundo” – palavras do Ministro da Cultura Gilberto Gil, proferidas em conferência na ONU/Genebra em 2004.

O documentário televisivo “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá”, foi idealizado pela ATOS Central de Imagens, em 2005 e desde 2007 vem sendo realizado em parceira com a Associação Cultural Eu Sou Angoleiro. Ele ficará pronto em 2010 e será veiculado no Canal Brasil, na TV América Latina (TAL), além de TVs abertas e fechadas exibidoras desse gênero, e em mais de 60 festivais e mostras de cinema no Brasil e no mundo. Serão produzidas 200 cópias desse produto cultural que poderá ser utilizado como um novo material didático, criado para subsidiar a implantação da Lei nº 10.639/03 em escolas de Minas Gerais, e também distribuído para imprensa, formadores de opinião, embaixadas e patrocinadores.

TODOS OS PRODUTOS CULTURAIS do projeto PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá”:
1- Revista “Angoleiro É o que Eu Sou!” – Edição 3;
2- reformulação do site www.eusounagoleiro. org.br/portal200 9;
3- Oficinas de Produção Audiovisual “Documentos de Si” e de “Animação e Contação de Histórias”;
4- Exposição fotográfica;
5- curta metragem 15 min: “ PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a Volta que  o mundo dá- MG”;
6- documentário televiso, 55 min, “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a Volta que  o mundo dá”.

Professor de capoeira é preso fazendo sexo com aluna de 10 anos

ABUSO: Foi com enorme repulsa que recebemos a notícia da prisão em flagrante do Mestre de Capoeira, Ailton Leonardo da Silva (Mestre Careca), de 54 anos, por crime de carater sexual contra uma de suas alunas com apenas 10 anos de idade

Fica a matéria retirada do conceituado Jornal do Estado do Rio de Janeiro: O Globo (Ver texto original) para que nossa comunidade reflita e comente sobre o terrível acontecimento que infelizmente acontece em nossa sociedade não só nas academias de capoeira mais em todos os lugares imagináveis, até nos menos suspeitos…

Luciano Milani

Professor de capoeira é preso fazendo sexo com aluna de 10 anos (O Globo)

RIO – Um professor de capoeira foi preso na noite desta sexta-feira ao ser flagrado fazendo sexo com uma de suas alunas, de apenas 10 anos, dentro do carro, na Avenida Meriti, em Vicente de Carvalho, na Zona Norte. Ailton Leonardo da Silva, de 54 anos, foi abordado por policiais do 16 BPM (Olaria) no momento em que a criança praticava sexo oral.

Segundo o delegado Felipe Curi, que registrou o caso na 22 DP (Benfica), o professor dá aulas de capoeira no condomínio da vítima, também em Vicente de Carvalho. Ele convidou a menina para ir a uma lanchonete e, no caminho, começou a aliciá-la. Pressionada, a menor concordou em praticar sexo oral.

Ailton responderá pelo crime de estupro de vulnerável (antigo atentado ao pudor) e, se condenado, ficará de oito a 15 anos na cadeia.

Fonte: http://oglobo.globo.com

ALDEIA KILOMBO Século 21 lança os PRODUTOS CULTURAIS: PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá – MG

Curta metragem, revista, site e exposição fotográfica sobre a cultura popular de BH  têm lançamento no Palácio das Artes com a presença dos Mestres da Cultura Popular da cidade


AMANHÃ, SÁBADO, dia 05 de dezembro, a partir das 14h, no Palácio das Artes (Livraria Usina das Letras e sala Humberto Mauro), a ALDEIA KILOMBO Século 21, a Associação Cultural Eu Sou Angoleiro – ACESA e a ATOS Central de Imagens, realizam o lançamento dos produtos culturais “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá- MG”.

O evento integra as atividades em comemoração à CONSCIÊNCIA NEGRA e está sendo realizado com o coletivo ALDEIA KILOMBO SÉCULO 21, composto por oito segmentos da cultura popular de BH: Capoeira Angola, Dança Afro, Reggae, Hip Hop, Samba e Religiosidades (Candombe, Candomblé, e Congado).

Essas manifestações da cultura popular de BH foram abordadas como tema/PERSONAGENS do projeto “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá – MG” para a realização dos PRODUTOS CULTURAIS que serão lançados oficialmente no evento:

1- curta metragem “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá – MG” (realizado pelos alunos da Oficina de Produção Audiovisual “Documentos de Si”),
2- site www.eusouangoleiro. org.br
3- edição nº 3, da Revista “Angoleiro é o que Eu Sou!” (mais de 40 reportagens com mestres da cultura popular de MG).
4- Exposição fotográfica “Documentos de Si” (Still: fotos de cenas da gravação do curta)

ALDEIA KILOMBO SÉCULO 21 – ATRAÇÕES CULTURAIS
* RODA DE CAPOEIRA ANGOLA do grupo Eu Sou Angoleiro, com a participação especial de representantes de outros grupos de capoeira angola de BH.
* RODA DE CONVERSA: tema “Cultura de Raiz é resistência ancestral”
Com a presença de mestres da cultura popular de BH

D. Isabel (Rainha Conga de MG – Guarda de Congo e Moçambique 13 de Maio)

Mestre Dunga ( precursor da Capoeira Regional em MG),

Tatetu Arabomi (Movimento Nação Bantu),

Mestre Conga (velha guarda do Samba de BH),

Carlinhos de Oxossi (Grupo Fala Tambor)

Mediador: M. João Angoleiro

* MINI APRESENTAÇÕES de Dança Afro: Companhia Primitiva de Arte Negra

“PAZ NO MUNDO” EM NÚMEROS
Entre janeiro e março de 2009 realizamos as gravações do documentário em cinco estados: Belo Horizonte (MG), Rio de Janeiro (RJ), Salvador e Santo Amaro da Purificação (BA), Recife e  Olinda (PE) e Quilombo dos Palmares (Serra da Barriga- AL). Ao todo entrevistamos 25 mestres de capoeira angola (os mais expressivos/ importantes de cada estado);  18 mestres da cultura popular e ou agentes culturais; gravamos em 65 locações (12 BA, 25 RJ, 15 MG; 1 AL; 12 PE); Nossa equipe técnica contou com 30 profissionais e instruimos 23 alunos em nossas oficinas.

CAPOEIRA PARA ALÉM DO BESOURO
Mais do que a valorização dos golpes, da ênfase à luta, enfocada no filme “Besouro” o documentário “PAZ NO MUNDO CAMARÁ” propõe uma reflexão da capoeira para além do movimento corporal. O movimento da capoeira angola é um movimento de revolução pessoal e social. É uma luta, mas pela valorização de nossa ancestralidade, de nossas raízes e pela liberdade, realizadas nos terreiros da cultura popular em todo o Brasil.
O QUE É “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá”
Nosso projeto consiste principalmente na produção de um documentário televisivo de 55 minutos sobre os 400 anos da Capoeira Angola no Brasil. Através de uma ampla pesquisa realizada nos estados do Rio de Janeiro, Bahia (Salvador e Recôncavo Baiano), Pernambuco (Recife e Olinda), Alagoas (Parque Nacional Quilombo dos Palmares – Serra da Barriga) e Minas Gerais, buscamos compreender como a Capoeira Angola conseguiu em menos de um século, transformar- se de uma luta praticada pela “escória social”, o primeiro crime terror dos republicanos oitocentistas, em um “instrumento de inclusão social e paz no mundo” – palavras do Ministro da Cultura Gilberto Gil, proferidas em conferência na ONU/Genebra em 2004.
O documentário televisivo “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá”, foi idealizado pela ATOS Central de Imagens, em 2005 e desde 2007 vem sendo realizado em parceira com a Associação Cultural Eu Sou Angoleiro. Ele ficará pronto em 2010 e será veiculado no Canal Brasil, na TV América Latina (TAL), além de TVs abertas e fechadas exibidoras desse gênero, e em mais de 60 festivais e mostras de cinema no Brasil e no mundo. Serão produzidas 200 cópias desse produto cultural que poderá ser utilizado como um novo material didático, criado para subsidiar a implantação da Lei nº 10.639/03 em escolas de Minas Gerais, e também distribuído para imprensa, formadores de opinião, embaixadas e patrocinadores. 

TODOS OS PRODUTOS CULTURAIS do projeto PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá”:
1- Revista “Angoleiro É o que Eu Sou!” – Edição 3;
2- reformulação do site www.eusounagoleiro. org.br/portal200 9;
3- Oficinas de Produção Audiovisual “Documentos de Si” e de “Animação e Contação de Histórias”;
4- Exposição fotográfica;
5- curta metragem 15 min: “ PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a Volta que  o mundo dá- MG”;
6- documentário televiso, 55 min, “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a Volta que  o mundo dá”.

SERVIÇO
ALDEIA KILOMBO SÉCULO 21

faz o LANÇAMENTO dos produtos Culturais

“PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá- MG”

Data: 05/12/2009 – sábado
Local: Livraria Usina das Letras (Palácio das Artes) – Av. Afonso Pena, 1537, Funcionários.
Horário: 14h

ASCOM: Carem Abreu (9105-4369) 
Informações: (031) 4063-9822
www.atosimagens.com.br ou www.eusouangoleiro.org.br

TV Globo: Maria Flor grava cenas de ação na praia

Pedro Neschling também participou das tomadas da série “Aline”

Maria Flor gravou cenas de ação para o seriado “Aline”, na manhã desta terça-feira (18), em Copacabana, no Rio. A atriz, que é a protagonista da história, aparece na areia dando golpes de capoeira em Bernardo Marinho, intérprete de Otto, e ao lado de Pedro Neschling, que vive Pedro.

No intervalo das gravações, eles se divertiram segurando um rebatedor, usado pela equipe de iluminação. Maria falou sobre a série ao site da Rede Globo. “Acho bacana falar da juventude. É uma fase da vida pela qual as pessoas já passaram ou sabem que passarão. Tenho certeza que o público, independentemente da idade, vai se identificar muito”. Ela diz que tem poucas semelhanças com a personagem. “Ela é bem elétrica e, às vezes, eu sou assim também. Mas eu não conseguiria namorar dois ao mesmo tempo. Não dá!”, afirmou.

A série, baseada nos quadrinhos de Adão Iturrusgarai, vai contar o cotidiano de Aline, que mora junto com os dois namorados. O primeiro episódio foi exibido como um especial no fim do ano passado e o programa volta ao ar em outubro, com novos episódios.

JOVENS CAPOEIRISTAS ENTRAM NO MUNDO AUDIOVISUAL EM BH

Nesta quinta-feira, 23/04, às 19h, no Ponto de Cultura Flor do Cascalho, Região Sul de Belo Horizonte, acontecerá  a formatura de 12 jovens capoeiristas, de diversas frentes de trabalho da Associação Cultural Eu Sou Angoleiro – Acesa – na periferia da Região Metropolitana de Belo Horizonte. Angoleiros de  Sabará, Vespasiano, Contagem e de comunidades da capital como Morro do Cascalho, Pedreira Prado Lopes e Alto Vera Cruz, participaram da Oficina de Produção Audiovisual “Documentos de Si” e farão a pré-estréia do documentário “Paz no Mundo Camará: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá – Minas Gerais”, um curta metragem de 25 minutos, resultado de 6 meses de suas incursões ao mundo audiovisual, que será parte integrante do documentário final de 55 minutos.
 
A solenidade contará com a presença de vários personagens do curta , bem como representantes do Ministério da Cultura, do Fundo Estadual de Cultura do Estado de Minas Gerais e da Secretaria Municipal de Educação. Além da pré-estréia do documentário “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá –  Minas Gerais”, haverá uma exposição fotográfica das fotos de cena (Still) e uma apresentação cultural surpresa para os convidados.

MUNDO AUDIOVISUAL

Durante a Oficina, jovens entre 14 e 30 anos, vivenciaram uma nova perspectiva de atuação e capacitação em suas vidas: o cotidiano dos SETs de gravação do mundo audiovisual e todo o trabalho especializado dos bastidores das cenas como  roteiro, produção, direção, fotografia, cinegrafia e tudo que é necessário para produzir um documentário.  Eles entraram no mundo do cinema e conheceram de perto a linguagem audiovisual ao realizarem seu primeiro documentário, orientados por profissionais do mercado audiovisual mineiro.
 
A Oficina de Produção Audiovisual “Documentos de Si”  potencializou as atividades culturais e a utilização dos equipamentos audiovisuais do recém-inaugurado Ponto de Cultura Flor do Cascalho (Morro das Pedras), da ACESA, através da capacitação dos angoleiros para o mundo audiovisual. Por isso, desde setembro eles tiveram aulas, e em dezembro gravaram a etapa de MG do documentário global, sob o olhar de quem vivencia e pratica o tema abordado: a Capoeira Angola. Neste documentário locais como a Comunidade da Pedreira Prado Lopes, Alto Vera Cruz, Saudade, Morro da Cascalho, Bairro Nacional foram abordados sob a perspectiva cultural e social, ao contrário do viés denotativo da violência.
 
DOCUMENTÁRIO GLOBAL – 55 MINUTOS

Restringir a Capoeira Angola como apenas uma atividade física, não revela a sua verdadeira essência. Ao contrário do senso comum, no Brasil sua implicação é cultural, histórica, política e principalmente social, é o resultado da manutenção de 400 anos de resistência do modo de ser do negro. O projeto “PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá”, produzido pela ATOS Central de Imagens, em parceria com a Associação Cultural Eu Sou Angoleiro – Mestre João, apresenta uma perspectiva inédita sobre o assunto.

O projeto consiste em um documentário de 55 minutos que recebeu em 2008 o prêmio Capoeira Viva (do MINC, um dos 6 projetos de MG contemplados) e obteve financiamento do Fundo Estadual de Cultura de MG. O objetivo primordial é realizar uma pesquisa aprofundada na Bahia, Rio de Janeiro, Pernambuco e Minas Gerais, sobre a história da Capoeira Angola no Brasil e sua utilização como instrumento de inclusão social e paz no mundo.

Além do documentário que já tem exibição garantida no Canal Brasil e na TV América Latina, o projeto contempla ainda a realização da Oficina “Documentos de Si” e a edição da Revista “Angoleiro é o que eu Sou” e a formatação do site www.eusouangoleiro.org.br em portal.

FINANCIAMENTO E PARCERIAS
FUNDO ESTATUAL DE CULTURA MG, BDMG, SECRETARIA DE ESTADO DA CULTURA, PRÊMIO CAPOEIRA VIVA 2008, FUNDAÇÃO GREGÓRIO DE MATOS, PETROBRÁS, CENTRO CULTURAL UFMG, CANAL BRASIL, TV AMÉRICA LATINA.

REALIZAÇÃO

·        ATOS Central de Imagens
·        ACESA- ASSOCIAÇÃO CULTURAL EU SOU ANGOLEIRO – Mestre João Angoleiro

SERVIÇO
EVENTO: Formatura da Oficina Audiovisual “Documento de Si” do projeto PAZ NO MUNDO CAMARÁ: a Capoeira Angola e a volta que o mundo dá”
DIA: 23/04/2009
HORÁRIO: 19h
LOCAL: Ponto de Cultura Flor do Cascalho – (Morro do Cascalho/Morro das Pedras) Beco Marco Antônio, 250  – Grajaú – BH-MG  (próximo à Polícia Federal)

ASSESSORIA DE COMUNICAÇÃO:
ATOS Central de Imagens – WWW.atosimagens.com.br
 

Geral – falecom@atosimagens.com.br – 4063-9822
Carem Abreu – carem@atosimagens.com.br – 9297-1582
Junia Bertolino – juniabertolino@yahoo.com.br – 9917-6762
Liliane Martins – Liliane@atosimagens.com.br – 8884-7476

Bahia: Capoeira Angola – Resistência de um Povo

Capoeira Angola – Resistência de um Povo” é o tema do evento que vai apresentar a filosofia, ética, hierarquia e principais diferenças entre a capoeira de Angola e a regional, entre 19 e 24 de janeiro.

O XX Evento da Escola de Capoeira Angola Irmãos Gêmeos, de mestre Curió, é uma parceria entre a Secretaria Municipal de Educação, Cultura, Esporte e Lazer (Secult), através da Fundação Gregório de Matos, e o Ministério da Cultura.

O anfitrião será Jaime Martins, o mestre Curió, que com 71 anos ainda pratica e dá aulas de capoeira. O evento será realizado na Escola de Capoeira Angola, sediada no Pelourinho. Os interessados devem fazer as inscrições através do telefone: 71 3321-0396 ou pelo e-mail mestrecurio@yahoo.com.br.

Fonte: http://www.imbui.com.br

ACANNE: Na volta que o mundo deu, na volta que o mundo dá…

ACANNE: Associação de Capoeira Angola Navio Negreiro, Apresenta para 2008 o Ciclo de debates, vivências e exibição de vídeos, com intuito de refletir sobre Capoeira Angola, Identidade e Globalização.

"NA VOLTA QUE O MUNDO DEU, NA VOLTA QUE O MUNDO DÁ!"
Ciclo de debates, vivências e exibição de vídeos, com intuito de refletir sobre
Capoeira Angola, Identidade e Globalização.

Apresentação:

Na certeza de que só manterão suas identidades na globalizacao aqueles e aquelas que estiverem em constante permanência com a sua cultura, a ACANNE trabalhará este ano com a idéia de aprofundar conhecimentos sobre o papel da Capoeira Angola, enquanto prática de liberdade contemporânea e guardiã de valores identitários.

Apartir de Março, sempre na última Sexta Feira de cada mês, além da nossa tradicional roda semanal de Capoeira Angola, haverá uma atividade especial que fará parte da programação do projeto: "NA VOLTA QUE O MUNDO DEU, NA VOLTA QUE O MUNDO DÁ"

Local:

ACANNE – Associação de Capoeira Angola Navio Negreiro
Rua do Sodré, 48 – bairro: Dois de Julho – Salvador – Bahia
Fones: (71) 3321-7496 / 3321-1488 / 9148-5999
Maiores informações: mestrerene@yahoo.com
ou visitando nossos sites: www.acanne.com e www.acanne.org

Espero você em nosso Quilombo!!

Um abraço,

Mestre Renê Bittencourt