Blog

doador

Vendo Artigos etiquetados em: doador

Pará: Capoeiristas de Marabá mostram solidariedade

O Hemocentro Regional de Marabá (HRM) comemorou o sucesso em mais uma ação estratégica. Desta vez com a Associação Brasileira de Apoio e Desenvolvimento da Arte Capoeira – Abada-Capoeira, de 08 a 10 deste mês, que resultou em 52 comparecimentos que podem salvar até 208 pacientes adultos. A ação envolveu associados e familiares.
 
A ação estratégica fez parte de um grande evento esportivo promovida pela entidade, que contou com a participação de vários municípios daquela região do Estado. Durante o evento, aconteceram cursos técnicos, palestras e batizados de capoeiristas.
 
Antecedendo a coleta de sangue, profissionais do hemocentro promoveram palestras de sensibilização no período de 04 a 06/06, na sede da associação, com o objetivo de esclarecer e falar sobre a importância da sociedade no processo da doação de sangue.
 
Para o diretor do hemocentro, o médico Fernando Monteiro, o resultado da campanha é mais um reflexo da sensibilidade das entidades marabaenses. "Ninguém cresce sozinho. Precisamos sempre compor parcerias para melhorar cada vez mais a saúde pública de nosso Estado", observou ele, agradecendo a Abada-Capoeira.
 
Quem pode doar sangue
Qualquer pessoa saudável, com idade entre 18 e 65 anos e peso acima de quilos 50 quilos é um doador em potencial. O candidato deve estar bem alimentado e munido de documento de Identidade. Após preencher cadastro, ele passa por uma triagem clínica. Se aprovado, efetiva sua doação de sangue.
 
Doar sangue não dói, não vicia nem faz mal à saúde. Com a doação são realizados exames para Sífilis, Doença de Chagas, HIV, Hepatites, HTLV I e II, além da tipagem sanguínea. O resultado é enviado para residência do doador num prazo de até 30 dias.
 
A Fundação Hemopa funciona para coleta de sangue de 2ª a sábado, de 7h30 às 18h. O Hemopa Marabá fica na Rodovia Transamazônica, Quadra 12, S/N. Mais informações: (94) 3324.1645/3324.1810.

 

Quem estiver interessado em doar sangue, precisa ter entre 18 e 65 anos, pesar mais que 50 quilos, boa saúde e estar portando a carteira de identidade.
Doar Sangue é um verdadeiro ato de CIDADANIA!!!

  

http://www.pa.gov.br/

Coordenadoria de Comunicação Social do Governo do Estado
Fone: (91) 3202-0911 e 3202-0912, fax: 3202-0913
E-mail: redacao@agenciapara.com.br

Read More

Capoeira que tem sangue na veia…

Ninguém está livre de precisar de uma transfusão de sangue. Ninguém está livre de sofrer um acidente, de passar por uma cirurgia ou por um procedimento médico em que a transfusão seja absolutamente indispensável.
Como não existe sangue sintético produzido em laboratórios, quem precisa de transfusão tem de contar com a boa vontade de doadores, uma vez que nada substitui o sangue verdadeiro retirado das veias de outro ser humano.
Todos sabemos que é importante doar sangue. Mas, quando chega a nossa vez, sempre encontramos uma desculpa – Hoje está frio ou não estou disposto; nesses últimos dias tenho trabalhado muito e ando cansado; será que esse sangue não me vai fazer falta… – e vamos adiando a doação que poderia salvar a vida de uma pessoa.
Sempre é bom frisar que o sangue doado não faz a menor falta para o doador. Conseqüentemente, nada justifica que as pessoas deixem de doá-lo. O processo é simples, rápido e seguro.
 
Essas palavras do médico Drauzio Varela ilustram o trabalho de incentivo que a Associação Cultural e Educacional de Capoeira Filhos da Princesa do Sul vai começar a realizar a partir deste sábado em Cachoeiro de Itapemirim.
Uma parceria com o hemocentro do Hospital Evangélico vai possibilitar aos praticantes e simpatizantes dessa arte brasileira a por a mão na consciência e doar sangue. Esão de parabéns os mestres Paulinho, Airton e Volmir, junto com seus professores, instrutores e alunos, por essa iniciativa. E a FOLHA não poderia ficar de fora dessa, mesmo tendo apenas o papel de divulgação.
 
As pessoas que necessitam de transfusão podem contar somente com a solidariedade de pessoas. Através de um ato de amor ao próximo, que só tem quem tem sangue nas veias.
 
Em muitos casos, a transfusão é a única esperança de vida.
 
A doação é um procedimento totalmente seguro. O volume coletado é de aproximadamente 450 ml (padrão internacional), o que representa menos de 13% do total de sangue do corpo de um adulto.
 
O doador não estará se expondo a nenhum risco de contaminação
Ao contrário do que se acredita, a doação de sangue não engorda nem emagrece, não afina nem engrossa o sangue, além de não exigir mais doações.
Doar sangue é um ato humanitário que enobrece e traz uma satisfação interior muito grande. Afinal, através desse ato, sabemos quem tem sangue nas veias.
 
Folha do Espírito Santo – http://www.folhaes.com.br