Blog

encontro

Vendo Artigos etiquetados em: encontro

Boneca, capoeirista piauiense é destaque em competição mundial

Boneca, capoeirista piauiense é destaque em competição mundial

Anne Nathielly subiu ao pódio no 9º Campeonato Mundial de Capoeira do Muzenza

Pouco depois de uma semana que o Piauí virou notícia nacional com a escolha de Monalysa Alcântara como Miss Brasil, outra piauiense eleva o nome do Estado ao se tornar vice-campeã no 9º Campeonato Mundial de Capoeira Munzenza.

 

A jovem capoeirista Anne Nathielly, a Boneca, como é conhecida no mundo da capoeira, integrante do grupo Raízes do Brasil/JF-PI, competiu neste sábado 26 de Agosto no 9º Campeonato Mundial de Capoeira realizado pelo Grupo Muzenza, que aconteceu em Fortaleza-CE, com atletas do mundo inteiro.

 

Boneca, capoeirista piauiense é destaque em competição mundial Capoeira Mulheres Portal Capoeira

Maria Clara Melo acompanhada das capoeiristas que ficaram em 1° e 3° lugar na competição (A direita com a medalha de 2° lugar)

 

Boneca esteve representando José de Freitas a nível mundial e não voltará a sua terra de mãos vazias, pois a mesma consequiu medalhar, conquistando a terceira colocação, ficando entre as 3 melhores do mundo em sua categoria.

Ginga Porto

OBJECTIVOS

Difundir, valorizar e divulgar a Capoeira como meio de cultura popular, promover a integração social e o lazer entre alunos.Respeitar os costumes e tradições numa dimensão crítica e reflexiva, conscientizando a população da importância da Capoeira como instrumento de Educação e Cultura.

PROGRAMAÇÂO

Quinta-Feira (8 de Maio) – Apresentação de Puxada de Rede. Roda de capoeira que marca o inicio do XIX Encontro Internacional de Capoeira, Praça da Ribeira do Porto – Porto das 20 ás 22 horas

Sexta-Feira (9 de Maio) – Roda de capoeira com todos os convidados, Estação da Refer de São Bento – Porto das 20 ás 22 horas.

Sábado (10 de Maio) – Junta de Freguesia do Bonfim (Campo 24 de Agosto, em frente ao metro do Campo 24 de Agosto)10:00 ás 18.30 hrs – Oficinas de Capoeira, Palestra  e Rodas de Capoeira . 
20:00 – Roda de capoeira que marca o encerramento do 3ºdia do XIX Encontro Internacional de Capoeira, Praça da Ribeira do Porto – Porto das 20 ás 22 horas

Domingo (11 de Maio) – Junta de Freguesia do Bonfim (Campo 24 de Agosto, em frente ao metro do Campo 24 de Agosto)10:00– Roda de capoeira que marca o início do último dia do XIX Encontro Internacional de Capoeira, Praça da Ribeira do Porto – Porto das 10 ás 12 horas
15:00  – XIX Batizado e Troca de Graduações, na Junta de Freguesia do Bonfim . 
19:00  – Festa de Encerramento do XIX Encontro Internacional de Capoeira – Guindalense  – Escadas dos Guindais.

CONVIDADOS

Mestres: Barão, Nilson, Magôo, Caramúru, PernaLonga e Nagô.

Contramestres: Marcha-Lenta, Papagaio, Milani e Fantasma.

Professores: Pelé, Stress e Canela-Seca.

HISTÓRIA

Associação de capoeira Lagoa da Saudade foi fundada em 1987 pelo Mestre Barão em Santos, Brasil, onde ainda mantem as suas raízes. Em 1995 vem para Portugal e fundou o Grupo, já tendo realizado XVIII Encontros internacionais de capoeira. É em Portugal que em 1996, José Cláudio dos Santos, Mestre Barão, recebe sua graduação de Mestre de Capoeira pelos seus Mestres presentes: Mestre Corisco (fundador do Grupo ASCAB) e Mestre Bandeira (fundador do Grupo Arte de Gingar –Só Capoeira)

 

* Julio Pedro Ribeiro – PIU – Associação de capoeira Lagoa da Saudade

Belo Horizonte: II Encontro Feminino de Capoeira

Evento aconteceu em dois pontos da capital mineira

Neste fim de semana, Belo Horizonte recebeu o II Encontro Feminino de Capoeira. O evento é foi realizado em dois pontos da capital mineira e oferece programação voltada para a prática do esporte, mas com treinamentos, palestras e apresentações de capoeira durante todo o dia.

As atividades de sábado aconteceram no Point Barreiro e no domingo na Praça do Papa, onde aconteceu um aulão de capoeira com o tema “Não Jogue Lixo na Praça, Jogue Capoeira”.

Durante o período de aprendizado, capoeiristas de todas as idades, divididos em equipes, foram identificadas pelas cores da reciclagem e farão arrastão de limpeza na praça. Cada equipe tem seu lixo pesado e as informações são lançadas em um relatório com o objetivo de identificar os tipos de materiais de lixo mais encontrados e sugerir locais apropriados para sua destinação.

 

Programação

Sábado – Point Barreiro

09h às 12h30 –  Abertura: Papoeira – Dinâmicas e palestras;
12h30 às 14h – Horário de almoço;
14h às 17h – Treino de Capoeira com Professoras convidadas: Juma e Trilho;
19h – Noite “Capoeira Meninas de Minas”

Domingo – Praça do Papa

9h – Aulão na Praça do Papa

7º Encontro da FICA-DF

Presença do Mestre Valmir Damasceno.

Segue a programação do Evento – 7º Encontro da FICA-DF

 

14/02/2014

19:30 – Abertura do evento, apresentação dos convidados e Bate papo com o Mestre Valmir.

20:30 – Apresentação do documentário 5×1 A Capoeira Angola como ferramenta de inclusão social.

21:00 – Roda Informal.

 

15/02/2014

10:00 – Oficina de Movimentos

12:00 – Almoço

14:00 – Oficina de Instrumentos

16:00 – Oficina de Movimentos

18:00 – Roda de Capoeira

 

16/02/2014

10:00 – Oficina de Movimentos

12:00 – Almoço

14:00 – Oficina de Movimentos

16:00 – Roda de Encerramento

 

Valores do evento:

Todos os dias = R$ 80,00

Um dia = R$ 40,00

Uma aula = R$ 30,00

Só a Roda = R$ 20,00

 

Pagamentos até o dia 07/02, R$ 70,00.

Seis Inscritos de um mesmo grupo a sexta tem sua inscrição no evento gratuita.

 

As pessoas que vierem de fora e precisarem de lugar para ficar favor informar antecipadamente nos seguintes contatos:

– E-mail: chicofedora@gmail.com

– Telefone: 61 8530-1874

AV. Ship 08, Galpão SAIS Setores Complementares
Mapa de como chegar no espaço da FICA-DF a partir da nova rodoviária de Brasília:

Angra dos Reis: Abadá Capoeira faz apresentação temática

Grupo Abadá Capoeira faz apresentação temática

Vai chegando o Natal e dezenas de jovens e crianças da unidade local do Grupo Abadá Capoeira, com integrantes convidados de outros municípios, tomam conta da cidade, sempre em uma manhã de sábado, para fazer a tradicional roda de Natal e alegrar os corações de crianças de todas as idades. Dessa vez a concentração aconteceu na sede do grupo, na Rua João Gregório Galindo, às 10horas. De lá saíram  25 adultos vestidos de Noel  e  dezenas de capoeiristas mirins; todos com gorros vermelhos. Foram também integrantes do projeto Escolinha de Capoeira nas Comunidades, que atende a centenas de jovens e crianças.

Eles foram chegando e chamando a atenção, principalmente dos pequeninos, cantando e dançando pelas ruas da cidade. A turma parou nas principais praças do município e fizeram as rodas de capoeira, diferentes e muito bonitas, que atraíram um grande público.

A primeira parada do grupo foi na Praça Zumbi dos Palmares, depois das 10horas. Em seguida, o grupo foi para a Praça da Matriz .

A Capoeira Noel terminou com uma grande festa de confraternização entre os integrantes das escolinhas de diversos bairros, todos juntos, fazendo uma grande roda na Praça Codrato de Vilhena (Papão), com show de maculelê e entrega de brinquedos para as crianças.

O encontro é realizado há vários anos e tem também como um dos objetivos a integraçãodos alunos além demostrar que a solidariedade é fundamental para a prática de qualquer esporte.  As praças foram agraciadas com a festividade durante todo o dia.

“Um encontro para finalizar o ano da nossa capoeira com chave de ouro. É uma alegria poder contar com a participação de tanta gente. Os angrenses abraçam nosso eventoe isso nos enche de orgulho,” comentou emocionado o mestre Arisco.

Fonte: http://www.avozdacidade.com

Foto: Wagner Gusmão

Salvador: 29 Grupo Internacional de Capoeira Topazio

29º Batizado de Capoeira acontece durante Encontro Internacional

A 29ª edição do Batizado do Grupo Internacional Capoeira Topázio acontece no Teatro do Isba, em salvador, no próximo dia 21 de dezembro, em meio ao Encontro Internacional Capoeira Topázio, que este ano, comemora os 25 anos do grupo nascido na capital baiana e que chegou a 25 países com cerca de 15 mil alunos.

Com passagens pelo Grupo Terra Samba; pelo show americano Q’Viva!the Chosen, apresentado por Jennifer Lopez e por Marc Anthony, com direção de Jamie King e pelo Cirque Du Soleil o Grupo Internacional Capoeira Topázio segue com o seu Encontro iniciado hoje, 19, até o próximo dia 22 de dezembro, em diversos pontos de Salvador.

O grupo também é o responsável pela montagem do Show Folclórico Topázio, que já levou o folclore brasileiro para países da Europa, Ásia e Oceania e fica em cartaz, até a Copa do Mundo de 2014, no O Coliseu, localizado o pelourinho, em Salvador.

Fonte: http://www.tribunadabahia.com.br

Porto: 3º Encontro “Irmão de Roda”

Todos DIFERENTES. JUNTOS pelo mesmo…CAPOEIRA

 

Sexta-Feira (29 de Novembro)

Roda de capoeira que marca o inicio do 3º Encontro “Irmão de Roda”, Estação da 
Refer de São Bento – Porto das 20 ás 22 horas.

Sábado (30 de Novembro)

Colégio nossa Senhora da Esperança (Avenida Rodrigues de Freitas, em frente ao 
jardim de São Lazaro)
10:00 ás 18.30 hrs – Oficinas de Capoeira e rodas de Capoeira . Terminando com Roda de Capoeira de 
Encerramento do 2º Dia
20:00 – Jantar na Marina do Freixo, (junto à Rotunda do Freixo).

Domingo (1 de Dezembro)

Academia Rua Duque de Saldanha, nº301
10:00 à 18:00 hrs – Oficina de Capoeira, Papoeira com todos os Participantes. Roda de Encerramento do 3º Encontro 
“Irmãos de Roda” 2013.

Convidados:

Mestres – Barão, Magôo, Caramúru, PernaLonga e Nagô.

ContraMestres – Careca, Milani, Fantasma e Kula

Professores – Sapo, Oria Zambi, Diego, Péle, Salles, Lesma, Wiris, Curinga, Filósofo, Sardão, Carrapeta, Grilo e 
Stress.

 

julspedro@gmail.com

Tlm: 966883484

 

https://www.facebook.com/groups/235562903267370/?fref=ts

Encontro internacional de capoeira emociona Itaúnas

Formatura de dois mestres capixabas foi o ponto alto do evento

Rafael Capoeira e Sururu. Os dois mal tinham ultrapassado o doce marco dos 10 anos de idade quando começaram na capoeira pelas mãos do Mestre Capixaba. Três décadas depois, eis o trio novamente reunido, agora em Itaúnas (Conceição da Barra), no Encontro Internacional e Jogos Abertos Acapoeira, que aconteceu entre os dias 21 e 25 de agosto.

Novamente pelas mãos daquele que lhes ensinou as primeiras gingas e manhas da luta, Rafael e Sururu formaram-se mestres de capoeira. Se foi emocionante? Claro que foi.

Cerca de mil pessoas passaram pelo encontro deste ano. É certo que o tempo instável não ajudou muito. Chuvas tenebrosas desabaram sobre a vila durante os quatro dias, abrindo apenas às vezes um espacinho para o sol. O tradicional aulão, por exemplo, sempre realizado em frente à igreja, fez falta. A chuva transformou a área num grande lodaçal.

No entanto, mais certo ainda é que o evento deste ano deixou saudades. A combinação de cultura, esporte e local é fatal nesse sentido. As aulas de capoeira e percussão sempre se harmonizam com a beleza natural da rústico vila do norte capixaba.

Oficineiro de percussão, o performático mestre Lua Rasta (BA) levou o casco e couro do atabaque para mostrar todo o lento e gradativo processo de feitura do instrumento. Os alunos aprenderam o toque do jongo e do maculelê. Falando e música, atração à parte foi o mestre Toni Vargas (RJ). De voz potente e rascante, o poeta e compositor fazia todos pararem para escutar quando ele se punha a cantar.

Inspirado pelo encontro – e certamente pelo ar de Itaúnas – o professor Tibério, do grupo Guanabara (AC), compôs uma música em homenagem ao acontecimento e, sobretudo, ao lugar que o recebia. O refrão é simples, porém belo e eficaz. Não demorou para os capoeiristas entoarem em uníssono os quatro versos:

Vila de Itaúnas
É pra lá que eu vou
Jogar capoeira
Berimbau quem me chamou

Como em todos os anos, o ato mais emocionante do encontro coube à formatura dos mestres. Rafael Capoeira é hoje um homem de 42 anos. Natural do Espírito Santo, morava em Vitória quando entrou nas rodas de capoeira. A vida o levou para o Rio de Janeiro, onde mora há 20 anos. Outro capixaba, de Guarapari, que também há duas décadas deixou o estado natal é Sururu. Hoje, aos 40, mora em Belo Horizonte.

Os dois começaram praticamente juntos na capoeira e depois se afastaram. Ainda assim, mesmo apartados por alguns quilômetros, nunca desataram os laços. Quando um precisava, o outro estava sempre a postos.

Essa união se refletiu na cerimônia de formatura. Mestres, professores e instrutores, cada um com um berimbau na mão, formaram um corredor para a passagem dos formandos, o som do instrumento dramatizando a cena. Foi uma comoção geral. Os novos mestres contaram o que viveram para chegar até ali. Agradeceram aos amigos e, mais que tudo, à capoeira, por tudo o que ela lhes ofertou pela vida.

Outro fato de destaque relaciona-se à presença dos mestres: Preguiça (Los Angeles, Estados Unidos), Lua Rasta, Toni Vargas, Paulão (cearense, mas morando na Hungria) e Boneco (RJ). Mestre Capixaba mudou-se para o Rio de Janeiro no final dos anos 70, onde conheceu Paulão e Boneco.

A convivência foi intensa nos primeiros anos da década seguinte, quando treinavam todos na capital fluminense. O encontro deste ano reuniu novamente o três num mesmo lugar. Além dos dois mestres, houve a formatura de quatro professores de corda marrom – Bala, Pit Bull (Alemanha), Fumacinha e Russo (ambos de Petrópolis-RJ) – e dois instrutores de corda roxa – Tapioca (Alemanha) e João de Barro (brasileiro que vive na Suíça). Foram formados ainda dois monitores da Colômbia, dois de Cariacica, um de Itaúnas e um de Belo Horizonte.

O encontro recebeu apoio da Secretaria de Estado da Cultura, por meio de emenda parlamentar do deputado estadual Sérgio Borges (PMDB).


CLASSIFICAÇÃO DOS JOGOS Infantil 1º – Teco (Cariacica)2° – Calango (Cariacica)3° – Duda (Cariacica)

Não-avançado (masculino) 1º – Chileninho (Cariacica)2° – Tales (Cariacica)3° – Lucas de Itaúnas (Itaúnas)

Não-avançado (feminino) 1º – Baiana (Cariacica)2° – Gata (Cariacica)3° – Onze Horas (Cachoeiro de Itapemirim)

Avançado 1º – Piu-Piu (Cachoeiro de Itapemirim)2° – Jeniffer (Cariacica)3° – Cris (Cariacica)

Avançado-geral 1º – Jefinho (Cariacica)2° – Bala (Madri/Espanha)3° – Mikimba (Serra)

 

Fonte: http://www.seculodiario.com.br/

Bahia: Revolta dos Búzios é inspiração de CD de capoeira

Na ocasião, o cantor, compositor e mestre de capoeira Tonho Matéria, presidente da Associação Sociocultural, agradeceu a possibilidade de mostrar ao povo baiano e brasileiro como a Capoeira foi fundamental na luta pela igualdade racial e pela independência do Brasil. O evento contou ainda com uma peça de teatro encenada por crianças sobre a Revolta dos Búzios, apresentações de dança e o afoxé dos Filhos do Congo.

Com o intuito de fortalecer a memória da Revolta dos Búzios, que completou 215 anos no último dia 12 de agosto, a Associação Sociocultural de Capoeira Mangangá lançou o CD Capoeira das Antigas no Eco da Revolta dos Búzios, durante um evento na semana passada no Forte da Capoeira, no Santo Antônio Além do Carmo, em Salvador. O produto é fruto do edital Agosto da Igualdade, promovido pela Secretaria de Promoção da Igualdade Racial da Bahia.

O lançamento do CD integrou a programação do XIII Encontro Cultural e Intercâmbio Internacional de Capoeira Mangangá, do Projeto Artes em Movimento, desenvolvido pela Associação. O encontro busca promover a socialização e o intercâmbio entre adeptos, estudantes e praticantes de capoeira, através de atividades socioculturais, educacionais, musicais, esportivas e de cunho turístico.

O projeto conta com a presença de renomados capoeiristas do cenário local, nacional e internacional, além de profissionais de diversos segmentos, e recebe em torno de 1.500 participantes.

Estiveram presentes no lançamento do CD a chefe de gabinete da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), Olívia Santana, o secretário de Promoção da Igualdade Racial, Elias Sampaio, o representante da Fundação Cultural Palmares na Bahia, Fábio Santana, entre outros.

{youtube}4ZiW9VFgNJk{/youtube}

A Associação Sociocultural de Capoeira Mangangá lançou, na sexta-feira (16), o CD “Capoeira das Antigas no Eco da Revolta dos Búzios”, durante evento no Forte da Capoeira, no Santo Antônio Além do Carmo.

O produto é fruto do edital Agosto da Igualdade, promovido pela Secretaria de Promoção da Igualdade Racial com o objetivo de fortalecer a memória da Revolta dos Búzios, que completou 215 anos no dia 12 de agosto deste ano.
O cantor, compositor e mestre de capoeira Tonho Matéria, presidente da Associação Sociocultural, abriu o evento agradecendo a possibilidade de mostrar ao povo baiano e brasileiro como a Capoeira foi fundamental na luta pela igualdade racial e pela independência do Brasil.

Estiveram presentes no lançamento do cd o secretário de Promoção da Igualdade Racial Elias Sampaio; Fábio Santana, representante da Fundação Cultural Palmares na Bahia; a secretária municipal da Reparação, Ivete Sacramento; Olívia Santana, chefe de gabinete da Secretaria do Trabalho, Emprego, Renda e Esporte (Setre), além do presidente da Comissão da Igualdade Racial da Assembleia Legislativa, deputado estadual Bira Coroa (PT), de mestres, representantes de rodas de capoeira e convidados.

A festa teve peça de teatro encenada por crianças sobre a Revolta dos Búzios, apresentações de dança e o afoxé dos Filhos do Congo. O secretário Elias Sampaio ressaltou a importância do Agosto da Igualdade e convocou os presentes a participarem da III Conferência De Promoção da Igualdade Racial do Estado da Bahia (COnepir), que acontece de 28 a 30 de agosto.
Com o CD em mãos, Sampaio lembrou que parte da população não leva em conta a importância da Revolta dos Búzios. “Além do nosso compromisso institucional para lembrar a Revolta, temos agora, com esse CD, também um registro histórico. Nossos heróis ficarão agora na Bahia, registrados”.

Projeto Artes em Movimento – O lançamento do CD integrou a programação do XIII Encontro Cultural e Intercâmbio Internacional de Capoeira Mangangá, do Projeto Artes em Movimento, desenvolvido pela Associação.
O III encontro busca promover a socialização e o intercâmbio entre adeptos, estudantes e praticantes de capoeira, através de atividades socioculturais, educacionais, musicais, esportivas e de cunho turístico.

O projeto conta com a presença de renomados capoeiristas do cenário local, nacional e internacional, além de profissionais de diversos segmentos, e recebe em torno de 1.500 participantes

Évora: o Nosso Reencontro 2013

Nosso Reencontro

Évora 2013

Oficina Internacional de Capoeira
Local: Piscinas Municipais de Évora
Data: 12, 13, 14 e 15 de Setembro de 2013

 

 

 

Nosso Reencontro – Carta de Apresentação

Caros companheiros, mestres, contramestres, professores, alunos,
em 2009 fechamos um ciclo de dez anos do Nosso Encontro na linda cidade portuguesa de Évora.
Durante 2010 e 2011 a equipe organizadora esteve fazendo uma reflexão de como poderíamos manter o Nosso Encontro face as duras realidades patrocinadas pela crise econômica mundial.

Bom, em 2012 chegamos a conclusão de que poderíamos voltar a realizar o Nosso Encontro se adaptássemos um pouco certos detalhes importantes para a organização… O Nosso Reencontro foi mais uma vez um sucesso!!!

Então, com um “cheiro” de desafio no ar, convidamos a todos os participantes que estiveram conosco durante onze anos, a nos reencontrar, mais uma vez, em Évora numa edição especial do Nosso Reencontro 2013.

O evento vem de encontro ao desejo de muitos capoeiras que, independente da escola, estilo ou “bandeiras”, fizeram das oficinas internacionais de capoeira em Évora um local onde se praticou a boa capoeiragem, norteada por uma camaradagem flagrante e onde muitos começaram adolescentes e concluíram os onze anos como adultos.

Muitos que iam como alunos participantes foram nos últimos encontros, já portando suas graduações e estatutos de professores. Muitos se encontraram durante o evento e constituíram família e hoje já tem filhos, os quais, também convidamos para estar presentes.

Nos onze anos do nosso encontro, se praticou, acima de tudo, o resgate da capoeiragem antiga que não necessitava de rótulos e logótipos. Se produziu momentos que nos transportaram a tempos remotos onde o bom capoeira se apresentava através da sua expressão de jogo e através da sua interação com a própria roda, demonstrando sua competência pela ação e não pela fantasia de um uniforme.

A organização, sempre incógnita pela ausência dos seus nomes em cartazes e camisetas, chama mais uma vez todos vocês que, efetivamente, produziram o Nosso Encontro para realizar, em Setembro próximo, o Nosso Reencontro de Évora.

As informações pertinentes ao evento poderão ser encontradas nos seguintes sites:

http://portalcapoeira.com
http://nossoreencontro.portalcapoeira.com
http://www.facebook.com/groups/441609419187571/

Vamos fazer desse Reencontro um momento de exautação a nossa arte capoeira.
Nos vemos por la,
Forte axé pra todos,

Mestre Umoi.

{youtube}g8etMS4imOk{/youtube}

 

Depoimentos

“Encontros como esse, permitem um interessante diálogo e uma rica convivência entre os participantes, e mais do que isso, permite uma conscientização cada vez maior sobre a importância de se conhecer a capoeira com mais profundidade, de se respeitar sua diversidade, de compreender e valorizar as tradições dessa arte, sem ignorar as transformações pelas quais a capoeira também passa, pois capoeira é cultura e como tudo que é cultura, é dinâmico e se transforma constantemente. Por isso vale aqui lembrar novamente as sábias palavras de Saramago: “…defender o lugar do passado, sem negar o presente“.”

(Pedro Abib)


“A meu ver este encontro foi direcionado àqueles que realmente sempre acreditaram neste evento, que em 4 dias vê-se a União entre grupos como nunca se vê… e àqueles que se tornam curiosos de tanto ouvirem bem do “Nosso Encontro”. Este evento foi realmente mágico porque se viu bons capoeiras, com sorrisos e abraços, bons jogos, muito conhecimento e…Não há encontro como este. Palavras para quê? Posso dizer isto de boca cheia porque sou a aluna que nunca faltou a um evento de Évora desde 2000.”

(Iara Tiago)

“A cidade de Évora, cercada por uma beleza medieval e ao mesmo tempo contemporânea, é um lugar convidativo e hospitaleiro, de clima agradavel que se transformava durante os tres dias do “Nosso Encontro” na CASA DA CAPOEIRA.

“uma experiência fantástica e uma grande honra poder estar com pessoas que tem trabalhado com afinco e com o coração pela nossa arte capoeira e acima de tudo uma grande satisfação ter reencontrado grandes irmãos e conquistado novos amigos…”
Um encontro de PAZ e UNIÃO e muita capoeira!!! É assim que defino o “NOSSO ENCONTRO””

(Luciano Milani)