Blog

esportiva

Vendo Artigos etiquetados em: esportiva

Aracajú: Atleta da PMA brilha na capoeira sergipana e brasileira

O atleta bolsista da Prefeitura de Aracaju, por meio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semel), Elivelton José de Oliveira Santos, 20 anos, é um dos grandes nomes da capoeira sergipana e brasileira. Em setembro, o capoeirista disputará o Campeonato Brasileiro, em Salvador-BA.

“Sinto-me um privilegiado no esporte, porque já conquistei alguns títulos importantes na minha carreira. Fui campeão dos três últimos campeonatos nacionais e já venci alguns estaduais. Este ano, por exemplo, fui bicampeão sergipano e garanti a vaga para o Brasileirão”, afirmou o jovem atleta.

De acordo com Elivelton, os treinamentos têm sido planejados e incluem a parte funcional, academia e rodas de capoeira. “Sempre estou motivado para treinar e trazer mais títulos para a cidade da qualidade de vida e para Sergipe. Agradeço a todos que me ajudam e que incentivam a difundir o esporte”, explicou.

Segundo ele, hoje a capoeira está em ascensão em Aracaju e no estado. “É óbvio, que está muito melhor do que já foi, principalmente, depois do apoio também da prefeitura e da Semel, com o Programa Bolsa-Atleta. Nuca teve algo parecido no desporto sergipano . Na capoeira, esse benefício nos proporciona mais motivação para seguir em frente”, ressaltou.

O secretário de Esporte do Município, Antônio Hora Filho, disse que ter um atleta bolsista jovem, como o Elivelton, que se destaca nacionalmente,fortalece bastante. “Desejo que ele sirva de exemplo para tantas outras crianças e adolescentes que passem a praticar também a capoeira,como expressão natural da nossa cultura e prática esportiva com a finalidade de incentivar aos hábitos saudáveis e melhoria da qualidade de vida”, declarou.

“Este esporte é reconhecido como um patrimônio cultural brasileiro e, de certa forma, os praticantestêm uma maneira de fazer com que a nossa cultura não seja apagada”, salientou o secretário.

 

Início de carreira

“Comecei nesta prática esportiva em 1996 e não parei mais. Quando nasci meu pai era contra mestre, ou seja, uma graduação anterior a mestre. Por isso, despertou em mim a vontade de sempre está competindo”, enfatizou Elivelton.

O jogo foi criado aqui mesmo no Brasil, mas a origem cultural veio de Angola, um país da África. A capoeira vem do Tupi e significa Mato Ralo de pequenos arbustos, lugar preferido dos negros e escravos para o jogo. No Brasil, Zumbi, que era um negro guerreiro do Quilombo dos palmares, foi o primeiro mestre. A arte marcial despertou os brasileiros na época da escravidão, quando os escravos eram massacrados pelos patrões e utilizavam o esporte como uma autodefesa.

 

Fonte: Ascom Semel

Bahia: Projeto “Virando o Jogo”

Jovens capoeiristas brilham no projeto virando o jogo

Orgulhosos, com medalhas no peito, jovens capoeiristas  de bairros carentes de Salvador estiveram no centro das atenções e da roda de capoeira na manhã do domingo (16), no Forte Santo Antônio Além do Carmo, também conhecido como Forte da Capoeira.

Eles proporcionaram um belo espetáculo no projeto Virando o Jogo, que é fruto de uma parceria entre o Governo do Estado e a iniciativa privada, com organização esportiva realizada pela Superintendência de Desportos do Estado da Bahia (Sudesb).

Antes da capoeira, aconteceram as disputas do futebol masculino e do atletismo, sempre com a presença de jovens atletas representantes de bairros carentes de Salvador.

A próxima disputa vai envolver atletas do futebol feminino.

Interbairros de Niterói de Capoeira Estilo Livre

Aos Presidentes de Federações, Ligas e Associações, Mestres, Professores, Alunos e amantes da Capoeira,

No dia 26 de setembro de 2009, de 8 às 14h, a Federação Fluminense de Capoeira, a Liga Niterói de Capoeira, Liga Gonçalense de Capoeira e o Instituto Brasileiro dos Profissionais de capoeira, em parceria com o SESC Niterói, realizarão o Interbairros de Niterói de Capoeira Estilo Livre. Este é mais um evento de confraternização entre os capoeiristas fluminenses e os amantes desta modalidade esportiva.

Além de muita capoeira, o público presente poderá participar das atividades que estarão acontecendo no SESC Niterói nesta data, gratuitamente: Terapias alternativas, recreação infantil (brinquedos gigantes) e banho de piscina (menores de 12 anos somente acompanhados por responsável maior de 18 anos).

Nesta ocasião estaremos premiando com troféus os representantes dos bairros que comparecerem com maior número de capoeiristas, além do destaque do dia.

Esperamos contar com a sua ilustre presença e a participação de seu grupo.

Agradecemos desde já sua atenção e colocamo-nos à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas.

 

Justificativa:

Acredita-se que a denominação “capoeira” surgiu em analogia ao mato rasteiro ou vegetação rasteira.

Durante o regime escravo, o negro que fugia era perseguido pelos capitães do mato e quando não conseguia êxito em sua perseguição, ao retornar, era questionado pelo senhor de engenho sobre o motivo de não ter conseguido e, como resposta tinha: “a capoeira me pegou” – fazendo alusão a vegetação rasteira, pois o negro aparecia de repente e acertava chutes, cabeçadas e rasteiras.

A capoeira nos dias atuais, derrubando as barreiras culturais, já é praticada nos cinco continentes e, é reconhecido pelo Ministério da Cultura e, está em todos os níveis de nossa sociedade (clubes, creches, escolas, universidades, praças, empresas, etc) atendendo a todas as faixas etárias.

Atualmente possui vários estilos e a capoeira está organizada através de Associações, Ligas, Confederação, Federação Nacional e Internacional, o estilo livre integra todas as características e é uma das mais importantes e genuínas expressões afro-brasileira  manifestando-se através expressões como a dança, jogo, luta, etc.

Buscando a integração dos capoeiristas e amantes desta modalidade esportiva, a Federação Fluminense de Capoeira, a Liga Niterói de Capoeira, a Liga Gonçalense de Capoeira, a Associação dos Profissionais de Capoeira e o Instituto Zezeu Capoeira Livre promovem, em parceria com  o SESC Rio de Janeiro, o Interbairros de Niterói de Capoeira Estilo Livre. Este será realizado no dia 26/09,  das 8 h às 14 horas, no SESC Niterói (Rua Padre Anchieta, 56 – Centro – Niterói), e contará com a presença de vários mestres com reconhecimento mundial.

Serão premiados os representantes dos grupos que conseguirem mobilizar maior número de capoeiristas, além do Destaque do evento.

Com esta atividade não iremos auferir lucros.

 

Atenciosamente,

Elizeu dos Santos Felipe

Presidente da Federação Fluminense de Capoeira

mestrezezeu@yahoo.com.br

(21)9589-1358

São Paulo: Evento promove Festival de Capoeira

SÃO PAULO – O Clube Escola Ibirapuera, na capital paulista, vai receber no domingo a terceira edição do Festival de Capoeira dos Jogos da Cidade. O evento reunirá 22 subprefeituras, com 20 participantes cada uma, de acordo com informações do site da Prefeitura de São Paulo. Os jogos de capoeira terão duração de 15 minutos e, nessa edição, vão ser aceitos participantes menores de 16 anos, já que a modalidade é bastante difundida entre crianças e adolescentes e não é considerada de risco.

Haverá avaliação de árbitros da Federação Paulista de Capoeira e premiação, no fim do dia, para os três primeiros colocados.

Mais informações sobre os horários de participação de cada equipe podem ser obtidas no site.

 

Jogos da Cidade de São Paulo

A maior competição esportiva amadora do país e uma das maiores do mundo. As 31 subprefeituras de São Paulo mantêm-se unidas e empenhadas durante o ano todo na disputa de várias modalidades esportivas e também de festivais, sempre em busca da posição de campeã municipal, um título que, na realidade, representa muito mais do que a soberania esportiva: demonstra a capacidade de trabalho em equipe, o espírito de união por um ideal e a determinação das comunidades locais em busca da vitória, fatores indispensáveis, especialmente na prática esportiva.

Visite: http://www.jogosdacidade.prefeitura.sp.gov.br/

 

Rio: Encontro internacional de capoeira inclusiva

RIO – Grupos de capoeira de diversos países, formados por pessoas com e sem deficiência, participarão, na segunda-feira, dia 4, do 11º Encontro Internacional de Capoeira Inclusiva, no Rio. O encontro, promovido pela Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência, é aberto ao público e será realizado no Centro Municipal de Referência da Pessoa com Deficiência de Campo Grande (Rua Professor Carlos Boisson s/nº, a partir das 13h.

A capoeira é uma das atividades utilizadas pela Prefeitura do Rio para estimular a integração social, a iniciação esportiva e a melhoria das condições de vida das pessoas com deficiência. De acordo com a Secretaria Municipal da Pessoa com Deficiência, os mestres Naval e Boneco são alguns dos experientes capoeiristas que participarão do evento para mostrar sua técnica aos interessados nessa atividade.

Porto Alegre: Federação Riograndense de Capoeira necessita de 4 oficineiros

 

A Federação Riograndense de Capoeira necessita de 4 oficineiros para ministrarem aulas de capoeira para Prefeitura Municipal de Porto Alegre em 4 turnos e um sábado Salário R$ 450,00 + Vale Transporte interessados deverão entrar em contato com o Mestre Gavião Fone: 9812.8737

FEDERAÇÃO RIOGRANDENSE DE CAPOEIRA
Entidade de Direção, Administração e Regulamentação Esportiva
CENTRO DE REFERÊNCIA DA CAPOEIRA GAÚCHA

Mestre Presidente Gavião – mestregaviao@gmail.com
http://www.mestregaviao.portalcapoeira.com
(051) 9812.8737

Secretário Gigante
(051) 8144.8525

RS: Filmagem para TVE 7 Federação Riograndense de Capoeira

A Federação Riograndense de Capoeira e Liga Regional de Capoeira do Estado do Rio Grande do Sul, vem por meio desta convidar seus filiados para filmagem dia 27 proximo as 14:30 na Usina do Gasômetro para o programa do canal 7 TVEprograma Hip hop Sul, com mano Nezo como entrevistador. Os interessados deverão estar devidamente uniformizados de branco.

Maiores informações Ligue Federação:
(051)9812.8737
Atenciosamente,
Mestre Gavião

 

FEDERAÇÃO RIOGRANDENSE DE CAPOEIRA
Entidade de Direção, Administração e Regulamentação Esportiva
CENTRO DE REFERÊNCIA DA CAPOEIRA GAÚCHA

LIGA REGIONAL DE CAPOEIRA DO ESTADO DO RIO GRANDE DO SUL
 
Fundada da em 23 de outubro de 2006 – Rua Marcilio Dias 1081 – Menino Deus – Porto Alegre – RS – Brasil – Fone: – 9812.8737 – www.rs.portalcapoeira.commestregaviao@gmail.com

 
Mestre Presidente Gavião
(051) 9812.8737
Secretário Gigante
(051) 8144.8525

Capoeira como elemento de Inclusão Social e Educação

A importância da capoeira como elemento de inclusão social e de educação foi o principal ponto destacado pelos participantes do II Festival de Capoeira da Rede Municipal de Ensino de Salvador – BA, que aconteceu quinta-feira, no Parque da Cidade, no Itaigara. O evento, promovido pela Secretaria Municipal da Educação e Cultura de Salvador, contou com a presença de 330 alunos de 23 escolas e alcançou grande sucesso.          

A capoeira, que surgiu nas senzalas e sempre foi praticada em espaços públicos da cidade, chegou às escolas e hoje está tão forte que disputa a preferência com o futebol entre a garotada. O II Festival serviu também como integração e acabou se transformando numa grande aula porque reuniu os principais mestres e contramestres de Salvador e foi muito importante para a turma que está começando agora. 

A professora Ivone Portela, titular do Programa de Educação Esportiva da SMEC disse que o festival alcançou seu objetivo, porque além de manter viva uma forte cultura da nossa terra, faz um trabalho de inclusão e procura despertar o interesse pelo esporte de um modo geral. “A capoeira desenvolve uma série de habilidade que termina ajudando na formação dessas crianças e a educação é nosso objetivo principal”.  

O professor Acúrsio Esteves (Colaborador do Portal Capoeira) que trabalha no Programa de Educação Esportiva fez questão de destacar que “todo capoeira gosta de estudar, e a capoeira é um grande motivo para manter o aluno na escola” e na sua opinião isso ficou claro mais uma vez com o interesse dos alunos pelo festival. Ele citou a importância do intercâmbio dos diferentes estilos demonstrados por cada mestre e contramestre, “porque ajuda a criança que está começando agora a ter uma visão ampla sobre a arte”.     

O festival foi aberto com uma grande aula comandada pelo mestre Pimpão, que aproveitou para lançar uma nova música, feita em protesto pelo esquecimento da capoeira pelos organizadores dos Jogos Pan-Americanos do Rio de Janeiro. “ Disseram que tanto na festa de abertura como no encerramento que a cultura nacional seria valorizada, mas esqueceram logo da capoeira. Isso realmente não tem perdão”.      

Depois do aulão, cada escola fez sua apresentação e no final teve um “rodão” só com os mestres, contramestres e alunos graduados. Nessa hora, um momento muito especial foi quando os grandes mestres jogaram capoeira com crianças de até cinco anos. “Essa geração que está aqui vai manter viva nossa cultura, por isso estou muito feliz com a realização desse festival”, disse o mestre Pimpão, fazendo questão de parabenizar o secretário Ney Campello, pela iniciativa. “Tomara que este projeto ganhe cada vez mais força e continue por muito tempo”.

 

Natal – RN: Dia do estudante & Capoeira

Os alunos da rede municipal de ensino e também do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, Peti, comemoraram durante toda a semana o dia do estudante, data comemorada hoje. Uma programação esportiva foi montada nos pólos onde funciona o programa e também uma série de outras atividades lúdicas foram realizadas ao longo da semana.

A data foi mais um dos eventos promovidos pela prefeitura no município de Ipanguaçu, que tem sempre procurado garantir que as principais datas do calendário escolar não passem em branco, para isso as secretarias tem recebido total apoio da administração do prefeito José de Deus.

Semana

O dia do estudante comemorado hoje, teve uma semana inteira de atividades no município de Ipanguaçu. Estas atividades aconteceram principalmente com os alunos do Programa de Erradicação do Trabalho Infantil, Peti que realizou desde atividades esportivas iniciadas no último dia sete até atividades lúdicas que contarão com a participação de todos os atendidos pelo programa no município de Ipanguaçu.

Para o prefeito José de Deus, garantir as crianças do município, condições para que elas se desenvolvam de forma macro é uma constante meta de sua administração e para que essa realidade seja atendida, todas as secretarias devem se empenhar e favorecer atividades para que isto aconteça e a comemoração do dia do estudante, é mais uma ação da prefeitura através de suas secretarias.

O ponto alto das comemorações para os alunos do Peti foi a final dos jogos conhecida como Campeonato Estudantil Petiano, que aconteceu no ginásio de esportes José de Araújo Filho, reunindo um bom público e principalmente garantindo um maior congraçamento e lazer ao mesmo tempo, para todos os envolvidos com o programa no município de Ipanguaçu.

Esportivas

As atividades esportivas já são uma prática constante para os alunos do Peti e nada mais justo do que comemorar o dia do estudante com uma competição que já promete se tornar uma das maiores ações do programa no município. Vale lembrar que em Ipanguaçu os alunos também contam com o projeto de capoeira – cidadania que é mais uma iniciativa esportiva.

O projeto capoeira, como é chamado é uma promoção conjunta do Peti e do de Proteção Básica Social modalidade-ASEF. Esse projeto possibilita, as crianças a oportunidade de participarem da capoeira, visando reforçar a importância de se participar da vida esportiva como elemento de aperfeiçoamento na conduta e também no convívio social.

Duzentas crianças dos dois programas das comunidades de Pedrinhas, Porto, Serra do gado e Pataxó são atendidas pelo projeto capoeira.

Inscrições para Bolsa-Atleta começam dia 1º de janeiro

Os esportistas sem patrocínio poderão se inscrever no programa Bolsa-Atleta de 1º de janeiro a 31 de março, através do site do Ministério do Esporte.
 
Na categoria estudantil, o valor mensal da bolsa é de R$ 300. É preciso que o atleta esteja matriculado em instituição de ensino, pública ou privada. Na categoria nacional, a bolsa é de R$ 750 e o atleta precisa estar filiado à federação ou confederação de sua modalidade. Existem ainda as categorias internacional (R$ 1.500) e olímpica e paraolímpica (R$ 2.500).
 
O objetivo do programa é dar aos atletas de alto rendimento condições de se dedicar ao treinamento e participar de competições.
 
GloboEsporte.com
 
Como Participar
 
Roteiro Procedimental
 
Os atletas interessados em participar devem verificar se atendem a todos os pré-requisitos determinados em Lei para a sua categoria de Bolsa-Atleta.
 
Categorias de Bolsa-Atleta:
 
I – Bolsa-Atleta Categoria ESTUDANTIL
 
Valor mensal: R$ 300,00
 
Pré-Requisitos:
 
– Maior de 12 anos.
– Estar regularmente matriculado em instituição de ensino, pública ou privada.
– Não possuir qualquer tipo de patrocínio, entendido como tal a percepção de valor pecuniário, eventual ou permanente, resultante de contrapartida em propaganda.
– Não receber salário pela prática esportiva.
– Ter participado de competição no ano imediatamente anterior àquele em que está pleiteando a Bolsa, tendo obtido a seguinte classificação:
 
a. Esportes Individuais (classificado de 1º a 3º lugar nos JEBs e JUBs – Jogos organizados pelo Ministério do Esporte).
b. Esportes Coletivos (Estar entre os 24 melhores atletas selecionados).
 
Documentos necessários:
 
– Cópia de documento de identidade e do Cadastro de Pessoa Física do Ministério da Fazenda;
– Declaração da Instituição de Ensino atestando que o atleta:
 
a. Está regularmente matriculado, com indicação do respectivo curso e nível de estudo;
b. Participou, representando a instituição, nos Jogos Escolares ou Universitários Brasileiros organizados pelo Ministério do Esporte, no ano imediatamente anterior ao pleito do benefício, indicando o resultado obtido que o habilita ao pleito; e
c. Participa regularmente de treinamento para futuras competições.
 
II – Bolsa-Atleta Categoria NACIONAL
 
Valor mensal: R$ 750,00
 
Pré-Requisitos:
 
– Maior de 14 anos.
– Estar vinculado a uma entidade de prática desportiva (clube).
– Não possuir qualquer tipo de patrocínio, entendido como tal a percepção de valor  pecuniário, eventual ou permanente.
– Não receber salário pela prática esportiva.
– Ter filiação à Entidade de Administração de sua modalidade, tanto Estadual (Federação) como Nacional (Confederação).
– Ter participado de competição no ano imediatamente anterior àquele em que está pleiteando a Bolsa, tendo obtido a seguinte classificação:
 
a. De 1º a 3º lugar no evento máximo nacional organizado pela Entidade Nacional de Administração de sua modalidade ou
b. De 1º a 3º lugar no ranking nacional por ela organizado.
 
Documentos necessários:
 
– Cópia de documento de identidade e do Cadastro de Pessoa Física do Ministério da Fazenda;
– Declaração da entidade de prática desportiva atestando que o atleta:
 
a. Está regularmente vinculado a ela; e
b. Participa regularmente de treinamento para futuras competições nacionais ou internacionais.
 
– Declaração da entidade regional atestando que o atleta está regularmente inscrito junto a ela.
– Declaração da entidade nacional de administração do desporto da respectiva modalidade atestando que o atleta:
 
a. Está regularmente inscrito junto a ela; e
b. Participou da competição esportiva máxima de âmbito nacional no ano imediatamente anterior àquele em que pleiteia a concessão do benefício e indicando o resultado obtido que o habilita ao pleito.
 
III – Bolsa-Atleta Categoria INTERNACIONAL
 
Valor mensal: R$ 1.500,00
 
Pré-Requisitos:
 
– Maior de 14 anos.
– Estar vinculado a uma entidade de prática desportiva (clube).
– Não possuir qualquer tipo de patrocínio, entendido como tal a percepção de valor pecuniário, eventual ou permanente.
– Não receber salário pela prática esportiva.
– Ter filiação à Entidade de Administração de sua modalidade, tanto Estadual (Federação) como Nacional (Confederação).
– Ter participado de competição no ano imediatamente anterior àquele em que está pleiteando a bolsa, tendo obtido a seguinte classificação:
 
a. De 1º a 3º lugar em Campeonatos Mundiais de sua modalidade;
b. Jogos ou Campeonatos Pan-americanos e Parapan-americanos ou
c. Jogos ou Campeonatos Sul-americanos
 
Documentos necessários:
 
– Cópia de documento de identidade e do Cadastro de Pessoa Física do Ministério da Fazenda;
– Declaração da entidade de prática desportiva atestando que o atleta:
 
a. Está regularmente vinculado a ela; e
b. Participa regularmente de treinamento para futuras competições nacionais ou internacionais.
 
– Declaração da entidade regional atestando que o atleta está regularmente inscrito junto a ela.
– Declaração da entidade nacional de administração do desporto da respectiva modalidade atestando que o atleta:
 
a. Está regularmente inscrito junto a ela; e
c. Participou em competição esportiva de âmbito internacional no Brasil ou no exterior no ano
imediatamente anterior àquele em que pleiteia a concessão do benefício e indicando o resultado obtido que o habilita ao pleito.
 
– No caso do atleta que pleiteia o benefício ter obtido classificação nos Jogos Sul-Americanos, Pan-americanos ou Parapan-americanos, deverá apresentar declaração do Comitê Olímpico Brasileiro ou do Comitê Paraolímpico Brasileiro, respectivamente, atestando sua participação na delegação brasileira que representou o País na última edição do evento, indicando o resultado obtido que o habilita ao pleito.
 
IV – Bolsa-Atleta Categoria OLÍMPICA E PARAOLÍMPICA
 
Valor mensal: R$ 2.500,00
 
Pré-Requisitos:
 
– Maior de 14 anos.
– Estar vinculado a uma entidade de prática desportiva (clube).
– Não possuir qualquer tipo de patrocínio, entendido como tal a percepção de valor pecuniário, eventual ou permanente.
– Não receber salário pela prática esportiva.
– Ter filiação à Entidade de Administração de sua modalidade, tanto em nível Estadual (Federação) como Nacional (Confederação).
– Ter integrado na qualidade de atleta a delegação brasileira na última edição dos Jogos Olímpicos ou Paraolímpicos.
 
Documentos necessários:
 
– Cópia de documento de identidade e do Cadastro de Pessoa Física do Ministério da Fazenda;
– Declaração da entidade de prática desportiva atestando que o atleta:
 
a. Está regularmente vinculado a ela; e
b. Participa regularmente de treinamento para futuras competições nacionais ou
internacionais.
 
– Declaração da entidade regional atestando que o atleta está regularmente inscrito junto a ela.
– Declaração da entidade nacional de administração do desporto da respectiva modalidade atestando que o atleta:
 
a. Está regularmente inscrito junto a ela; e
b. Declaração do Comitê Olímpico Brasileiro ou do Comitê Paraolímpico Brasileiro, respectivamente, atestando sua participação na delegação brasileira que representou o País na última edição do evento.
 
Mais Informações:
 

Endereço Ministério do Esporte:

Esplanada dos Ministérios, Bloco A
Cep: 70.054-906 – Brasília – DF
Telefone: (61) 3217-1800 — Fax: (61) 3217-1707