Blog

gonçalves

Vendo Artigos etiquetados em: gonçalves

Encontro dos Povos Guarani da América do Sul

11.500 refeições foram servidas durante o Encontro dos Povos Guarani

Um dos pontos altos da organização do Encontro dos Povos Guarani da América do Sul, foi o momento das refeições, servidas aos 800 indígenas e mais de 120 não indígenas, das equipes de apoio que trabalharam no evento. “Foram produzidas 11.500 refeições, entre café da manhã, almoço e jantar, durante os três dias do evento, além de um jantar de boas vindas no dia anterior, totalizando nove toneladas de alimento”, conta João Gonçalves, Coordenador-Geral de Promoção da Diversidade, Difusão e Intercâmbio Cultural da SID/ MinC.

Para isso, foi montada uma praça de alimentação na aldeia Tekoha Añetete com estrutura de cozinha e um espaço de buffet com 200 mesas e 800 cadeiras. Uma equipe de 30 pessoas foi contratada especialmente para elaborar as refeições.

Segundo Gonçalves, o cardápio, elaborado pelos próprios Guarani, tinha como ponto forte uma grande quantidade de verduras, frutas e legumes. “As frutas, como mamão, laranja, melancia e maçã, ficavam disponíveis na tenda de alimentação o dia todo, principalmente para que as mães pudessem oferecer às cerca de 150 crianças presentes”.

No almoço e jantar, além de legumes, como beterraba, aipim (mandioca), cenoura, batata e abóbora, acompanhavam o arroz e o feijão, macarrão e algum tipo de carne. Foram consumidos 1.000 quilos de peixe, 500 quilos de frango e 1.200 quilos de carne de boi. A erva mate, servida como chimarrão e como tereré, também foi colocada à disposição dos participantes durante todos os dias do Encontro, totalizando 240 quilos de erva, acrescentou João Gonçalves.

A xixa, uma bebida elaborada a partir da fermentação da canjica e consumida pelos indígenas durante os rituais de reza, era oferecida nas cerimônias religiosas realizadas após o jantar. A bebida era servida numa cuia, que circulava na roda de oração, passando de mão em mão. A xixa foi elaborada pelos anfitriões.

Além da estrutura montada para alimentação, foi contratada uma equipe médica e uma ambulância que ficou a postos 24 horas por dia. Além disso, uma equipe de limpeza formada por indígenas da aldeia anfitriã garantiu o bom estado do local durante o Encontro. Não houve nenhuma ocorrência médica.

Comunicação SID/MinC

Telefone: (61) 2024-2379
E-mail: [email protected]
Acesse: www.cultura.gov.br/sid

Nosso Blog: blogs.cultura.gov.br/diversidade_cultural
Nosso Twitter: twitter.com/diversidademinc

Capoeirista curitibano é convocado para mundial na Coréia do Sul

O capoeirista João Otávio Xavier, de Curitiba, vai integrar a delegação brasileira no Mundial de Artes Marciais e Culturais, na Coréia do Sul, em dezembro. João Otávio, 18 anos, treina capoeira graças a um projeto da Fundação de Ação Social (FAS), no Cajuru.

“Sempre tive vontade de fazer capoeira, mas minha família não tinha condições de pagar a mensalidade”, diz João Otávio. “Minha oportunidade surgiu quando a FAS levou o projeto para o meu bairro. Agora vou representar o Brasil no outro lado do mundo”

João Otávio garantiu sua vaga no mundial ao ganhar medalha de ouro no 12.º Campeonato Brasileiro de Capoeira, que foi disputado no início de setembro, em Goiânia. Ele foi campeão na categoria aspirante juvenil.

De origem humilde, o adolescente precisou superar dificuldades além das competições de capoeira para garantir sua vaga. Após sete anos de muita dedicação a jovem revelação começa a colher os frutos de seus esforços.

A capoeira não representou apenas uma oportunidade esportiva para João, mas uma nova forma de enxergar o mundo. “Ter acesso às aulas mudaram minha vida pra melhor. Antes eu era bastante encrenqueiro, mas com a capoeira, a gente muda e passa a contemplar uma nova filosofia, a de exercícios e disciplina”, afirma.

Oito jovens atendidos pela FAS disputaram o Brasileiro de Capoeira e por muito pouco João não ganhou a companhia de alguns de seus amigos na viagem à Coréia.

Poliana Gonçalves Leite e Daniele Gonçalves Garcia, de 15 anos, terminaram na segunda posição em suas categorias. Jéferson Juarez da Silva, de 17 anos, e Priscila Jeanine Gonçalves Leite, de 16 anos, terminaram na terceira colocação, contribuindo para que o Paraná alcançasse o terceiro lugar no quadro geral de medalhas.

“João e os outros conseguiram bons resultados graças a sua própria determinação. Eles realmente entraram no espírito das aulas e do programa, desenvolvendo suas habilidades e percebendo a importância da dedicação e da disciplina”, afirma o instrutor Saulo Fábio Gomes, que ensina capoeira no Centro da Juventude Iniciativa Jovem do CRAS Iguaçu, unidade da FAS na Vila São Domingos, no Cajuru.

“Estes jovens encontraram na capoeira a possibilidade de crescimento pessoal, que envolve uma melhora significativa no contexto social e familiar”, afirma a presidente da FAS,Fernanda Richa.

Jéferson Juarez da Silva, que desde 2005 participa de atividades socioeducativas promovidas, pela FAS, tem opinião semelhante. “Antes eu vivia na rua, não me dava bem com minha família e não frequentava a escola”, diz. “Depois que comecei a fazer as atividades, eu percebi o que estava fazendo de errado e que aquela vida de rebeldia não ia me levar a lugar nenhum”.

Fonte: http://www.parana-online.com.br

Marburg: Workshop com a Mestra Janja

 Marburg: Workshop com a Mestra Janja

Acontecerá nos dias 10,11 e 12 de Julho, na cidade de Marburg, Alemanha, um Workshop com a Mestra Janja do Grupo Nzinga de Capoeira Angola.

O evento é organizado pelo Grupo Nzinga de Capoeira Angola, núcleo Marburg, e faz parte das comemorações dos 04 anos do mesmo grupo.

Inscriçôes e maiores detalhes sâo encontrados no próprio convite.

 Ngunzo e esperamos a todas/os.

Grupo Nzinga Marburg”

 

Pedro A. V. Gonçalves

(xx34) 676-730-331
Barcelona – Espanha

Nota de Falecimento Carlos Gonçalves

Informo com pesar o falecimento do Jornalista CARLOS GONÇALVES, ex-capoeirista, foi aluno do Mestre Valdenor e fundador do jornal "ABCAPOEIRA – a voz do capoeirista", ferrenho defensor das causas da capoeira, ocorrido no dia 27/05/06 devido a um infarto do miocárdio.
 
Agradeço carinhosamente se puderem divulgar.
Grata,
Celina Gonçalves (irmã)
Tel. (11) 6919-7113/6115-9081


HOMENAGEM DA MESTRA CIGANA AO AMIGO CARLOS

"DESPEDIDA, DESPEDIDA
FAZ CHORAR MEU CORAÇÃO
COMO É TRISTE A PARTIDA
DE UM AMIGO,  DE UM IRMÃO.
EU NÃO TROQUEI MEU AMIGO
PELO OURO DE SALOMÃO
RIQUEZA SE VAI UM DIA
CARLOS ESTEVE SEMPRE À MÃO.
NAS HORAS DE ALEGRIA
NOS DIA DE SOLIDÃO
É HORA DE DESPEDIDA
LEVE TODA MINHA GRATIDÃO, CAMARADA"

IÊ, É HORA É HORA
IÊ, CHEGOU A HORA
DE VOCÊ IR EMBORA
IÊ, PARTA COM DEUS
IÊ! E NOSSA SENHORA

Mestra Cigana e filiados da FCERJ/ FNC do Br

Aconteceu: Capoeiristas do Maranhão se encontram em evento em São Luís

SÃO LUÍS – Promover a integração entre adeptos de diferentes academias de São Luís e do interior do estado, permitindo a valorização da arte da capoeira, é o objetivo do intercâmbio municipal que será promovido pelo mestre Mizinho, do Centro Cultural Educacional Maranhão Arte de Capoeira, neste fim de semana.
 
O primeiro encontro acontecerá às 17h de hoje (29), na Praça Gonçalves Dias. Amanhã (30), às 10h, a programação será desenvolvida na praça de alimentação da Avenida Litorânea.
 
Entre os convidados do evento, estão alunos e estagiários da academia, que hoje acompanham, sob a coordenação de Mizinho, grupos de capoeira nos bairros do Anil e Bom Milagre, em São Luís, e em municípios como Pinheiro, Bacuri, Apicum-Açu, Barreirinhas e Paulino Neves.
 
Mestres e adeptos de outras academias com reconhecido trabalho na capoeira do Maranhão também participarão do intercâmbio.
 
Líder atuante no meio cultural e esportivo, com 25 anos dedicados à capoeira regional, mestre Mizinho, que desenvolve trabalho na Academia da Lagoa e Academia Okayama, espera transformar o intercâmbio municipal em uma grande confraternização.
 
“Com esse trabalho, membros do Centro que moram na capital e no interior poderão se conhecer e trocar experiências. Isso é muito importante para o crescimento da capoeira no estado”, disse o mestre, que é vice-presidente da Federação de Capoeira do Estado do Maranhão (Fecaema). Mizinho esteve muitos anos à frente do grupo Nação Palmares e se notabilizou pelo trabalho desenvolvido no local.
 
No primeiro dia do intercâmbio, haverá aulão e roda de apresentação dos núcleos dos municípios, na Praça Gonçalves Dias, a partir das 17h. O evento será encerrado neste domingo, com a realização da roda de encerramento, às 10h, na Avenida Litorânea.
 
“Esperamos contar no domingo, encerramento do intercâmbio municipal, com toda a comunidade capoeira de São Luís, para juntos festejarmos este momento”, destacou Mizinho.
 
Fundado em março deste ano, o Centro Cultural Educacional Maranhão Arte de Capoeira realiza um importante trabalho social na periferia de São Luís, em parceria com associações de bairro, igrejas e outras instituições. Na área educacional, o Centro vem apoiando projetos desenvolvidos por clubes sociais e escolas da rede pública de ensino.