Blog

jornalista

Vendo Artigos etiquetados em: jornalista

Jornalista lança livros de capoeira no Museu Capixaba

Uma das obras instrumentaliza a capoeira na luta contra as drogas. Outra obra conta em 4 idiomas a história da capoeira no Brasil

O jornalista e mestre em Educação Mano Lima lança no dia 22 de janeiro, a partir das dezoito horas, no Museu Capixaba, o livro SEJA UM CRAQUE SEM PEDRA (a capoeira que dá rasteira nas drogas).

O evento é uma promoção da Federação de Capoeira do Espírito Santo, com o apoio da prefeitura municipal de Vitória.

Mano Lima é historiador e autor de outros livros, como o DICIONÁRIO DE CAPOEIRA, A GINGA DOS MAIS VIVIDOS (capoeira na terceira idade) e e “EU, VOCÊ E A CAPOEIRA”, que conta a historia da escravidao no Brasil e da capoeira, e foi editado em português, inglês, francês e espanhol.

Os livros do escritor já foram lançados em três continentes (Europa, Asisa e América) e em paises como Espanha, Holanda, Alemanha, Belgica, França, Portugal, Paraguai e Cabo Verde.

Além de escritor, o autor é diretor de jornalismo da TV Portal Capoeira e colaborador no mesmo site.

 

Serviço: O escritor está à disposição de outros grupos de capoeira para dar palestras e fazer o lançamento do seu livro. Para receber o livro, via correio, ou convidar o escritor para eventos de capoeira, no Brasil, ou exterior, os interessados podem fazer contato direto com o mesmo, nos telefones (61) 8101 0915 e (61) 9190 4256, ou no e-mail dicionariocapoeira@gmail.com.

Aguardo seu contato.
MANO LIMA    Jornalista(61) 9190 4256      OI (61) 8101 0915      TIM(27)30192707

fecaes
(27)99825 0727 VIVO CABRAL
(27)98147 6343  VIVO  CABRAL
(27)99234 3490  secretaria da fecaes

Livro “Pastinha – O menino que virou Mestre de capoeira”

Livro do jornalista José Barreto sobre Pastinha é um dos finalistas do Prêmio Jabuti e resgata a história da iniciação de Vicente Perreira Pastinha na arte da capoeira.

Salvador – O livro “Pastinha – O menino que virou Mestre de capoeira” é um dos finalistas do 54º Prêmio Jabuti, na categoria infantil. Escrito pelo jornalista baiano José de Jesus Barreto, ilustrado pelo artista plástico Cau Gomez (mineiro radicado na Bahia) e editado pela Solisluna Editora – sediada em Lauro de Freitas – o livro resgata a história da iniciação de Vicente Perreira Pastinha na arte da capoeira. Nascido no Pelourinho, o menino aprendeu a jogar com o negro banto e ex-escravo Benedito e tornou-se o criador da Capoeira Angola da Bahia.

A lista de finalistas foi divulgada ontem à noite (20) e inclui nomes consagrados como Ziraldo, criador de “O menino maluquinho”, o contista Ignácio de Loyola Brandão e o poeta e cronista Fabrício Carpinejar. Em 2010, uma obra publicada pela Solisluna Editora ficou em terceiro lugar na categoria projeto gráfico do Prêmio Jabuti, com o livro “Rico Lins: uma gráfica de fronteira”, de Rico Lins.

 

O vencedor do 54º Prêmio Jabuti deve ser divulgado no dia 18 de outubro e a lista completa dos finalistas pode ser conferida no site da premiação: http://www.premiojabuti.com.br/resultado-fase1-2012

 

Pastinha foi lançado em fevereiro deste ano em Salvador e nos últimos meses foi apresentado na III Feira do Livro Infantil de Fortaleza e na V Feira Literária de Porto Seguro. A obra é o 11º título do catálogo infantojuvenil da Solisluna Editora, que tem 27 livros publicados. História, cultura afro-brasileira, não ficção, arte visual e poesia estão entre os temas mais recorrentes no catálogo geral da editora.

 

A história narrada em “Pastinha – O menino que virou Mestre de capoeira” foi baseada em uma entrevista do capoeirista, datada de 1967. A partir desse material, o jornalista e escritor José de Jesus Barreto reconta essa trajetória, juntamente com os desenhos do artista gráfico Cau Gomez, que dão ao livro um toque de obra de arte.

 

http://www.jornaldamidia.com.br

Évora – PT: Nosso Reencontro

Caro capoeira, mestre, contramestre ou professor,

se aproxima a data do nosso reencontro de Évora. Será nos dias 13, 14, 15 e 16 de Setembro e a ideia é fazer dessa data, um momento dedicado à capoeiragem que une, de forma não tendenciosa, as diferentes correntes existentes na arte da Capoeira.

Esse ano, teremos a presença do jornalista e escritor Mano Lima que estará, junto com o professor Luciano Milani, fazendo a cobertura jornalística do evento e lançando seu mais novo livro “Eu, Você e a Capoeira”. O Jornalista Mano Lima é o idealizador e escritor do Dicionário da Capoeira, já em segunda edição.

O mestre Ousado também estará presente lançando o livro que fala da sua trajetória na capoeira. O mestre Ousado, hoje, vive e trabalha em Singapura.

Teremos a participação de muitos capoeiristas do Leste Europeu, Europa Central, além dos já habituais participantes vindos de países mais próximos a Portugal. Contaremos também com uma delegação do Brasil dos Estados de São Paulo, Goiás e da nossa capital Brasília.

De Portugal, esperamos receber um número significativo que já abraça e encara o Nosso Encontro, como um evento feito por e para todos nós, sem a defesa de nenhuma estampa que simboliza alguma entidade.

Estamos reunindo esforços para termos, também, uma representação cabo-verdiana e angolana no nosso Reencontro.

Temos a confirmação, pra esse ano, de dois representantes asiáticos vindos de Singapura e de Macau. Isso será muito importante na medida em que teremos, unidos pela capoeira, representantes das Américas (Brasil e Canadá), Africa (Angola e Cabo Verde), Europa e Ásia.

Peço a você que realize a divulgação junto aos seus alunos e demais conhecidos capoeiristas, informando-lhes o endereço de inscrição online que dou à seguir: www.nossoreencontro.portalcapoeira.com


Com um abraço amigo, me despeço e fico na expectativa do nosso reencontro.
Umoi Souza

TV Portal Capoeira: o novo canal da capoeira

Você faz o evento, no Brasil ou no exterior, e a gente vai lá registrar. Esse é o novo serviço que o Portal Capoeira oferece aos grupos, entidades e federações de capoeira. A partir de agora, você pauta o seu evento com pelo menos 30 dias de antecedência, para pautas no Brasil, e com 60 dias de antecedência, para pautas no exterior. E o Portal Capoeira desloca a sua reportagem da cidade de Brasília para qualquer parte do mundo para acompanhar ao vivo o seu Batismo, Troca de Cordas, Encontro ou Festival.

Essa é uma grande novidade em termos de cobertura jornalística, um serviço de reportagem especializado em capoeira. A TV Portal Capoeira já realizou coberturas experimentais nos festivais dos grupos Ibeca (Holanda e Alemanha), Alto Astral Capoeira (Portugal) e Aluá (Espanha). Veja como exemplo a reportagem sobre o grupo Aluá Capoeira no youtube (TVMano Lima).

A reportagem vai entrevistar o público, os promotores e os mestres e demais convidados de cada evento. Em seguida, as imagens são editadas e a matéria vai pro ar na página do Portal Capoeira e no youtube. A reportagem será supervisionada pelo jornalista Mano Lima, repórter de TV, colunista do Portal Capoeira, editor da revista Capoeira em Evidência e autor dos livros “Dicionário de Capoeira”, “Eu, você e a capoeira” e “A ginga dos mais vividos” e por Luciano Milani, editor do Portal Capoeira, professor e pesquisador.

Nessa parceria, o Portal oferece o serviço jornalístico gratuitamente. E o grupo que sugeriu a pauta arca com o transporte e estadia (alimentação e hospedagem) do repórter e, conforme a disponibilidade, do cinegrafista. A produção, será assinada pelo Portal Capoeira e editada em Português. Caso o grupo deseje e forneça um tradutor, será incluída uma legenda no idioma que o grupo indicar.

O vídeo editado poderá ser reproduzida e distribuído livremente, comercialmente ou não, pelo grupo. Com isso, os capoeiristas têm acesso a uma nova e eficiente mídia pra divulgar seus projetos e ações, com um investimento financeiro reduzidíssimo, uma vez que os custos de produção de vídeo são muitos altos, o que inviabiliza que os grupos menores tenham o seu próprio portfólio audiovisual.

 

Serviço:

Para agendar o seu evento e solicitar a presença da nossa reportagem, entre em contato com o jornalista Mano Lima, no email mano.lima@yahoo.com.br, ou nos telefones (61) 9190 4256 e 8101 0915 (Brasil), ou com Luciano Milani, editor do Portal Capoeira, no email mail@portalcapoeira.com, ou nos telefones + 351 938 304 080 e + 351 279 343 053 (Portugal)

Tocantins: Entrevista com o Editor do Portal Capoeira: Luciano Milani

Entrevista realizada com o jornalista/editor do site Portal da Capoeira, Luciano Milani, que há 05 anos reside em Portugal, onde desenvolve pesquisas sobre a capoeira, sua história e seus desdobramentos. Tendo como fim único  repassar de forma clara e concisa aos internautas (capoeiristas ou não), dados, atualidades, história e informações maciças sobre essa cultura brasileira. Milani também é capoeirista e seu interesse inegável por esta arte, é exposto através de seu trabalho no site Portal Capoeira, no ar há quase três anos.
UFT – Universidade Federal do Tocantins
Campus Universitário de Palmas
TREJ 1 – 3º Período
Aryanna Barbosa de Carvalho
Aryanna:  Seu trabalho jornalístico é voltado para a edição do Site Portal da Capoeira?

Milani:   Sim, sou editor do Portal Capoeira….

Aryanna:  Fale mais sobre o jornalismo online.

Milani:   Olha me sinto pouco a vontade para responder…. já que não exerço a profissão, somente pela internet e dentro de um “target” muito especifico. Mas é claro que se você achar interessante, terei imenso gosto em ajudar.

Aryanna:  O que você considera mais importante no seu trabalho?

Milani:   Tenho como principal atividade profissional a qualidade (Responsável da Qualidade de uma Empresa). Sou professor de capoeira nas horas livres, e é claro jornalista “manco” ONLINE!

Aryanna:  Qual a maior dificuldade encontrada na sua profissão, ou seja jornalismo online?

Milani:   Falta de apoio e parcerias, a capoeira é mantida dentro de um grande véu de misticismo e  fantasias….

Aryanna:  Esses apoios (quando vêm) partem em sua maioria de empresas privadas ou governamentais?

Milani:   O apoio que me refiro é mão de obra, entenda que o Portal é hoje, sem falsas modéstias, um dos mais respeitados e importantes mecanismos online de informação direcionada. No entanto não temos parcerias financeiras ou apoios de empresas. O único meio de “sustento” do site é a propaganda gerada pelo Google.
Voltando ao apoio e a parceria, me referia á pessoas “qualificadas”, dispostas a somar e colaborar para a nossa arte. Acredite, faço tudo sozinho! Existem alguns grandes amigos e colaboradores, mas todo o trabalho de edição, revisão e diagramação é feito por mim. Nosso time tem 4 pilares: Prof. Acursio Esteves, o Jornalista Mano Lima, André Pessego, e Teimosia.

Aryanna:  Eles são seu ponto de apoio?

Milani:   Sim, depois tem os outros colaboradores que ajudam com menor intensidade mais são de fundamental importância para o conjunto. Minha principal bandeira é tentar trazer pessoas “qualificadas”, coerentes, para dentro do time. “Não esqueça de ver o quadro completo: sem verba, sem apoio, somente amor, e muita, muita força de vontade.”

Aryanna:  E este seria também um obstáculo para a manutenção do Portal?

Milani:   Sim, sem duvida.

Aryanna:  Há quanto tempo o Portal está no ar?

Milani:   O Portal está no ar, oficialmente há dois anos, irá completar 3 em agosto.

Aryanna:  Em todo esse tempo de funcionamento o assunto que você tenha abordado que considera mais relevante?

Milani:   A integração natural da capoeira na sociedade como poderosa arma de cidadania!

Aryanna:  Para que não ocorram certas violações no site Portal da Capoeira e a proliferação de pirataria em torno das músicas e artigos ali publicados, que medidas de   segurança são adotadas?

Milani:   Esta pergunta respondo com uma frase de um grande amigo, mestre e ser humano ímpar: “É preciso dar o exemplo. Fora isso não há mais nada que se possa fazer.” Existe outra pessoa que se me esquecesse de citar, estaria sendo muito injusto. Existe um amigo, que sem ele não existiria o Portal, um destes camaradas que nos espelhamos, um grande “mestre” da informação, pesquisador e também editor do Jornal do Capoeira, Miltinho Astronauta, sem ele nada seria como é, ele me ajuda sem querer. Ajuda com conversa, ajuda com motivação, ajuda como amigo. É claro que fomenta a pesquisa. Acredito que atualmente está aparecendo uma classe de capoeiristas preocupados com a pesquisa e a informação.

Aryanna:  Esse apoio é extramente significante, ainda mais como você anteriormente me  revelou, faz tudo sozinho…

Milani:   Veja casos de mestres de renome que tem tido uma enorme influencia na forma como a capoeira está fluindo. Cito alguns nomes: Mestre Berg, Mestre Kadu, Mestre Luiz Renato Vieira, mestre Zulu… Mestra Janja, entre tantos outros…

Aryanna:  Qual a indicação ou conselho que você deixaria para nós acadêmicos de jornalismo,  devido a suas experiências como tal?

Milani:   Vamos lá: Objetivo, antes de mais nada é preciso ter consciência do árduo caminho a percorrer. Força de vontade (qualidade de todo capoeirista), camaradagem (alguns poderiam chamar de politicagem) mais é fundamental criar um ambiente propício para a soma, para a possibilidade de alargar fronteiras…

Wellington e Milani
Aryanna Barbosa de Carvalho frequenta o curso de Jornalismo da UFT – Universidade Federal do Tocantins.

Dicionário da Capoeira recebe terceira edição

O Dicionário de Capoeira, escrito pelo jornalista e pesquisador Mano Lima, ganhou sua terceira edição, revista e ampliada. A obra foi lançada oficialmente no dia 24 de maio no II Festival Internacional Capoeira, em Roermond (Holanda).

Nessa terceira edição o Dicionário recebeu a colaboração, entre outros, do pesquisador Carlos Carvalho Cavalheiro que auxiliou na composição de mais de trinta verbetes.
 

Cavalheiro, pesquisador sério e dedicado da região do Vale do paraíba, contribuiu com informações sobre capoeiristas famosos como Mestre Damião, Mestre Ananias, Madame Satã, de pesquisadores com Pol Briand e Miltinho Astronauta (Editor do Jornal do Capoeira) e ainda sobre a capoeira, a pernada, a tiririca e outras formas regionais de capoeira.
  
Mano Lima (foto) atualmente está em viagem pela Europa para a divulgação dessa terceira edição do Dicionário. Pretende ainda, na volta para o Brasil, divulgar nas cidades brasileiras.
 

Os interessados em receber um exemplar em casa devem depositar a quantia de R$30 na conta do autor, Mano Lima, Banco do Brasil, agência 19, conta 21.987-8 e informar o endereço.
 

Mano Lima é jornalista, editor dos sítios www.portalcapoeira.com, www.jornalmundocapoeira.com
e  autor dos livros "Dicionário de Capoeira" e "Eu, você e a capoeira"
 

Capoeira no cinema e nos quadrinhos

Durante o lançamento do filme "Mestre Bimba, a capoeira iluminada" em Portugal, o Portal Capoeira fará o sorteio de exemplares do livro infantil "Eu, você e a capoeira", a mais nova estória em quadrinhos sobre a capoeira, escrita pelo Jornalista Mano Lima.
Quem não for contemplado, pode comprar um exemplar com os organizadores do evento ou encomendar pelo correio.
A obra é do jornalista Mano Lima e foi publicada pela Conhecimento Editora. Enquanto aprendem a jogar capoeira, os personagens "Zumbinho", "Natalie", "Pastinho", "Mariana" e "Bimbo" estudam temas como a escravidão e a origem da capoeira nas aulas de história da "Professora Letícia".  A publicação é inspirada na Lei Federal  10.639/2003 que tornou obrigatório o ensino da História e da Cultura Afro-Brasileira nas escolas de ensino fundamental e médio do Brasil. O gibi é colorido, impresso em papel couchet e inclui um caderno de atividades, com o "ABC da Capoeira" e atividades lúdicas onde a criança interage com a história.
 
Concebido como material pára-didático, pode ser usado por professores de capoeira e de História, Língua Portuguesa e Artes. "Eu, você e a capoeira" marca a estréia do autor na literatura infantil.
 
Mano Lima é autor do "Dicionário de Capoeira" e editor da Revista Capoeira em Evidência.
Escreve para os sítios www.portalcapoeira.comwww.jornalmundocapoeira.com  e  www.temnoticia.com.br.

Programa de Reflexões e Debates para a Consciência Negra e Palestra: “CAPOEIRA: um jogo de saberes”

PROGRAMA DE REFLEXÕES E DEBATES PARA A CONSCIÊNCIA NEGRA, Uma experiência de aplicação da Lei 10.630/03, Convida para sua homenagem aos 35 anos da instituição do DIA DA CONSCIÊNCIA NEGRA com a palestra:
"CAPOEIRA: um jogo de saberes" 
 
O Programa de Reflexões e Debates para a Consciência Negra terá no próximo dia 21 de novembro, a partir das 19:30 h o Prof. Dr. Luiz Sergio Dias, pesquisador e autor do premiado livro "Quem tem medo da Capoeira?" e o Prof. Paulo Henrique Menezes da Silva, Mestre Paulão, Presidente da Liga de Capoeira do Estado do Rio de Janeiro, fazendo a palestra "CAPOEIRA: um jogo de saberes" no Colégio Estadual Professor Sousa da Silveira, no bairro de Quintino – Zona Norte do Rio de Janeiro.
 
O Jornalista Mano Lima, de Brasília, estará presente no debate e participa, ainda, de uma série de eventos no Rio de Janeiro. Durante a palestra, o jornalista fará em primeira mão o lançamento do DICIONÁRIO DE CAPOEIRA com um preço especial para nosso público.
 
A história da Capoeira funde-se com a própria história do Brasil, surgiu da luta do negro escravo pela liberdade, escapando do cativeiro, enfrentando a recaptura, abrindo caminho para continuar vivo e livre, assim sistematizou-se como genuína arte marcial brasileira.
 
A Capoeira é reconhecida pela sua efetividade como luta e pela sua autenticidade cultural: é balé, é arte circense, é dança de rua, é ginástica, é canto, é jogo e é ginga, está entre as grandes contribuições do Brasil ao imaginário do mundo, sendo praticada em cento e cinqüenta países da Europa, África, Ásia, Oriente Médio e Américas. A Capoeira aparece para o mundo como uma das mais nobres representações culturais brasileiras.
 
A Capoeira ajuda na superação dos limites do corpo e da mente, na renovação de energias, na criação do espírito coletivo de camaradagem pelas artes, manhas e artimanhas do seu jogo, uma realidade que já conta com o aval de instituições de educação como o UNICEF, que referenda trabalhos de capoeiristas brasileiros em vários países com crianças e adolescentes em áreas de risco social, com despatriados e vítimas de mazelas de guerras. Não há dúvidas que a Capoeira é instrumento de socialização e de resocialização em vários níveis.
 
O Prof. Luiz Sergio Dias, Mestre Paulão e o Programa de Reflexões e Debates para a Consciência Negra, encontram-se pela prática do permanente diálogo entre os valores do saber popular com os conhecimentos técnicos e acadêmicos, e unem-se na proposta de aplicar a Capoeira além da prática corporal, trazendo-a para a análise crítica da nossa sociedade e história e para o ensino de disciplinas como: educação artística, música, física, geometria, língua portuguesa, história, e ainda, história africana e cultura afro brasileira, além de trabalhar, ética, sociabilidade, respeito, desinibição e disciplina.
 
P.S: O Jornalista Mano Lima, autor do Dicionário de Capoeira, estará no RJ, de 21 a 25/11, participando de eventos no Rio de Janeiro referentes a Semana de Consciência Negra, divulgando e autografando a obra  DICIONÁRIO DE CAPOEIRA desua autoria.
 
{jgibox title:=[Confira a programação:] style:=[width:510px;]}
21/11 – 19 horas
Palestra "Capoeira: o jogo de saberes", promovida pelo Programa de Reflexões e Debates para a Consciência Negra, com a participação do Prof. Dr. Luiz Sergio Dias, pesquisador e autor do premiado livro "Quem tem medo da Capoeira?" e o Prof. Paulo Henrique Menezes da Silva, Mestre Paulão, Presidente da Liga de Capoeira do Estado do Rio de Janeiro
Local: Colégio Estadual Professor Sousa da Silveira, no bairro de Quintino, R. Amália s/n, Zona Norte
 

22/11 – 18 horas
Debate "Zumbi Vive: a internalização da consciência social pela educação"
Local: Fórum de Ciência e Cultura da UFRJ (campus Praia Vermelha), Av. Pasteur 250, 2º andar – Urca
 
23 /11 – 11 horas
V Ciclo de Palestras de Capoeira da UFRJ, sob o tema "Pedagogia do esporte: refletindo sobre a capoeira"
Local: Campus da UFRJ
{/jgibox}

 
Colégio Estadual Professor Sousa da Silveira
 
Coordenação: Profa. Carla Lopes
 
R. Amália s/n – Quintino Bocaiúva
Rio de Janeiro – R.J
CEP: 21380-400
Tel.: 2595-6209 (das 19h às 22h)
Cel:(21) 9649-5961 
e-mail: programa.rdcn@gmail.com

Promoção “Dicionário de Capoeira”

O sorteio será feito através do número da assinatura registrada no Boletim Informativo do Portal Capoeira, tendo como fonte do sorteio, a milhar final do 1º e 2º premio da Loteria Federal da Caixa, Extração nº: 04077
 
* Caso a milhar sorteada no 1º e 2º premio da Loteria Federal da Caixa, Extração nº: 04077 não estiver contemplada entre os participantes, a mesma sera invalidada e a milhar seguinte passará a vigorar (3º premio, 4º, 5º… e assim sucessivamente até  o premio puder ser validado)
 
Fique atento pois são 2 (dois) Dicionários Autográfados!!!
 
Lista dos 1969 Participantes, inscritos no Boletim Informativo do Portal Capoeira:
 
Somente serão validados as inscrições feitas até hoje – 06-10-2006 16:30 GMT
Os e-mails dos participantes não serão divulgados por motivos de segurança e confidencialidade. Somente os vencedores terão seus dados publicados.

 

Loteria Federal da Caixa, Extração nº: 04077
 

Prêmio Bilhete
 
1º – 62.484
2º – 24.240
3º – 39.098
4º – 72.770
5º – 52.406
 
Não existiram ganhadores com estes números
(MILHARES) 
Prêmios Derivados
 
00 – 0484
 
01 – 1484

 * Ganhadores da Promoção
 
Marcela Lucena – marcela_cdo@hotmail.com
 

Juruguassi Pereira Carvalho – formandojuruna@wanadoo.fr

 

Promoção "Dicionário de Capoeira" – Participe e concorra há 2 exemplares autográfados!
 
Dicionário de Capoeira no Portal Capoeira – Portal no Dicionário de Capoeira…
 
Foi uma enorme surpresa quando o Jornalista Mano Lima, autor do Dicionário de Capoeira, nos escreveu contando esta maravilhosa novidade.
Devido a importância e relevância de nossa site, os serviços prestados, a notícia e informação sempre dinâmicas e todo o leque de ferramentas e serviços oferecidos pelo Portal Capoeira, fomos incluídos na 2ª edição ampliada do Dicionário de Capoeira, como um verbete.
 
O Jornalista Mano Lima nos brindou com este fantástico presente e através deste ato, sela , imortaliza e referência a qualidade e importância do Portal Capoeira dentro da comunidade capoeirística.
 
Acabei de receber os exemplares, enviados para a promoção, e confesso ter ficado muito satisfeito com a qualidade do material e com seu conteúdo…
 
Para celebrar o lançamento do "Dicionário da Capoeira" em sua 2ª edição ampliada e revisada e a participação do Jornalista Mano Lima na Equipe de colaboradores do Portal Capoeira,  no mes de setembro o Portal Capoeira em parceria com o Jornalista Mano Lima, estará sorteando 2 Livros (Dicionário de Capoeira) autografados pelo autor, para os visitantes e leitores registrados no Boletim Informativo do Portal Capoeira.
Não perca esta oportunidade de ganhar esta importante obra que é de presença obrigatória em qualquer biblioteca ou casa de capoeiras…
 
Para participar desta promoção basta estar inscrito em nosso Boletim Informativo – Habilite-se, voce só tem a ganhar!!!
 
Um grande axé e boa sorte!!!

Dicionário da Capoeira será lançado na I ECOCAPOEIRA

Dicionário de Capoeira no Portal Capoeira – Portal no Dicionário de Capoeira…
 
Foi uma enorme surpresa quando o Jornalista Mano Lima, autor do Dicionário de Capoeira, nos escreveu contando esta maravilhosa novidade.
Devido a importância e relevância de nossa site, os serviços prestados, a notícia e informação sempre dinâmicas e todo o leque de ferramentas e serviços oferecidos pelo Portal Capoeira, fomos incluídos na 2ª edição ampliada do Dicionário de Capoeira, como um verbete.
 
O Jornalista Mano Lima nos brindou com este fantástico presente e através deste ato, sela , imortaliza e referência a qualidade e importância do Portal Capoeira dentro da comunidade capoeirística.
 
Aproveitamos para noticiar que no mes de setembro o Portal Capoeira em parceria com o Jornalista Mano Lima, estará sorteando 2 Livros (Dicionário de Capoeira) autografados pelo autor, para os visitantes e leitores registrados no Boletim Informativo do Portal Capoeira.
 
Fica a dica para participarem do lançamento do Dicionário de Capoeira que terá lugar no III Encontro Internacional Ecológico de Capoeira do Amazonas – Iº. Eco-Capoeira do Amazonas, organizado pelo Mestre Squisito da Cia. do Terreiro.
 
Luciano Milani

DICIONÁRIO DE CAPOEIRA SERÁ LANÇADO NA I ECOCAPOEIRA
     A nova versão do Dicionário de Capoeira, lançado em 2005, já circula nas rodas de capoeira e, em breve, estará nas livrarias. A 2a. edição – revista e ampliada – tem 210 páginas e mais de 1.400 verbetes. O lançamento oficial será em Manaus, durante a I Ecocapoeira, evento que acontece de 17 a 20 de agosto, por iniciativa do Instituto Terreiro do Brasil. O autor do Dicionário é o jornalista Mano Lima, editor da revista Capoeira em Evidência. A obra foi construída a partir de entrevistas com mestres de capoeira da Bahia, São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Goiás e Brasília e de intensa pesquisa bibliográfica.

     Entre as novidades da 2a. edição estão verbetes com biografias de mestres, históricos de grupos de capoeira, fotos e ilustrações inéditas e um roteiro de filmes de capoeira. Segundo o autor, o Dicionário é uma &ldquoobra em construção&rdquo e está aberta a críticas e sugestões que levem ao seu aprimoramento e, principalmente, à valorização dos capoeiristas. Na apresentação da 2A. edição, Mestre Squisito enfatiza que o processo de  trabalho que Mano Lima segue é democrático e plural, baseado na dedicada e humilde coleta de palavras, como uma &ldquoverdadeira pescaria do conhecimento que jorra das cabeças dos mestres, dos professores, das rodas, da "papoeira".

     De acordo com Mestre Bamba (Bahia), o Dicionário se inspira numa idéia correta: &ldquoA capoeira segue um processo evolutivo e não pára de crescer&rdquo. Um dos méritos da obra, segundo Mestre Suíno, do grupo Candeias, é que ela reúne &ldquoexpressões raras e interessantes que poderiam perder seu significado com o tempo, mas que agora estão perpetuadas.&rdquo Para o ex-Ministro dos Esportes Agnelo Queiroz, que prefaciou a 1a. edição, "o dicionário é uma obra que o Brasil esperava e que já nasceu clássica".  Segundo Mestre Zulu, do Centro Ideário de Capoeira, a publicação é de "ldquoimensurável valia para o nosso meio e uma obra cujo gigantismo, promissão e livre criação dos capoeiras, forçosamente suscitarão ainda novas revisões, atualizações e ampliações".

     Para o mestre Luiz Renato, do grupo Beribazu, a publicação do Dicionário é mais do que oportuna. "Os diversos planos textuais que estruturam a capoeira como fenômeno cultural, a linguagem corporal, a musicalidade, a ritualística da roda, a simbologia da indumentária se conectam e condensam seus sentidos na linguagem oral e articulada. Assim, ao organizar o léxico da capoeira, Mano Lima escolhe enfrentar um desafio. E o faz muito bem porque, com humildade intelectual e rigor nos estudos que empreende, amplia suas fontes e enriquece seu trabalho em uma pesquisa permanente", declarou Renato.
      Como comprar o Dicionário?
     Entre em contato diretamente com o autor e receba pelo correio. O custo unitário é de R$ 30,00 (para encomenda simples, já inclusa a postagem). Os grupos que desejarem adquirir para revenda terão um desconto especial. O autor está à disposição para participar de encontros de capoeira e divulgar o seu trabalho.
      Mano Lima &ndash (61) 8407 7960
     www.manolima.com