Blog

laranja

Vendo Artigos etiquetados em: laranja

Uberlândia – Capoeira: Arte – Esporte – Dança

Crianças e adolescentes defendem a capoeira como um esporte que, além de saúde, traz muitos conhecimentos culturais 
 
Ele tem apenas 8 anos, faz a 2ª série e freqüenta assiduamente as rodas de capoeira. Mateus Rodrigues Gonzaga iniciou a prática do esporte neste ano e já se descreve como um apaixonado pela arte. Espera um dia se tornar ?mestre?.

Mateus pertence a uma turma de centenas de crianças e adolescentes beneficiadas pelo trabalho voluntário de Geilson da Silva, monitor Simbad, que oferece aulas de capoeira gratuitamente a qualquer interessado nas escolas municipais Gladsen Guerra, no bairro Canaã, e Professor Leôncio do Carmo Chaves, no bairro Planalto.

Simbad, como prefere ser chamado, explicou que enfrenta grandes dificuldades para realizar seu projeto. No entanto, as recompensas valem o sacrifício. Ele contou que começou na capoeira quando tinha 12 anos e também teve a oportunidade na escola. Por isso ele faz questão de transmitir seus conhecimentos nestes espaços. O monitor ressaltou que até agora obteve total apoio das direções das instituições para colocar seu projeto em prática. Ele conseguiu autorização para ministrar suas aulas e abre a oportunidade para qualquer interessado, seja este aluno da escola ou não. É o caso de Rayldo Rodrigues Silva, de 13 anos. Ele faz a 5ª série na Escola Estadual Teotônio Vilela e freqüenta as aulas de capoeira na EM Professor Leôncio do Carmo Chaves.

Os alunos de Simbad foram unânimes ao falar da oportunidade, todos consideram esse aprendizado muito positivo. "Não tenho palavras para descrever o quanto foi bom participar deste projeto. Aprendi muita coisa da nossa cultura, a capoeira está presente na história do Brasil, já sei tocar berimbau, pandeiro, atabaque e agogô e isso sem falar na saúde, que melhorou", resumiu Thiago Antônio Pereira Bernardes, 14 anos, que é aluno de Simbad desde o ano passado.

O garoto garantiu que não há o que ele não goste na capoeira e foi apoiado pelos colegas. Já Mateus Gonzaga, ou Sombrinha, afirmou que o melhor nas aulas é treinar os saltos. "Eu gosto muito de saltar", disse.

Identificação de capoeirista

Você sabia que ao ingressar em um grupo de capoeira as pessoas recebem apelidos que se tornam suas identificações? É isso mesmo. Percebeu que Geilson é Simbad, Mateus é Sombrinha? Aliás, o pequeno lembrou que sua real identificação é Sombra. Os colegas o chamam de Sombrinha porque ele é o menor da turma, mas quando crescer será simplesmente o Sombra; e ele não vê a hora de isso acontecer.

Essas identificações são sempre bastante inusitadas. Dener Fernandes Oliveira Souza, 14 anos, é Gnomo; Thaislene Gonçalves Ribeiro, 14, é Pitanga; Rayldo Rodrigues, 13, é Morceguinho; e, Thiago Bernardes,

14, é Pé de Pato. Na roda, eles costumam se comunicar apenas pelo nome de guerra.

Simbad explicou que essa é uma tradição que se mantém desde a época dos escravos. Para dificultar a identificação dos envolvidos, os negros utilizavam então os apelidos.

ILUSTRAÇÃO: NÚBIA MOTA Um longo caminho

A turma de capoeiristas mirins compartilha um sonho: chegar o mais longe que puderem no esporte. Todos querem se tornar ?mestres? e pretendem ainda multiplicar o trabalho começado por Geilson. Todos eles garantiram que, se puderem, no futuro também vão transmitir os conhecimentos a outras crianças. Para o monitor Simbad, essa energia e essa força de vontade perceptíveis em crianças e adolescentes constituem o combustível que o faz persistir no trabalho voluntário. Porém, o professor enfrenta sérias dificuldades. "Não conseguimos patrocínio facilmente. Para levar um atleta para participar de qualquer campeonato, o investimento sai do bolso do aluno e do professor. Aconteceu um evento em Jataí e não tive condições de levar ninguém. Essa é uma realidade que desestimula bastante essas crianças. Gostaria que fosse diferente", desabafou.

As dificuldades existem, mas os alunos não deixam o professor desistir. Estão preparando um encontro de capoeira para acontecer em dezembro aqui, em Uberlândia. Será em nível nacional. Esperam conseguir todos os recursos necessários para que ele realmente aconteça e mais, pretendem se esforçar ao máximo para a realização do sonho de se tornar mestres.

Curiosidades

Assim como em algumas artes marciais, em que a cor da faixa determina o nível de conhecimento do atleta, na capoeira há essa distinção entre as cores de cordas. E essas cores são repletas de simbolismos.

A primeira corda é a crua, representa uma criança engatinhando e significa que o atleta dá os primeiros passos na capoeira. Em seguida vem a crua/amarela, é o período de preparação para a corda apenas amarela, que simboliza o ouro. Na seqüência, a próxima corda é a amarela/laranja, que também é usada como intermediária para a corda só laranja, que simboliza o pôr-do-sol. Após a corda laranja, vem a laranja/azul. Esta é a última corda de duas cores e também a última para quem está no nível de aluno. Assim que o capoeirista conquista a corda azul, que simboliza os oceanos, ele já pode ser monitor. Em seguida vem a corda verde, que representa as florestas. A corda seguinte é a roxa, que simboliza misticismo e diz que o capoeirista pode ser instrutor. A marrom representa a terra e que o atleta é professor. A corda seguinte é a vermelha, simboliza a pedra rubi e que seu usuário é mestrando. A última corda é a branca, simboliza o diamante e que, finalmente, o capoeirista se tornou mestre.

História

 
A história da capoeira, essa expressão cultural que mistura esporte, luta, dança, cultura popular, música e brincadeira, desenvolveu-se com a história da escravidão no Brasil, uma violência sem limites contra os negros. Ela é fruto da cultura dos povos africanos e foi desenvolvida para ser uma defesa. É caracterizada por movimentos ágeis, feitos com freqüência junto ao chão ou de cabeça para baixo. Essa arte era praticada e ensinada nos engenhos da cana-de-açúcar pelos escravos que fugiam e eram novamente capturados. Para não levantar suspeitas, os movimentos da luta foram adaptados às cantorias e músicas africanas para que parecessem uma dança. A capoeira se desenvolveu, cercada de segredos, como forma de resistência. Do campo para a cidade a capoeira foi incorporando outros elementos típicos. Em Salvador, capoeiristas organizados em bandos provocavam arruaças nas festas populares e reforçavam o caráter marginal da luta. Por este motivo, durante décadas a capoeira foi proibida no Brasil. A liberação da sua prática deu-se apenas na década de 30, quando uma variação da capoeira, a chamada regional, foi apresentada ao então presidente Getúlio Vargas.

A capoeira regional foi criada por Manuel dos Reis Machado, o Bimba, que não se caracterizou, exclusivamente, como uma nova forma de jogar capoeira, mas sim pela modificação dos modos de relacionamento do esporte com a sociedade que a reprimia. Ganhou proteção jurídica, estendeu as possibilidades para a sua prática e penetrou em espaços sociais, como, por exemplo, as escolas e academias.

Hoje em dia, a capoeira está dividida nessas duas correntes: a angola, o estilo mais antigo, e a regional, cujo jogo é um pouco mais rápido, acrobático e atlético.

 

Jornal Correio – http://www.correiodeuberlandia.com.br

PRISCILLA MELO – revistinha@correiodeuberlandia.com.br – FOTOS: PRISCILLA MELO – ILUSTRAÇÃO: NÚBIA MOTA

Sulbrasileiro Abada Capoeira – Resultados

Neste último final de semana tivemos a realização dos jogos Sulbrasileiro Abada Capoeira, em Porto Alegre (4 e 5 de junho), no clube Petrópolis Tênis Clube, que foi um grande sucesso!!
Teve a presença do Mestre Nagô (RJ), Mestrando Morcego (RJ) e Professor Pernilongo(SP).
Todos os estados da região Sul tiveram presente, RS, SC, PR.
No sábado ocorreu a abertura das atividades com direito a show de bolhadeiras -demostrando um pouco da cultura gaúcha- a competição e a própria final.
 
No domingo, dia 05, foi o encerramento no Brique da Redenção com um grande Aulão e uma Roda.
 
ABADÁ Capoeira do Rio Grande do Sul agradeçe a todos que participaram: professores, instrutores e aos alunos que ajudaram na organização.
 
Para contato:
Instrutor Batman:
batmax27@hotmail.com
Graduada Abelha: abelhabada@hotmail.com 
 
Classificação final:
categoria A marrom roxa/marrom e roxa geral:
1º gororoba
2º sorridente
3º montanha
4º batman

1- melhores jogos angola:
deco e gororoba
2- benguela
bode e montanha
3- Sao Bento grande

gororoba e batman
4- iuna
bode e gororoba

5-destaque feminino
idalina

6- categoria B verde/roxa e verde geral
1º tupi
2º caboclo
3º canga
4º pão d´gua

7- melhores jogos benguela
psico e cavanha
8- Sao bento Grande

tupi e cidade
9- iuna
malzebier e caboclo

10-destaque feminino
abelha

11-master
masculino: pãodágua
feminino: barbara

12-categoria C azul/verde e azul
geral
1º bujão
2º latino
3º gato felix
4º lambão

13-melhores jogos benguela
bujão e latino
14- Sao bento Grande
poca  e veio
15- iuna
gato felix e garoto

16-destaque feminino
trakinas

17- master:
masculino: beija flor
femino: lebre

18-sênior:
garoto

19-categoria D laranja/azul e laranja geral
1º saimon
2º bandana
3º ricochete
4º geleia

20- melhores jogos benguela
kito e bandana
21- sbg
saimon e geninho

22- destaque feminino
pity

23- juvenil
nadia

24- master
azaleia

25-categoria E amarelo/laranja, amarelo geral
1º patolino
2º azamba
3º paku
4º careta

26-melhores jogos benguela
careta e patolino
27-sbg
patolino e magali

28- destaque feminino
magali brava


PORTAL CAPOEIRA – RS (www.rscapoeira.cjb.net)

COLESTEROL E ALIMENTOS

ENTENDA POR QUE O COLESTEROL FAZ MAL

Todo mundo fala de colesterol – que ele traz problemas ao coração, que não pode comer isso, não pode comer aquilo… mas você sabe direito porque ele faz mal?

Em primeiro lugar: um nível de colesterol no sangue superior a 240 mg/dL eleva, sim, os riscos de uma pessoa ter doenças do coração (que podem levar ao infarto), e também de ter derrame cerebral e outros problemas circulatórios, como trombose.

Isto acontece porque essas doenças são causadas por aterosclerose (quando substâncias gordurosas se acumulam nas artérias, estreitando ou entupindo-as).

É por isso que devemos limitar o consumo de alimentos que contenham colesterol. Mas não basta cortar a gordura, é preciso manter uma dieta de baixa caloria, porque todo nutriente em excesso é transformado em gordura dentro do corpo.

Como os sintomas do colesterol alto só são percebidos quando começam as complicações, é importante monitorar sempre os níveis de colesterol através de exames de sangue. Além disso, consulte sempre seu médico. Ninguém melhor que ele para orientá-lo sobre como cuidar da saúde.

SAIBA O O QUE SÃO O COLESTEROL BOM E O COLESTEROL RUIM

As substâncias que transportam o colesterol dentro do corpo são chamadas de lipoproteínas. Elas são de dois tipos. Um é o chamado "colesterol ruim", que causa o entupimento das artérias. Outro é o "colesterol bom", que ajuda a evitar esse processo.

O LDL e VLDL (lipoproteínas de baixa e muito baixa densidade), ou "colesterol ruim", contêm os maiores componentes de gordura. As LDL têm normalmente de 60 a 80% do colesterol total. Elas ajudam a carregar o colesterol para dentro do tecido arterial e são as responsáveis pelo estreitamento e entupimento das artérias.

O HDL (lipoproteínas de alta densidade), ou "colesterol bom", contém a menor quantidade de colesterol e pode proteger as artérias de duas maneiras: levando o colesterol para longe da parede arterial, a fim de ser transformado em bile no fígado e excretado pelo intestino, e competindo com o LDL para ingressar nas células da parede arterial.

Mas mesmo o colesterol ruim é útil ao corpo. O colesterol é necessário em muitas funções corporais complexas, incluindo a síntese do estrogênio, androgênio e progesterona, que são os hormônios responsáveis pelas características sexuais secundárias, masculinas e femininas. Ele também desempenha um papel importante na formação das secreções biliares que emulsificam a gordura durante a digestão.

Mas isso não significa que a gente deva incluir o colesterol da alimentação. Isso porque até mesmo um indivíduo que consome uma dieta isenta de colesterol tem colesterol no corpo, já que ele é sintetizado (produzido) pelo nosso organismo.

Redação Terra com informações da nutricionista Alessandra Caviglia

Conheça os alimentos que protegem seu coração

Você já deve saber que a gente não deve comer certos alimentos para não aumentar a taxa de colesterol no sangue, certo? Mas você sabia que também existem alimentos que podem ajudar a combater o colesterol e melhorar sua saúde como um todo?

Esses alimentos protegem o coração de diversas maneiras. Ele podem, por exemplo, diminuir a taxa do colesterol ruim, ou aumentar a taxa do colesterol bom. Conheça quais são eles e inclua-os em sua dieta:
 

  • Alcachofra
  • Aveia
  • Azeite
  • Chá
  • Farelos e cereais integrais
  • Laranja
  • Oleaginosas
  • Peixe
  • Soja
  • Vinho

Redação Terra

CAMPEÕES DE SAÚDE: AZEITE

Desde a década de 70, a baixa incidência de doenças cardíacas nas regiões banhadas pelo Mediterrâneo (Itália, Espanha, Sul da França, Grécia) chamou a atenção de pesquisadores. Eles acabaram por descobrir que o azeite de oliva era um dos principais ingredientes de sua culinária.

As propriedades benéficas do azeite, principalmente virgem, são:
 

  • diminuir o colesterol das artérias (levando-o de volta ao fígado) e, conseqüentemente, ajudar no combate de doenças cardíacas;
  • combater a hipertensão e alguns tipos de câncer
  • proteger e fortalecer os aparelhos digestivo e imunológico

Mas atenção: o azeite deve ser usado sempre cru, para dar sabor e finalizar os pratos. Se você usá-lo para cozinhar, ele vai saturar muito rápido, transformando tudo que tem de bom em ruim. Para cozinhar, use óleos de girassol, canola ou milho.

Bianca Piragibe/Redação Terra

CAMPEÕES DE SAÚDE: FARELOS E CEREAIS INTEGRAIS

Os cereais – como o arroz e o trigo – são uma excelente fonte de carboidratos ricos em amidos e fibras. Os farelos são compostos pela casca externa indigerível destes grãos.

Os benefícios que eles trazem à saúde são:
 

  • ajudar a prevenir a prisão de ventre;
  • ajudar a diminuir as taxas de colesterol no sangue;
  • gerar uma sensação de saciedade que pode levar à perda de peso; e
  • reduzir o risco de alguns tipos de câncer, especialmente os associados à obesidade (no intestino e no estômago).

Mas não exagere: o excesso de farelo reduz a absorção de cálcio, ferro e zinco e pode causar irritação intestinal, distensão abdominal e flatulência. O ideal mesmo é consumí-lo não puro, mas em alimentos que o contenham, como o arroz integral e o pão integral.

Bianca Piragibe/Redação Terra

CAMPEÕES DE SAÚDE: FRUTAS CÍTRICAS

Este é o grupo de alimentos mais famoso no combate a doenças. Afinal, quem não sabe que o melhor remédio para a gripe é "vitamina C e cama"?

Os alimentos que se destacam são o limão, a laranja e a acerola, que podem ser usados em molhos, sucos, sorvetes, doces, geléias, compotas…

Em 100 gramas da parte comestível da acerola, pode-se encontrar até 80 vezes mais vitamina C que na mesma quantidade de limão ou laranja. Nem é preciso tanto! Uma laranja de tamanho médio contém cerca de 70 miligramas desta vitamina – uma quantidade maior do que as necessidades diárias de um adulto.

A vitamina C:
 

  • protege contra o envelhecimento das células; e
  • ajuda a reduzir o risco de certos tipos de câncer, ataques do coração, doenças pulmonares e derrames cerebrais.

A acerola também está relacionada ao combate de diabetes, disfunções do fígado, cicatrizações difíceis e disenterias, a laranja pode ajudar a reduzir o colesterol e o limão atua contra inflamações e alguns tipos de câncer.

Campeões de saúde: Oleaginosas

Nozes, amêndoas, castanhas… são todos famosos por serem muito calóricos e, inevitavelmente acabam expulsos das dietas de quem busca mais saúde. Então, o que eles fazem nesta lista?

Bem, só para começar: as nozes são o alimento vegetal que apresenta uma maior quantidade de antioxidantes, responsáveis por combater o envelhecimento celular e prevenir muitas doenças, como:
 

  • doenças coronárias;
  • diversos tipos de câncer; e
  • loucura.

A lista de benefícios não pára por aí. Se consumidas sem exagero, as oleaginosas não engordam e ainda:
 

  • diminuem o risco de morte súbita associada à parada cardíaca;
  • diminuem e o nível de colesterol no sangue; e
  • podem ajudar a prevenir alguns tipos de câncer.

Campeões de saúde: Peixe

O peixe é uma excelente fonte de proteínas completas, ferro e outros minerais, além de conter os célebres ácidos graxos ômega-3. São eles os grande responsáveis por grande parte da enorme lista de benefícios à saúde que ele traz.

O consumo regular de peixe:
 

  • diminui o desenvolvimento de doenças do coração e aterosclerose;
  • em idosos, diminui o risco de desenvolvimento do mal de Alzheimer e outros tipos de demência, ao reduzir a inflamação do cérebro e ajudar no desenvolvimento cerebral e na regeneração das células nervosas;
  • provavelmente por motivos semelhantes, proporciona um melhor desempenho acadêmico das crianças,
  • ajuda a aliviar os sintomas de depressão, como tristeza, ansiedade e problemas no sono;
  • tem influência no controle da pressão arterial;
  • colabora com a coagulação do sangue;
  • alivia os sintomas da artrite reumatóide; e
  • protege a pele contra raios UV e inflamações
 

Campeões de saúde: Soja

A soja é uma das plantas mais nutritivas e versáteis. É uma boa fonte vegetal de proteína, ferro e outros minerais e pobre em calorias e gorduras.

Estudos indicam que ela:

  • aumenta o colesterol bom e diminui ruim no sangue e, com ele, o risco de doenças do coração;
  • previne algumas formas de câncer, em especial o de mama;
  • as isoflavonas, presentes na soja, combatem sintomas da menopausa, como o fogacho (calorões), e podem evitar osteoporose. Seu uso é muito indicado principalmente para mulheres que não podem ou não querem fazer a reposição hormonal.