Blog

levando

Vendo Artigos etiquetados em: levando

Carolina Soares a voz da mulher na capoeira lança o seu quinto CD

Cantora profissional desde os 16 anos de idade, Carolina se dedica a musica o tempo inteiro, sua convivência com o publico da capoeira se deu através do contato direto em rodas e grandes eventos e meios sociais, dos quais Carolina fez parte ativa nas organizações. A cantora sentia falta de uma voz feminina nas rodas e exaltar mais ainda a presença da mulher. Foi assim que no ano de 1999 teve a ideia em de gravar o seu primeiro disco “Cantigas de Capoeira como você nunca ouviu antes”.

Sempre dirigida por Adriano Chediak (editor da Revista Capoeira), o CD foi de cara um sucesso estrondoso, ganhando espaço na mídia e levando aos leigos o som melodioso das cantigas de roda. Foi capa com matéria central no encarte “estadinho” do Jornal Estado de São Paulo e saiu em matérias de destaque de importantes veículos de comunicação como: Correio Brasilense, Jornal do Brasil, Estado de Minas, entre outros. Levou também a Capoeira para a TV em grandes emissoras como SBT, Record, Bandeirantes e na TV Globo gravou a vinheta dos 30 anos de aniversário do Programa Esporte Espetacular em ritmo de Capoeira.

Sua voz de timbre forte e seu carisma encantaram o universo da capoeira que era quase 100% masculino. Compôs grandes sucessos da capoeira como: “Vai ter Brincadeira”, “Vou Cantar pra Você”, “Capoeira não pode parar”, “Canto na areia”, “Capoeira de Menino” e “Mulher na roda” que virou um hino entre as mulheres.

Carolina Soares hoje é considerada a “voz feminina” da Capoeira, e acaba de lançar o seu quinto CD de capoeira, permitindo com isso fazer turnê de participações em eventos da capoeira em todo Brasil e em vários países europeus, como Grécia, Turquia, Polônia e Itália, sempre levando para os ouvidos e corações dos capoeiristas uma verdadeira lição de superação de como produzir um conteúdo já aprovado. Tem também se tornado madrinha de grandes projetos de inclusão social de crianças e jovens pelo Brasil inteiro.

A maior curiosidade do público é se ela treina capoeira, se ela é praticante assídua das rodas, sua resposta é sempre serena “Não pertenço a grupo algum, sou patrimônio da capoeira, e minha contribuição é através da musicalidade, cantando eu dou volta ao mundo, saltos acrobáticos e posso mandingar até onde eu tiver energia”.

 

Carolina Soares hoje é considerada a “voz feminina” da Capoeira, e acaba de lançar o

Serviço:

 

Data: 23/06/2013

Horario: 16 horas

Local: Bar Brahma

Av São João esquina com Av Ipiranga

Centro – São Paulo

(ao lado da estação de metrô Praça da República)


Para saber mais da cantora e adquirir o seu novo CD:

www.carolinasoares.com.br


Lançamento do Livro O corpo na capoeira

Livro escrito pelo professor Eusébio Lôbo (Mestre Pavão) analisa movimentos da capoeira.
Foi lançado na sexta-feira (20/11), no Centro Coreográfico do Rio, a coleção de livros O corpo na capoeira, escritos pelo professor Eusébio Lôbo (Mestre Pavão), do Departamento de Artes Corporais da Unicamp.
Nos quatro volumes, o autor lança um olhar sobre os golpes da capoeira levando em conta características espaciais e cinéticas do movimento do corpo.
Fonte: idanca.net

 

Santos: Aulas de Capoeira ao ar livre no Mercado Municipal

O projeto “Capoeira Escola”, que proporciona aulas gratuitas para portadores de deficiências, crianças e adultos no Mercado Municipal, agora ocorre também ao ar livre, um sábado por mês. A próxima aula externa será no dia 23, às 17h. As outras são realizadas às quartas e sextas-feiras, das 17h às 18h, nas dependências internas do mercado.

Ainda há vagas e os interessados podem se inscrever no horário das aulas, com o professor Márcio Santos, levando um atestado médico e o RG ou Certidão de Nascimento. Este é o segundo ano do projeto, que tem o apoio da Prefeitura e objetiva auxiliar na formação física e no caráter das pessoas.

Fonte: Depto. Imprensa – Prefeitura Municipal de Santos

Mestre Bigodinho – Reinaldo Santana

Reinaldo Santana – Mestre Bigodinho:
 
Exímio cantador e tocador de berimbau, nascido em 13 de setembro de 1933 na cidade de Santo Amaro, na Bahia, começou na capoeira em 1950 com Mestre Waldemar Rodrigues da Paixão, permanecendo até 1970, onde se afastou devido a repressão e discriminação sofrida na época. Em 1997, incentivado por seu amigo – o Mestre Lua Rasta, retornou ao convívio da capoeira, para a satisfação de todos que admiram essa nobre arte.
 
Mestre Bigodinho reside atualmente em Salvador/BA e viaja por todo o mundo levando seu conhecimento e amor pela capoeira.
Mestre Bigodinho é o padrinho da Associação de Capoeira Nação, motivo de orgulho e satisfação para todos que fazem parte da ACN.
 
"A Capoeira é uma defesa pessoal e cada qual se defende como pode na hora da necessidade. A capoeira não é valentia".
 
"Faça pouco bem feito do que muito mal feito".
 
Mestre Bigodinho

Orquestra Nzinga de Berimbaus

Criada em 1999 pelo Grupo Nzinga de Capoeira Angola,  a Orquestra surgiu da necessidade de transformar  em música o trabalho ligado à tradição angoleira no Brasil, em seus aspectos de filosofia, dança, ritmo, jogo, luta e brincadeira.

Orientada pelos coordenadores do Grupo, Janja, Paulinha e Poloca, que contribuem com a experiência adquirida em mais de 20 anos dedicados ao estudo e prática da Capoeira Angola, a Orquestra estimula a pesquisa individual dos componentes levando-os a desenvolver uma linguagem própria e um jeito particular de entender e se expressar através do berimbau.

Foto: Arquivo INCAB.