Blog

melhora

Vendo Artigos etiquetados em: melhora

Bahia: Forte Santo Antônio sedia “Capoeira de Saia”

Forte de Santo Antônio Além do Carmo vai sediar nos dias 01, 02 e 03 de maio, das 14h até às 18horas, o programa de capacitação “Capoeira de Saia”, organizado por grupos de mulheres  capoeiristas profissionais e amadoras-praticantes. As inscrições são limitadas, gratuitas e  podem ser realizadas no próprio Forte Santo Antônio Além do Carmo.

O encontro tem como principais objetivos informar profissionais da área, discutir o processo de ensino-aprendizagem e desenvolver propostas que visem a melhora da qualidade no ensino da capoeira.

Segundo os organizadores o compromisso principal será a capacitação e promover o fortalecimento da participação da mulher na capoeira, possibilitando uma troca maior entre as instituições culturais, as discussões de gênero, relação e contribuição no desenvolvimento histórico e social da capoeira.

Capoterapia melhora aspectos físicos e psicológicos de idosos

A técnica é uma mistura da atividade física aliada à capoeira através do som do berimbau

Uma nova técnica tem chamado a atenção das pessoas que estão participando da programação da Semana Do Idoso: a capoterapia. A prática tem se revelado como poderoso instrumento para proporcionar um bem estar físico e espiritual aos idosos que estão participando do evento organizado pela Secretaria Municipal de Trabalho Cidadania e Assistência Social – SEMTCAS.

A técnica é uma mistura da atividade física aliada à capoeira através do som do berimbau e tem garantido a participação em massa de todos. "A participação dos idosos tem sido muito boa. Eles exercitam todo o corpo e a mente. Além disso, o processo é todo adaptado às limitações físicas dos idosos", explicou Silvan Cesar, capoterapeuta que está desenvolvendo a atividade na Semana do Idoso.

Silvan Cesar acrescenta que a atividade pode trazer vários benefícios para quem pratica. "As pessoas adquirem noção espacial, melhora a coordenação motora, melhora a respiração, a circulação sanguínea e eleva a auto-estima. É uma atividade completa que só traz benefícios para as pessoas que praticam", pontua.

Uma das atividades realizadas na capoterapia é a técnica do abraço, do riso. "E acima de tudo, como respeitar o próximo e a si mesmo. Tudo isso desperta nas pessoas a alegria de se sentir que está vivo", esclarece.

Um dos fatores apontados pelo capoterapeuta é a importância do poder público municipal estar proporcionando o acesso a essas atividades. "É um passo muito importante. As pessoas estão tendo o conhecimento sobre a técnica e a riqueza da capoeira, assim podem participar e conferir os benefícios. Todos podem participar das sessões que estão acontecendo na Semana do Idoso", convida.

A capoterapia é realizada em vários projetos da Prefeitura de Teresina., como no Lineu Araujo, no Centro de Convivência Marli Sarney, no Núcleo de Atenção Intergeracional do Promorar. São doze profissionais envolvidos na realização das atividades. " Só quem participa pode compreender a "limpeza na alma" que a técnica da capoterapia proporciona", finaliza Silvan César.

Fonte: Ascom Edição: Luana Sena

Brasilia: Câmara faz homenagem à capoterapia

Aproveitando a ocasião da II Conferência Brasileira de Capoterapia, realizada em Brasília, a Comissão de Direitos Humanos, Cidadania, Ética e Decoro Parlamentar da Câmara Legislativa realizou, nesta manhã, sessão solene em homenagem a essa terapia fundamentada nos princípios da capoeira.
A capoterapia utiliza elementos da capoeira adaptados para pessoas da terceira idade, respeitando as condições físicas e características psicológicas próprias dessa faixa etária, com ênfase nos abraços e cantorias entre os participantes. Essa metodologia foi criada e vem sendo desenvolvida pelo Mestre Gilvam, instrutor de capoeira e presidente da Associação Brasileira de Capoterapia e da Associação de Capoeira Ladainha.
 
De acordo com a deputada Erika Kokay (PT), a capoterapia é uma atividade que deve ser apoiada oficialmente, devido aos "ganhos inquestionáveis que traz para os idosos. Já ouvi depoimentos de pessoas que praticam a capoterapia e agora têm mais gosto pela vida, relatando, inclusive, a melhora de dores de cabeça, reumatismos, disposição física e principalmente a melhora da auto-estima e da inibição", afirma.
 
Para o idealizador da terapia, Mestre Gilvam, somente agora o trabalho é devidamente reconhecido pelo Poder Público. "Há mais de 20 anos que procuramos apoio e somente no governo Lula fomos ouvidos e, mais importante, conseguimos firmar parceria com o Ministério do Esporte", comemora Gilvam. "Também estamos contentes por ajudar os nossos capoeiristas, que em muitos casos precisavam sair do País para sobreviver de sua arte", acrescenta.
Serviço:
 
Oficina Aberta de Capoterapia. Brasília/DF
 
100 vagas gratuitas A Associação Brasileira de Capoterapia oferece 100 vagas gratuitas de Capoterapia DIAS: todas as quartas-feiras de 9 às 10h LOCAL: Universidade Católica de Brasília Bl. "G" Tag. Sul CLIENTELA: acima de 50 anos PROF.º: Mestre Gilvan O QUE É CAPOTERAPIA? É uma terapia utilizando elementos da capoeira adaptada para pessoas da terceira idade, respeitando a condição física, as potencialidades, os limites e as características psicológicas individuais da clientela. A metodologia da Capoterapia foi criada e vem sendo desenvolvida pelo mestre em capoeira Gilvan Alves de Andrade, baseado na experiência, estudos , congressos, oficinas e fóruns sobre a modalidade esportiva, onde a equipe de instrutores é aperfeiçoada. "Saúde não é tudo, mas tudo não é nada sem saúde. (Schopenhaver) Associção Brasileira de Capoterapia
 
Associação de Capoeira Ladainha e Associação Brasileira de Capoterapia –  Av. Hélio Prates, QNL 30, Conjunto A, Lotes 31/33, Taguatinga Norte.
Telefones: 3475-2511 / 3475-2160
E-mail: ladainha.capoeira@globo.com
Site: www.capoterapia.com

Alagoas: Capoeira para portadores de necessidades

O Grupo Munzenza, tem explorado o lado Esporte-Competição dentro da Capoeira, realizando compeonatos, competições especificas voltadas a capoeira luta… e agora uma abordagem destes mesmos eventos, destinados a um publico portador de necessidaes especiais.
Desta forma a família Munzenza vem se destacando nesta faceta da capoeiragem…. e ao mesmo tempo, conforme a matéria em anexo, valorizando a inclusão e o indivíduo
 
Luciano Milani

A Sociedade Pestalozzi, em parceria com o grupo de capoeira Muzenza, realiza hoje, a partir das 14h, no Pavilhão do Basquete, em Jaraguá, o I Campeonato de Capoeira para portadores de necessidades especiais.
Cerca de 50 atletas participarão do evento, que segundo seu idelizador, professor Antônio Sérgio, tem caráter inclusivo. "As crianças e jovens que participam das aulas de capoeira apresentam melhora em aspectos como motricidade, lateralidade, sensibilidade e auto–estima", avalia.
A prática da capoeira na Pestalozzi integra o trabalho de terapia ocupacional e envolve uma equipe multidisciplar.
"Além da inclusão social, vamos premiar os melhores atletas como forma de incentivá–los à pratica esportiva", finaliza.