Blog

mogadouro

Vendo Artigos etiquetados em: mogadouro

Portugal: Capoeira ganha novo espaço em Mogadouro

Depois de mais de 7 meses lecionando a "céu aberto", na Praça da Fonte Nova em Mogadouro, o Grupo de Capoeira que tem o mesmo nome da Vila, ganha um novo espaço para continuar desenvolvendo o seu trabalho, com melhores condições, nas instalações da Escola Primária de Mogadouro- EB1.
 
Sempre na busca de uma dinâmica e de uma participação efetiva da comunidade nas atividades desportivas e culturais, o Dr. Jacinto Galvão, Presidente da Comissão Executiva Instaladora do Agrupamento de Escolas de Mogadouro, foi o grande responsável por esta grande conquista e mais valia para o alunos da Capoeira Mogadouro.
As aulas são gratuitas e abertas a toda a comunidade e acontecem todas as Terças e Quintas nas Instalações da Escola Primária EB1, dás 19:30 hs às 21:00 hs (Inverno) / 20:00 hs às 21:30 hs (Verão)
Mais do que uma luta, a capoeira é hoje também dança, música, história e cidadania. É uma arte desportiva genuinamente brasileira que, de dia para dia, cativa cada vez mais jovens por todo o mundo, passando uma mensagem de vida, parceria e integração, na luta do dia-a-dia.
 
O Ministro da Cultura, Gilberto Gil, em seu discurso de agosto de 2004 na ONU, em Genebra afirmou:
" … Atualmente, a capoeira já é praticada em mais de 150 países. Nas Américas, no Japão, na China, em Israel, na Coréia, na Austrália, na África e em praticamente toda a Europa. A capoeira disseminou-se pelo mundo com entusiasmo. Mesmo sem falar português, um chinês, um árabe, um judeu ou um americano podem repetir o compasso da mesma música, a arte do mesmo passo e a ginga do mesmo toque."
 
Aproximadamente há quatro anos e meio, residindo em Mogadouro, Luciano Milani, natural de São Paulo, Brasil, e conhecido nas rodas capoeiristicas como “Milani”, decidiu implantar em Portugal, mais precisamente em Mogadouro a arte da capoeira, trazendo consigo toda uma cultura brasileira e a cerca de dois anos e meio, fundou o Grupo de Capoeira Mogadouro, por onde já passaram mais de 60 alunos, hoje o grupo conta com cerca de 18 integrantes.
 
A luta está sempre presente, até pelas suas origens – desenvolvida pelos escravos do Brasil como forma de resistir aos opressores, praticada em segredo e recorrendo à “ginga”, movimento que lembra a dança e à música, para assim “enganar” os patrões (Escravistas / Senhores de Engenho / Grandes Fazendeiros, etc…).
“Respeito, malícia, disputa, brincadeira” são elementos presentes durante o jogo onde as canções são marcadas ao ritmo do berimbau, instrumento "rei" da capoeira, sob um ritmo contagiante e profundo.
 
Quem entra na roda para jogar, entende que o respeito e a cidadania, inerentes do "JOGO", são fundamentais dentro do universo da capoeiragem, pois a capoeira deve ser praticada dentro de um preceito básico, determinado por 3 PILARES FUNDAMENTAIS:
RITMO, RITUAL e RESPEITO
TRÊS "ERRES" FUNDAMENTAIS
 
"Capoeira é uma palavra estranha…
que se escreve com um "rê" suave…
e se pratica com três "erres"…
o primeiro é o RITMO… o segundo o RITUAL..
o terceiro é o RESPEITO…
sem os quais não se joga capoeira!"
 
Mestre Decanio, Presidente de Honra do Grupo Capoeira Mogadouro.
 
 
Agradecimentos especiais a toda a equipe de docentes e funcionários do Agrupamento de Escolas de Mogadouro, a toda a Comissão Executiva e ao Professor Manuel Paulo Borges, Diretor responsável pela Escola Primária EB1 de Mogadouro.
 
Read More

Batizado de Capoeira – Grupo Capoeira Mogadouro

O batizado é apenas uma formalidade…
uma cerimonia de apresentação…
…do aluno iniciante
a comunidade capoeirística…
 
 
Onde ele irá RECEBER o cordão…
cordão que ele já ganhou… um pouquinho a cada dia…
com seu esforço, dedicação, e amor pela capoeira!!!
 

O batizado é uma festa… dedicada aos alunos, onde eles tem o papel principal…

 
Tema do Batizado: jesus, vigotisky, capoeira e cidadania

 Angelo Augusto Decanio Filho
 
Ø      Jesus pregou a cidadania como Lei Divina
o        Somos todos irmãos
 
Ø      Vigotisky concebeu a cidadania como decorrência lógica da vida em sociedade e cooperação inter-pares
o        A vida em sociedade ou grupo baseia-se na cooperação entre seus membros ou pares1
o        Nenhum homem se constrói HOMEM sem a cooperação de OUTRO HOMEM2
 
Ø      A capoeira materializa a cidadania pela indispensabilidade de respeito e confiança mútua entre os seus praticantes
o        A Capoeira parece um embate de corpos, mas é um encontro de corações em clima de harmonia, felicidade e amor3
 
1 Peer em inglês – 2 Vigotisky – 3 AADF 

Gisele e Lucca:
 
muito obrigado pela força…
…carinho…
paciência e companheirismo!
 
 


Dedico este artigo:
 
Aos alunos da Capoeira Mogadouro,
minha família…
ao querido Mestre Decanio
e a toda comunidade capoeirística.

1º Batizado Capoeira Mogadouro

 
É com imensa alegria que o Grupo Capoeira Mogadouro
 
comemora o seu 1º aniversário!!!
 
E prepara a sua festa…
 
1º Batizado de Capoeira
 
Dia 16 de Julho de 2005, a partir das 16:00 horas na Casa de Cultura – Vila de Mogadouro – PT
 


Tema do Batizado: jesus, vigotisky, capoeira e cidadania

 Angelo Augusto Decanio Filho
 
Ø      Jesus pregou a cidadania como Lei Divina
o        Somos todos irmãos
 
Ø      Vigotisky concebeu a cidadania como decorrência lógica da vida em sociedade e cooperação inter-pares
o        A vida em sociedade ou grupo baseia-se na cooperação entre seus membros ou pares1
o        Nenhum homem se constrói HOMEM sem a cooperação de OUTRO HOMEM2
 
Ø      A capoeira materializa a cidadania pela indispensabilidade de respeito e confiança mútua entre os seus praticantes
o        A Capoeira parece um embate de corpos, mas é um encontro de corações em clima de harmonia, felicidade e amor3
 
1 Peer em inglês
2 Vigotisky
3 AADF 

  
Programação:
 

  • Apresentação dos trabalhos em homenagem a Mestre Bimba e Mestre Pastinha.
  • Leitura do Texto ORIGEM E PREVENÇÃO DA VIOLÊNCIA NA CAPOEIRA  de autoria de Angelo Augusto Decanio Filho.
  • Apresentação de duas músicas de autoria do Grupo.
  • Roda de confraternização.
  • Entrega dos Certificados de conclusão da primeira etapa na caminhada da "capoeira”, assinados por nosso “Presidente de Honra” Angelo Augusto Decanio Filho – Mestre Decanio.
  • Entrega dos Cordões.
  • Jantar de comemoração – Um ano de Capoeira. 

    Agradecimento: Câmara Municipal de Mogadouro
  •  
     
    Coordenação: Professor Luciano Milani
     
    Apoio Cultural:
     

    Agradecimento especial: Mestre Decanio, um ser humano impar, cidadão e guerreiro incansável que dedicou uma vida a capoeira e nos brindou com sua obra e sabedoria.
     
    Tenha a certeza de que mesmo o senhor não estando fisicamente presente estará presente em nossos corações e presente na própria capoeira… no ritmo Ijexá… ritmo do coração…
     
    Muito Axé, Saúde e Paz em sua caminhada…
    Read More

    Aulão de Capoeira na Escola Secundária de Mogadouro


    Novos Horizontes – Nº 5 Edição 1 – Junho 2005
    Jornal editado pelos alunos da Escola Secundária com 3º Ciclo de Mogadouro
    Agradecimentos ao Clube de Jornalismo, corpo docente e aos alunos da escola.

    Chora capoeira…Mestre Gerson Quadrado…

    Em nome do Mestre Jaime de Mar Grande, comunicamos que neste domingo 17/04/05 veio a falecer na Ilha de Itaparica – BA, o Mestre Gerson Quadrado, grande capoeirista e conhecedor da nossa cultura popular.
     
    Gerson Francisco – Mestre Gerson Quadrado
    01/07/1925 à 17/04/05
     
    E em nome do Grupo Capoeira Mogadouro e de todos os membros e visitantes deste site deixamos aqui nossos sentimentos.
     
    Chora capoeira… capoeira chora….
    Salve Mestre Gerson… continue a vadiar… e zelar pela Capoeira… Axé!

    Capoeira, Dinâmica e Informação

    Crônica sobre a dinâmica da Capoeira e das informações nos veículos de comunicações virtuais
     
     
    Mestre Edson Carneiro, respeitável folclorista e estudioso da cultura do Negro-Banto, e especialmente de Capoeira Angola, deixou diversas lições para todo bom Capoeira-Pesquisador.
     
    O próprio título de um de seus livros – Dinâmica do Folclore – já é uma lição, onde o autor demonstra que não adianta tentar congelar as manifestações culturais como se fossem estáticas, e pior ainda, como se fossem Regionais.
     
    Edson Carneiro tratou de descrever a Capoeira de sua época, mas dando a deixa de que a mesma poderia – e está – se modificando ou se adequando com o passar dos tempos. E é bem o temos visto ultimamente. Até mesmo como reflexo deste processo quase que inevitável da globalização.
     
    Um bom exemplo disto é a apaixonante Capoeira Angola, que outrora estava por desaparecer, quando os Mestres Moraes e Cobrinha Mansa, ainda no Rio de Janeiro, entraram em campo – ou deveria dizer na Roda – e viraram o jogo. Coisas da angola… Para certificarem-se do que estou falando, basta ler o livro "Capoeira: pequeno manual do jogador", de autoria de Nestor Capoeira, edição de 1998.
     
    Hoje, felizmente, podemos ter acesso a um número infinito de informações, seja em livros especializados sobre o tema Capoeira ou teses doutorais, também sobre o assunto. Algumas negando a Capoeira como Patrimônio Cultural Brasileiro. Outras, por outro lado, valorizando exatamente esta face de nossa arte. Alguns trabalhos vêem o componente Negritude como um dos pilares da Capoeira, outros, ao contrário, passam por cima disto e correm para uma Academia de Ginástica.
     
    Além dos livros, teses e revistas, basta entrar em alguma ferramenta de busca na internet e digitarmos combinações de palavras-chave com os assuntos correlatos à Capoeira, e Chazan… aparece centenas e milhares de endereços para pesquisa. O problema, geralmente, é a qualidade das informações, ou seja, a maioria das páginas tem conteúdo repetitivo, buscando sempre fortalecer uma versão comercial unificada do que vem a ser, realmente, Capoeira. É claro, é jogada de marketing de uns e outros. Mas quem paga o preço, que aliás tem sito cada vez mais caro – vejam os preços dos workshops pelo mundo afora – é o próprio Capoeirista.
     
    Read More

    LEMBRANÇAS DE PASTINHA

    I SEMINÁRIO DE CAPOEIRA ANGOLA DO GRUPO DE CAPOEIRA LIBERTAÇÃO – LEMBRANÇAS DE PASTINHA


    Luciano,
     
    Como havia lhe falado no Orkut, eu meus alunos e demais membros do meu Grupo (Grupo de Capoeira Libertação), com base no que foi proposto por vc faremos uma roda em homenagem a Mestre Pastinha no dia 05/04.
     
    Só que resolvemos fazer um pouco mais. Vamos fazer um seminário com o Vídeo do Pastinha e palestras com estudos e debates sobre o Mestre e a capoeira angola. O nome será "I SEMINÁRIO DE CAPOEIRA ANGOLA DO GRUPO DE CAPOEIRA LIBERTAÇÃO – LEMBRANÇAS DE PASTINHA" . Tudo se realizará nos dias 31/03, 01/04 e 04/04, finalizando com a roda no dia 05/04.

    Gostaria de lhe pedir que divulgasse o evento no seu site, mas, principalmente, que comunicasse aos seus alunos que o evento aqui será realizado, e que haverá diversas rodas (guardadas as diferenças de fuso-horário) no dia 05/04 aqui no Brasil e em Bogotá na Colômbia, que serão feitas junto com a que será realizada pelo seu grupo numa corrente mundial, em comunhão, pela memória do saudoso Mestre Pastinha.
     
    Gostaria, ainda, que se possível, vc me enviasse uma mensagem, em nome do Grupo Mogadouro, para ser colocada junto às demais mensagens na nossa academia, informando sobre a realização da roda no seu grupo e da importância de Pastinha para você. Do mesmo modo, a mensa gem que lhe envio, juntamente com prospecto do seminário em anexo, poderão ser afixados na sua academia para demonstrar aos alunos a força que tem o nome de pastinha, bem como a União de diversos capoeiras em todo mundo em torno do seu nome.
     
    Grande abraço a você e a todos os seus alunos. E lembre-se que eu formei esta corrente, mas na verdade esse movimento foi deflagrado dentro de mim pelo que vc escreveu no orkut. Um grande abraço a você e a todos da Capoeira Mogadouro.
    Axé, VIVA PASTINHA
     
    Professor Gustravo Cunha Tavares
    Grupo de Capoeira libertação


    Caro Gustavo,
     
    Tomei a liberdade de publicar o artigo conforme o original, enviado a mim… pela beleza, paixão e carinho como se referiu ao Mestre Pastinha…
     
    Axé camará…
     
    Luciano Milani

    Apresentação de Capoeira no Via Dupla

    Capoeira Party, foi assim que o Via Dupla Bar batizou esta festa, onde o pano de fundo era a Capoeira… rolaram videos, músicas e uma roda de Capoeira com o Grupo Capoeira Mogadouro
     
     
     
    O Bar estava lotado para prestigiar o Grupo Capoeira Mogadouro, um grupo de jovens que iniciaram nesta arte a pouco mais de 7 meses…
     
     
     
     
    Fica aqui a relatada a minha alegria e satisfação em saber que o meu trabalho tem sido reconhecido e a semente da Capoeira esta sendo plantada no nordeste trasmontano, em Portugal…
     
    Um grande Axé a todos os Alunos da Capoeira Mogadouro!!!
     
    E um agradecimento especial ao Via Dupla Bar, onde tivemos a honra de nos apresentar por convite do Pi, o proprietário do Via Dupla e pela oportunidade de difundir o nosso trabalho!!!
     

     
     
    Luciano Milani
    {mos_sb_discuss:17}

    Orientação de Antena SAT

    Nome

    Distancia
    (km)

    Região

    Latitude

    Longitude

    Elevação

    Mogadouro

    Bragança

     

    41.333

    -6.717

    670 m

    Zava

    1.9

    41.317

    -6.717

    694 m

    Figueira

    3.3

    41.317

    -6.750

    746 m

    Vale da Madre

    3.7

    41.367

    -6.717

    721 m

    Vale de Porco

    4.0

    41.300

    -6.700

    737 m

    Vilar de Rei

    4.6

    41.300

    -6.683

    742 m

    Est. Mogadouro

    5.6

    41.333

    -6.650

    722 m

    Paradela 

    5.6

    41.333

    -6.783

    614 m

    Brunhoso 

    5.6

    41.367

    -6.767

    657 m

    Azinhoso

    6.2

    41.383

    -6.683

    667 m

    Castelo Branco 

    6.2

    41.283

    -6.750

    567 m

    Remondes 

    7.0

    41.383

    -6.767

    630 m

    Salgueiro 

    7.0

    41.333

    -6.800

    586 m

    Santiago 

    7.0

    41.333

    -6.633

    731 m

    Paço 

    7.2

    41.317

    -6.633

    752 m

    Viduedo 

    7.4

    41.400

    -6.717

    535 m