Blog

número

Vendo Artigos etiquetados em: número

Nova Ministra da Cultura & Ciclos de Debates Pró-Capoeira

Prezados Camaradas…!

Depois de um longo e tenebroso inverno, é retomada causa da capoeira pelo Governo da Presidente Dilma, desta feita com uma nova Ministra da Cultura, a Sra. Marta Suplicy…

Esperamos que, depois desse longo tempo de abandono de nossas questões pela Sra. Ana de Hollanda (grande decepção para toda a classa de pessoas envolvidas com a cultura popular, já que essa ministra nos pareceu muito preocupada apenas com a Cultura de elite, teatro, ballet, cinema, etc…) possam os novos atores da política governamental fazer diferença para com a questão de nossa Capoeira, dita eleita como Patrimônio Cultural do Brasil… mas na prática totalmente desprezada até aqui pelos agentes da cultura do governo federal, tanto quanto do Governo do DF…

A intenção nesta mensagem é levantar a informação para o maior número de pessoas que se interessam pela capoeira, mormente, logicamente, os mestres dessa arte…

 

Meu abraço e a esperança de que a gente tenha voz nesse debate…

 

axé!!!

 

Mestre Squisito

Brasilia – DF

61 9514 0459 – claro
61 8225 5578 – TIM

Ilê de Bamba realiza batizado de capoeira e ritual de cordas neste domingo

O Centro Cultural Ilê de Bamba se prepara para um ‘batizado’ de capoeira entre os seus alunos. O ritual, que também inclui a ‘passagem de corda’, acontece anualmente entre os membros da entidade. No domingo, dia 13 de dezembro, mais de 40 alunos farão parte do evento. O 1º Festival de Capoeira – Batizado e Troca de Corda terá início às 13 horas e será aberto à comunidade.

Desde que o grupo existe, anualmente é realizado um ‘batizado’, ou ‘passagem de corda’ entre os integrantes do Ilê de Bamba. Na capoeira, esse ritual representa que o aluno ‘progrediu’, como passar de ano na escola, por exemplo.

“Eu acho que a corda não é o que faz o capoeirista, mas ela é um símbolo de que a gente evoluiu”, explica o capoeirista Ruly Lino Laurentino (foto), que pratica capoeira há quase dois anos.

A capoeira, assim como algumas artes marciais, possui o ritual da passagem de corda como uma ‘aprovação’ para seus alunos. Segundo o professor de capoeira do grupo Ilê de Bamba, Marcelo Aparecido de Barros, há um número oficial de cordas na capoeira, que muda de acordo com a capacidade do aluno.

“Nós não seguimos o modelo da federação. Preferi acrescentar um número maior de cordas, para dar mais tempo ao aluno”.

Conforme o tempo de aprendizagem, ou a melhora no desempenho do capoeirista, a corda, que é amarrada ao uniforme usado na luta, é trocada por uma corda de outra cor. Assim como existe o judoca “faixa preta”, na capoeira há a corda que representa a maior posição, que no caso, é a branca.

“A capoeira não é como o karatê, que você aprende os movimentos e troca de faixa. O ritual de trocar a corda é uma prova de que você adquiriu ali uma experiência de vida”, afirma o aluno Gilmar Henrique Rodrigues, que pratica capoeira há 10 anos, e trocará de corda este ano.

Este ano, cerca de 40 alunos participam do ritual do batizado. “Primeiro o aluno é batizado, o ritual da troca de cordas vem depois. Apenas os mestres têm direito de batizar os novatos”, diz Marcelo.

O evento será realizado no dia 13 de dezembro, no teatro PAX, a partir das 13 horas. Toda a comunidade está convidada a assistir.

Fonte: http://www.portalcomunitario.jor.br

Por: Camila Stuelp, Hortênsia Franco e Lígia Tesser

Interbairros de Niterói de Capoeira Estilo Livre

Aos Presidentes de Federações, Ligas e Associações, Mestres, Professores, Alunos e amantes da Capoeira,

No dia 26 de setembro de 2009, de 8 às 14h, a Federação Fluminense de Capoeira, a Liga Niterói de Capoeira, Liga Gonçalense de Capoeira e o Instituto Brasileiro dos Profissionais de capoeira, em parceria com o SESC Niterói, realizarão o Interbairros de Niterói de Capoeira Estilo Livre. Este é mais um evento de confraternização entre os capoeiristas fluminenses e os amantes desta modalidade esportiva.

Além de muita capoeira, o público presente poderá participar das atividades que estarão acontecendo no SESC Niterói nesta data, gratuitamente: Terapias alternativas, recreação infantil (brinquedos gigantes) e banho de piscina (menores de 12 anos somente acompanhados por responsável maior de 18 anos).

Nesta ocasião estaremos premiando com troféus os representantes dos bairros que comparecerem com maior número de capoeiristas, além do destaque do dia.

Esperamos contar com a sua ilustre presença e a participação de seu grupo.

Agradecemos desde já sua atenção e colocamo-nos à disposição para esclarecer quaisquer dúvidas.

 

Justificativa:

Acredita-se que a denominação “capoeira” surgiu em analogia ao mato rasteiro ou vegetação rasteira.

Durante o regime escravo, o negro que fugia era perseguido pelos capitães do mato e quando não conseguia êxito em sua perseguição, ao retornar, era questionado pelo senhor de engenho sobre o motivo de não ter conseguido e, como resposta tinha: “a capoeira me pegou” – fazendo alusão a vegetação rasteira, pois o negro aparecia de repente e acertava chutes, cabeçadas e rasteiras.

A capoeira nos dias atuais, derrubando as barreiras culturais, já é praticada nos cinco continentes e, é reconhecido pelo Ministério da Cultura e, está em todos os níveis de nossa sociedade (clubes, creches, escolas, universidades, praças, empresas, etc) atendendo a todas as faixas etárias.

Atualmente possui vários estilos e a capoeira está organizada através de Associações, Ligas, Confederação, Federação Nacional e Internacional, o estilo livre integra todas as características e é uma das mais importantes e genuínas expressões afro-brasileira  manifestando-se através expressões como a dança, jogo, luta, etc.

Buscando a integração dos capoeiristas e amantes desta modalidade esportiva, a Federação Fluminense de Capoeira, a Liga Niterói de Capoeira, a Liga Gonçalense de Capoeira, a Associação dos Profissionais de Capoeira e o Instituto Zezeu Capoeira Livre promovem, em parceria com  o SESC Rio de Janeiro, o Interbairros de Niterói de Capoeira Estilo Livre. Este será realizado no dia 26/09,  das 8 h às 14 horas, no SESC Niterói (Rua Padre Anchieta, 56 – Centro – Niterói), e contará com a presença de vários mestres com reconhecimento mundial.

Serão premiados os representantes dos grupos que conseguirem mobilizar maior número de capoeiristas, além do Destaque do evento.

Com esta atividade não iremos auferir lucros.

 

Atenciosamente,

Elizeu dos Santos Felipe

Presidente da Federação Fluminense de Capoeira

mestrezezeu@yahoo.com.br

(21)9589-1358

Mato Grosso do Sul comemora Dia Mundial da Síndrome de Down com Dança e Capoeira

O Dia Mundial pela Síndrome de Down, comemorado dia (21/03), será marcado por atividades de conscientização e disseminação do conhecimento da síndrome em Campo Grande (MS). Para celebrar a data, Uma Rede de Supermercados  em parceria com a Escola de Desenvolvimento Especial Juliano F. Varela, especializada em acolher portadores da Síndrome de Down, realiza pela primeira vez na Capital uma festa especial com apresentações de danças e distribuição de folders educativos.
 
A coordenadora pedagógica da escola, Roberta Navarrete Ribeiro, explica que na ocasião cerca de 80 alunos da Escola Juliano Varela apresentará ao público campo-grandense habilidades na capoeira e na dança do ventre. “Eles também estarão entregando folhetos informativos sobre as atividades desenvolvidas pela Escola Juliano Varela e sobre a importância da inclusão social”, ressalta a coordenadora.
 
Atualmente, a Escola Juliano Varela atende cerca de 120 alunos com os programas de estimulação precoce, educação infantil e ensino fundamental, atividades extras curriculares, como a capoeira, educação no trânsito e inserção no mercado de trabalho, além do grupo de dança formado pelos alunos da escola. Ela é mantida através de doações e de convênios com o governo federal, estadual, municipal e doações de empresas e particulares.
Síndrome de Down
 
O Dia Mundial da Síndrome de Down foi escolhido pela Associação Internacional Down Syndrome International, em alusão aos três cromossomos no par de número 21 (21/3) que as pessoas com síndrome de Down possuem. A síndrome de Down não é um defeito nem uma doença. É uma ocorrência genética natural, que no Brasil acontece em 1 a cada 700 nascimentos e está presente em todas as raças. Por motivos ainda desconhecidos, durante a gestação as células do embrião são formadas com 47 cromossomos no lugar dos 46 que se formam normalmente.
O material genético em excesso (localizado no par de número 21) altera o desenvolvimento regular da criança. Os efeitos do material extra variam enormemente de indivíduo para indivíduo, mas pode-se dizer que as principais características são os olhinhos puxados, o bebê ser mais molinho e o desenvolvimento em geral se dar em um ritmo mais lento. Com apoio para seu desenvolvimento e a inclusão em todas as esferas da sociedade, as pessoas com síndrome de Down têm rompido muitas barreiras.
Em todo o mundo, e também aqui no Brasil, há pessoas com síndrome de Down estudando, trabalhando, vivendo sozinhas, escrevendo livros, se casando e até chegando à universidade.

Promoção “Dicionário de Capoeira”

O sorteio será feito através do número da assinatura registrada no Boletim Informativo do Portal Capoeira, tendo como fonte do sorteio, a milhar final do 1º e 2º premio da Loteria Federal da Caixa, Extração nº: 04077
 
* Caso a milhar sorteada no 1º e 2º premio da Loteria Federal da Caixa, Extração nº: 04077 não estiver contemplada entre os participantes, a mesma sera invalidada e a milhar seguinte passará a vigorar (3º premio, 4º, 5º… e assim sucessivamente até  o premio puder ser validado)
 
Fique atento pois são 2 (dois) Dicionários Autográfados!!!
 
Lista dos 1969 Participantes, inscritos no Boletim Informativo do Portal Capoeira:
 
Somente serão validados as inscrições feitas até hoje – 06-10-2006 16:30 GMT
Os e-mails dos participantes não serão divulgados por motivos de segurança e confidencialidade. Somente os vencedores terão seus dados publicados.

 

Loteria Federal da Caixa, Extração nº: 04077
 

Prêmio Bilhete
 
1º – 62.484
2º – 24.240
3º – 39.098
4º – 72.770
5º – 52.406
 
Não existiram ganhadores com estes números
(MILHARES) 
Prêmios Derivados
 
00 – 0484
 
01 – 1484

 * Ganhadores da Promoção
 
Marcela Lucena – marcela_cdo@hotmail.com
 

Juruguassi Pereira Carvalho – formandojuruna@wanadoo.fr

 

Promoção "Dicionário de Capoeira" – Participe e concorra há 2 exemplares autográfados!
 
Dicionário de Capoeira no Portal Capoeira – Portal no Dicionário de Capoeira…
 
Foi uma enorme surpresa quando o Jornalista Mano Lima, autor do Dicionário de Capoeira, nos escreveu contando esta maravilhosa novidade.
Devido a importância e relevância de nossa site, os serviços prestados, a notícia e informação sempre dinâmicas e todo o leque de ferramentas e serviços oferecidos pelo Portal Capoeira, fomos incluídos na 2ª edição ampliada do Dicionário de Capoeira, como um verbete.
 
O Jornalista Mano Lima nos brindou com este fantástico presente e através deste ato, sela , imortaliza e referência a qualidade e importância do Portal Capoeira dentro da comunidade capoeirística.
 
Acabei de receber os exemplares, enviados para a promoção, e confesso ter ficado muito satisfeito com a qualidade do material e com seu conteúdo…
 
Para celebrar o lançamento do "Dicionário da Capoeira" em sua 2ª edição ampliada e revisada e a participação do Jornalista Mano Lima na Equipe de colaboradores do Portal Capoeira,  no mes de setembro o Portal Capoeira em parceria com o Jornalista Mano Lima, estará sorteando 2 Livros (Dicionário de Capoeira) autografados pelo autor, para os visitantes e leitores registrados no Boletim Informativo do Portal Capoeira.
Não perca esta oportunidade de ganhar esta importante obra que é de presença obrigatória em qualquer biblioteca ou casa de capoeiras…
 
Para participar desta promoção basta estar inscrito em nosso Boletim Informativo – Habilite-se, voce só tem a ganhar!!!
 
Um grande axé e boa sorte!!!

Revista Praticando Capoeira número 34

A Revista Praticando Capoeira NÚMERO 34, ANO III já está nas bancas. Esta edição traz para os leitores as seguintes matérias:
ARTIGOS E ENTREVISTAS:
   – Entrevista com Mestre Pinatti;
   – Mestre Cabo JAI e a Capoeira no Vale Tudo
   – Mestre Acordeon, há mais de 40 anos difundindo a Capoeira Regional
   – Manuel Raimundo Querino – O Sábio do Povo (por M. Tonho Matéria)
   – O Berimbau Regional (por M. Cafuné)
   – Entrevista com a contramestra MARA, do Grupo Herança Cultural
   – XII Batizado e VI Encontro Internacional do Grupo Topázio
   – Brasil Internacional Capoeira Muzenza
   – A Capoeira e o Jogo da História (por M. Luiz Renato)
   – Augusto Mário Ferreira, um Mestre Jornalista (por Miltinho Astronauta)
   – Lembrando Seu Bimba (por M. Acordeon)
ACONTECEU:
   – Festival Internacional de Capoeira, Brasilia/DF
   – Dez anos do Grupo Topázio em Itabuna/BA
   – VII Encontro Nacional de Capoeira e I Copa Aberta – Herança Cultural
   – IV Encontro Mangangá de Capoeira, Salvador/BA
   – XVI Batizado do Grupo Caravelianos
   – Encontro de Capoeira do Grupo Força das Raças
   – V Encontro do Centro Cultural Sucena, Maringa/PR
   – XI FACA – SP
   – Apresentação de Capoeira no Ministério da Cultural – M.Onça (Beribazu) entrega berimbau ao Ministro Gilberto Gil (foto)
   – II Encontro Intermunicipal de Capoeira Muzenza, Concórdia/PA
   – I Encontro Baiano de Capoeira, Vitória da Conquista/BA
   – Paranauê – Capoeira na Itália
LANÇAMENTOS:
   – Livro Capoeiragem, Expressões da Roda Livre (M.Russo)
   – CD Roots of Bahia – Mestre Val Bpa Morte
   – CD Mestre Roxinho Capoeira Angola

 

Jornal do Capoeira – www.capoeira.jex.com.br
Edição 63 – de 05 a 11/Mar de 2006

17ª Mostra Cultural e Festa de Batizado Capoeira Nação

Dia 17 de Dezembro de 2005, no Colégio Dom Bosco em Porto Alegre, ocorreu sob o comando do Mestrando Paulo Grande a XVII Mostra Cultural, Batizado e Troca de cordas do Capoeira Nação.

A Mostra Cultural iniciou-se com a “Puxada de Rede” seguida de “Maculelê” que foram apresentados por um grande número de crianças. Logo após a apresentação, deu-se início o Batizado e a troca de cordas.

Estavam presentes pricipalmente o Mestre Pop (Fundador do Grupo), Mestre Kadu, Mestre Moa, Mestre Ratinho, Mestre Nino Alves, Contra-Mestre Fabinho, entre outros.

O batizado ficou marcado pelo elevado número de crianças. A grande maioria é fruto do trabalho social, destinado a crianças do Ensino Público, que vêm sendo desenvolvido pelo Mestrando Paulo Grande e Graduado Cabeleira durante todo o ano de 2005.

 Outros grandes marcos foram as trocas de cordas dos alunos Bebezão e Tartaruga, onde ambos vêem colaborando para o crescimento e desenvolvimento da capoeira. O Graduado Coelho, que desenvolve seu trabalho em Portugal, juntamente com o Graduado Cabeleira, que dá aulas em vários locais de Porto Alegre, receberam a graduação intermediária para Instrutor (corda verde e roxa).

O ponto alto ocorreu no final. Após anos de dedicação absoluta no trabalho e desenvolvimento da capoeira, reconhecidos por todos do grupo e não só, os professores Paulo Grande, Sapo (Nação Curitiba) e Corisco (Nação Caxias) receberam as cordas de Mestrando (corda marrom e vermelha).

O encerramento foi exibido em grande, com a roda dos mestres e  mestrandos. A roda mostrou o jogo de pura mandinga e sabedoria por parte dos capoeiristas, deixando deslumbrado quem assistia e acompanhava a roda.

Os agradecimentos vão para todos os presentes que tornaram o evento um grande sucesso.

Parabéns ao grupo que mesmo tendo que ultrapassar grandes obstáculos durante sua caminhada, mostrou que é forte e que luta pelos seus ideais.

Parabéns especial ao Mestrando Grande, responsável pelo trabalho apresentado e pela maravilhosa festa que foi o evento.

Muito Axé a todos, até a próxima

  Escrito por: Especialista – www.capoeiranacao.org

BIMBA FOI “ANGOLEIRO”?

Bimba foi "angoleiro"?

Detalhe ampliado da fotografia de Mestre Bimba "jogando" capoeira com Asclépios Ferrer, no início dos anos 30, encontrada à página 19 do livro "Mestre Bimba, a crônica da capoeiragem" de Jair Moura (Salvador, 1991).
Observar a descontração, a postura em meia-guarda (muzenza), a face zombeteira, sorridente, o balanço do tronco, os ombros soltos, com braços relaxados, punhos fletidos, mãos em concha. Membros superiores em movimento de varredura protegendo a cabeça e o ventre, equilíbrio centralizado na cintura.
Posição de animal semi-agachado, prestes ao ataque, fuga ou salto; compatível com número imprevisível de movimentos, rápidos e velozes; esquiva, cabeçada, giros, ataques usando membros superiores ou inferiores.
Foto exibindo a semelhança, entre os movimentos do estilo ensinado pelo Mestre Bimba até os anos 40, com o "jogo de capoeira", "vadiação" ou "brincadeira"; que alguns preferem chamar de capoeira tradicional; a matriz dos estilos chamados de Angola pelo Mestre Pastinha e de Regional pelos seguidores de Mestre Bimba.

Pós-Graduação em Capoeira

A UNIABEU, Rio de Janeiro, estará promovendo curso de pós-graduação em Capoeira.

 

ESPECIALIZAÇÃO EM CAPOEIRA

OBJETIVO GERAL:

Capacitar profissionais com conhecimentos específicos a UNIABEU pretende oferecer o curso de Pós-Graduação em Capoeira(Lato Sensu).

PÚBLICO-ALVO:

Profissionais de Educação Física e graduados das profissões relacionadas à Capoeira.

HORÁRIO DE AULA

As aulas serão realizadas aos sábados, nos períodos da manhã e da tarde, com periodicidade quinzenal, admitindo-se, de acordo com calendário divulgado previamente, a ocorrência de aulas em sábados subsequentes.

DURAÇÃO:

360 horas, a serem intregralizados em 18 meses, não comportando o tempo de estudo individual ou em grupo, sem assistência docente.

ESTRUTURA CURRICULAR:

  • História da Capoeira I e II
  • Corporeidade na Capoeira
  • Treinamento Desportivo na Capoeira
  • Antropologia na Capoeira
  • História da África e das Sociedades Afro-americanas
  • Psicologia na Capoeira
  • Psicopedagogia na Capoeira
  • Biomecânica Aplicada a capoeira
  • Nutrição e Capoeira.                                
  • Psicomotricidade na Capoeira
  • Metodologia da Pesquisa
  • Tópicos Especiais em Capoeira
  • Análise Sistemática dos Movimentos da Capoeira
  • Sociologia na Capoeira
  • Didática do Ensino Superior
  • Trabalho final de curso

CORPO DOCENTE

Corpo docente é formado por doutores, mestres e especialistas com sólida formação acadêmica e experiência profissional relativa ao curso em que lecionam.

PROCESSO SELETIVO

Análise de Curriculum-Vitae.

DOCUMENTAÇÃO EXIGIDA PARA INSCRIÇÃO

    • Cópia do Diploma de graduação ou similar (Autenticado)
    • Declaração de Graduação (Temporário)
    • Cópia do Histórico Escolar da Graduação
    • Cópia do Documento de Identidade/CPF/Título de Eleitor
    • Curriculum Vitae Resumido
    • Cópia Certidão de Nascimento ou casamento
    • 2 fotos 3X4

NÚMERO MÁXIMO DE ALUNOS POR TURMA

40 (QUARENTA) vagas por turma

INVESTIMENTO

A definir pela Coordenação Geral

PERÍODO DE INSCRIÇÃO

21 de fevereiro a 21 de março de 2005

PREVISÃO DE INÍCIO DAS AULAS

09 de abril de 2005

CERTIFICADO

Os alunos que concluírem todas as disciplinas com média mínima 7,0 (sete) e presença de, no mínimo, 75% das atividades acadêmicas de cada disciplina e obtiverem avaliação satisfatória no Trabalho de Conclusão de Curso, terão direito ao Certificado de Especialista em Psicopedagogia, conferido pela UNIABEU- Centro Universitário.

OBSERVAÇÃO

Não preenchendo o número mínimo de vagas estabelecidas, a UNIABEU reserva-se o direito de não abrir o curso.

 

Informações: Prof. João Perelli