Blog

olimpíada

Vendo Artigos etiquetados em: olimpíada

Várzea Grande: Portadores de necessidades especiais jogam capoeira na Olimpíada Inclusiva

Durante a disputa da III Olimpíada Inclusiva, iniciada nesta terça-feira (21.08) em Várzea Grande, o público terá a oportunidade de presenciar que limitação física e mental é superada com muito esforço e dedicação. Inserida no projeto do governo Federal, o ‘Esporte e Lazer da Cidade’, a capoeira vem sendo utilizada como mecanismo de combate ao ócio em portadores de necessidades especiais, principalmente para quem tem síndrome de Down.
 
Na Olimpíada Inclusiva, evento realizado pela secretaria municipal de Educação e Cultura, os alunos da Escola Municipal “Antônio Salústio Areias”, localizada no bairro 15 de Maio, vão competir jogando capoeira. Responsável por esse novo método de inserção social e de atividade física aos deficientes de Várzea Grande, o mestre Masca comemora os resultados surgidos em pouco tempo de aula.
 
“Tem aluno que chegou com muita dificuldade de locomoção, agora, quase dois meses de aula pós-adesão à capoeira, já tem apresentado melhora em seu andar. É algo recompensador e que me motiva ainda mais a trabalhar nesse projeto. Eu vejo a capoeira não só como uma cultura afro-brasileira, mas como instrumento para a saúde física de milhares de pessoas”, ressalta o mestre.
 
O mestre Masca está gostando tanto de dar aula a um público especial que decidiu ampliar as aulas. Agora, além da Escola “Antônio Salústio Areias”, ele desenvolve também aula de capoeira para 37 alunos deficientes físicos no Centro de Habilitação Profissional (CHP) “Professora Célia Rodrigues”, localizado próximo ao cemitério municipal de Várzea Grande.
 
O coordenador do projeto ‘Esporte e Lazer da Cidade’ do núcleo Centro de Várzea Grande, Márcio Roberto, frisa que a procura pelas aulas de capoeiras aos deficientes têm sido grande e bem aceita pelas famílias dos alunos. De acordo com ele, o projeto do governo Federal em parceria com a prefeitura de Várzea Grande foi criado justamente como instrumento de inserção social, por meio de atividades desportivas em municípios e bairros carentes Brasil afora.
 
Fonte: O Documento – Várzea Grande, MT – http://www.odocumento.com.br

Nota de Falecimento: Mestre Marquinhos – Brasilia capoeira

Salve camaradas…
 
Venho por meio dessa para informar triste fato acontecido com um querido amigo da maioria dos capoeiras…
Um mestre na verdadeira concepção da palavra, um ser humano acima de qualquer outra coisa , amigo verdadeiro e camarada nas rodas da vida…
Faleceu mestre Marquinhos (Brasilia capoeira) Um dos unicos formados por mestre Adilson, aconteceu em um acidente automobilistico em direção a Porto Seguro, Domingo 31/12/06.
 
Haverá uma roda em sua homenagem na torre de tv a partir das 10 hs. Não deixem de ir prestar sua homenagem.
 
Com muito pesar…
 
Mestrando Léo Bombeiro
Um pouco mais da história de Mestre Marquinhos:
 
Nascido em 21 de Julho de 1966, no Estado do Rio de Janeiro (RJ), no Bairro de Botafogo.
 
Marcus Vinicius S. Gomes veio para Brasília em 1976. Com Formação em Tecnologia em Processamento de Dados, cursando Ed. Física e atualmente Direito, trabalhou na área de processamento de dados durante 8 anos, como Analista de Sistemas Sênior, formado a Faixa Preta 2º Dan pela Confederação Brasileira de Judô, tetra CampeãoBrasiliense ( 81 a 83), Centro-Oeste (83), Campeão Brasileiro em 84 e Vice em 85/86 (Juvenil).
 
Ingressou na Capoeira em 1985, no SESC da 913 Sul, com o Mestre ADILSON. "Após percorrer diversas academias, fui ver uma roda no SESC, a convite de vários amigos que treinavam lá, quando terminou a roda tive certeza de que não poderia treinar em outro lugar, era exatamente como falavam, a melhor, incomparável".
 
Em 1989 começou a ministrar aulas em diversas academias em Brasília, em 92 no CEUB e no Colégio JK (como prática de Ed. Física), em 1993 foi convidado para representar o Brasil no Festival Mundial de Folclóre em Kiell na Alemanha, em 1994 fez uma temporada de 4 meses com show's no Teatro e TV Espanhola, em 1995 fez outra temporada de 8 meses por toda a Europa, ministrando Cursos, participando de Show's e Eventos Internacionais de Capoeira. Tendo oportunidade de fazer uma apresentação ao Comitê Olímpico Internacional (COI), onde recebeu uma carta de indicação para representar o Brasil na Olimpíada Cultural em Sidney 2000 (evento que acontece paralelo à Olimpíada oficial). Desde então participa de eventos Internacionais por toda a Europa, EUA, e América do Sul, além de eventos Nacionais.
 
Em 200 fez uma turnê pela América do sul, em 2002 fez outra turnê na Europa e Oriente Médio, em 2003 ao Chile e Peru, em 2005 New York e Cunectcut. Todas as turnês ministrando cursos e participando de eventos de capoeira.
 
Em 1998 foi graduado à MESTRE pelo MESTRE ADILSON.
 
O CENTRO CULTURAL E FOLCLÓRICO BRASÍLIA CAPOEIRA estava sob a coordenação do Mestre Marquinhos, formado pelo Mestre ADILSON.

Aracajú: 2ª Olimpíada Equilíbrio de Capoeira

Segunda Olimpíada Equilíbrio de Capoeira acontece no próximo domingo
 
A olimpíada ainda servirá para arrecadar brinquedos para a Ação Solidária Almir do Picolé
 
No próximo dia 8, a Capoeira Equilíbrio estará realizando a 2ª Olimpíada Equilíbrio de Capoeira – Batizado e Troca de Cordas. A competição será somente para os alunos do grupo e contará com regulamento próprio. “O batizado é um momento muito importante das pessoas que serão mudadas de níveis e receberão um apelido para ser usado em todo o mundo capoeirístico”, disse o mestre Gavião Branco.
 
Ele ainda explica que a troca de graduação ou corda se faz depois que o aluno se submete a uma prova prática e histórica dentro das diretrizes da Capoeira Equilíbrio, a fim de qualificar o capoeirista dentro de um conteúdo necessário para a sua formação
A olimpíada ainda servirá para arrecadar brinquedos para a Ação Solidária Almir do Picolé. As doações poderão ser feitas na sede da capoeira, na praça da Bandeira, 238, em Aracaju. Maiores informações pelos telefones (79) 3214-5940, durante toda a semana.
 
 
Capoeira Equilíbrio 
 
Fundada em 20 de maio de 2005, a Capoeira Equilíbrio conta com cerca de 200 alunos espalhados pelos pólos e colégios nos municípios de: Aracaju, Ribeirópolis – sede e Povoado Serra do Machado –, Nossa Senhora das Dores – sede e Povoado Taboca. “Os atletas sentem-se bem, pois é um ambiente salutar, de respeito, com descontração e amizade, criando uma comunidade”, disse Gavião, ressaltando ainda que o equilíbrio é parte fundamental da filosofia da capoeira
 
Fonte: http://www.cinform.com.br – Cinform Online – Aracajú – Sergipe