Blog

paranaense

Vendo Artigos etiquetados em: paranaense

Aconteceu: Fórum Paranaense de Capoeira

Aconteceu no último sábado e domingo a segunda edição do Fórum Paranaense de Capoeira, no Memorial da Curitiba, a partir das 9h. Organizado pelo Centro Cultural Humaitá, que trabalha pela valorização da cultura afro-brasileira, o evento vai ter ainda o Festival de Cantigas e o Forum Feminino.

Entre os convidados para falar estão os Mestres Bigo – que foi aluno de Pastinha -, Lito, Zumbi e a “velha guarda” da capoeira local. A Velha Guarda, explica Candiero, capoeirista idealizador do encontro e do Centro Cultural, foi listada na edição passada, numa primeira tentativa de mapear a capoeira no Paraná. “Sãos os Mestres mais antigos, vários deles responsáveis por trazer de suas terras a capoeira para o Paraná. Eles foram eleitos para ajudar a cuidar dessa cultura”, comenta. As manhãs dos dois dias serão em torno do tema mulher na capoeira, com aulões, inclusive.

Haverá debates sobre questões pertinentes à capoeira que, em 2008, foi reconhecida como patrimônio cultural do Brasil. Depois de quase ser cancelado por tensões com o Ecad – que queria cobrar direitos autorais das cantigas de capoeira que são de domínio popular – agora está tudo certo.Candiero está habituado a driblar a falta de apoio ao esporte de fortes raízes culturais. Sobre o Centro Cultural Humaitá, ele diz que é tudo ainda muito recente, estamos nos organizando juridiamente para poder buscar mais apoios em leis de incentivos.

Já ganhou um, o Capoeira Viva, do Ministério da Cultura, para o Museu da Capoeira Paranaense, adianta. A intenção do Forum Feminino, diz ele, é refletir sobre a presença da mulher. “Antigamente elas não participavam, mas hoje são muitas e isso exige mudanças de comportamento. É preciso lembrar que roda violenta afasta criança, mulher e idosos e a capoeira é para todos. Estamos chamando as pessoas pra jogar no campo das idéias”.

Fonte: http://www.bemparana.com.br

Paraná: Professores querem acabar com “picaretagem” na capoeira

Aconteceu em Guaraniaçu no último dia (15) a Oficina de Capoeira promovida pelo grupo Guerreiros de Aruanda. O evento contou com a presença de 50 alunos dos municípios de Guaraniaçu, Campo Bonito e Diamante do Sul que tiveram orientação do professor “Contra-Mestre Coringa” de Engenheiro Beltrão-PR. Segundo o professor Sidnei Ramos “Tangerina” coordenador em Guaraniaçu e região o objetivo é promover além da confraternização o aperfeiçoamento. “O evento foi gratuito aos participantes, que puderam aperfeiçoar as técnicas, através de palestras, apresentações e rodas”, explicou Tangerina.
 
O grupo Guerreiros de Aruanda conta com 55 alunos com idade a partir dos seis anos sempre objetivando o bom caráter destes alunos. “Nosso principal objetivo é levar os jovens e adolescentes para o caminho certo, evitando o contato com a marginalidade e as drogas”, disse Tangerina. Paranaense No próximo dia 23 de julho os professores Sidnei “Tangerina” e Luciano Rodrigues “Timão” estarão participando do Paranaense de Capoeira que será realizado em Paranavaí-PR. A intenção é buscar novas técnicas. “O aperfeiçoamento é o principal objetivo com este paranaense. Nosso objetivo é acabar com a picaretagem da capoeira na região”, finalizou Sidnei.