Blog

semana

Vendo Artigos etiquetados em: semana

Escola de Capoeira Angola Resistência comemora os 125 anos de história do Mestre Pastinha

Entre os dias 31 de março e 6 de abril, a Escola de Capoeira Angola Resistência comemora os 125 anos de história do Mestre Pastinha, um dos principais mestres de Capoeira da história, com uma semana de diversas atividades.

Na programação da semana está uma exposição de fotos retratando um pouco da vida do Mestre Pastinha, a exibição do filme “Mestre Pastinha, Uma vida pela capoeira”,  roda de conversa, aula aberta de Capoeira Angola com professores, além de muita roda de capoeira.

As atividades acontecem em diferentes locais da cidade de Campinas e também em Hortolândia. Haverá rodas de capoeira na Praça Rui Barbosa, na Lagoa do Taquaral, na Estação Cultura, onde fica a sede da escola em Campinas, e nos núcleos de Hortolândia, Pirassununga e Barão Geraldo.

Mais informações em nosso site: www.escolaresistencia.com.br

Brasileiros revelam como é viver no Havaí e mostram suas atividades

Brasileiros revelam como é viver no Havaí e mostram suas atividades

O que dizer da batucada no Havaí? São alunos de capoeira do paulista Leonardo Naito, que vive no Havaí há 15 anos.

Bem vindos a Waikiki! Conhecida no mundo todo, a praia de Honolulu é também a mais moderna, elegante e cosmopolita do Havaí.

Com mar calmo, hotéis de luxo e inúmeras lojas de grife, Waikiki é sonho de consumo para turistas do mundo todo.

Especialmente os japoneses que estão quase à mesma distância do arquipélago que os americanos do continente.

O que é a bandeira do Brasil está fazendo na areia da praia? A canga foi comprada no Brasil, mas os amigos Maitê e Enos são espanhóis.

E o que dizer, então, da batucada? Agora sim estamos falando português. Mas, entre tantos brasileiros, tem americano no samba.

São alunos de capoeira do paulista Leonardo Naito, que vive no Havaí há 15 anos. Todo fim de semana, chova ou faça sol, o grupo se reúne para treinar.

Edward, o periquito, começou a fazer capoeira a convite de um amigo. Shalina buscava uma atividade para aliviar o estresse das provas da faculdade. Os dois se apaixonaram. E não foi só pela capoeira. Durante os treinos, o casal se reveza para cuidar do filhinho de 11 meses.

Hoje, Leonardo está casado com Patrícia, que nasceu nas Filipinas. E quem vê não imagina. Uma das maiores dificuldades que ela teve na capoeira foi vencer a timidez.

Para Leonardo, mais do que deixar os alunos em forma, a capoeira serve para ensinar um novo estilo de vida.

Uma vez por semana, a rádio estatal do Havaí abre espaço para a música popular brasileira.

Apesar do jeitão e do português perfeito, Sandy não é brasileira. É havaiana. A paixão pelo Brasil começou na infância quando ela ouviu pela primeira vez a música garota de Ipanema.

Depois da faculdade, Sandy foi adiante. Morou três anos no Brasil, quando se casou com o ritmista Carlinhos Pandeiro de Ouro e chegou a cantar nas noites do Rio de Janeiro.

Sandy retornou aos Estados Unidos e não voltou mais a pisar em solo brasileiro. Mas nunca mais perdeu os laços com o Brasil e a paixão pela nossa cultura.

 

Fonte: http://g1.globo.com/

MS: Câmara aprova por unanimidade Projeto que cria a “Semana da Capoeira”

A Câmara Municipal aprovou ontem por unanimidade, em primeira votação, o Projeto de Lei nº 29, de autoria do vereador Marcelo Mourão (PSD), que institui e inclui no calendário oficial de eventos do município a “Semana da Capoeira”, a ser comemorada anualmente na semana que coincidir com o dia 03 de agosto, Dia Nacional da Capoeira. O Projeto aprovado estabelece que na “Semana da Capoeira” serão realizadas atividades com o objetivo de oferecer a integração cultural entre a comunidade, praticantes e simpatizantes do esporte.

“Atualmente, a Capoeira, que é considerada um esporte genuinamente brasileiro, é praticada em diversos países e apresenta grande poder de inclusão social, o que é facilmente percebido através do interesse de crianças, jovens e adultos, de ambos os sexos, à sua prática”, assinalou Marcelo Mourão, lembrando que em Dourados existem diversos grupos que além da prática esportiva em si desenvolvem um importante trabalho social, como a capoterapia, destinada a idosos. “As atividades que serão desenvolvidas em locais públicos, escolas e entidades durante a  “Semana da Capoeira” darão visibilidade a esse esporte, que reúne em sua prática elementos culturais, musicais e folclóricos e inclusive foi tombado como Patrimônio Imaterial do país pela Ministério da Cultura”, avaliou o parlamentar do PSD.

O Projeto deverá passar por uma 2° votação e, como é praxe nos Projetos aprovados na primeira votação, ser aprovado e enviado à sanção do prefeito Murilo Zauith (PSB).

Fonte: http://www.agorams.com.br/

Aconteceu: Festival de capoeira em Peruíbe

Festival de capoeira marca programação esportiva em Peruíbe, neste final de semana

Evento terá presença de mestres e grupos de capoeira da região

Uma das modalidades esportivas mais praticadas no país, a capoeira terá destaque na programação do Verão Total Peruíbe 2014. Neste final de semana, será realizado o “Capoeirando à Beira-Mar”, com a participação de mestres e grupos de capoeira da região.

Com diversas apresentações gratuitas, o evento mostrará os aspectos culturais que marcaram a história da modalidade, com as técnicas, a dança e o ritmo que influenciaram na formação do esporte que é genuinamente brasileiro. Além das rodas de capoeira, o público poderá conferir apresentações de samba e maculelê.

O “Capoeirando à Beira-Mar” terá início neste sábado (18), às 9h, com uma roda de capoeira no Espaço Cultural Chico Latim (Avenida São João, s/n°). O mesmo local receberá às 19h um Festival de Capoeira, com a presença de vários grupos regionais. Já no domingo (19), às 9 horas, o público vai conferir uma aula aberta de capoeira na Praia do Centro. Todas as atividades são gratuitas.

O Verão Total 2014 é uma iniciativa da Prefeitura de Peruíbe, que promoverá diversas atrações culturais e esportivas até o final de fevereiro.

1ª Semana de Integração Cultural Internacional de Capoeira

Grupo Abadá Capoeira e Fundação de Cultura contam a história do esporte

Até domingo, o grupo Abadá Capoeira seguem com a as atividades da 1ª Semana de Integração Cultural Internacional de Capoeira. O evento é em parceria com a Fundação de Cultura e acontece sempre na gare da Estação das Artes, que abriga diversas atividades culturais promovidas pelo grupo, entre elas aulas de rítmo e rodas de capoeiras com alunos de outras cidades da região e com integrantes da terceira idade.

A Estação das Artes também mantém aberta a visitação a exposição ‘E o negro chegou…’, que pode ser visitada até o dia 25 de agosto, de segunda à sexta-feira, das 10 às 18 horas. Aos sábados de 9 às 15 horas.

Durante toda a semana serão contadas histórias de capoeiristas, projeto denominado ‘Livro Vivo’. “Muita gente entrou na capoeira para se livrar das drogas e do mau caminho. Temos histórias lindas de vida e o grupo Abadá leva a cultura brasileira para vários lugares do mundo. Temos projetos em 56 países”, contou Luíz Carlos Rocha, o professor Pretinho, um dos responsáveis pelo grupo Abadá Capoeira.

Segundo o prefeito Jonas Marins, a capoeira não é apenas diversão e começa a ser mais valorizada no município. “Estamos dando apoio a esse evento, mas queremos fazer muito mais. Já estamos montando um projeto, em parceria com o grupo Abadá, com o objetivo de fazer de Barra Mansa a Cidade da Capoeira e montar um centro cultural, com um ‘capoeiródromo’”, anunciou Jonas, que já jogou capoeira na adolescência.

PROGRAMAÇÃO

Hoje

8 horas – Aulão da melhor idade

9h30min – Treinamento de jogos

14 horas – Apresentação do Livro Vivo

15 horas – Palestra ‘Desenvolvimento da Capoeira no mundo’ com professor Pretinho

15h30min – Apresentação de Taekwondo – Professor José Luiz

16 horas – Roda de capoeira dos Super Heróis

17 horas – Sorteio de brindes

18 horas – Apresentação de cinema

Amanhã

8 horas – Roda de capoeira caipira

9h30min  às 11 horas – Exposição de capoeira

14 horas – Roda de capoeira

16 horas – Sorteio de brindes

18 horas – Sopão da capoeira

Sábado

8 horas – Espetáculo teatral ‘No tempo da escravidão’ – ao lado da biblioteca municipal

Domingo

10 horas – Aulão de capoeira – Parque Centenário (Parque das Preguiças)

 

http://www.avozdacidade.com

Projeto leva aulas de capoeira a alunos das escolas municipais

A atividade desta semana foi um piloto, que contou com a ajuda de toda a equipe do Centro da Juventude

Cerca de 90 alunos de escolas municipais de Apucarana receberam nesta semana noções de capoeira, em atividade realizada nas dependências do Centro da Juventude. O “aulão de capoeira”, como está sendo denominado, é um projeto-piloto que envolveu alunos de 4ª e 5ª séries da rede municipal de ensino. A intenção é ampliar gradativamente a participação das escolas, atingindo até o segundo semestre deste ano cerca de 600 estudantes.

De acordo com Cristiano Skada, professor de capoeira que ministrou a aula, neste primeiro momento participaram alunos das escolas municipais Albino Biacchi, Marcos Freire, Dr. Joaquim Vicente de Castro, Karel Kober e José de Alencar. “A atividade teve uma palestra sobre os fundamentos históricos da capoeira, além de apresentações, sorteio de brindes, premiação para alunos destaque e claro muito jogo de capoeira”, relata.

O professor afirma ainda que os alunos puderam interagir com colegas das outras escolas através de 3 rodas simultâneas. “A capoeira está sendo implantada em 5 escolas dentro do programa de ensino em tempo integral. A atividade desta semana foi um piloto, que contou com a ajuda de toda a equipe do Centro da Juventude. Agora a intenção é ampliar o projeto, atingindo mais alunos”, projeta.

 

Fontye: Portal da Prefeitura Municipal de Apucarana

Novela: Zé Maria surge com ares de super-herói

Lázaro Ramos diz que personagem em ‘Lado a Lado’ é homem do povo. Porém, novela não tem boa audiência

Com uma fantasia colada e vermelha, cenas de ação em câmera lenta e um caráter incorruptível, Zé Maria (Lázaro Ramos) surgiu com ares de super-herói na estreia de “Lado a Lado”, na última semana. Resta saber se esse heroísmo vai levantar os índices da mais nova novela de época da Globo, que marcou 18 pontos de audiência em seu primeiro capítulo, no dia 10 – as anteriores marcaram 23, em média.

“O legal dele é não ser super-herói, mas um cara comum. A gente às vezes fala dos grandes revolucionários, mas não do povo, que está ali lutando para sobreviver. Ele é um herói do povo” define Lázaro Ramos, que só usa dublê em cenas de muito texto.

Para não fazer feio nesse heroísmo, Lázaro treina com Mestre Cocoroca, de 34 anos, desde julho, aproveitando a experiência que ganhou na capoeira para o filme “Madame Satã”, de 2002. Marcello Melo Jr, o Caniço na trama, também participa das aulas. “São três por semana e o Lázaro leva muito jeito”, conta o mestre, recordista mundial em estrelas de capoeira, com 61 seguidas: “As cenas de luta dão trabalho. Levamos até um dia para ensaiá-las”.

Mestre Cocoroca explica que os passos de capoeira de Zé Maria e Caniço são inspirados nos do início do século passado, antes de a luta ter sido descriminalizada, em 1930. A legalização só ocorreu depois que um mestre da modalidade se apresentou para o presidente Getúlio Vargas, que se encantou.

Com tanta história para contar em uma trama com linda fotografia, figurino impecável e um elenco de primeira, agora é esperar para que deslanche.

 

http://diariosp.com.br

O Sabor do Saber Ancestral

Uma semana de degustação dos fundamentos profundos da cultura afro-brasileira. É o que propõe o evento “O Sabor do Saber Ancestral”, realizado pela ACANNE de 19 a 24 de Novembro de 2012. O encontro conta com oficinas de capoeira angola, dança afro e percussão, samba de roda, palestras e vivências. Dentre as atividades da semana, há lançamentos de livro e de filme, participação na Caminhada da Liberdade (com o Ilê Aiyê) e uma feijoada religiosa de obrigação a Ogum.

Este ano, o evento conta com a participação de três mestres: Renê Bitencourt (ACANNE), Cláudio Costa (Angoleiros do Sertão) e Lua Rasta (Bando Anunciador da Capoeira Angola de Rua), além de oficina de dança afro com Vânia Oliveira e performances poéticas com Jocelia Fonseca.

Os participantes podem ficar hospedados na sede do grupo, que fica no Largo Dois de Julho, a cinco minutos do Pelourinho, no coração do Centro Histórico de Salvador.

Venha provar desse axé!!!


Publicada por Blogger em ACANNE – Associação de Capoeira Angola Navio Negreiro

Aconteceu: 1ª Semana Estadual de Capoeira

A Secretaria de Estado da Cultura, por meio da diretoria de Cidadania Cultural, e a Federação Riograndense de Capoeira realizaram a 1ª Semana Estadual de Capoeira os dias 5, 6 e 7 de agosto. O evento contou com a presença de capoeiristas de todas as regiões do estado que puderam acompanhar debates, palestras e apresentações artísticas na Câmara de Vereadores de Porto Alegre.

As maiores questões debatidas foram referentes às políticas públicas para a capoeira, englobando a regulamentação da profissão de mestre de capoeira e a inserção da atividade nas escolas, através da lei 10639, de 2003, e pelo estatuto da igualdade racial.

Houve também a proposta do tombamento da capoeira como patrimônio cultural gaúcho. O projeto se assemelha ao proposto pelos capoeiristas do Rio de Janeiro, que tiveram o programa cultural aprovado pelo governo carioca.

O presidente da Federação Riograndense de Capoeira, Mestre Gavião, e presidente da Confederação Brasileira de Capoeira, Gersonilton Heleno de Souza, cumprimentaram a iniciativa em conjunto com a Sedac e palestraram sobre o sistema desportivo do Brasil (COB). Além dos debates e palestras, ainda se apresentaram grupos de Jongo e Maculelê, danças de matriz africana.

Foi debatida a criação da Carta de Porto Alegre para os governos estadual e federal, a deputada Manuela Dávila elogiou o movimento social da capoeira. Outra participação importante foi do criador da Lei, deputadoeEstadual Raul Carrion, que parabenizou pela organização e participação de vários capoeiristas do Estado.

De São Sepé, esteve participando no processo da construção, o Contramestre Duda Machado. Ele destaca que o evento foi extremamente positivo, pois possibilitou o intercâmbio com outros colegas e a abertura de caminhos para a busca de recursos para os projetos de Capoeira a serem desenvolvidos em São Sepé.