Blog

semi

Vendo Artigos etiquetados em: semi

Paraná: Guaraniaçu é destaque no Mega Festival Nacional de Capoeira

 Foi realizado em Paranavaí (PR) no último final de semana o 12º Mega Festival Nacional de Capoeira que reuniu professores e mestres do Brasil e da Bolívia. Os professores de Guaraniaçu Sidnei Ramos “Tangerina” e Luciano Rodrigues “Timão” representaram a região conquistando o 3º lugar obtido por Timão e o 1º lugar obtido por Tangerina na categoria semi-profissional que reúne estagiários, monitores, instrutores e professores. Além dos títulos individuais a equipe de Guaraniaçu que conta também com o contra-mestre “Coringa” obteve o 3º lugar. No total participaram da competição 16 equipes de vários estados brasileiros e uma equipe boliviana. Já na categoria semi-profissional, a qual os atletas de Guaraniaçu participaram, teve 32 atletas. O final do Festival foi marcado por um grande show de capoeira no Teatro Municipal de Paranavaí. “Agradeço o apoio que o grupo vem recebendo de algumas empresas principalmente do Jornal Correio e da Loja Sartori, e também dos vereadores Ronaldo Cazella e Osmário Portela, além da administração municipal através das secretarias de esporte e ação social e do clube Mão Amiga”, disse o professor Signei. “Nosso grupo vem crescendo a cada dia, provando que este é um trabalho sério, com resultados surgindo nas competições e no grande número de alunos que participam do grupo”. 
 
Fonte: Correio do Povo do Paraná – http://www.jcorreiodopovo.com.br

BIMBA FOI “ANGOLEIRO”?

Bimba foi "angoleiro"?

Detalhe ampliado da fotografia de Mestre Bimba "jogando" capoeira com Asclépios Ferrer, no início dos anos 30, encontrada à página 19 do livro "Mestre Bimba, a crônica da capoeiragem" de Jair Moura (Salvador, 1991).
Observar a descontração, a postura em meia-guarda (muzenza), a face zombeteira, sorridente, o balanço do tronco, os ombros soltos, com braços relaxados, punhos fletidos, mãos em concha. Membros superiores em movimento de varredura protegendo a cabeça e o ventre, equilíbrio centralizado na cintura.
Posição de animal semi-agachado, prestes ao ataque, fuga ou salto; compatível com número imprevisível de movimentos, rápidos e velozes; esquiva, cabeçada, giros, ataques usando membros superiores ou inferiores.
Foto exibindo a semelhança, entre os movimentos do estilo ensinado pelo Mestre Bimba até os anos 40, com o "jogo de capoeira", "vadiação" ou "brincadeira"; que alguns preferem chamar de capoeira tradicional; a matriz dos estilos chamados de Angola pelo Mestre Pastinha e de Regional pelos seguidores de Mestre Bimba.