Blog

teia

Vendo Artigos etiquetados em: teia

Academia de João Pequeno de Pastinha – CECA: QUÃO NEGRO SOMOS

Camaradas, Divulgo a todos o evento em S.Carlos que a Teia das Culturas (ponto do cultura onde temos o nucleo da Academia de João Pequeno de Pastinha sob coordenação do Mestre Pé de Chumo) está realizando junto com seus parceiros.
Compareçam…
Abraços
Dedê

Academia de João Pequeno de Pastinha – CECA


ENCONTRO DE FORMAÇÃO “QUÃO NEGRO SOMOS”
Módulo I

Este encontro de formação visa reunir diversas ações direcionadas à valorização dos saberes da cultura popular afro-brasileira, objetivando estabelecer um diálogo entre diferentes atores envolvidos com a transmissão destes saberes no município de São Carlos, bem como contribuir para a troca de experiências e interlocução entre os conhecimentos transmitidos no ambiente escolar e os saberes da cultura popular afro-brasileira. É direcionado ao corpo docente da rede municipal de ensino, estudantes, pesquisadores e demais interessados da comunidade são carlense.

PROGRAMAÇÃO

18.03 – Quinta-Feira
Local: Paço Municipal
19h – Mesa de abertura: Cultura Afro-Brasileira na Educação: Parcerias e Possibilidades. Presença de representantes: Ministério da Cultura, Prefeitura Municipal de São Carlos, NEAB/UFSCar e Teia – Casa de Criação
20h30 – Apresentação Cultural: Grupo Girafulô

19.03 – Sexta-Feira
Local: Paço Municipal
19h- Mesa: Perspectivas na relação entre saberes populares e escolares. Presença de representantes dos Grupos Culturais: Urucungus, Ação Griô, Teia das Culturas e da Câmara Técnica de Educação das Relações Étnico-Raciais, do Conselho Municipal de Educação de São Carlos.
20h30 – Cortejo: Grupo Rochedo de Ouro / São Carlos

20.03 – Sábado
Manhã – SESC São Carlos
9h00 – 10h30 Mostra de Trabalhos da Cultura Popular Afro-Brasileira (exposição de painéis com ações, experiências e projetos desenvolvidos em São Carlos).
10h30 – 12h- Roda de Conversa: Cultura Afro-Brasileira: Ações Locais e Troca de Experiências (troca de experiências entre professores-autores dos trabalhos apresentados, grupos de cultura popular, sociedade civil organizada e comunidade).

Tarde – SESC São Carlos
14:30h – 18:00
Oficina I: Formação de Pedagogia Griô (com o grupo Ação Griô) Público-alvo: professores e educadores (Ação Griô)
Público-alvo: professores e educadores

Oficina II: Práticas Culturais com o Grupo Urucungus – Campinas
Público-alvo: estudantes

Noite – Teia – Casa de Criação
19h – 22h Hora Feliz
Encontro Aberto de Confraternização

21.03 – Domingo
Local: Centro da Juventude Elaine Viviane – Monte Carlo
15h – 22h Festival Cultura
Centro Esportivo de Capoeira Angola – Academia João Pequeno de Pastinha; Companhia de Santo Reis Estrela Guia, Grupo Rochedo de Ouro, Grupo de Pesquisa e Prática em Danças Brasileiras – Girafulô, Ala Show da Escola de Samba Rosas Negras, Jamil e o Grupo de Catira Pés Palmas e Coração, Mc Teddy paçoca e Beat Majester’s CPP São Carlos, Urucungos Puítas e Quijêngues. Alimentação e Feira de Economia Solidária

INSCRIÇÕES

As inscrições para participação no evento só serão aceitas via e-mail: educacao@saocarlos.sp.gov.br

Dados a serem encaminhados para Inscrição:

Nome:
Endereço:
Cidade:
Telefone:
Título do Trabalho
(caso queira apresentar trabalho no dia 20.03):
Instituição em que trabalha:
e-mail:

Importante: Só serão emitidos certificados aos participantes que estiverem presentes em todas as atividades dos dias 18, 19 e 20. O módulo II desta formação será oferecido no 2º. semestre. Serão emitidos certificados totalizando 30h aos participantes dos módulos I e II.

APRESENTAÇÃO DE TRABALHOS

Serão aceitos trabalhos como relatos de experiências, atividades, projetos em andamento ou concluídos na área de Cultura Popular Afro-Brasileira. As inscrições são gratuitas e o período para envio dos trabalhos é de 26 de Fevereiro a 12 de Março de 2010. As inscrições serão efetivadas por meio do encaminhamento dos dados de inscrição, juntamente com o resumo do trabalho anexado ao e-mail para o seguinte endereço: educacao@saocarlos.sp.gov.br Só serão aceitas as inscrições encaminhadas por e-mail.

INFORMAÇÕES

Informações sobre inscrições, resumos, formato dos painéis: educacao@saocarlos.sp.gov.br ou na Secretaria Municipal de Educação 3373-3223 c/ Lucelina.

Saiba mais sobre a Programação: www.teia.org.br

Kina Mutembua faz sucesso com o grupo TEIA de Minas

Kina Mutembua encanta participantes da TEIA com oficina sobre a cultura afro Jovens e educadores uniram capoeira e dança afro em atividade interativa

Um espaço dedicado a cultura e raízes afro-brasileira. Mais do que uma oficina, o Espaço Vivências da Teia Cultural foi palco de uma verdadeira troca de experiências durante a atividade "Contos e Lendas Africanas" ministrada pelo Kina Mutembua, grupo cultural da Ação Comunitária do Brasil/RJ.

Para chamar a atenção para a atividade, o grupo improvisou uma roda de capoeira que contagiou o público presente na Serraria Souza Pinto. Com essa estratégia, a oficina reuniu mais de 50 pessoas em uma atividade interativa que incluiu contação de histórias africanas, dança afro e samba de roda.

Romildo dos Santos, professor de capoeira e integrante do Kina Mutembua, contou diversas lendas do universo da capoeira como por exemplo, o surgimento do berimbau. Os participantes da TEIA também conheceram os tipos de berimbaus e alguns dos fundamentos da capoeira. Para Romildo, o mais importante foi a presença de mestres de capoeira de diversas partes do Brasil.

– Tivemos a participação de capoeiristas da Bahia, Sergipe, Alagoas, Minas Gerais que participaram de todas as atividades e possibilitaram uma troca de experiência muito importante não só para os jovens que participam do grupo,mas de nós educadores – conclui o professor de capoeira.

Charles Nelson e Viviane Santos, educadores de dança afro da ACB/RJ, explicaram aos participantes da oficina a história dos orixás e seus movimentos característicos na dança afro. O entusiasmo foi grande e todos os presentes participaram de uma aula de dança afro, onde construíram uma coreografia em conjunto.

– Assim como o Kina, a oficina foi a junção perfeita da dança afro com a capoeira. Foi uma atividade muito interessante que com certeza foi uma experiência para todos que participaram – explica Charles Nelson.

Caio Rosa, integrante do Kina Mutembua e instrutor de capoeira, contribuiu para a atividade falando sobre a cultura do candomblé que despertou a curiosidade e estimulou a discussão. "Confesso que no início tive um pouco de medo de falar para pessoas tão diversas. Mas no final, foi uma experiência que nunca vou me esquecer. Por mim, faríamos outra oficina agora!"

Jeniffer Menezes, cantora do Kina Mutembua, terminou a oficina emocionada com a participação do público que encerrou a atividade com brincadeiras ao som de cantigas de capoeira de samba de roda.

– Foi uma verdadeira troca. Muitos terminaram querendo saber mais sobre o que contamos e só isso já teria valido a pena. O mais gratificante foi ouvir diversas pessoas dizendo que nos esperam ano que vem para uma nova oficina. Foi realmente emocionante – revela a cantora.

Revista Fator – São Paulo
http://www.revistafator.com.br