Blog

unidade

Vendo Artigos etiquetados em: unidade

Nota de Falecimento: Mestre Camisa Roxa

Capoeira Chora com o Falecimento do Mestre Camisa Roxa…

Nossos mais profundos sentimentos a toda família Abada-Capoeira pela perda deste grande Mestre, Camisa Roxa Ao que Sabemos o Mestre Sofreu uma queda de uma Laje resultando em sua Morte, mais uma triste noticia para a Capoeira, assim que tenhamos mais noticias informaremos a todos.

Lembrando: Edvaldo Carneiro e Silva (Mestre CamisaRoxa)
Mestre Camisa Roxa foi considerado o melhor aluno de Mestre Bimba. Grão-Mestre é Abadá-capoeira, título vida para o qual foi escolhido por um conselho de notáveis Mestres do conhecimento. Sua função é mentor e consultor,e seu título o mais alto grau na Abadá-capoeira. É o mais relatado capoeira Capoeira pelo mundo, viajou para mais de 50 países, trazendo uma manifestação da arte Capoeira e da cultura brasileira. 

Camisa Roxa nasceu em 1944, na Fazenda Estiva, no interior da Bahia. Ele começou a praticar capoeira aos 10 anos de idade como forma de entretenimento, que mais tarde foi copiado por todos os seus outros irmãos. Na década de 60, foi para Salvador para fazer o grau científico e começou a treinar na Academia de Mestre Bimba, onde ele treinou e foi considerado o melhor aluno de Mestre. Seus irmãos Ermival, Pedrinho e uma camisa também formaram na Academia de Bimba.

O Grão Mestre apelido surgiu devido ao fato de que ele sempre frequentava rodas de Capoeira da Bahia vestindo uma camisa roxa (roxa em Português), que ele gostava. Ela também gostava de jogar no tradicional Capoeira rodas de Mestre Pastinha academia eo rhodes de Mestres Waldemar e Traíra Rua Pero Vaz, onde era muito respeitado pela sua postura e possuidor de grande conhecimento dos fundamentos da Capoeira.
Camisa Roxa Capoeira pensar como um todo, reunindo Regional e Angola. “Na verdade, poucas pessoas entendem a verdadeira intenção de Mestre Bimba”, diz o Grão Mestre. “Primeiro ele ensinou seu método de Capoeira novamente elevado, mas com o tempo a pessoa deve aprender a jogar em” completa.

Camisa Roxa é responsável pela coordenação Abadá-capoeira na Europa, e realiza regularmente oficinas de reciclagem para instrutores e professores que agem dessa forma. Ele também é o organizador do Encontro de Primavera Capoeira na Europa e Jogos Europeu Abadá-capoeira. Estes eventos têm como objetivo a integração e atualização dos capoeiristas na Europa através de aulas teóricas e práticas ministradas por professores convidados do Brasil.

Hoje o Grão Mestre dedica grande parte de seu tempo para pesquisar a capoeira, sempre à procura de novas maneiras e aumentar a sua visibilidade no mundo. Para ele, no Brasil deveria ser mais unidade entre os diferentes grupos, para que seja possível estabelecer uma ordem nas atividades e ensinamentos. “Talvez uma Capoeira mais disciplina e unidade entre os líderes, produzindo uma Capoeira com mais responsabilidade e profissionalismo”, diz ele. Camisa Roxa diz passar sua experiência procura recompensar tudo o que deu Capoeira hoje.

 

Fonte: Equipe Rabo de Arraia – http://www.rabodearraia.com

Rio Claro: Aula de capoeira integra e diverte na escola Celeste Calil

Aula de capoeira integra e diverte na escola Celeste Calil em RC

A escola municipal Celeste Calil, do bairro Novo Wenzel, em Rio Claro, vem utilizando com sucesso a capoeira como elemento de integração entre os alunos da unidade de ensino.

As atividades com o esporte acontecem às terças e quintas-feiras das 18 às 19 horas e se estendem a outras pessoas do bairro, tornado-se, assim, mais um elemento de ligação entre a escola e a comunidade.

Segundo a direção da unidade de ensino, a capoeira também ajuda no dia-a-dia escolar dos alunos na medida em que o bom aproveitamento e a disciplina são condições básicas para se freqüentar as aulas.

Além disso, o esporte vem servindo como elemento de confraternização na escola Celeste Calil. Na última terça-feira (2), o professor Aguinaldo da Capoeira preparou comemoração aos alunos aniversariantes em evento que deve ser repetido mensalmente na escola.

Fonte: Canal Rio Claro http://www.canalrioclaro.com.br

São Caetano – SP: Sesc oferece aulas gratuitas de capoeira

O Sesc São Caetano ministrará aulas gratuitas de capoeira nos próximos três sábados do mês de agosto (11, 18 e 25), sempre das 13h às 14h. As inscrições já estão abertas e as vagas são limitadas. Para participar é preciso ter mais de 7 anos.
 
As aulas incluem as duas modalidades da capoeira: a Angola, que se caracteriza pelo estilo mais próximo de como os escravos jogavam, e a Regional, a mais recente, que apresenta elementos de artes marciais e um jogo rápido, com quedas, rasteiras e cabeçadas. Os alunos vão conhecer as regras e as músicas relacionadas à luta, além de aprender a tocar berimbau.
 
Inventada pelos escravos, vindos da África no século XVI, a capoeira nasceu como forma de resistência à opressão. Praticado em segredo, o esporte transmitia a cultura dos praticantes. Com o passar do tempo, a capoeira se espalhou pelo País, ganhou adeptos e ficou caracterizada pelos movimentos ágeis e pelo uso da música.
 
Ginástica Postural
Até o dia 27 deste mês, a unidade oferece no programa Corpo e Expressão aulas gratuitas de Ginástica Postural, que visa o alinhamento postural e a melhoria da força e da flexibilidade muscular por meio de posturas e exercícios de alongamentos. As aulas são realizadas todas as quartas e sextas-feiras, às 11h.
 
O Sesc São Caetano fica na rua Piauí, 554, bairro Santa Paula. Mais informações pelo telefone 4233-8800.

Fonte: http://www.reporterdiario.com.br

Vamos Vadiar no Jogo de Angola…

Com Mestre Roxinho-BA
 
Brasília – DF
 
Programação
 
Dia 09/9 sexta – feira
19:30 Palestra: e reflexão sobre a “Diáspora na Capoeira da Bahia ” e Roda de Capoeira Angola
 
Dia 10/9 Sábado
9:30 ás 11:30h Aula de movimentos 12:00 ás 13:30h Almoço
14:00 ás 16:00h aula de toques e ritmos e uma vivência entre os participantes .

Dia 11/9 Domingo
9:30h Aula de movimentos e Roda de encerramento .

Inscrição

P/ os três dias R$ 25,00 até dia 8/9 após R$ 35,00

Pacote oficinas + CD = R$ 40,00 até dia 08/09

Preço por oficina R$ 15,00 CD avulso R$ 25,00

Banco Nossa Caixa AG: 0109-1 C/C 01014297-2 Edielson da S. Miranda

Banco Bradesco AG: 548-7 C/C 74912-5 Ângela damasceno Gonçalves

Informações e confirmação: (61) 8432-4931 Sálvio

E-mail : mestreroxinho@hotmail.com ou salviofernandes@ig.com.br

Local: Associação pró-educação Vivendo e Aprendendo Fone 3321-3581

Via L 3 Norte quadra 604 (Atrás do Clube unidade de Vizinhança)

Realização : ECAMAR – Escola de Capoeira Angola Mato Rasteiro

Apoio Cultural :

Associação pró-educação Vivendo e Aprendendo

AS AFIRMAÇÕES CONTRADITÓRIAS DOS ALUNOS DE BIMBA

Todos estão certos!
Todos estão errados!

As palavras de Bimba devem sempre serem analisadas dentro do contexto, com seus componentes temporal (do momento), social (as pessoas envolvidas) e pessoais de Bimba (humor, antipatia, dissimulação, engodo, etc.).

Os conceitos, definições e nomenclatura usados pelo Mestre variaram muito no tempo e no espaço.

Para entender Bimba é indispensável a convivência com os acontecimentos, se possível, além de estudar e situar o fato no ambiente do momento em que ocorreu, raciocinar e então concluir…

Quando mal humorado, por antipatia ao interlocutor, por pressa ou ou simplesmente desatenção, o Mestre truncava ou trocava a resposta, além de que muitas vezes respondia propositadamente de modo incorreto, para não revelar o que não queria, ou não devia, a quem não merecia ou não convinha.

Só assim podemos entender a informação de que o toque de Santa Maria fosse o hino da capoeira, como se acaso houvesse algum…. ou a negação do uso da Cavalaria como toque de jogo duro e restrição do seu emprego a um toque de alerta…

As listas de golpes e as regras de prática afixadas nas paredes da "academia" também mudavam muito…

Profundamente interessado na origem da capoeira, como todos iniciantes da sua prática, sempre ouvi de Bimba que esta era uma luta guerreira africana, especificamente dos escravos provenientes de Angola, dada a tradição de valentia dos mesmos.

Desde meus primeiros tempos na roda de Bimba comecei a pesquisar a relação entre o candomblé e outros fenômenos culturais africanos, porquanto aquele me parecia a origem dos demais.

A grandiosidade da Natureza, a extrema dependência do Homem dos seus recursos e de suas mutações, levam ao culto dos fenômenos naturais e dos integrantes das paisagens, animais, vegetais e seres inanimados, aos quais a humanidade empresta poderes, inteligência e vontade à sua semelhança.

É notória a associação da religião com todas as atividades humanas nas sociedades primitivas, sobretudo com a música, o ritmo e a dança, manifestações primárias da Personalidade.

Entre os africanos, a unidade social repousa sobre ritmo e melodia.
A percussão e o canto unem os indivíduos e criam a unidade do grupo, coordenando os trabalhos comunitários, as festas e o culto dos Senhores Invisíveis, aos quais a Humanidade atribui o comando dos fenômenos naturais.

Assim o Homem reflete na Natureza os mesmos sentimentos e poderes que esta lhe impõe pela grandiosidade de suas forças.
Nos sistemas culturais africanos, talvez os mais antigos do atual ciclo vital, o candomblé é o fulcro em torno do qual giram as demais atividades humanas, religiosas, produtivas e sentimentais (festivas ou funerárias), não cabendo exceção à capoeira.

Bimba acreditava e propagava, com o apoio de Sisnando, a origem guerreira da capoeira, reflexo da belicosidade de ambos, porém estranhamente não conhecia terminologia africana específica da capoeira.
Durante todos os anos em que gozei da intimidade familiar e acadêmica do Mestre não observei aproximação da prática da capoeira com os rituais religiosos, sendo a mesma uma atividade profana mais associada às libações alcoólicas que aos cultos religiosos, como o candomblé.

Até à festa da casa de Camilo, em novembro de 1946, não houve exibição conjunta de candomblé, samba e capoeira; porém o lucro propiciada pela demonstração para os neurologistas e psiquiatras em congresso "encheu os olhos"(e os bolsos…) do Mestre, que adotou prazerosamente a nova fonte de renda.
Esta é a origem da associação desenvolvida posteriormente pelo Mestre no Sul da capoeira com os costumes de terreiro de candomblé… para atrair os turistas…

Como o Mestre pretendia usar o candomblé como fonte de renda adicional começou a introduzir a prática de seus rituais em associação com a capoeira, como o ato de incensar do ambiente antes de jogar capoeira. Provavelmente procurando trazer os assistentes para a consulta de Ifá, a adivinhatória pelos búzios…

O Salve introduzido por Mestre Senna como saudação foi adotado, apesar do Mestre me haver sugerido os termos "Xuba" ou "Axé" de origem africanas quando da ocasião dos estudos para o ante-projeto de regulamentação esportiva da capoeira.
A propósito, Itapoan informa que o "salve" foi sugerido por André Lacé

Os exemplos são muitos e se repetem através o decorrer das gerações que se sucederam e das múltiplas oportunidades de convívio.
Jesus Assuero me informou que Bimba lhe dissera que seu pai (do Mestre) era quem dava "sartu " na boca de caixote de sabão, enquanto a mim fora dito pelo próprio, em ocasião anterior, que esta habilidade pertencera ao Mestre Bentinho!
Ezequiel afirma que Bimba intitulo o toque de "Sta.Maria" como o "hino" da regional e que "cavalaria" não se prestava para o jogo … usava-se apenas como aviso…

Os exemplos e citações seriam infinitos e enfadonhos… resta apenas apreciar e selecionar cuidadosamente os que nos parecerem consentâneos e coerentes com a lógica, a história, a tradição e se enquadram no contexto atual, abandonando as questiúnculas e discussões estéreis.

Dia de Faxina!

Dia de Faxina: Limpando o Computador
Sexta-feira é um bom dia para darmos uma boa faxina na nossa máquina. Afinal, um computador limpo é sinônimo de velocidade e funcionamento correto.
Não, não estou falando de sair limpando CPU, teclado e monitor (embora seja bom limpá-los de vez em quando), estou falando de limpeza interna, uma espécie de manutenção preventiva de nossa máquina.
O Windows traz embutido algumas ferramentas que permitem a qualquer usuário corrigir pequenos erros que o sistema pode apresentar. As duas principais são:
O Scandisk – que corrige erros nas trilhas do HD, transformando os arquivos danificados em extensão CHK, que posteriormente podem ser deletados da máquina. Deve ser passado mensalmente (ou menos, caso não se use muito o computador) e sempre que o computador for desligado de maneira irregular.
E o Defrag – que desfragmenta e reorganiza os arquivos do disco, juntando-os em áreas próximas (o computador se torna mais rápido, porque a cabeça de leitura do disco se desloca menos para achar as informações).Deve ser passado em espaço de dois em dois meses (ou mais, caso a máquina não seja muito utilizada)
Read More