Blog

vaga

Vendo Artigos etiquetados em: vaga

18º Batizado e Troca de Graduações Lagoa da Saudade

Um dos pioneiros da capoeiragem no Porto, Mestre Barão, da Associação de Capoeira Lagoa da Saudade, trás a beleza e a magia da capoeira Santista para terras Lusitanas… 
Um encontro de amigos uma festa de camaradas… onde a capoeira se sente em casa e tem como principal objetivo a união e o Coletivo Capoeira.

 

Sexta-feira:

 

  • Roda no Cais da Ribeira do Porto, que marca o inicio do evento as 20 horas

 

 

Sábado:

 

  • Aula em frente a estação de Ermesinde, worshop com início as 10:00 hs até as 12:30 hs
  • Paragem para Almoço
  • Mega aulas das 14:00 as 16:00 hs
  • 3 Rodas: uma as 16:30 hs outra as 17:30 hs e outra as 18:00 hs todas em Ermesinde mas em locais diferentes.

 

 

Sábado a noite, churrasco na casa do Piu – com limitação de lugares e preço de 5 euros, quem quiser ir que avise ja porque depois pode nao ter vaga.

 

Domingo:

 

  • Baptizado e Troca de Cordas com inicio as 15:00 hs no parque urbano de Ermesinde.

 

 

Participação:

Mestres Barão, Pernalonga, Caramúrú e Magoo.

Contramestres Milani, Careca e Fantasma

Professores Pelé e Stress

 

Participação Grupo União na capoeira e Arte Popular de Lisboa.

 

http://www.facebook.com/lagoadasaudade.capoeira

Capoeirista curitibano é convocado para mundial na Coréia do Sul

O capoeirista João Otávio Xavier, de Curitiba, vai integrar a delegação brasileira no Mundial de Artes Marciais e Culturais, na Coréia do Sul, em dezembro. João Otávio, 18 anos, treina capoeira graças a um projeto da Fundação de Ação Social (FAS), no Cajuru.

“Sempre tive vontade de fazer capoeira, mas minha família não tinha condições de pagar a mensalidade”, diz João Otávio. “Minha oportunidade surgiu quando a FAS levou o projeto para o meu bairro. Agora vou representar o Brasil no outro lado do mundo”

João Otávio garantiu sua vaga no mundial ao ganhar medalha de ouro no 12.º Campeonato Brasileiro de Capoeira, que foi disputado no início de setembro, em Goiânia. Ele foi campeão na categoria aspirante juvenil.

De origem humilde, o adolescente precisou superar dificuldades além das competições de capoeira para garantir sua vaga. Após sete anos de muita dedicação a jovem revelação começa a colher os frutos de seus esforços.

A capoeira não representou apenas uma oportunidade esportiva para João, mas uma nova forma de enxergar o mundo. “Ter acesso às aulas mudaram minha vida pra melhor. Antes eu era bastante encrenqueiro, mas com a capoeira, a gente muda e passa a contemplar uma nova filosofia, a de exercícios e disciplina”, afirma.

Oito jovens atendidos pela FAS disputaram o Brasileiro de Capoeira e por muito pouco João não ganhou a companhia de alguns de seus amigos na viagem à Coréia.

Poliana Gonçalves Leite e Daniele Gonçalves Garcia, de 15 anos, terminaram na segunda posição em suas categorias. Jéferson Juarez da Silva, de 17 anos, e Priscila Jeanine Gonçalves Leite, de 16 anos, terminaram na terceira colocação, contribuindo para que o Paraná alcançasse o terceiro lugar no quadro geral de medalhas.

“João e os outros conseguiram bons resultados graças a sua própria determinação. Eles realmente entraram no espírito das aulas e do programa, desenvolvendo suas habilidades e percebendo a importância da dedicação e da disciplina”, afirma o instrutor Saulo Fábio Gomes, que ensina capoeira no Centro da Juventude Iniciativa Jovem do CRAS Iguaçu, unidade da FAS na Vila São Domingos, no Cajuru.

“Estes jovens encontraram na capoeira a possibilidade de crescimento pessoal, que envolve uma melhora significativa no contexto social e familiar”, afirma a presidente da FAS,Fernanda Richa.

Jéferson Juarez da Silva, que desde 2005 participa de atividades socioeducativas promovidas, pela FAS, tem opinião semelhante. “Antes eu vivia na rua, não me dava bem com minha família e não frequentava a escola”, diz. “Depois que comecei a fazer as atividades, eu percebi o que estava fazendo de errado e que aquela vida de rebeldia não ia me levar a lugar nenhum”.

Fonte: http://www.parana-online.com.br

Itanhaém: Equipe de Capoeira disputa vaga no Mundial

A equipe itanhaense de capoeira irá competir neste domingo (24), no Campeonato Paulista de Capoeira, em Araras, a 170km da capital paulista. A disputa, organizada pela Federação Internacional Capoeira (FICA), vale vaga para o Campeonato Mundial que acontece em dezembro, em Santos. O início dos confrontos estão previstos para às 9 horas, no Ginásio Municipal de Araras.
 
De acordo com o mestre e responsável pela equipe, Edson Brocco, mais conhecido como Alemão, o time tem grandes chances de trazer uma medalha para a Cidade. "O nosso grupo conta com atletas de qualidade. É só colocar em prática tudo que desenvolvemos nas aulas e fazer prevalecer o espírito de luta".
 
Alemão, que há 32 anos treina a modalidade e a 24 dá aula em Itanhaém, irá comandar os capoeiristas, Gilson Roberto Assunção (meio-pesado), Reinaldo Alexandre (leve), José Luiz Assunção (pesado) e Edson Silva (leve), entre os mais de 160 atletas, do Estado, que buscarão o lugar mais alto no pódio.
 
Aulas – Para os interessados em também se tornar um futuro representante de Itanhaém em competições, o Governo Municipal, através do departamento de Esportes oferece a todos, a partir dos 5 anos, aulas de capoeira.
 
{jgquote}De acordo com o prefeito de Itanhaém, João Carlos Forssell, a pratica esportiva é um benefício que vai além da boa forma. "É muito importante que crianças, jovens e adultos tenham a oportunidade de praticar esporte. Trabalhamos para contribuir com a qualidade de vida da população e manter a juventude longe das drogas".{/jgquote}
 
Para participar basta comparecer durante as quartas-feiras, das 20 às 21h30 e nas sextas-feiras, das 18 às 20 horas, na Escola Municipal Leonor Mendes de Barros, na Rua Cuba, 180, no Jardim Mosteiro, com a professora Suzi Padovan.