Blog

aberta

Vendo Artigos etiquetados em: aberta

Muzenza: Encontro Internacional de Capoeira – Portugal/2011

É com grande satisfação que convidamos os AMIGOS para mais um Encontro Internacional de Capoeira – Portugal/2011, que estaremos realizando no Shopping Dolce Vita Tejo, dia 04 de Junho, com início às 17h.

 

Programação:

Data

Local

Actividades

Domingo, 29 de Maio

16h

Parque Salgueiro Maia

Massamá

  • Roda aberta

6ª feira, 3 de Junho

20h

Real Sport Clube

Massamá

  • Roda aberta

Sábado, 4 de Junho

10h

Shopping Dolce Vita Tejo

  • Aulas

Sábado, 4 de Junho

17h

Shopping Dolce Vita Tejo

  • Shows
  • Batizado e troca de graduação dos alunos

 

Contaremos com as presenças especiais do Mestre Burguês (Presidente do Grupo Muzenza), Mestre Madona (Mexico)  Mestre Wellington (Grupo BerimBrasil – Brasil), Mestre Abdula (França), Mestre Nikimba (Espanha), Mestre Feijão (Espanha) e a participação de contra-mestres, professores, instrutores, monitores e graduados que desenvolvem seus trabalhos no Grupo Muzenza – Europa, bem como os AMIGOS de outros grupos.

Estamos contando com a participação de todos para que essa iniciativa seja um sucesso.

Contacto para confirmações: 00351 963 548 283 (Mestre Sargento)

    *Estaremos dedicando a realização desse evento em MEMÓRIA do Mestre Artur Emídio e do Mestre Peixinho (Grupo Senzala).

     

    Informações:

    http://www.rabodearraia.com

    Home

    http://www.muzenza.com.br

    Alemanha: CISSCANDO CAPOEIRA 2011

    CISCCANDO CAPOEIRA VIP 2011 – KÖLN – Alemanha

    Um grande evento de capoeira, repleto de mestres e professores de renome internacional!!!

    Fica aqui a dica de participação e crescimento dentro da nossa arte-luta assim como uma otima oportunidade de partilhar informações.

    Eu estarei lá… e voce?

     

    PROGRAMACAO: 29.04 / Freitag / Workshop & Roda (Halli)

    18:00 – Papoeira mit gästen:

    19:00 bis 20:00 – Téknik para iniciante.

    20:30 bis 21:00 – téknik para avancados.

    21:00 – 22:00 – Roda für alles

    22:30 – jantar no Halli

    30.04 / sanmstag (Halli)

    07:30 bis 09:00

    09:30 – bis 10:00 maculele

    10:00 bis  11:30  -Técnicas e roda para iniciantes e avancados – (Mestrando Wilson e Professor Visk)

    11:30 bis 12.30 – Acrobacias – (Graduado negao, professor Fumaca)   Casa aberta de 11:00 bis 12:30

    12:30 bis 13:30 – Capoeira angola- ( Contra Mestre Rogério)

    13:30 bis 14:00- roda de angola (aberta)

    14:00 bis 15:00 – (Alimentacao)

    15:00 bis 16:00 – palestra (capoeira é o fenomeno da exportação)  Luciano Milani ( Editor  Portal Capoeira)

    16:00 bis 17:00 –  Musicalidade e Percussao (trazer seu próprio estrumento) MESTRE BIGODINHO Casa aberta de 16:00 bis 17:30

    17:00 bis 18:00 – Técnicas iniciantes e avancados

    18:00 – 19:00  Roda aberta.

    21:00 – Party in disco

    01:05 / Sonntag / Workshop, Batizado troca de corda & Conflaternizacao.

    11:00  ESPETÁCULO , Batizado & Troca de corda .

    Roda aberta

    Roda de Conflaternizacao geral.

    Feijoada na Academia.

    Freitag – fita verde- 30 Euro

    Sammstag-  fita azul- 50 Euro

    Sonntag – fita amarela – 40 Euro

    Drei tag – fita Vip –  60 Euro

    Com direito a:

    Workshop /camiseta /certificado, café da manha , almoco , hospedagen , entrada  gratis  na festa e Participacao no batizado e rodas.

     

    {youtube}oJIsAjY4eSc{/youtube}

    Aconteceu: Alunos do Escola Aberta abrem seminário de educação na Uerj de Caxias

    Cerca de 30 alunos da oficina de capoeira do Programa Escola Aberta da Escola Municipal Meninos de Deus, em Nova Iguaçu, abrirão nesta segunda-feira, dia 04, às 17h, o Seminário da turma de Mestrado em Educação, no polo da Uerj em Duque de Caxias. A meta é mostrar como projetos fora da sala de aula podem contribuir para a comunidade escolar e bairros que cercam a escola.

    Para o Secretário Adjunto Pedagógico da Secretaria Municipal de Educação (Semed), José Reginaldo Bastos da Cruz, a participação dos alunos é positiva. “Hoje, de acordo com a orientação da prefeita Sheila Gama, trabalhamos em uma perspectiva de Educação Integral. Uma metodologia que não se importa só com o conteúdo, mas que tenha um olhar direcionado para a formação de cidadãos críticos e que possam interferir para melhorar seu meio social” explicou o secretário.

    O convite para a apresentação partiu da estudante do curso de mestrado, Ana Lúcia Iglesias Vila. Segundo ela, serão mostrados trabalhos relacionados à educação desenvolvidos nas periferias, como é o caso do Escola Aberta, programa do Governo Federal que abre a escola para a comunidade nos fins de semana. Realizado em parceria com as prefeituras, o mesmo oferece oficinas profissionalizantes, culturais e de lazer. Em Nova Iguaçu está presente em 55 das 126 escolas municipais.

    Os mesmos alunos vão participar no dia 17, do 1º Intercâmbio Infantil Centro Cultural Raízes Brasileiras, junto com outros nove grupos, na Escola Municipal França Carvalho, no bairro da Prata. O evento terá apresentações dos mestres de capoeira Monge, Lagarto, Buldog e outros capoeiristas da Baixada Fluminense.

     

    Fonte: http://www.baixadafacil.com.br/

    Mestre Camisa participa de simpósio e diz que a capoeira é brasileira

    O Espaço Cultural Casa do Lago organizou na manhã desta quarta-feira(6) o 1º Simpósio a Arte e Capoeira. O evento é fruto das oficinas realizadas pela Casa, iniciadas há mais de um ano e meio, na Rua Érico Veríssimo s/n. Antes mesmo de José Tadeu Carneiro Cardoso (mestre Camisa) abordar temas relacionados à história, dança e a filosofia da capoeira, alguns grupos já realizavam demonstrações no gramado, localizado na parte externa do Espaço Cultural. Camisa, que está na Unicamp pela primeira vez, pertence ao Grupo Abadá de Capoeira do Rio de Janeiro. À noite, às 19 horas, no Ginásio Multidisciplinar da Unicamp (GMU), ele fará, gratuitamente, uma aula aberta ao público.

    De acordo com Camisa, praticante da arte que foi instituída como esporte por Getúlio Vargas em 1930 após ver uma apresentação do mestre Bimba, a capoeira vem se desenvolvendo como arte, cultura e também serve como ferramenta de socialização participativa. “Ela contribui na formação do indivíduo como cidadão brasileiro e o faz conhecer a sua verdadeira história. O simpósio que a Unicamp está realizando é importante porque ele proporciona que debatamos a capoeira em todos os seus aspectos. A capoeira é brasileira. O Brasil é o maior pólo de capoeiristas do mundo. É daqui que eles saem para ensinar a arte em suas diversas áreas”, afirmou Camisa.

    No Simpósio, o pró-reitor de Extensão e Assuntos Comunitários, professor Mohamed Habib, disse que é importante analisar o evento sob a ótica brasileira e não somente da artística e esportiva. De acordo com o pró-reitor, o encontro permite reconstituir e revelar um fenômeno importante na história da humanidade. Como atividade de extensão, segundo Mohamed, “é muito importante, cada vez mais, que a universidade se aproxime da história do Brasil e dos que praticam atividades que contam a história brasileira, porque este é o texto mais visível e mais lido por toda a população. Assistindo a uma apresentação de capoeira, estaremos lendo a história do nosso país”.

    Visivelmente emocionado, Juliano Finelli, diretor da Casa do Lago, não encontrou palavras para demonstrar a satisfação em poder realizar o evento. “Trata-se de um reconhecimento. Eu me sinto congratulado em poder realizar este trabalho. O simpósio vem brindar essa ação que desenvolvemos dentro da Unicamp”. Informações sobre a aula aberta que ocorre no GMU podem ser obtidas pelo telefone 19-3521-7017.

     

    Fonte: http://www.unicamp.br/

    Aconteceu: Encontrão de capoeira em Nova Iguaçu

    A prefeitura de Nova Iguaçu realizou o 1º Encontrão de Capoeira pelo Meio ambiente do Programa Escola Aberta, que reuniu centenas de pessoas no sábado, 25 de setembro, na Vila Olímpica de Nova Iguaçu.

    Foram 25 grupos de capoeira representando a cultura afro-brasileira, que conquista jovens, crianças e adultos. O evento foi aberto pela secretária de Educação, Dilcéia Quintela. “Estou feliz em abrir o primeiro encontrão de capoeira. Precisamos fazer com que chegue às 125 escolas, pois o esporte é fundamental para o desenvolvimento das crianças”, explicou.

    O ginásio de esportes mais parecia um grande terreirão com os gingados e lutas dos capoeiristas. O encontro reuniu mestres, mestrandos e professores de capoeira do Escola Aberta, que formaram três grandes rodas representando as categorias infantil, feminina e adulto num belo espetáculo de dança e luta ao som de berimbaus, tambores e cânticos. Todas as apresentações foram acompanhadas pelo secretário Adjunto Pedagógico, Reginaldo Bastos e coordenadoras do Escola Aberta, Denise Andrade e Luciana Matta.

    O presidente da Federação de Capoeira da Baixada Fluminense, Reginaldo Alves de Almeida, parabenizou a iniciativa da Secretaria de Educação em promover o encontro “A capoeira no Escola Aberta está ajudando a tirar muitas crianças da rua. Ela disciplina e ajuda a formar homens íntegros”, disse mestre Almeida.

    Emerson de Oliveira, 14 anos e mais três irmãos praticam capoeira na Escola Municipal Nabor Otuki. “Antes da capoeira eu era brigão e passava muito tempo na rua. Agora estou disciplinado e trouxe minhas irmãs para o grupo”, contou o menino.

    Quem esteve no local também participou de oficinas de artesanato, todas voltadas para o reaproveitamento. Além disso, a organização do evento inovou com o brinquedo “Vai e Vem” feito de garrafa pet, flores com galhos secos, reaproveitamento de jornal, bijuterias, pintura e pula-pula para a criançada. O encontrão contou com a participação das 55 escolas que desenvolvem o Escola Aberta, que é um programa do governo federal em parceria com as prefeituras e abre as escola aos sábados e domingos para a comunidade.

    Fonte: http://noticias.sitedabaixada.com.br/

    Escola Aberta Trabalha a Educação Ambiental por meio da Capoeira

    Trabalhar em prol do fortalecimento cultural e da preservação e Educação Ambiental. Esta foi a meta da Escola Estadual Professora Hilda Miranda Nascimento, em Serra, em parceira com um grupo de Capoeira, que promoveu no último fim de semana o I Ecoberimbau 2010.

    Foram três dias de apresentações, oficinas e atividades, para mais de 50 pessoas que passaram pela escola. O curso de fabricação de berimbau ecológico foi o que mais chamou a atenção.

    Além do incentivo à prática esportiva da capoeira nas comunidades, os oficineiros ensinaram aos participantes como é a confecção de berimbaus e a preservação da biriba, matéria-prima do instrumento.

    “O objetivo principal do nosso encontro foi conscientizar as pessoas sobre a correta utilização desta madeira, para que não venhamos prejudicar o meio ambiente”, explicou o supervisor estadual do programa nas escolas localizadas no município de Serra, Amaury Motta da Silva Lamas.

    Em meio às atividades, alguns alunos participantes do Escola Aberta e do grupo de capoeira seguiram para uma mata aberta, que fica próximo da escola, para conhecer a biriba e recolher sementes para replantio.

    “Trouxemos para a escola muitas sementes e muitos ainda levaram para casa. Nossos objetivos em plantá-las são dois: devolver para a natureza a madeira e fazer nosso próprio estoque para confecção dos berimbaus. Tudo isso para incentivar as pessoas que trabalham com capoeira a serem mais conscientes”, conta o professor de capoeira Haroldo Bonfim Alves Santos.

    De acordo com o professor, a expectativa é ampliar o projeto para as disciplinas da escola. “Queremos abranger esta iniciativa. Pretendemos até fazer uma coleta seletiva na mata, já que quando fomos recolher as sementes observamos muito lixo no local, como garrafas plásticas e papel”, finaliza.

     

    Fonte: http://www.folhaes.com.br

    Bahia: Caminhada leva 2 mil capoeiristas às ruas de Lauro de Freitas

    Dança, jogo e luta. Isto é a capoeira, que neste final de semana atraiu mais de 2 mil capoeiristas às ruas de Lauro de Freitas (BA), para comemorar o Dia Municipal do esporte, neste sábado (26/9). Sob sol forte, a caminhada saiu do Parque São Paulo e seguiu até o Largo do Caranguejo, onde mestres, contramestres e alunos se exibiram para um grande público. O evento contou com apoio das Secretarias municipais de Educação (Semed), Cultura e Turismo (Secult), e Trabalho Esporte e Lazer (Setrel).

    Com percurso de 4 quilômetros, a caminhada comandada pelo Mestre Sérgio despertou a atenção de moradores e comerciantes para as rodas de capoeira formadas ao longo de todo o trajeto. Um destaque foi a apresentação de macuculê, com alunos dos Programas Escola Aberta e Segundo Tempo, em coreografias comandadas pela professora Railda Barbosa, da Divisão de Projetos e Ações Complementares (Divipac) da Semed.

    A Caminhada abriu a programação do 3º Encontro Nacional do Grupo de Capoeira Filhos da Bahia, que com palestras sobre os temas “Capoeira é Inclusão” e “Capoeira de Angola e Regional”, até o dia 2 de outubro, na sede da grupo Filhos da Bahia, em Itinga. No sábado (3/10), as atividades se concentram no Ginásio de Esportes com o 1° Encontro de Capoeira do Projeto Escola Aberta, às 13h, o Batizado de Capoeira do Projeto Divipac e da Escola de Cadetes Mirins.

    Segundo o secretario municipal de Cultura, Antônio Lírio, em cinco anos a atual gestão implementou projetos como o Pólo de Capoeira, em parceria com o Sebrae, que capacita os capoeiristas e os torna empreendedores. De acordo com Lírio, em 2005, a cidade abrigava 3 mil capoeiristas em atividade, hoje chega a 4 mil.

    Marcio Gomes, 14 anos, mostrou toda ginga e graça do esporte na caminhada e foi muito aplaudido. O jovem não esconde sua paixão pela capoeira. “Pratico desde criança, quero manter viva esta arte que é uma importante ferramenta contra marginalidade. Ajuda a retirar as crianças das ruas, além manifestar a cultura popular”.

    Satisfeito com a participação ativa dos capoeiristas, Mestre Sérgio disse que a capoeira faz parte da identidade do povo de Lauro de Freitas. “A capoeira agrega muito mais que dança, jogo e luta. É uma ferramenta de inclusão social. Temos mais de 2.800 associados, cerca de 80% são jovens carentes que já se envolveram com as drogas e hoje vivem outra realidade”.

    Fonte: Prefeitura de Lauro de Freitas – http://www.vermelho.org.br/

    Oficina de Capoeira Angola Mestre Jogo de Dentro

    Encontro de camarados, organizado por alunos responsáveis por núcleos do Grupo de Capoeira Semente do Jogo de Angola, em Campinas e Piracicaba.
    Serão realizados treinos com o mestre, em Campinas, Limeira e Piracicaba, além de oficinas com convidados e de rodas abertas a todos os interessados.

    informações: www.sementedojogodeangola.org.br

     

    Oficina de Capoeira Angola Mestre Jogo de Dentro
    11 a 14 de Dezembro — 2008

    Programação

    5 f- dia 11/12
    E.C. Semente – Campinas
    16h -18h: treino com M. Jogo de Dentro
    19h: roda
    Av. Santa Isabel, 2070 – Barão Geraldo F. 19-3289-8011

    6 f- dia 12/12
    CESET(Unicamp) – Limeira:
    10h-12h – treino com M. Jogo de Dentro
    R. Paschoal Marmo, 1888, Jd. Nova Itália,
    F. 19-21133492, 2113-3368

    C.C. Monte Alegre – Piracicaba:
    16h-18h: treino para crianças/iniciantes
    18h-19h: apresentação de resenhas
    19h-21h: roda aberta
    Av. Com. Pedro Morganti, sn- Monte Alegre

    sáb.- dia 13/12
    CDHU- Campinas
    9h -11h: treino com M. Jogo de Dentro
    11h -12h: rítmo
    14h -16h: oficina de afinação de atabaque e
    encouramento de pandeiro (Toshiro)
    16h -18h: treino para crianças/iniciantes
    19h: roda

    dom.- dia 14/12
    CDHU- Campinas
    9h -11h: treino com M. Jogo de Dentro
    11h -12h: oficina de maculele (G.
    Cordão de Ouro)
    14h -16h: oficina de danças regionais
    16h: roda aberta / samba de roda
    R. José Mendonça, 341 – CDHU

    Contribuição
    R$20/dia de atividade; ou
    R$60 todos os dias + camiseta
    Inscrições Limitadas

    Contatos:
    Danny – 19-91170194
    Cristiano – 19-96421397
    Guga – 19-81622492

    Bahia: Capoeira deve se tornar patrimônio cultural brasileiro

     

    Salvador – A capoeira é a próxima manifestação brasileira candidata a patrimônio cultural. O registro será votado na próxima reunião do Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural, em 15 de julho, no Palácio Rio Branco, em Salvador. No mesmo dia, também será apreciado o tombamento do Forte Assunção, do século XVII, que deu nome à cidade de Fortaleza, capital do Ceará, além da proposta de preservação de vários edifícios de valor histórico do Bairro do Comércio, na Cidade Baixa Salvador, Bahia.

    O registro de patrimônio imaterial também deverá valorizar o ofício dos mestres nesse saber que mistura luta, música e dança. Responsáveis pela divulgação desta atividade em mais de 150 países, os mestres terão sua habilidade de ensino reconhecida.

    Os capoeiristas vão celebrar o registro de sua arte com um grande evento no Teatro Castro Alves, oferecido pelo Ministério da Cultura, o Iphan e o Governo do Estado. Já estão confirmados apresentação dos baianos do Recôncavo, Maria Bethânia e Roberto Mendes, dos percussionistas Naná Vasconcelos, Wilson Café e Ramiro Musotto, além do mestre capoeirista Lorimbau. A entrada será gratuita e haverá distribuição de ingressos na véspera.

    Ainda no Teatro Castro Alves, será aberta a exposição Na roda da capoeira, produzida a partir do inventário realizado entre 2006 e 2007 para o registro deste bem imaterial. São pinturas, esculturas em barro, instrumentos musicais, xilogravuras e folhetos de cordel que retratam o universo da capoeiragem. Na ocasião, também haverá o lançamento do livro, produzido pelo Iphan, Ofício das baianas do acarajé. O material é resultado do processo de registro, em janeiro de 2005, deste outro saber característico da cultura brasileira.

     

    Fonte: Jornal da Mídia – Salvador – http://www.jornaldamidia.com.br/

    São Paulo: VIRADA CULTURAL e 24 Horas de Capoeira

    VIRADA CULTURAL

    26 e 27 DE ABRIL/2008

    Senhores Organizadores:

    A Virada Cultural acontecerá no Largo do Paissandu (em frente à Igreja Nossa Senhora do Rosário) nos dias 26 e 27 de abril, com início ás 18horas do sábado.

    Ficou determinado que todos os organizadores participarão das 24 horas de capoeira em tempo integral. A Chegada ao Camisa será ás 11hs do sábado. Algumas funções já estão previamente definidas e outras serão passadas na quadra do Camisa.

    Os Mestres serão recepcionados ás 12h do sábado na quadra da Escola Camisa Verde e Branco, na Rua Jamis Holland, nº.633. (ao lado do supermercado Wall Mart). Será servido almoço para os Mestres Homenageados e para a organização da Virada Cultural. Para os demais será cobrado convite de R$10,00.

    Os mestres serão recepcionados e conduzidos na quadra do Camisa pelos Mestres: Adelmo, Nei e Luana.

    Os mestres: Aberre, Paulo e Padinha deverão estar no largo do Paissandu para averiguar as instalações, (palco, som, cadeiras, etc.) e orientar os seguranças para evitar o assédio aos Mestres em sua chegada.

    Teremos dois oradores para apresentar os Mestres na Camisa Verde e Branco e no largo do Paissandu: Mestre Mane e Nei.

    Mestra Mara e Profa.Renata ficarão responsáveis para orientar os grupos no local.

    Na rodas abertas todos os organizadores devem estar obrigatoriamente presentes.

    Após o almoço, pontualmente ás 17h, um ônibus conduzirá os Mestres para o Largo Paissandu e aguardará até o final da roda de abertura dos Mestres, para aqueles que quiserem retornar a quadra da escola. Lembrando que no domingo, os Mestres deverão comparecer para o fechamento da Virada Cultural ás 15h30, no mesmo local.

    O valor do transporte ainda está sendo definido, mas ficou decidido na última reunião que os organizadores se responsabilizariam pelo valor do custo do ônibus.

    Para os grupos que irão se apresentar, deverão entrar em contato o mais rápido possível com o Mestre Baiano e passar o número de pessoas do grupo, a placa e o tipo de carro que irá conduzir o grupo ao centro da cidade. O mesmo deverá deixar o grupo, sair do local e retornar no final da apresentação para pegá-los. (Segue abaixo o horário das apresentações).

    A Galeria Olido disponibilizara salas para troca de roupas, etc.

    Todos os grupos que irão se apresentar deveram levar seus instrumentos (exceto atabaque, que estará disponível no local) e devem estar no local no máximo 15 minutos antes dos seus respectivos horários e com seus instrumentos afinados.

    O acesso ao centro da cidade será restrito e as ruas estarão interditadas, mas o metrô funcionará 24hs.

    Aguardamos a todos, para uma bonita festa e qualquer dúvida entrar em contato através de e-mail.

    Segue abaixo o horário das apresentações dos grupos:

    Horários:

    ü 18h – Roda de Abertura “Velha Guarda da Capoeira”

    ü 20h – Adelmo

    ü 21h – Jibóia

    ü 22h – Nanico

    ü 23h – Cavaco

    ü 24h – Roda Aberta – Organizadores

    ü 1h – Mané

    ü 2h – Magrão

    ü 3h – Zambi

    ü 4h – Gugu

    ü 5h – Paulão

    ü 6h – Pingüim

    ü 7h – Baiano

    ü 8h – Biné

    ü 9h – Maurão

    ü 10h – Organizadores

    ü 11h – Catitú

    ü 12h – Dinho Nascimento

    ü 13h – Roda aberta Feminina

    ü 14h – Ney

    ü 15h – Roda Aberta – Organizadores

    ü 16h – Roda de fechamento “Velha Guarda da Capoeira”

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

     

    Read More