Blog

acima

Vendo Artigos etiquetados em: acima

Em busca do grupo perfeito…

Certa feita uma mãe, que havia sido praticante de capoeira, resolveu sair em busca do grupo ideal para seu filho, logo na primeira esquina percebeu uma academia com grande propaganda de aulas de capoeira. Em sua chegada ao local havia uma escada que dava acesso ao pavimento superior, onde funcionavam as aulas de capoeira. A escada era toda enfeitada com muitas fotos e banners com imagens de homens musculosos sem camisa executando movimentos aéreos, alongados e na maioria das vezes, com expressões faciais simulando raiva ou dor.

A mãe pensou:  …..esta capoeira aqui esta diferente daquela que pratiquei, mas talvez seja porque estou muitos anos sem praticar e isso tudo represente a evolução da capoeira…..    Já no piso superior, a mãe notou que havia uma pessoa dando aula para muitas outras, na sala havia uma musica muito alta e com ritmo acelerado, as pessoas estavam perfiladas, todas de frente para um homem musculoso e com uma roupa cheia de marcas, como um estandarte humano de propaganda. Este homem também conduzia a aula com gritos fortes, palavras de ordem e uma voz intimidadora de grande expressão.  A mãe pensou:  …..esta capoeira aqui esta diferente daquela que pratiquei, mas talvez seja porque estou muitos anos sem praticar e isso tudo represente a evolução da capoeira…..

A mãe, de forma paciente, aguardou o termino da aula e dirigiu-se para falar com o professor, inicialmente a mãe lhe perguntou: Que estilo de capoeira se pratica aqui, pois estou procurando um bom grupo para meu filho? O professor então, com um sorriso largo e simpático, tomou um gole de um isotônico famoso, da mesma marca que estava estampada em seu uniforme e disse: …Aqui nos praticamos a capoeira moderna, uma capoeira mais ágil, forte, bonita e acima de tudo, muito eficiente como luta……   A senhora já ouviu falar em Anderson Silva, campeão do UFC?  Antes da mãe responder o professor continuou: …..Pois então, como estou lhe dizendo, a capoeira hoje já esta ate no vale tudo e aqui nos ensinamos de tudo…. Pode ficar tranquila, aqui seu filho vai aprender a ser homem, pois eu mesmo vou acompanha-lo de perto, ensinando-lhe desde o nosso aperto de mão oficial de nosso grupo ate as melhores técnicas de finalização em situações de jogo mais duro. Aqui com certeza vamos coloca-lo no eixo e ele ainda estará pronto para resolver qualquer situação nas ruas.

A mãe agradeceu ao professor pela explicação e de maneira educada foi se despedindo e se afastando, quando o professor lhe disse: E sobre seu filho, quando a senhora ira traze-lo para fazer a matricula?….Tenha muito cuidado, pois os grupos de capoeira desta região não são bons…O nosso esta mais preparado para atende-la, pois temos muitas filiais espalhadas pelo mundo e eu ainda sou professor de Educação Física…..  A mãe, que já não suportava mais ficar calada, educadamente pediu um minuto de atenção ao professor, sentou-se em um local mais reservado com o mesmo e lhe disse: … Professor, como se chama? Ele respondeu:… Sou conhecido nas rodas como “Xicara sem alça”…   A mãe disse: … Muito prazer senhor Xicara…  Quero lhe agradecer novamente pelas explicações, mas não tenho intenção de matricular meu filho aqui, pois fiquei imaginando como se sente um parafuso torto recebendo marteladas para ficar no eixo….Com certeza, se o parafuso pudesse falar diria ..AI AI…Está doendo, e como meu filho pode falar, iria incomodar muito o senhor com seus gritos…. Sobre a parte da eficiência técnica para luta, penso que não será necessária para ele, pois tenho ensinado para meu filho que a melhor maneira de lidar com os conflitos será sempre o dialogo e por incrível que pareça, aprendi isso com um capoeira chamado Joao Pequeno de Pastinha, mas com certeza o senhor não deve conhece-lo, pois …..esta capoeira aqui esta diferente daquela que pratiquei, mas talvez seja porque estou muitos anos sem praticar e isso tudo represente a evolução da capoeira….. A mãe continuou …Gostaria de encontrar um grupo para meu filho que fosse capaz de ensina-lo  a conviver com a diversidade e aqui o senhor me disse que ate o aperto de mão esta padronizado. Quero um grupo em que meu filho possa desenvolver sua individualidade na relação com o coletivo e que acima de tudo SEJA FELIZ…..Quando vi a forma que o senhor ensina, percebi logo que o senhor conhecia uma parte da Educação Física tecnicista, pois também sou professora de Educação Física, contudo, penso que este método adotado aqui não esta de acordo com a ancestralidade da capoeira, pois mata a autonomia e diminui o poder de criatividade e criticidade dos educandos, portanto professor “Xicara”, recomendo ao senhor que estude mais sobre a capoeira e os antigos Mestres e só depois tente verificar, qual corrente metodológica da Educação Física será mais apropriada para cumprir nossa tarefa ancestral com a capoeira.

O professor “Xicara sem alça” ficou em silencio, ainda perplexo com tudo que havia escutado da simples mãe. A mãe despediu-se e com um sorriso feliz, desejou ao professor um bom dia e lhe fez um ultimo pedido. Que buscasse os mais antigos e com eles tentasse entender o significado de SER capoeira, pois o objetivo principal da capoeira, como pratica humana, sempre será levar felicidade aos seus praticantes, independente de estilos e formatações mercadológicas, pois se esta capoeira atual representa a evolução, tenho medo de como será no tempo de meus netos.

A historinha acima, mesmo que de maneira fantasiosa, ilustra bem os conflitos vividos na capoeira nos dias de hoje, assim precisamos ficar atentos para não reforçarmos o “opressor” que vive sendo “gestado” internamente, por conta de nossa formação tradicional, adestradora e comercial.

 

Fraternalmente..

Mestre Jean Pangolin

 

“Pedras no caminho? Guardo todas, um dia vou construir um castelo…”
Nemo Nox

Jean Adriano Barros da Silva
www.guetocapoeira.org.br
Tel: 55 71 8109 2550 / 3363 4568 / 3366 4214 
75 9168 7534 / 75 3634 2653
Bahia – Brasil

Copa Real Sport Clube – Massamá 2009

Como acontece todos os anos, nos próximos dias 4 e 5 de Dezembro iremos realizar a Copa Real Sport Clube – Massamá / 2009. O evento terá lugar na sede do Real Sport Clube, em Massamá, conforme a programação.

Programação:

4 de Dezembro – Sexta-feira

21h às 22h30 – Roda

5 de Dezembro – Sábado

10h às 12h – Aulas com os convidados (confirmar com o seu professor)

14h30 às 18h – Campeonato

18h – Entrega de prémios

 

Categorias Mistas: Iniciados (até 2ª graduação) e avançados (3ª a 5ª Graduação) Livre (atletas acima da 6ª graduação)

Infantil e adultos e livre:   –  as categorias serão mistas mas as premiações serão feitas separadas (feminino e masculino)

– serão 2 jogos (1 de Benguela, 1 S. B. G. Regional) e 1 Solo

– nas categorias INICIADO INFANTIL participarão alunos de “projectos”, e com “dificuldades de aprendizagem” sendo respeitadas as suas diferenças, podendo participar alunos com menos experiência nessa categoria mesmo tendo uma graduação superior (ex: aluno com corda crua-verde que tem aulas num projecto com crianças com dificuldades motoras…)

– poderão ser aceites inscrições de alunos com uma graduação menor numa categoria acima (ex: aluno com corda crua-amarela que participa em treinos superiores a 3 vezes por semana, com participações em campeonatos, rodas, apresentações…)


Observações

1-Ficará ao critério de cada professor as inscrições dos alunos nas categorias infantil, adulto e livre (qualquer dúvida contacte M. Sargento ou até mesmo na hora da inscrição)

2-O objectivo será valorizar o atleta que treina e estimular aqueles que não têm muita expriência ou não podem ter mais participação

Todos os participantes terão direito a fazer as aulas com os convidados e receberão um certificado de participação no evento.

Contamos com a presença de todos!

Nota: para participar nas actividades os alunos deverão usar o uniforme completo (calças e t-shirt oficiais). Para o campeonato todos as 14h para receber o número e confirmar participação

Aos professores e graduados: na oportunidade será realizado o treinamento, e reunião e informações (do Mestre Burguês) e dúvidas sobre:

1- Mundial,

2- Europeu,

3-Troca de graduação acima de corda verde,

4-Federação,

5-Calendário 2010 (traga sugestões)

Para mais informações contacte: Mestre Sargento – 96 354 82 83.

Sede do Real Sport Clube: R. Firmina Celestino Cardoso, 10. Massamá – atrás da telepizza

Supervisão Mestre Burguês

Luciano Santos Bispo – Mola

Luciano Santos Bispo, residente em S. Francisco do Conde, discípulo de Mestre Zé Dário, é um capoeirista muito especial. Vítima de Paralisia Infantil aos 7 meses de idade, guardou como seqüela paraplegia flácida dos membros inferiores. Aos 9 anos de idade, ainda sem andar em virtude da paralisia dos membros inferiores, entrou para a capoeira sob orientação do Mestre Zé Dário, em Sto. Amaro da Purificação /BA e aprendeu a jogar capoeira e a andar !

Em 09/12/2001 fomos conduzidos ao evento, cujo convite divulgamos adiante, pelo Mestre Zezo estranhamos o drapejar da calça dum rapaz durante um jogo de capoeira, apesar da movimentação aparentemente normal do atleta. Maior surpresa foi observar que, ao sair da roda, o rapaz auxiliava a perna direita com a mão, para aumentar a passada, denunciando assim uma deficiência motora.

Autorizados pelo Mestre Zé Dário, abordamos o "Mola" que nos revelou os detalhes da sua historia pessoal e nos deixou profundamente impressionados pela grandeza e importância do verdadeiro milagre que constatáramos: a criação, pela prática da capoeira sob orientação dum verdadeiro mestre, de circuitos nervosos vicariantes capazes de substituir as conexões nervosas medulares destruídas pela Paralisia Infantil.
 

Read More

Trailer do Filme

Em primeira mão o Trailer do Filme:

Mestre Bimba A Capoeira Iluminada



Para assistir ao trailer clique aqui!

Para ver o trailer do filme clique na imagem acima, para salvar o clip em seu computador, selecione salvar como no menu arquivo de seu player preferido.

Galeria de Fotos do Filme

 
Galeria de Fotos do Filme: Mestre Bimba A Capoeira Iluminada
Para ver as fotos, clique na imagem acima.


PASTINHA E ITAPOAN

FOTOS CLÁSSICAS

Itapoan venerava Mestre Pastinha, o qual mantinha um carinho especial para este jovem, como observamos nestas fotos acima.

Luciano Santos Bispo – Mola

Luciano Santos Bispo, residente em S. Francisco do Conde, discípulo de Mestre Zé Dário, é um capoeirista muito especial. Vítima de Paralisia Infantil aos 7 meses de idade, guardou como seqüela paraplegia flácida dos membros inferiores. Aos 9 anos de idade, ainda sem andar em virtude da paralisia dos membros inferiores, entrou para a capoeira sob orientação do Mestre Zé Dário, em Sto. Amaro da Purificação /BA e aprendeu a jogar capoeira e a andar !

Em 09/12/2001 fomos conduzidos ao evento, cujo convite divulgamos adiante, pelo Mestre Zezo estranhamos o drapejar da calça dum rapaz durante um jogo de capoeira, apesar da movimentação aparentemente normal do atleta. Maior surpresa foi observar que, ao sair da roda, o rapaz auxiliava a perna direita com a mão, para aumentar a passada, denunciando assim uma deficiência motora.

Autorizados pelo Mestre Zé Dário, abordamos o "Mola" que nos revelou os detalhes da sua historia pessoal e nos deixou profundamente impressionados pela grandeza e importância do verdadeiro milagre que constatáramos: a criação, pela prática da capoeira sob orientação dum verdadeiro mestre, de circuitos nervosos vicariantes capazes de substituir as conexões nervosas medulares destruídas pela Paralisia Infantil.

As fotografias seguintes mostram a gravidade da atrofia dos membros inferiores e da pelve decorrentes das lesões medulares provocadas pela paralisia infantil.

Foto – 1

Foto – 2

Nesta segunda foto podemos evidenciar a desproporção entre o tórax e o conjunto de bacia e membros inferiores, sendo notáveis as dimensões das mãos em relação aos pés. O amor do Mestre Dário pela capoeira e a dedicação à formação moral dos seus alunos evidencia-se no convite para o evento em pauta que reproduzimos a seguir.

Destacamos mensagem de cidadania veiculada no convite acima, demonstrando que o amor do verdadeiro Mestre pelo Filho-Aluno é o fundamento da Roda de Capoeira e da Sociedade.

Do relato acima concluímos que a Capoeira da Bahia é um instrumento precioso na formação do cidadão e apresenta uma gama extensa de aplicações médicas, psicológicas, pedagógicas e sobretudo, pela modificação da conduta ante estressores (Agentes nocivos, noxas, capazes de conduzir ao estresse ou reações de alarme), auxilia a reduzir o perigo deste "assassino silencioso", capaz de matar ou aleijar a longo prazo sob rótulos diversos (infarto do miocárdio, hipertensão arterial, quadros mentais depressivos, cansaço, exaustão, entre outros).

A compreensão do mecanismo pelo qual a capoeira aumenta a autoestima, acalma, educa as reações aos estímulos ambientais, aumenta as conexões e circuitos neuronais, enriquecendo o "Ser" com recursos capazes de torná-lo mais feliz e autoconfiante, certamente permitirá que os especialistas detectem novas aplicações para os conceitos acima expostos.

O conteúdo emocional do tema e sua repercussão na construção da personalidade do praticante torna-se evidente numa mensagem que recebemos da garota Juliane:

"Olá! gostei muito da sua página, e gostaria de parabenizá-lo.
Gostaria também que você dissesse que em Juiz de Fora (MG) o grupo de capoeira "Oficina da Capoeira" está fazendo um ótimo trabalho com a capoeira, com direção do mestre Ray e do professor Kamuanga.
Gostaria também de dizer e mandar uma idéia para todos os outros capoeiristas:
Ontem, dia 26/02/00, eu presenciei um exemplo de força de vontade para todos, principalmente os capoeiristas. Um garoto de cadeiras de rodas, com problemas mentais, entrando e jogando em um batizado. Não levantava, não chutava, não dava aú nem mortal, mas se protegia com a mão no rosto e quase não mexia os pés…
Bem, ele fez muita gente chorar quando disse: "Na capoeira ninguém pode ter preconceito!"
Naquela roda não havia ninguém igual a ele, mas também não tinha ninguém diferente! E depois disso tudo que vi e vivi, mais vontade me deu de jogar e de um dia jogar uma "iuna" (roda para graduados).
Sei que falta muito para mim, pois tenho 14 anos e estou na corda branca, mas um dia, eu sei, tenho fé em DEUS e em BIMBA, que irei conseguir.
Por favor fale ao menos do garoto, pois isso é verdade e uma lição de vida.

Juliane S. Machado (da família de Bimba)
Juiz de Fora / Minas Gerais
Oficina da Capoeira"