Blog

acreana

Vendo Artigos etiquetados em: acreana

Aconteceu: Campeonato Acreano de Ladainhas Canto das Senzalas

1° Campeonato Acreano de Ladainhas Canto das Senzalas promete se consolidar como parte do calendário cultural da cidade de Rio Branco.

Evento vai reunir na capital mestres capoeiristas de outos Estados e  aconteceu no Cine Teatro Recreio – Acre

A realização foi da Federação Acreana de Capoeira (FAC), através do Programa Estadual de Fomento e Incentivo à Cultura, financiado pelo governo do Estado, por meio da Fundação de Cultura e Comunicação Elias Mansour (FEM).

É através do diálogo harmônico entre luta, dança e musicalidade que surge uma das mais belas expressões de arte e cultura, a capoeira. Genuinamente brasileira, traz em suas raízes as histórias de batalha e sofrimento de um povo, que mesmo subjugado por uma sociedade escravocrata transformou tristeza em alegria ao som de palmas e cantorias, acompanhadas por berimbaus e tambores, em um gingado único que reflete toda nossa brasilidade.

Há quem diga que um bom capoeirista é aquele que valoriza a musicalidade em meio à atividade que pratica, e foi pensando justamente nisso que a Federação Acreana de Capoeira elaborou um campeonato focado na faceta musical, tão própria dessa expressividade cultural, que além de luta e dança é também música.

A programação comporta uma série de atividades, sendo elas realizadas em diferentes espaços: cerimônia de abertura (Cine Teatro Recreio), oficinas (sala de artes marciais do Sesc), batizado integrado (miniginásio do Sesi) e o campeonato propriamente dito(Cine Teatro Recreio).

As oficinas são destinadas aos alunos das sete associações ligadas à federação: Capoeira Educar, Capoeira Nagô, Cordão de Ouro, Abadá Capoeira, Acre Brasil, Capoeira Cajueiro e Grupo Candeias. Da mesma forma, o batizado integrado é um grande encontro, uma confraternização entre os mais novos e os mais experientes capoeiristas de Rio Branco. Em média serão 350 crianças e adolescentes a serem batizados, entre eles meninos e meninas da APAE e do Centro de Ensino Especial Dom Bosco.

O Campeonato de Ladainhas está aberto a todos aqueles que queiram participar, e as inscrições só se encerram uma hora antes do início da competição. Além dos concorrentes, o evento conta com a participação especial de mestres como Luiz Renato (SP), Suassuna (SP), Catitu (SP), Kao (DF), Onça (GO), Risadinha (BA), Coruja (SP), Professor Gibi (SP) e Professor Invertebrado (SP).

Fundada em 1992, a FAC tem como objetivo difundir a cultura afro-brasileira, através da Capoeira. “E isso só é possível pela união dos grupos em busca de um bem maior, a capoeira” relata o contramestre Caju, da Capoeira Cajueiro.

 

Cristiane Albuquerque (Assessoria FEM)

Acre: Capoeira da Gente todos os sábados na Difusora

Programa valoriza a modalidade esportiva, cada vez mais praticada no Acre

Com o objetivo de levar a cultura da capoeira a todos os 22 municípios do Estado, suas aldeias e seringais, a Liga Acreana de Capoeira, em parceria com a Rádio Difusora Acreana, realiza todos os sábados, a partir das 10 horas da manhã, o programa Capoeira da Gente, com apresentação de Ithamar da Silva, o presidente da Liga Acreana de Capoeira e convidados.

O programa Capoeira da Gente leva até as pessoas informações sobre a capoeira, sua cultura, dança, estilos de luta e as principais características desse esporte, que já está presente em todos os municípios do Acre e possui adeptos no mundo inteiro. Cada edição também traz uma entrevista especial sobre essa modalidade. A capoeira faz parte da identidade cultural brasileira, tornando-se patrimônio cultural.

“A programação musical do Capoeira da Gente será composta exclusivamente por canções que contagiam e animam as rodas e brincadeiras dos capoeiristas acreanos”, explica Ithamar. Tudo isso com intenção de levar o gingado e o encanto da capoeira para todas as localidades do Acre. A capoeira é uma expressão cultural brasileira que mistura luta, dança, cultura popular, música, esporte, artes marcais e brincadeira, desenvolvida no país por escravos africanos e seus descendentes.

A Liga

Fundada no dia 28 de março de 2001, a Liga Acreana de Capoeira contava com a participação de cinco grupos na sua fundação – atualmente a Liga possui 11 grupos filiados dos 12 existentes no Estado: Senzala, Candeias, Acrebrasil, Aruanda, Axé Capoeira, No Toque da Banguela, Mameluco, Acre Capoeira, Guanabara, ABADÁ e Cordão de Ouro.

A Liga Acreana de Capoeira é uma entidade de direito privado, voltada à prática cultural e desportiva da capoeira, que propõe congregar academias, associações e grupos de capoeira, além de outras entidades, bem como os capoeiristas, promovendo torneios, festivais, simpósios, seminários, cursos, oficinas, copas e campeonatos de capoeira. Propõe ainda preservar as tradições e valores culturais da capoeira, promover e fomentar estudos e pesquisa referente a esse mundo.

Fonte. http://www.agencia.ac.gov.br

Acre: Projeto Iê Camará vai divulgar a arte da capoeira

Lá do Norte temos tido muitas notícias e muitos frutos estão sendo plantados…
Importantes eventos tem movimentado esta rica região do Brasil,  mestres de renome tem se destacado na forma participativa e interativa na implementação de seus trabalhos.
Entre os dis 17 e 20 de Agosto estará acontecendo um evento importante em Manaus, sob a responsabilidade e direção do Instituto Terreiro do Brasil.
Do Acre, mais precisamente da Liga Acreana de Capoeira, recebemos esta notícia que remonta ao uso correto da Lei de Incentivo à Cultura, usufruindo e fazendo valer a voz da capoeira…
 
Aos capoeiristas da região Norte do País fica a dica para participarem e somarem com os camaradas, buscando sempre um melhor entendimento e entrosamento da capoeiragem
 
Luciano Milani

 
A Liga Acreana de Capoeira vai realizar no período de 30 de agosto a 1º de setembro, no Memorial dos Autonomistas, o 4º Projeto Iê Camará. O evento faz parte das atividades aprovadas pela Lei de Incentivo à Cultura e tem como objetivo divulgar a arte da capoeira, valorizar os profissionais da área e capacitar professores e instrutores.
 
Durante o período, a Liga vai apresentar uma avaliação dos resultados do trabalho feito com as crianças de famílias carentes, provenientes de bairros como o Conquista, Nova Estação e Baixada do Sol, entre outros.
 
De acordo com o mestre Caju, do grupo Besouro Preto Mangangá, cerca de 2,5 mil crianças e adolescentes são atendidas pelos instrutores. “É um trabalho que visa a inclusão social dos meninos e meninas por meio da arte da capoeira”, explicou.
 
A Liga Acreana é formada por seis grupos, sendo eles: o Besouro Preto Mangangá, Cordão de Outro, Mameluco, Senzala e Cadeias. Durante a realização do projeto, será desenvolvido um ciclo de palestras sobre o desenvolvimento da capoeira no Acre, além de oficinas e cursos de toque de berimbau, atabaque, os movimentos acrobáticos da luta e os folguedos da capoeira.
 
“O público vai poder contar ainda com apresentações de samba de roda, maculelê, puxada de rede, dança e do fogo”, ressaltou Caju. Os cursos serão ministrados pelos professores e mestres acreanos. O nível de técnica deles é igual ao aplicado pelos profissionais dos grandes centros, não havendo a necessidade de trazer nomes de fora do Estado. O projeto está sendo patrocinado pelo Lojão dos Parafusos.
 
 
Página 20 Online – http://www2.uol.com.br/pagina20
Rio Branco-AC