Blog

alimentação

Vendo Artigos etiquetados em: alimentação

Escola utiliza capoeira como forma de incentivo ao esporte em Porto Calvo

Alunos realizaram um apresentação do jogo no pátio da escola.
Eles apresentaram ainda o que aprenderam sobre alimentação saudável.

Os alunos da Escola Municipal Domingos Fernandes Calabar, localizada no povoado Mangazala, na cidade de Porto Calvo, vem utilizando a capoeira como forma de incentivo ao esporte. Como parte do projeto ALTV na Sala de Aula, os estudantes realizaram uma apresentação no pátio da escola e apresentaram o que aprenderam sobre a importância de uma alimentação saudável.

Para montar o grupo de capoeira existente hoje na escola, os professores convidaram um mestre. Como a escola fica localizada em uma comunidade remanescente de quilombolas, os elementos que remetem a origem do jogo estão por todos os lados. Já a apresentação, realizada no pátio da escola, contou com a presença dos alunos de ensino fundamental.

“No início ninguém queria fazer, mas com o tempo fomos aprimorando. A capoeira não é só um prática esportiva, mas também uma filosofia de vida.” conta o aluno Jadson Oliveira. Segundo a coordenadora Magda Vanderlei, a ideia era trazer a identidade local à tona junto a prática de exercícios. “Trouxemos também os pais para dentro da escola e eles estão encantados com a participação de seus filhos neste projeto”, afirma Magda.

A prática tem deixado bons frutos entre os alunos da Educação de Jovens e Adultos, que também participam das aulas. “A capoeira é uma dança, não é para praticar o mal, apesar de ser uma luta. A capoeira também é educação, aprendi coisas boas com ela.” partilha o aluno José Márcio César.

Os alunos também apresentaram o que aprenderam sobre o papel das vitaminas e a importância de uma alimentação saudável. “Temos sempre que nos alimentar bem para praticar uma atividade física melhor”, diz um dos alunos. “Estamos aprendendo a importância de cada tipo de vitamina”, conta a aluna Vanessa Maria Gomes dos Santos, do 9º ano.

 

http://g1.globo.com/

Encontro dos Povos Guarani da América do Sul

11.500 refeições foram servidas durante o Encontro dos Povos Guarani

Um dos pontos altos da organização do Encontro dos Povos Guarani da América do Sul, foi o momento das refeições, servidas aos 800 indígenas e mais de 120 não indígenas, das equipes de apoio que trabalharam no evento. “Foram produzidas 11.500 refeições, entre café da manhã, almoço e jantar, durante os três dias do evento, além de um jantar de boas vindas no dia anterior, totalizando nove toneladas de alimento”, conta João Gonçalves, Coordenador-Geral de Promoção da Diversidade, Difusão e Intercâmbio Cultural da SID/ MinC.

Para isso, foi montada uma praça de alimentação na aldeia Tekoha Añetete com estrutura de cozinha e um espaço de buffet com 200 mesas e 800 cadeiras. Uma equipe de 30 pessoas foi contratada especialmente para elaborar as refeições.

Segundo Gonçalves, o cardápio, elaborado pelos próprios Guarani, tinha como ponto forte uma grande quantidade de verduras, frutas e legumes. “As frutas, como mamão, laranja, melancia e maçã, ficavam disponíveis na tenda de alimentação o dia todo, principalmente para que as mães pudessem oferecer às cerca de 150 crianças presentes”.

No almoço e jantar, além de legumes, como beterraba, aipim (mandioca), cenoura, batata e abóbora, acompanhavam o arroz e o feijão, macarrão e algum tipo de carne. Foram consumidos 1.000 quilos de peixe, 500 quilos de frango e 1.200 quilos de carne de boi. A erva mate, servida como chimarrão e como tereré, também foi colocada à disposição dos participantes durante todos os dias do Encontro, totalizando 240 quilos de erva, acrescentou João Gonçalves.

A xixa, uma bebida elaborada a partir da fermentação da canjica e consumida pelos indígenas durante os rituais de reza, era oferecida nas cerimônias religiosas realizadas após o jantar. A bebida era servida numa cuia, que circulava na roda de oração, passando de mão em mão. A xixa foi elaborada pelos anfitriões.

Além da estrutura montada para alimentação, foi contratada uma equipe médica e uma ambulância que ficou a postos 24 horas por dia. Além disso, uma equipe de limpeza formada por indígenas da aldeia anfitriã garantiu o bom estado do local durante o Encontro. Não houve nenhuma ocorrência médica.

Comunicação SID/MinC

Telefone: (61) 2024-2379
E-mail: identidadecultural@cultura.gov.br
Acesse: www.cultura.gov.br/sid

Nosso Blog: blogs.cultura.gov.br/diversidade_cultural
Nosso Twitter: twitter.com/diversidademinc

Bahia: Tributo a Mestre Bigodinho

Tributo a Mestre Bigodinho

Mestre Bigodinho, exímo cantador e tocador de berimbau, nasceu em Acupe de Santo Amaro em setembro de 1933. Ele començou na capoeira em 1950 com o Mestre Waldemar da Paixão. Nos anos 70, afastou-se devido a repressão e discriminação sofrida na epoca. Em 97, incentivado por seu amigo, o Mestre Lua Rasta, retornou ao convívio da capoeira para a satisfação de todos que admiram essa arte.
O Mestre reside atualmente em Salvador e leva seu conhecimento e amor pela capoeira a todos que se aproximam dele.

O Mestre Ivan de Santo Amaro da Associação de capoeira Netos de Angola
(ACANA) e o Ateliê Percussivo do Mestre Lua Rasta convidam a comunidade da capoeira a participar do:

Programação :

Sexta-feira, 22/08, em Salvador

10:00 : Lançamento do documentário "Memórias do Recôncavo : Besouro e outros capoeiras", de Pedro Abib, na Sala de Arte da Faculdade de Educação na UFBA com a presença das crianças capoeiristas de Santo Amaro.

15:00 : Apresentação e roda das crianças capoeiristas de Santo Amaro no Terreiro de Jesus, Pelourinho.

20:00 : Roda de rua com presença de Mestres e confraternização no Terreiro de Jesus, Pelourinho

Sábado, 23/08, em Santo Amaro

8:00 : Saída de Salvador para Santo Amaro

11:00 : Roda de Boas vindas na Praça da Matriz.

14:30 : Oficinas na Casa do Samba de Santo Amaro

– Mestre Ivan : Capoeira Angola

– Samba de Roda de Dona Nicinha

18:00 : Bate-papo no Barracão com Mestre Bigodinho e velhos mestres do Recôncavo – Roda

19:30 : Exibição do DVD doTributo ao Mestre Ferreirinha, evento realizados em 2007 em Santo Amaro

Domingo, 24/08, em Santo Amaro e Acupe

9:00 : Café coletivo no Barracão

9:40 : Saída para Acupe, cidade natal de Mestre Bigodinho

10:30 : Roda de capoeira em Acupe

11:30 : Oficina de maculelê com Mestre Adó

14:00 : Retorno para Santo Amaro

17:00 : Roda no Passeio da Matriz

18:30 : Retorno para Salvador

Inscrição:

R$ 60,00 para residentes no Brasil

R$ 100,00 para residentes no exterior

A inscrição dará direito à camisa do evento, participação nas oficinas, transporte entre Salvador, Santo Amaro e Acupe e café da manhã coletivo no domingo, 24/08.

*Atenção ! Esta taxa não cobre as despesas com alimentação e hospedagem durante as atividades realizadas em Salvador, no dia 22/08, bem como não cobre as despesas referentes a almoço e jantar em Santo Amaro. No entanto indicaremos locais parceiros para alimentação dos participantes.

Contato e informação para inscrição :

Atelier Percussivo do Mestre Lua Rasta
Rua Inacio Aciolli, no 3
Pelourinho – Salvador – Bahia

Tel : (71) 3322 67 50 – 8786 32 03