Blog

amazonas

Vendo Artigos etiquetados em: amazonas

‘Herança Africana’ é apresentada no palco do Teatro Amazonas

Espetáculo do Balé Folclórico do Amazonas retrata a influência negra. 
Duas apresentações serão realizadas nesta quarta-feira e domingo.

Capoeira, lundu, gambá, dança do rapachão e o samba são manifestações com influências negras. Essa ‘Herança Africana’ é o tema de um espetáculo do Balé Folclórico do Amazonas, que será apresentado nesta quarta-feira (2) e domingo (6), no Teatro Amazonas, Centro de Manaus. As apresentações serão às 21h e 19h, respectivamente. Os ingressos custam R$ 10 e R$ 20 e podem ser adquiridos na bilheteria do teatro (pelos telefones: (92) 3622-1880/3622-2420) ou pelo site www.bestseat.com.br.

O espetáculo é dirigido por Conceição Souza e é resultado da pesquisa dos colaboradores Eliberto Barroncas e Railda Vitor. ‘Herança Africana’ vai destacar algumas manifestações regionais deixadas como legado cultural do negro.

A concepção do espetáculo aproveitou o trabalho realizado no projeto Escada Sem Degraus, iniciativa que envolve pesquisas de música regional e artes visuais. “Visitamos grupos de dança lundu em Itacoatiara, composto em sua maioria por mulheres, cujo estilo de dança é diferente daquele apresentado em Belém. De acordo com a localidade, a mesma dança possui características diferentes”, explica Railda.

O Balé Folclórico do Amazonas foi criado em 2001. A companhia, composta por 33 bailarinos e que se encontra com elenco renovado desde novembro de 2013, já participou de eventos como o Festival Amazonas de Ópera e Concerto de Natal.

 

Fonte: http://g1.globo.com/

Amazonas: Capoeirista vende “quase” tudo para competir no Brasileiro

Lucas (centro) vendeu eletroeletrônicos para viajar – foto: arquivo pessoal

Algumas pessoas cometem loucuras para ir a um show, comprar ‘aquela’ roupa ou realizar a viagem dos sonhos. No caso de Lucas Urquizes, 18, vender quase tudo o que tem foi a saída encontrada para representar o Amazonas no 16˚ Campeonato Brasileiro de Capoeira, de quinta-feira à sábado (5 a 7), em Belém (PA).

“Já vendi celular, notebook e emprestei dinheiro dos familiares. Até agora, arrecadei R$ 500 para as passagens (ida e volta), que custam R$ 1.600 por causa do feriado prolongado”, disse. Além dele, mais dez atletas de Manaus estão classificados para a competição, porém, esbarram na falta de recursos para garantir presença.

“Não vamos nem pela premiação, mas pela vontade de representar o Amazonas, que nunca ficou fora dessa competição”, disse o pentacampeão estadual.

Segundo o diretor-técnico da Federação Amazonense de Capoeira (FAC), mestre ‘Chaguinha’, 61, a pretensão era levar o grupo completo de capoeiristas. “A capoeira é um patrimônio cultural brasileiro e somos bicampeões (2008 e 2012). Já conseguimos passagem para mais longe. Não acredito que não iremos conseguir, pelo menos, duas para ir ao Estado vizinho”, lamentou.

Fonte: http://www.emtempo.com.br/

Gerontocapoeira: Conhecendo as vivências

Uma abordagem da Educação Física Gerontologica no município de Tabatinga-Am.

 

Nos últimos anos, profissionais de diversas áreas da ciência interessam pela Gerontologia. Na Educação Física, estudar e entender o idoso com qualidade e respeito é uma “nova tendência”. Na Capoeira temos muitos praticantes com mais de 60 anos de pratica e outros que estão apenas iniciando no mundo da Capoeira, agora na terceira idade. A novidade agora é que os da idade tardia podem iniciar a arte da Capoeira de acordo com as suas qualidade física e habilidades, aqui considerados Gerontocapoeiristas.

A contribuição relevante a este tema, foi a minha observância quanto praticante desta modalidade desportivo-cultural, a capoeira, por mais de 24 anos de pratica no ano de 2009, onde dos 24, há 14 anos ensinando a arte da capoeira, nesta caminhada tive vários alunos idosos, mesmo empiricamente mantive todos os cuidados necessários e não tive problemas com nenhum deles. Agora há uma necessidade de ampliar há mais idosos interessados, já com uma visão cientifica na área de Educação Física enquanto acadêmico (LIBEF/UEA 2008-2011) e abrir vagas para aqueles que não tiveram a oportunidade de aprender e conhecer profundamente a arte da Capoeira.

Segundo Puga Barbosa (2003, p. 21), “como conceito total de gerontologia temos o estudo do envelhecimento em toda e qualquer enfoque. É necessário bojo que temos subdivisões a Educação Física, desta feita adaptada a pessoa em fase de envelhecimento”.

Ao observar um Mestre de Capoeira de vanguarda jogar capoeira é admirável, encanta e assusta, devido a grande saúde corporal mostrado por ele. Temos como exemplo o Mestre de Capoeira Angola João Pequeno de Pastinha, com 92 anos de idade (uma criança de 92 anos), deixa muitos jovens para trás e no chão. Suas histórias e experiências fazem e dão vontade de promover a gerontocapoeira como uma alternativa para aqueles que muitas vezes tem obstáculos sociais e familiares. Mestre João Pequeno tem uma vasta experiência e é um grande exemplo de vida para muitos praticantes de Capoeira.

Para Puga Barbosa (2000) apud Puga Barbosa (2003, p. 21):

educar para o envelhecimento, e a da base da educação física gerontologica, preocupa-se em adequar a seus clientes, cada vez mais individuais em suas características heterogêneas, os conteúdos da profilaxia e das questões sociais do envelhecimento se aliando a dança, ginástica, jogo, recreação e esporte, acatando os princípios pedagógicos e biopsicossociais.

Há uma preocupação muito grande com os gerontocapoeiristas, por isso é necessário antes de tudo observar o acompanhamento médico para prevenir qualquer situação e uma integração de vários profissionais que trabalham com os idosos. Como exigência, o exame de saúde e o acompanhamento médico se fazem necessário, pois assim, poderemos verificar o tipo de atividade capoeirística e as limitações para cada indivíduo.

Já Moreira (2001, p. 17) afirma que,

o envelhecimento e a expectativa de vida, em todas as populações do mundo, constituem um problema emergente nos vários segmentos sociais. O ritmo de crescimento na população idosa, segundo Passarelli (1997, p. 208), relaciona-se diretamente com a diminuição das taxas de natalidade e mortalidade infantil, a melhoria no tratamento das doenças infecciosas e condições de saneamento básico, e o acesso aos serviços de saúde para um número maior de indivíduos.

Toda segurança possível é necessário. Por isso, qualquer atividade deve ser planejada e observada as restrições. O aquecimento – alongamento antes do treino é sempre necessário, essas aulas de gerontocapoeira devem sempre esta ligada as áreas abertas de boa circulação de ar, com uma preocupação planejada de exercícios físicos antes, durante e depois do treino (aula de gerontocapoeira). O lugar onde é feito os movimentos (chão) deve ser acolchoado ou um lugar com grama macia.

No projeto de pesquisa antes da aplicação da gerontocapoeira em 2008, na cidade de Tabatinga, Estado do Amazonas, com o apoio da Associação de Capoeira Ave Branca e de Estudantes do Curso de Licenciatura e Bacharelado em Educação Física da Universidade do Estado do Amazonas, o objetivo maior foi entender quais os níveis de flexibilidade que dependem da articulação para a pratica da gerontocapoeira, sem lesões aos ligamentos dos tendões, músculos e pele.

Observamos também, a mobilidade articular e a elasticidade muscular durante a pratica da capoeira para a terceira idade; a realidade de cada indivíduo; se os requisitos práticos da capoeira poderiam ou não prejudicar o iniciante; verificamos até que idade cada idoso poderia realizar determinado movimento e a sua motricidade do idoso. Foi assim observamos as vontades, as evoluções de cada praticante e que tudo depende da individualidade biológica para cada idade.

Como metodologia, tivemos o desenvolvimento do projeto inicialmente por meio de reconhecimento ao espaço físico e primeiro contato com os idosos. Depois construímos uma seleção de movimentos de capoeira de maneira gradual e com bastante observação na execução de cada movimento de acordo com a motricidade de cada indivíduo e foi uma grande experiência.

Apresentamos aqui nosso programa de Gerontocapoeira está fixado nas seguintes situações: Fundamentos; Técnicas e Exercícios de respiração; Relaxamento; Alongamento e Etc.

O objetivo da Gerontocapoeira é a valorização da idade tardia, onde todos participam integralmente, integradamente e gradualmente das técnicas de estimulação no jogo de capoeira (gerontocapoeira), a percepção de si próprio e a relação interpessoal, com base nos fundamentos apresentados.

 

Fundamento teórico biológico:

– Sistema muscular;

– Sistema ósseo;

– Sistema nervoso;

– Sistema cardiorrespiratório (freqüência máxima e mínima);

– Sistema circulatório;

– Degeneração articular;

– Prevenção de acidentes na Capoeira (na Gerontocapoeira).

 

Fundamento teórico social:

– Conceituação;

– Fatos da diminuição das costelas sociais;

– Independência social;

– Expectativa da sociedade.

 

Fundamentos teóricos capoeirísticos:

– Conceituação;

– O que é Gerontocapoeira;

– História da Capoeira;

– Grandes nomes da Capoeira;

– Musicalidade da Capoeira (Cânticos e instrumentos musicais da capoeira);

– Estilos de Capoeira (Angola e Regional);

– Roda.

 

Técnicas individuais e interpessoais:

– Avaliação do seu EU;

– Dificuldades em relação ao quadril, joelho e tendões;

– A importância do trabalho de flexibilidade, habilidade e força;

– Situação físico-motor;

– Níveis de flexibilidade que depende da articulação para a pratica da gerontocapoeira sem lesões aos ligamentos dos tendões, músculos e pele;

– Ginga; golpes, esquivas e movimentos capoeirísticos.

Os itens expostos acima devem ser indicados com base em exames médicos e acompanhamento por um profissional da educação física.

Portanto, para entender melhor o tema é necessário fazer uma vivencia pratica com os anciãos, onde proponho a pesquisa e a implementação nos Programas da Terceira Idade em todo o Brasil, como exemplo da cidade de Tabatinga. È necessário essa aplicação para que mais pessoas possam ter um envelhecimento saudável através da pratica da capoeira, mais precisamente da gerontocapoeira.

As entidades capoeirísticas também podem adotar este sistema de ensino de capoeira (gerontocapoeira) para a terceira idade em seus estabelecimentos, não esquecendo de buscar integrar outros profissionais, como médicos, psicólogos, assistentes sociais, profissionais da educação física, nutricionistas, mestres de capoeira e outros que poderão contribuir com os nossos anciãos.

 

Referencias

CAPOEIRA, Dedão. Gerontocapoeira: Capoeira para a terceira idade. Tabatinga: Associação de Capoeira Ave Branca, 2008.

PUGA BARBOSA, Rita Maria dos Santos (Org.). Educação Física Gerontologica: Construção sistematicamente vivenciados e desenvolvidos. Manaus: EDUA, 2003.

MOREIRA, Carlos Alberto. Atividade Física na Maturidade: avaliação e prescrição de exercícios. Rio de Janeiro: Shape, 2001.

 

* Edney da Cunha Samias, é Licenciado em Geografia pela Universidade do Estado do Amazonas; é Pesquisador amazonólogo pelo Núcleo de Estudos Estratégicos Pan-Amazônicos; é estudante de Licenciatura e Bacharelado em Educação Física na Universidade do Estado do Amazonas; é Mestre de Capoeira pela Associação de Capoeira Ave Branca do Distrito Federal do Mestre Kall; conhecido no mundo da Capoeira como Mestre Dedão; E reconhecido por muitos Mestres de capoeira como Pai da Gerontocapoeira. Atua na cidade de Tabatinga-Amazonas e faz supervisão nas filiais da Associação de Capoeira Ave Branca na Colômbia e no Peru.

Contato: Celular: (97)9153-4944       E-mail: [email protected]

Web: http://www.avebrancacolombia.es.tl

http://avebranca.esporteblog.com.br

Endereço para correspondência:

Beco Marechal Rondon, 5, Portobras, CEP 69640-000, Tabatinga-Am.

Artigo apresentado a Associação de Capoeira Ave Branca, 2010.

Nota de Falecimento: Mestre Vermelho Boxer

É com pesar que comunico a morte do Mestre Vermelho Boxer (Cecílio de Jesus Calheiros) ocorrida no dia 30/12/2007 na cidade de Manaus- Amazonas, em decorrência de um ataque esquêmico cerebral.

Mestre Vermelho Boxer nasceu em Maragogipe – Bahia (Recôncavo baiano) em 15/05/1949, sendo figura de destaque nas rodas de capoeira de rua de Salvador-Bahia, nas décadas de 70 e 80.

No Estado do Amazonas desempenhou um importante papel na implantação e divulgação da Capoeira Tradicional Bahiana.

A comunidade de capoeira do amazonas despediu-se do Mestre Vermelho com lágrimas, roda de capoeira e cantando os sambas que ele gostava.

Descanse em paz

Mestre KK Bonates

Na Madrugada Dia 30 de Dezembro A Capoeiragem Amazonense/Baiana e Brasileira perde Um Grande conhecedor da Arte da Malandragem Baiana.
Com todas as honras de Grande Mestre, foi enterrado no dia 30/12/2007 no cemiterio do tarumã em Manaus /Amazonas/Brasil o MESTRE VERMELHO BOXER QUE NOS DEIXA COM A LEMBRAÇA DE SUAS MALICIAS E MANDINGAS QUE A BAHIA LHE ENSINOU.

Salve axé

Mestre Camisafurada – [email protected]

Dois grandes acontecimentos capoeirísticos marcam a região Norte do Brasil

Dois grandes acontecimentos capoeirísticos marcam a região Norte do Brasil nos próximos meses. São eles: I Semana de Capoeira da Amazônia e III   Encontro Internacional Ecológico de Capoeira do Amazonas.
Ambos os eventos tratam de questões importantes para a nossa capoeira, o primeiro irá descutir as praticas culturais e os saberes no contexto das politicas publicas (fica aqui o comentário sobre um outro importante evento, o SENECA, que aconteceu no Sul do País, onde também foi abordado o tema "Políticas Publicas.) O segundo evento, sobre a supervisão de Mestre Squisito, irá tratar de assuntos importantes, tais como a "capoeira, o eco-turismo e a ecologia" inseridos em uma região de infinitas possibilidades onde a capoeira vem crescendo e as autoridades governamentais começam a abrir o olho para esta multifacetada arte…
 
Vale a pena conferir as progamações e propostas. com especial atenção ao evento sob a supervisão de Mestre Squisito
Luciano Milani

I Semana de Capoeira da Amazônia
 

De 03 a 10 de junho, acontece em Belém, a I Semana de Capoeira da Amazônia, que terá três momentos: palestras teóricas, mini-cursos e oficinas práticas. As atividades serão realizadas no Ginásio da UEPA (Universidade do Estado do Pará). As palestras trarão a antropóloga Leila Melo, que discutirá os saberes através das práticas culturais, além dela, a antropóloga Lígia Simonian falará sobre cultura, artes e saberes locais no contexto das políticas públicas.
 
Os mini-cursos divididos em três partes abordarão a história e historiografia da capoeira no Brasil e serão ministrados pelos professores Augusto Leal e Leila Melo, da UFPA (Universidade Federal do Pará). Nas oficinas, haverão aulas de ritmos e percussão, princípios da capoeira de Angola, além aulas de instrumentos como berimbau, atabaque e pandeiro.
 
Mais informações pelos telefones 8111 6142 ou 8113 1006.
 
Você pode concorrer a convites para a Semana de Capoeira, é só clicar no link abaixo:
http://www.orm.com.br/promocoes
 

Cidade Velha - Belem III   Encontro Internacional Ecológico de Capoeira do Amazonas
 
Iº. Eco-Capoeira do Amazonas
 
Programação:
 
 Quinta-feira – 17 Agosto de 2006
 
 18:00 – Reunião com a Coordenação e Assembléia Geral com os atletas de Manaus
 
 21:00 – Roda de recepção dos convidado de delegações de outros Estados e países
 
 22:30 – Jantar com os convidados
 
Sexta-feira – 18 agosto de 2006
 
 07:30   Café Regional
 
 09:00   Entrevista coletiva com os convidados.
 
 10:40   Excursão para Presidente Figueiredo.
 
 12:30   Almoço com a secretária de turismo.
 
 14:00   Visita ao refúgio Sacura-Mirá, do Mestre Gato.
 
 14:30   Palestra sobre a capoeira como conscientização ambiental e eco turismo na Amazônia.
 
 19:40   Jantar e reunião com o prefeito e autoridades representantes do estado e Município e capoeira.
 
 23:00   Retorno para Manaus.
 
Sábado – 19 agosto de 2006
 
 08:30   Iª. Conferência sobre o eco capoeira no Amazonas
 
Abertura com a leitura da programação e apresentação dos convidados, autoridades e entidades de classes representativas e esportivas, culturais sociais, ong’s  e entidades governamentais.
 
 09:00   Palestra com o Mestre Marreta – de Amsterdã – Holanda.
            Tema: Projeto Eco-turístico Brasil-Holanda.
 
 09:55   Palestra com a Secretaria de Turismo Dra.Arminda Mendonça
            Tema: O turismo e a capoeira.
 
 10:30   Palestra do Secretario de Esporte
            Tema: A capoeira como desporto.
 
 11:10   Palestra de especialista fonoaudiólogo
            Tema: Educação verbal.
 
 12:30   Intervalo para o almoço.
 
 13:30   Palestra com Mestres da Bahia
            Tema: Salvador: a Meca da capoeira.(Água de Beber)
 
 14:30   Palestra com o presidente da confederação brasileira de capoeira
            Tema: A  capoeira no Brasil e no mundo.
 
 15:00   Palestra com o mestre Umói de Souza – Portugal.
            Tema: Convívio Brasil-Portugal e projetos sociais com a capoeira em países de língua portuguesa.
 
 15:45   Palestra com desembargador – am
            Tema: respeito a integridade física.
 
 16:30   Lançamento do filme Bimba, a Capoeira Iluminada, de Luis Fernando Goulart
            Sobre a vida do Mestre Bimba (longa metragem) – www.mestrebimbaofilme.com.br
 
 18:30   Batizado de capoeira
 
 20:00   Jantar para os convidados
 
 21:30   Viagem para o município de Novo Airão (200 km selva a dentro).
 
Domingo – 20 de agosto de 2006
 
 07:30   Café regional com o Prefeito do Município, Autoridades e convidados.
 
 08:50   Batizado.
 
 11:20   Visita a pontos turísticos do município
 
 13:00   Almoço
 
 15:30   Retorno a Manaus.
 
 18:00   Roda de confraternização no Capoeiródromo na Ponta Negra
 
 
Obs: A programação poderá sofrer alterações e ajustes