Blog

américas

Vendo Artigos etiquetados em: américas

Capoeiristas de todo o mundo se reúnem em Brasília

Capoeiristas de todo o mundo se reúnem em Brasília

Centro Cultural de Capoeira Raízes do Brasil  com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer organizam o Encontro das Américas, Europeu e Africano de Capoeira

Cerca de 600 pessoas participam do Encontro das Américas, Europeu e Africano de Capoeira

Até domingo (15), a  22ª edição do Encontro das Américas, Europeu e Africano de Capoeira se realiza em três escolas públicas do Distrito Federal. A programação,  que começou na segunda-feira (9), inclui show cultural, roda de capoeira dos velhos mestres, orquestra de berimbaus, puxada de rede (encenação da atividade pesqueira), Maculelê (dança folclórica brasileira) e formatura de mestre.

O encontro reúne cerca de 600 capoeiristas, associados ao Raízes do Brasil, que moram em várias localidades do mundo com a proposta de disseminar essa expressão cultural que combina arte marcial, cultura popular, dança, esporte e música. Nesta oportunidade, Brasília recebe visitantes da Itália, Suécia, Espanha, São Tomé e Príncipe, além de outras regiões do país, como Minas Gerais, Goiás, Rio de Janeiro, Piauí, Bahia, Rio Grande do Norte, Maranhão e São Paulo.

Capoeiristas de todo o mundo se reúnem em Brasília Eventos - Agenda Portal Capoeira

O encontro está divido ente a Escola Parque 313/314 Sul, a Escola Classe 410 Sul e o Teatro da Escola Parque da 308 Sul. “Nós desenvolvemos várias atividades durante o ano, mas uma vez a cada 12 meses, nós tentamos reunir o máximo de integrantes aqui em Brasília para desenvolvermos atividades diversas, graduar professores e nos atualizar mesmo sobre o mundo da capoeira”, destaca Ralil Salomão, fundador do Raízes do Brasil, associação que iniciou em 1980 e já se espalhou em 16 unidades da federação.

A realização do encontro é do Centro Cultural de Capoeira Raízes do Brasil  com apoio da Secretaria de Esporte e Lazer.

* Com informações da Secretaria de Esporte e Lazer

Sinopse

Calcula-se que a capoeira, um esporte/arte/luta/jogo, criado no Brasil por brasileiros afrodescendentes, seja hoje praticado por cerca de 8 milhões de homens e mulheres  de todas as idades, credos e descendências em mais de 150 países em aulas ministradas por milhares de mestres brasileiros, a maioria vinda das camadas mais humildes da nossa sociedade. A capoeira é, ainda, um dos principais fatores de expansão da língua portugesa em todo o mundo, pois suas aulas são ministradas em português, suas músicas não são traduzidas e a sua história conta fatos relacionados à vida e aos costumes do nosso povo. Seu crescimento vem sendo considerável nas Américas, em toda a Europa, na Ásia e na Oceania.
Tudo isso vislumbrado, ainda na década 30, por um homem que se impôs ao seu meio e ao seu tempo como um dos maiores educadores populares desse país. É dele toda a didática e toda a metodologia de ensino da capoeira que é hoje praticada por 80% dos capoeiristas.
 
MESTRE BIMBA – A Capoeira Iluminada, conta, através de depoimentos de seus antigos alunos e de imagens inéditas em cinema, a história deste brasileiro, Manuel dos Reis Machado, o Mestre Bimba (1899 – 1974) um iletrado que recebeu, post mortem, o título de Doutor Honoris Causa de uma das mais importantes Universidades do Brasil. Um grande jogador de capoeira mas antes de tudo um educador. Um homem, de origem humilde, que dedicou a sua vida a dar dignidade e luz à capoeira.
E se hoje, ela está presente em todo o mundo foi graças à capacidade e à visão de Mestre Bimba. Para muitos historiadores foi um dos negros mais importantes do século XX, nas Américas. Seu nome é a primeira referência que um aluno de capoeira recebe em qualquer país que esteja. A ele são dedicadas milhares e milhares de músicas cantadas em todas as rodas de capoeira nos cinco continentes.
 
MESTRE BIMBA – A Capoeira Iluminada, inspirado no livro MESTRE BIMBA – Corpo de Mandinga, de Muniz Sodré, conta essa linda e comovente trajetória de vida e mostra a arte e o encantamento da capoeira que Bimba iluminou e que hoje faz com que o nosso país seja admirado em todo o mundo.