Blog

antônio

Vendo Artigos etiquetados em: antônio

Rondônia participa de Encontro Estadual de Capoeira em Mato Grosso

A Associaçao Desportiva Anjo da Guarda (ADAGA), sediada em Ji-paraná, participa, entre os dias 13 a 15 de agosto, na cidade de Cuibá, do 5º Encontro Estadual e 4º Campeonato Matogrossense de Capoeira. Ao todo, 10 atletas participarão deste evento.

De acordo com o Mestre Irineu, presidente da Associação Desportiva, 09 alunos e o professor da equipe participarão do evento. Na oportunidade, Irineu solicita a colaboração de empresários que desejem patrocinar esta equipe a se deslocar para cidade de Cuiabá.

“Sabemos do potencial dos nossos atletas, da importância do esporte e do trabalho de conscientização que fazemos com nossos alunos. Precisamos de apoio para representar Rondônia neste grandioso evento para os amantes da capoeira” finalizou.

Para entrar em contato com o grupo Adaga, o interessado pode enviar e-mail para capoeira_adaga@hotmail.com ou pelo telefone: (69) 8444-0378 ou 0263-9970. A associação está situada na Rua Cambé, 2015, Bairro Val Paraíso, entre T-17 e T-18, Ji-paraná.

É previsto a presença do presidente da Confderação Brasileira de Capoeira (CBC), Gersonilto de Sousa (Mestre Neguinho), Antônio Afonso Costa Lima (Mestre Antônio Afonso), vários mestres, mestrandos, contra-mestre e professores de Capoeira do Estado do Mato Grosso e de outras regiões.

 

Fonte – http://impactorondonia.com

Bahia: Capoeira de Saia deve reunir mais de cinco mil participantes

Mais de cinco mil capoeiristas dos cinco continentes são aguardados na edição mundial do Projeto Capoeira de Saia 2010, que será realizado na Bahia na próxima semana. Palestras, vivências, mesas redondas, atividades culturais e rodas da capoeira integram a programação do evento, que passa por Salvador, Camaçari, Santo Amaro e Cachoeira, no Recôncavo Baiano, entre os dias 26 e 30 de maio. O objetivo do projeto, que tem edição mundial e faz parte do programa Capacitação em Capoeira, é promover o encontro dos praticantes, amadores e profissionais da luta de origem africana.

As inscrições para o evento Capoeira de Saia 2010 são gratuitas e podem ser feitas através do site oficial, no Forte da Capoeira (Santo Antônio) ou através do telefone (71) 3117-1488.

“Estamos na terceira edição do Capoeira de Saia. Uma das atividades que deve reunir o maior número de pessoas é a aula pública, que será realizada no dia 29, no Farol da Barra. A expectativa é de que 1.500 capoeiristas participem da roda”, conta uma das organizadoras, Carolina Gusmão, conhecida como mestre Brisa.

Outras ações, além das programadas para a próxima semana, estão incluídas no programa Capoeira de Saia. Entre os meses de outubro a dezembro, haverá o Curso de Qualificação e Formação para Capoeiristas, que vai oferecer quatro linhas de estudo: o Curso de produção, gestão e elaboração de projetos culturais em capoeira, Organização e planejamento do ensino em Capoeira, Historicidade e ancestralidade na Capoeira e Processo de formalização dos centros culturais de Capoeira. Os cursos têm parceria com a Universidade do Estado da Bahia (Uneb).

Turismo

A capoeira vem recebendo investimentos e projetos também da Secretaria de Turismo do Estado da Bahia (Setur). A primeira ação com vista no turismo por meio da arte de origem africana é o mapeamento de grupos internacionais e nacionais de capoeira. A iniciativa é inédita e foi apresentada no mês de fevereiro durante um encontro entre representantes da Setur e mais de 100 mestres baianos, com o objetivo de fazer do turismo uma ferramenta aglutinadora para a capoeira.

Na ocasião, a Setur apresentou a proposta de criação do site Capoeira da Bahia. “A internet tem de ser a nossa ferramenta de divulgação, articulação e mobilização para fazer da Bahia a Meca da capoeira”, afirmou a superintendente de Serviços Turísticos da Setur, Cássia Magalhães.

A iniciativa foi aprovada por grandes nomes da capoeira na Bahia, como os mestres Tonho Matéria, Boa Gente e Camisa Roxa. O músico Tonho Matéria, um dos provocadores do movimento, faz intercâmbio com quatro países e disse acreditar muito no projeto. “Muitos grupos trazem a capoeira para cá, vindos da Austrália, México, Alemanha, Argentina. Esse projeto deve trazer um diálogo aberto para entender a capoeira, que é uma das artes que mais difundem o Brasil e a língua portuguesa pelo mundo”, diz.

Um indício de que a capoeira baiana é bem difundida entre os turistas, especialmente a Capoeira de Saia, praticada pelas mulheres, está na grande quantidade de alunas estrangeiras que praticam a dança na Bahia ou fora do Brasil. A francesa Christine Zon-Zon, 51 anos, faz parte do Grupo Nzinga. “A capoeira está trazendo muita gente para cá, mostrando para os turistas, e isso não significa folclorizar a capoeira. Pelo contrário, isso é muito bom”. A sueca Rahel Kesete, há seis anos praticando na Suécia, concorda. “Vim ao Brasil porque aqui é o país da capoeira”, diz.

Programação

Quarta-feira (26/05) – Forte da Capoeira – Santo Antônio – Salvador

18h Credenciamento
19h Conferência de abertura com lideranças femininas contemporâneas | capoeiristas, autoridades políticas, artistas, sambadeiras, baianas de acarajé e lideranças religiosas
19h30 Palestra de abertura
20h30 Roda Oficial de Abertura do Capoeira de Saia

Quinta-feira (27/05) – Forte da Capoeira – Santo Antônio – Salvador

8h Credenciamento
8h30 Cadastramento | Excursão pelo Recôncavo Baiano
9h30 Palestra Lei Maria da Penha – Representante da Sepromi-BA
11h Palestra Conquistas e desafios do profissional de capoeira: panorama histórico, social, cultural e jurídico
14h Credenciamento
15h Vivências em rodízio | Capoeira Angola, Regional e Baiana
19h Mesa redonda Iê! Mestre quem foi sua aluna?
20h Show cultural e roda do Capoeira de Saia

Sexta-feira (28/05) – Cidade do Saber – Camaçari

7h Saída de ônibus
8h Credenciamento
9h Palestra Lei Maria da Penha: em busca de uma cidadania efetiva
10h Atividades nas salas e Ginásio Poliesportivo
13h30 Teatro da Cidade do Saber – Exibição do filme
16h Colóquio de mestras, contramestras, professoras e trenéis de capoeira
17h30 Palestra Profissionalização da mulher na capoeira: limites, conquistas e possibilidades
19h30 Caminhada para Praça Desembargador Montenegro | Camaçari
20h Show de manifestação popular de Camaçari e Roda Capoeira de Saia

Sábado (29/05) – Forte e Farol da Barra – Santo Antônio / Barra – Salvador

8h Credenciamento
09h Maculelê tradicional de Santo Amaro
10h Samba de Roda Tradicional | Marinalva Nascimento “Nalvinha”- Fumeb
11h Oficina Percussiva
15h Concentração e entrega das camisas do evento | Farol da Barra
15h30 Homenagem a autoridades e mestres convidados
16h Aulão de Capoeira | Convidadas de renome internacional
17h30 Rodas de Capoeira, maculelê e samba de Roda
18h Grupo de Samba Raízes de Santo Amaro
19h30 Show cultural Parafolclórico e Show de Banda

Domingo (30/05) – Recôncavo Baiano – Santo Amaro e Cachoeira

8h Saída de ônibus:
Salvador – Forte de Santo Antônio Além Carmo | Camaçari
9h30 Cidade de Santo Amaro – Palestra, oficina de samba e roda de capoeira | Teatro D. Canô, Casa do Samba e Praça da Matriz
13h Saída de ônibus | frente à Casa do Samba
14h Cidade de Cachoeira – Palestra e roda de encerramento do Capoeira de Saia | Auditório UFRB e Rodoviária
16h30 Retorno a Salvador – Forte de Santo Antônio | Camaçari

 

http://mestra-brisa.blogspot.com
http://www.capoeiradesaia.com.br
http://www.guetocapoeira.org.br
GUETO Brasil: +55.71.33634568
Salvador | Bahia | Brasil

Rampa do Mercado e Recôncavo são destaques no Forte de Santo Antônio

Salvador – A Academia de João Pequeno de Pastinha – Centro Esportivo de Capoeira Angola – promove nesta sexta-feira (30), às 19h, mais uma sessão do projeto Cinema, Capoeira e Samba, com entrada gratuita.

A academia é uma das sete residentes no Forte de Santo Antônio Além do Carmo, administrado pelo Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (Ipac), autarquia da Secretaria Estadual de Cultura (Secult).

O projeto, que acontece todas as últimas sextas-feiras do mês, exibe filmes e documentários em DVD sobre a capoeira e aspectos culturais e históricos da Bahia. Nesta sexta serão exibidos Um Dia na Rampa, de Luiz Paulino, e Cantador de Chula, de Marcelo Rabelo, sobre os antigos cantadores de chula do Recôncavo. Depois das exibições acontece a tradicional roda de samba com o Grupo Botequim, que co-realiza o projeto.

Associação Brasileira de Capoeira Regional “Mestre Bimba”

Criada a Associação Brasileira de Capoeira Regional “Mestre Bimba”

Proposta é fortalecer a filosofia de Mestre Bimba (criador da capoeira regional)

Fundada em Limeira, em 30 de agosto, a Associação Brasileira de Capoeira Regional “Mestre Bimba” (ABCR) surge como uma proposta em fortalecer, divulgar e propagar a filosofia do criador da capoeira regional, mestre Bimba.

A associação foi criada em uma assembléia realizada na sede do Centro de Aprendizado Metódico e Prático de Limeira (CAMPL) tendo como seus componentes o presidente Paulo César Junqueira Hadich, o advogado Marcos Aurélio Magalhães Faria Junior e a secretária Kelly Chinelatto Silveira.

Nesta assembléia foi eleita a diretoria executiva da ABCR Mestre Bimba para o primeiro mandato. A composição é a seguinte:

 

Presidente: Paulo Henrique de Oliveira (Professor Caverna)

Vice-presidente: César Antônio Parro (Fala Mansa)

1º Tesoureiro: Tupanema Terini

2ºTesoureiro: Jessé Magalhães Matias

1ºSecretário: Silvana Duarte Cavicchioli

2ºSecretário: Marcos Antônio Magalhães Junior

 

Consultivo:

1ºTitular: Renato da Silva Santos (Coca Cola)

2ºTitular Vanessa Peruck

3ºTitular Fabiano Caviquio

1ºSuplente Renan Balloni Rabelo

 

Fiscal:

1ºTitular Claudia R. dos Santos Prestes

2ºTitular Renan Neres de Campos Oliveira

3ºTitular Francisco Grazieldo da Silva Souza

1ºSuplente Ricardo Cavicchioli.

 

A Associação de Capoeira Regional irá funcionar com o suporte da escola de capoeira Filhos de Bimba e da Fundação Mestre Bimba que têm o apoio de Mestre Nenel e seus discípulos. “Nosso objetivo é somar o que é de nosso conhecimento a todos os amantes da Capoeira Reginal”, afirmou o professor Caverna, presidente da ABCR.

A associação foi fundada com trinta sócios, representantes das cidades de Limeira, São José do Rio Preto, Bady Bassitt, São Caetano do Sul, Ribeirão Preto e São Paulo.

Interessados em se associar a ABCR Mestre Bimba ou obter outras informações, devem entrar em contato com o Professor Caverna pelo telefone: (19) 9745-0953

 

Carta do Presidente da ABCR – Mestre Bimba

Você!

Sendo um Associado da ABCR – Mestre Bimba, estará fazendo parte de uma das mais fortes obras mundiais: A Filosofia Da Capoeira Regional.

Assim Contribuirá para a Perpetuação, Divulgação e Expansão do legado Cultural do Mestre Bimba.

O Sócio Contribuinte terá um suporte Metodológico, podendo com isso interar-se de recursos fantásticos, baseados na criação do Mestre Bimba! Abrindo caminhos para uma das metas da ABCR, a de conquistar espaços ainda não acessíveis ao mundo da Capoeira, Nossa Cultura!

Acreditando na seriedade de ser Regional, é que convido você, para ser parte integrante da Família ABCR – Mestre Bimba.

Ser Regional é uma Filosofia de Vida

Viver é saber Direcionar o seu caminho!

Paulo Henrique de Oliveira

Professor Caverna

Presidente da ABCR – Mestre Bimba

 

Para Mais Informações visite: http://abcrmbimba.blogspot.com/

SIDMinC divulga lista de selecionados no Prêmio Culturas Populares 2009

O Ministério da Cultura, por meio da Secretaria da Identidade e Diversidade Cultural (SID/MinC), publicou nesta quarta-feira, 3 de fevereiro, no Diário Oficial da União (Seção 3 págs. 10 a 13), o Edital de Resultados nº 2, de 02 de fevereiro de 2010, com a lista dos selecionados no Concurso Público Prêmio Culturas Populares 2009 – Edição Mestra Dona Isabel. O Prêmio, que tem investimentos de cerca de R$ 2 milhões do MinC, contemplará, nesta edição, 195 representantes das culturas populares brasileiras, entres mestres e representantes de grupos/comunidades informais e formais.

O Prêmio Culturas Populares 2009 homenageia a artesã ceramista do Vale do Jequitinhonha Dona Isabel Mendes da Cunha, e teve 2.833 iniciativas inscritas, 2.308 das quais foram habilitadas. As iniciativas vieram de todo o país, sendo assim distribuídas: 51% da região Nordeste, 30% do Sudeste, 8% do Sul, 7% do Norte e 4% do Centro-Oeste. Em relação à categoria, 1.159 projetos foram de mestres; 872 de integrantes de grupos/comunidades informais e 277 de integrantes de grupos/comunidades formais.

Os premiados foram escolhidos por uma Comissão de Seleção, composta por 32 membros e formada por artistas, pesquisadores, técnicos e/ou dirigentes do Sistema MinC, que esteve reunida  entre os dias 1º e 5 de dezembro, em Brasília. A Comissão avaliou, individualmente, todas as propostas apresentadas pelos candidatos habilitados no concurso, utilizando critérios de pontuação e avaliação de quesitos de acordo com cada categoria. Cada proposta foi avaliada por, no mínimo, dois membros da Comissão.

Os 195 prêmios, de R$ 10 mil cada, foram distribuídos entre 60 mestres e 135 integrantes de grupos/comunidades formais e informais. A Secretaria da Identidade e Diversidade Cultural concederá ainda um prêmio especial à Mestra Dona Isabel, homenageada nesta Edição do Prêmio Culturas Populares.  A lista dos premiados foi elaborada seguindo-se a ordem decrescente da nota final obtida pelo candidato em cada categoria. A nota final é resultante da soma da pontuação atribuída de acordo com o Índice de Desenvolvimento Humano Municipal (IDH-M) do município no qual a atividade foi desenvolvida, e das notas obtidas na avaliação dos quesitos.

Entre os 1.113 mestres inscritos no Prêmio Culturas Populares 2009 – Edição Mestra Dona Isabel, Antônio Luiz de Matos, o Mestre Antônio, foi um dos premiados. Artesão da cidade mineira de Minas Novas, Mestre Antônio trabalha com a confecção artesanal de instrumentos musicais utilizados nas cerimônias de Congada e de Folia da região. Além de fabricar tambores, caixas, pandeiros, tamborins, reco-recos e xique-xiques, Mestre Antônio também realiza oficinas de artes e ofícios.

A Irmandade de Carimbó de São Benedito, do município de Santarém Novo, no Pará, foi um dos grupos premiados no concurso pelo trabalho cultural desenvolvido junto à comunidade local. O grupo participa todos os anos das Festividades de Carimbó de São Benedito, realizadas de 21 a 31 de dezembro, em Santarém Novo, e no mês de dezembro, do Fest Rimbó, do Encontro de Mestres de Carimbó e da Oficina de Saberes e Fazeres Carimbó.

Para conferir o edital com o resultado final, a lista dos habilitados e selecionados e o formulário de recursos clique aqui.

 

Comunicação SID/MinC

Telefone: (61) 2024-2379

E-mail: identidadecultural@cultura.gov.br

Acesse: www.cultura.gov.br/sid

Nosso Blog: blogs.cultura.gov.br/diversidade_cultural

Nosso Twitter: twitter.com/diversidademinc

Milésimo Centro Digital de Cidadania é inaugurado em Salvador

O maior programa de inclusão sociodigital da Bahia, o Cidadania Digital, atingiu a marca histórica de mil Centros Digitais de Cidadania instalados nos 417 municípios baianos. A inauguração do milésimo CDC aconteceu, nesta sexta-feira (18), no Ponto de Cultura do Forte de Santo Antônio, o Forte da Capoeira, com apresentações especiais de rodas de capoeira, maculelê e danças regionais.

Assim como os demais, o novo CDC está equipado com dez computadores ligados a internet banda larga, que vão oferecer acesso gratuito à rede. Para o governador Jaques Wagner, trata-se de uma porta de entrada às tecnologias da informação e ao mercado de trabalho, localizado num ponto histórico da cidade.

“Um símbolo de algo que antes era uma prisão daqueles que lutavam por liberdade, agora abriga um espaço de contato com o mundo. Aqui, a comunidade vai poder mergulhar no mundo da informação, em várias bibliotecas virtuais”, afirmou Wagner.

Com a inauguração do centro, o Forte de Santo Antônio – casa de Mestre Pastinha – torna-se, ainda mais, um espaço de convivência ao unir esporte, tecnologia e educação. Nele, são realizadas aulas de capoeira, oficinas culturais e, agora, aulas de informática.

“Tudo começa pela educação. Por isso, temos, aqui, uma ação de grande valia que, certamente, abrirá os caminhos de muitos jovens”, disse o músico e mestre de capoeira atuante no Forte, Tonho Matéria.

A marca de mil CDCs – 84 dos quais localizados na capital baiana – revela o sucesso da iniciativa realizada pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Ciência, Tecnologia e Inovação (Secti). Em 2007, a Bahia contava com 350 centros. O aumento significativo revela que, em menos de três anos, o Cidadania Digital triplicou suas ações.

“E o programa vai continuar crescendo num futuro promissor. Hoje, 67% dos frequentadores são jovens de até 21 anos e 93% de escola pública, o que significa, de fato, inclusão social com vistas ao mercado de trabalho”, afirmou o secretário estadual de Ciência e Tecnologia, Eduardo Ramos.

http://www.jornalfeirahoje.com.br

Encontro em homenagem aos 92 anos do Mestre JOÃO PEQUENO de PASTINHA

A festa anual comemorativa de seu aniversário é um verdadeiro evento espontâneo da capoeira, onde se realiza uma grande roda, com a participação de vários mestres e membros da comunidade capoeirística.

Alem de impressionar a todos que tem a oportunidade de vê-lo jogar com a sua excelentíssima capoeira e mandigagem, João Pequeno destaca-se como educador na capoeira, uma autoridade maior na capoeiragem de seu tempo, um referencial de luta e de vida em defesa da nobre arte afrodescendente.

Programação

DIA: 19-12

-Oficina com Mestre Ciro das 10h às 12hs

Local: Academia do Mestre João Pequeno de Pastinha (Forte do Santo Antonio)

-Vivência na Pituba 15hs às 17hs                                                                        

-Roda de abertura às 19hs

Local: AJPP (Forte do Santo Antonio)

DIA: 20-12

-Oficina com a Professora Nani 10h às 12hs

Local: AJPP ( Forte Santo Antonio)                

-Roda em Pernambués às 16hs.

DIA:21-12

-Oficina com Professor Aranha das 09hs às 12hs

-Oficina com Professor Zoinho 19:30 às 21:30hs

Local: AJPP (Forte do Santo Antonio)

DIA:22-12

-Oficina de Artesanato (Escultura de papel) das 10hs às 12hs

-Oficina Mestre Faísca 16hs às 18hs

-Roda de Capoeira 19:30 as 21:30

Local: AJPP Santo Antonio 19:30 as 21:30

DIA:23-12

-Oficina de construção de Berimbau com Professor Aranha 9hs às 12hs.

-Oficina com Professor Zoinho 19:30 às 21:30hs

Local: AJPP  (Forte Santo Antonio)

DIA:24-12

-Oficina de Artesanato (Escultura de Papel) 10hs às 12hs.

-Oficina de Artesanato com Nildes 14hs às 16hs.

-Roda De Capoeira 17hs às 19:30hs

Local: AJPP Forte Santo Antonio

DIA:26-12

-Oficina Mestre Ciro 14hs às 16hs

-Palestra com Jorge Conceição: Capoeira e Saúde 16hs às 18hs

-Roda  de capoeira AJPP (Forte do Santo Antônio)  19:30 as 21:30

Local: AJPP Forte Santo Antonio.

DIA:27-12

-Grande festa de aniversario de 92 anos do Mestre João Pequeno.

-Palestra com o historiador Fred Abreu das 15hs às 16hs

-Roda das Crianças do projeto (Pequenos do João)

-Roda de aniversário do Mestre João Pequeno das 17h30min às 19h30minhs

-Festa de encerramento a partir das 19h30minhs

Local: AJPP ( Forte Santo Antonio)

INFORMAÇÕES:

71 3323 0708/ 88331469/ 87466141 /81159235
Professores: Everaldo (Zoinho) e cristiane (Nani)

http://joaopequeno.portalcapoeira.com/

* PODE HAVER ALTERAÇÕES NA PROGRAMAÇÃO

Cinema de graça no Forte da Capoeira

O Centro Esportivo de Capoeira Angola – CECA, que funciona no Forte de Santo Antônio Além do Carmo, promove, nesta sexta-feira (30), às 19h, mais uma sessão do projeto Cinema, Capoeira e Samba. A entrada é gratuita.

O projeto acontece todas as últimas sextas-feiras de cada mês, exibe filmes e documentários em DVD sobre a capoeira e outros aspectos da cultura e da história da Bahia.

Desta vez serão exibidos os filmes “Pastinha, uma vida pela capoeira”, de Antonio Carlos Murici, e “A linha do trem, um caminho esquecido”.

Depois das exibições, acontece a tradicional Roda de Samba Tradicional, com o Grupo Botequim.

O Forte de Santo Antonio Além do Carmo fica localizado na Praça Barão do Triunfo, Largo de Santo Antônio.

 

Mais sobre o Forte da Capoeira

O projeto “Forte da Capoeira”

Em 1997, visando recuperar e reformar a estrutura física do imóvel, permitindo que nele se desenvolvessem atividades artísticas e culturais que garantissem a sua utilização e preservação, o Ministério da Cultura e o Governo do Estado, através do IPAC, iniciou estudos que levaram à elaboração de projeto de restauro, a cargo da arquiteta Etelvina Rebouças. Essa elaboração foi financiada pelo Programa de Desenvolvimento do Turismo (PRODETUR I), com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), e o custo das obras, previstas para serem executadas em doze meses, estava estimado de 2,5 a 3 milhões de Reais. Aguardava-se, entre fins de 2004 e início de 2005, a aprovação final pelo IPHAN, definindo os critérios para que as mesmas pudessem ser licitadas. A Companhia de Desenvolvimento Urbano (CONDER), que acompanhou o processo desde o início, deveria ser o órgão executor da reforma, já tendo inclusive providenciando pequenos reparos no imóvel, enquanto não se iniciam as obras. Outros recursos para a intervenção deviam ser captados, prevendo-se a possibilidade de terem como origem a segunda etapa do PRODETUR II.

O tema que garantiu a identidade cultural e a auto-sustentação do forte foi a Capoeira, uma vez que as suas instalações vinham sendo utilizadas desde 1981 pela Academia de João Pequeno, discípulo de Mestre Pastinha. Posteriormente, o segundo pavimento passou a ser utilizado pelo Grupo de Capoeira de Angola Pelourinho (GCAP), de Mestre Moraes.

Graças à ONG Associação Brasileira de Preservação da Capoeira – Forte da Capoeira, com o apoio do Governo do Estado, através da Secretaria da Cultura e Turismo (SCT), é que foram disponibilizados os recursos para a recuperação e restauro do monumento, sob a coordenação das arquitetas Vivian Lene e Luciana Guerra. No local foram implantados um pátio para atividades coletivas com cerca de 800 metros quadrados, um memorial alusivo aos grandes mestres da capoeira baiana (com objetos pessoais, bibliografia, fotos e vídeos) e seis salas de aula para a prática da capoeira. A estes somam-se ainda espaços para videoteca, biblioteca, oficina de fabricação de berimbaus, caxixis e pandeiros, e jardim. Complementarmente, os capoeiristas contam com um anexo, composto de duas áreas externas de recreação, quadra poliesportiva e parque infantil, utilizados como espaços de lazer pela comunidade do local e de bairros vizinhos.

Após a conclusão das obras de reforma em fins de 2006, o forte foi reaberto como Forte da Capoeira – Centro de Referência, Pesquisa e Memória da Capoeira da Bahia, instituição que tem por objetivo preservar e promover a Capoeira.

Desde 5 de novembro de 2007, com o novo governo estadual, o forte passou a ter uma nova gestão, através do IPAC e do Governo do Estado da Bahia.

 

Fontes: http://ibahia.globo.com e Wikipédia – http://pt.wikipedia.org/

CECA – Feira Cultural Arte de Aprender

“Noventa e dois anos de arte e vida”

Objetivando propiciar um terreno fértil para a troca de informações sobre arte e cultura, o Centro Esportivo de Capoeira Angola – CECA, Academia do Mestre João Pequeno de Pastinha (Forte do Santo Antonio) está organizando uma Feira Cultural com atividades que permeiam diferentes linguagens artísticas, como oficinas de capoeira, dança, percussão corporal, confecção de instrumentos, e ainda oficinas ministradas por artesãos focados no trabalho de reciclagem,  na confecção de bonecos e esculturas. Além das oficinas oferecidas, ocorrerá à feira de artesanato, roda de capoeira angola sobre o comando do Mestre João Pequeno de Pastinha, mostra de vídeos que revelam aspectos da cultura regional, e o lançamento do DVD do evento Tributo ao Mestre Ferreirinha.

Onde: FORTE DO SANTO ANTONIO – Bairro: Santo Antonio Alem do Carmo. Rua. Barão do Triunfo S/N

Quando: De 06/11 a 08/11/2009

O evento acontecerá das 14h do dia 06/11 dando prosseguimento pelo dia 07/11 a partir das 10h ate 21h30min e no dia 08/11 das 10h as 19h:30min

 

Inscrições:

A partir de 26-10 no CECA – Centro Esportivo de Capoeira Angola – Academia do Mestre João Pequeno de Pastinha (Forte do Santo Antonio Além do Carmo) segundas, quartas e sextas das 19h30min às 21h30min.

Quanto: Entrada Gratuita

Realização: Centro Esportivo de Capoeira Angola- Academia do Mestre João Pequeno de Pastinha- Forte Santo Antonio
Contato: Tel.: (71) 33230708 – 87466141 – 81159235

e-mail: feirartedeaprenderajpp@gmail.com

Salvador: PROJETO “CINEMA, CAPOEIRA E SAMBA”

PROJETO “CINEMA, CAPOEIRA E SAMBA”

TODA ÚLTIMA SEXTA DO MÊS – ACADEMIA DO MESTRE JOÃO PEQUENO DE PASTINHA

 

 

Próxima Sexta (dia 29) – às 19 horas na ACADEMIA DO MESTRE JOÃO PEQUENO DE PASTINHA, localizada no Forte da Capoeira: 

 

Os filmes (curtas) que serão exibidos:

“Vadiação”

 

Em seguida uma RODA DE SAMBA TRADICIONAL comandada pelo GRUPO BOTEQUIM no bar do Geovani – em frente ao Forte

 

COMPAREÇAM !!!

 

 

Serviço:

Projeto “CINEMA, CAPOEIRA E SAMBA”

Local: Forte da Capoeira (Largo Santo Antonio Além Carmo – proximo ao Pelourinho)

Data: 29/05/09

Horário: 19 horas

Gratuito

 

Informações: 

3285-3292 (Enio ) / 8115-9235 (Zoinho)