Blog

apelido

Vendo Artigos etiquetados em: apelido

A capoeira e os apelidos

Tenho acompanhado há a alguns meses algumas discussões sobre o uso de apelidos na capoeira. Acho a discussão válida, mas há alguns pontos que gostaria de comentar:

 

1) apelidos não são obrigatoriedade. Não é todo mundo que tem – o que para mim, indica que a coisa não é tão universal assim.

2) eu acredito no apelido que surge espontaneamente, decorrendo de uma situação específica. O que me incomoda é o apelido forçado. No dia do batizado, chega o mestre e diz “agora você é o Blablabla”. Aí falta contexto mesmo – é a imposição que vai de encontro à liberdade pregada pela capoeira. O apelido é Blablabla “porquê o meu mestre falou que é” é uma baita escrotice, se me perguntarem…

3) a questão do que é que denigre – não é todo apelido que rebaixa, independente da raça. Creio que todo capoeirista conhece casos de apelidos “bacanas” e “ruins”, aplicados a negros, amarelos e brancos.

Nem todo apelido é Macaco, Gambá, Minhoca, Magrelo, Cheiroso ou Urubu. Tem Velocidade, tem Coração, tem nomes de bairros, cidades natais, etc. E ainda assim, nem todo Macaco é negro, nem todo Gambá é mal-cheiroso. A variação de motivações é tão grande quanto, ou maior que a variação de nomes…

O bullying preocupa sim, especialmente nos apelidos que surgem naturalmente do grupo (e não do mestre): será que o Tripa Seca está mesmo feliz com o apelido dado pelos colegas de treino ? Isso precisa ser avaliado com cuidado pelo responsável, mas não necessariamente inibido – afinal de contas, vivemos em grupo, e o grupo age sobre nós assim como nós sobre ele.

A pessoa em cheque pelo apelido pode ter sofrimento sim, mas também pode usar disso para sair mais forte – é uma questão de maturidade (e por isso o olho do responsável é tão importante). Chamar um menino gordinho, de 12 anos, de “Baleia Encalhada” é uma coisa se ele sabe lidar com isso, e outra coisa muito diferente, se ele não sabe. A palavra-chave para mim, nesse caso, é “atenção”.

Ser mestre não é só ensinar a se posicionar na roda, mas também a se posicionar no mundo. Ele deve intervir quando perceber ser necessário, ou quando os envolvidos solicitarem. E principalmente, ele deve ter autocrítica – para não se tornar ele mesmo o causador do sofrimento.

Resumindo, não acho que a questão de ser contra os apelidos é “muito barulho por nada”, como muita gente grita por aí. Mas também não é o absurdo que tem sido pintado.

 

Tem muitos casos no mundo, e cada um deles é um.

 

Axé,

Teimosia (feliz com o apelido)

 

Fonte: http://campodemandinga.blogspot.com

A capoeira é o que a boca come, o olho vê, a mão pega, o pé pisa, o coração sente.

Base de Dados busca cadastrar linhagens de mestres de capoeira

Nota do Editor:

Bruno Souza, conhecido na capoeiragem como Teimosia, há muitos anos vem colaborando de forma nuclear para que nossa arte seja divulgada. Trabalhador ferrenho e exímio capoeirista, Teimosia, navega por diversos “planos” criando um verdadeiro “furacão de informações”… Seus videos, artigos e sua pesquisa incansável já nos rendeu verdadeiras pérolas da capoeira.

Depois de muito esforço nosso amigo Bruno finalmente lançou o CapoeiraGens, uma ferramenta interessante e dinâmica que certamente irá servir de refêrencia para estudos e biografias além de fomentar uma saudável discussão sobre as raízes e linhagens.

Fica a dica para pesquisa, sugestão e críticas ao zeloso trabalho deste verdadeiro trabalhador da capoeira.

 

 

Luciano Milani

CapoeiraGens

A idéia para o CapoeiraGens surgiu quando comecei a aprender capoeira. Desde que consigo me lembrar, vivia perguntando ao meu mestre sobre o mestre dele, e sobre o mestre do mestre, e o mestre do mestre do mestre… Tentava com isso conseguir entender a continuidade da capoeira – não no sentido de “tradição cristalizada”, mas exatamente no de “mudança constante”.

Ora, se o capoeirista X aprendeu do capoeirista Y e do capoeirista Z, certamente X terá algo de Y e de Z em si. Ainda que Y e Z pertençam a escolas, linhagens e linhas de pensamento distintas, eu creio que é humanamente impossível a X “desaprender” tudo que um deles ensinou, em detrimento do outro.

Se X foi aluno de Y, e agora é de Z, ele terá a capoeira de ambos correndo na palma de suas mãos, ainda que inconscientemente. O aprendizado corporal acontece num nível mais profundo, inconsciente – é o famoso “andar de bicicleta”…

Mas estou me perdendo em divagações. A idéia de ter o “mapeamento genealógico” da capoeira ficou entranhada na minha cabeça desde sempre, e começou a brotar quando vi, no espaço da FICA/Salvador, um diagrama mostrando os grandes mestres angoleiros do passado e suas descendências.

A pergunta foi imediata: “E se houvesse uma maneira de gerar esse tipo de diagrama automaticamente, baseado em um banco de dados ?” Assim não seria necessário ficar desenhando e redesenhando no papel…

O CapoeiraGens foi implementado então como um programa de computador para uso pessoal, capaz de fazer os tais diagramas. A informação para compor o banco de dados chega através de conversas, livros, emails, domínio público – e o cadastro vai crescendo.

Agora que o banco de dados já tem um certo volume, decidi publicar a informação – para que ela seja útil para o maior número de pessoas possível. Os dados aqui não pretendem estar absolutamente corretos (exatamente pelo fato de serem obtidos por maneiras diversas, que vão da simples conversa até o registro histórico do livro), e serão alterados sempre que se fizer necessário.

Se você detectar erros nos dados, ou se quiser cadastrar a sua ascendência no banco, por favor entre em contato comigo: teimosia@portalcapoeira.com

 

Perguntas Frequentes:

 

P: Como usar o CapoeiraGens?

R: Na caixa de seleção “Filtro”, escolha a primeira letra do apelido do capoeirista que você procura. Ou então digite na caixa “Buscar” o apelido (ou parte dele) do capoeirista procurado, e clique no botão “Ok”. Logo abaixo, serão exibidos todos os capoeiristas encontrados para a sua pesquisa. Clique no apelido do capoeirista, para ver sua árvore genealógica.

P: Como alterar o tamanho da exibição da árvore ?

R: Na caixa de seleção “Zoom”, varie o nível de magnificação.

P: Como eu salvo uma árvore no meu computador ?

R: Clique com o botão direito do mouse sobre a imagem e escolha “Salvar como…”

P: Como eu faço para cadastrar a mim ou à minha linhagem no banco de dados ?

R: Entre em contato comigo: teimosia@portalcapoeira.com 🙂

P: Encontrei um erro no banco de dados. Como corrigir ?

R: Entre em contato comigo: teimosia@portalcapoeira.com 🙂

 

Axé,

Teimosia

Equipe Portal Capoeira – Staff

Nome:Luciano Milani
Atividade:Professor e Técnico em Informática
Localidade:Mogadouro, Bragança – Portugal
E-mail:lmilani@portalcapoeira.com
Telefones:00 351 938304080
Grupo:Capoeira Mogadouro
Nome:Acúrsio Esteves
Atividade:Professor, Pesquisador e Escritor
Localidade:Salvador / Bahia / BR
E-mail:acursio@oi.com.br
Telefones:(71) 3233-9255 / 9946-4743
Nome:Mano Lima
Atividade:Jornalista, Professor, Pesquisador e Escritor
Localidade:Brasília / DF / BR
E-mail:manolima@portalcapoeira.com
Telefones:(61) 8407-7960
Nome:Jean Adriano Barros da Silva (Mestre Pangolin)
Atividade:Professor,Pesquizador e Mestre de Capoeira
Localidade:Salvador / Bahia / BR
E-mail:guetocapoeira@msn.com
Telefones:(71) 3363-4342 / 8109-2550
Grupo:Associação Cultural GUETO
Nome:Maíra Hora
Atividade:Designer
Localidade:São Paulo / SP / BR
E-mail:designhora@uol.com.br
Grupo:Associação de Capoeira Cordão de Ouro
Nome:Careca
Localidade:Valencia / Espanha
E-mail:carecaregional@hotmail.com
Telefones:0034 – 686355855
Grupo:Centro Cultural Capoeira Baiana
Nome:Túlio Henrique Mello
Atividade:Contabilidade
Apelido:Professor Tubarão
Localidade:Belo Horizonte / MG / BR
E-mail:tuliohmello@hotmail.com
Grupo:Associação de Capoeira Cordão de Ouro – Eu Bahia
Nome:Eulálio Cohim Hereda de Freitas
Apelido:Cruzeiro de São Francisco
Localidade:Salvador – BA – Brasil
E-mail:eulanet@yahoo.com.br
Grupo:Centro de Cultura da Capoeira Tradicional Bahiana
Nome:Marcone Marques da Silva Filho
Apelido:Shion
Localidade:Parnaíba – Piauí
E-mail:shionphb@hotmail.com
Grupo:Grupo Muzenza de Capoeira de Parnaíba – Piauí
Nome:Ricardo Augusto da Costa
Apelido:Beija-Flor
Atividade:Professor, Jornalista, Educador Físico
Localidade:São Bernardo do Campo / São Paulo / BR
E-mail:beijaflor@portalcapoeira.com
Telefones:(11) 43549719 / (11) 92795353
Grupo:Grupo Macungo de Capoeira, extensão Projeto Beija-Flor

Parceiros Portal Capoeira

Mestre Decanio
Capoeira da Bahia
Bruno Souza
“Teimosia”
Mestre Wellington
“Furkilha”
Portal Capoeira RS
M. Gavião / Gigante
Mestre Jeronimo
Rod@ Virtual
Marcelo Lampanche
Capuraginga


Programação do II Encontro de Capoeira Angola

Grupo João Pequeno de Pastinha em Campinas-SP
07/07 a 10/07 de 2005
07/07 (quinta)
18:00h – 21:00h: Coquetel e confraternização com os Mestres participantes – Roda
 
08/07 (sexta)
10:00h – 12:00h: Workshop com M. Roxinho
12:30h – 13:30h: Pausa
14:00h – 15.00h: Aula de instrumento
15:00h – 17.00h: Workshop com M. Francisco 45
17:00h – 20:00h: Roda
 
09/07 (sábado)
10:00h – 12:00h: Workshop com M. Pé de Chumbo
12:30h – 13:30h: Pausa
14:00h – 15:00h: Aula de Instrumento
15:00h – 17:00h: Workshop com M. Zequinha
17:00h – 20:00h: Roda
 
10/07 (domingo)
09:00h – 11:00h: Workshop com M. Bahia
11:00h – 14:00h: Roda de finalização
14:00h: Almoço

Investimento: R$ 60,00 (inclui todos os workshops)
Alojamento: O alojamento será gratuito, mas é necessário levar colchonete.
Para saber mais clique: Campinas-SP – Capoeira Angola em Campinas-SP
 

INSCRIÇÃO
II Encontro de Capoeira Angola em Campinas
Academia de Capoeira Angola João Pequeno de Pastinha
 
Nome (name): ________________________________
Apelido (nick-name):___________________________
E-mail: _____________________________________
Grupo (group):_______________________________
Cidade (city):________________________________
Estado (state):_______________________________
País (country):_______________________________
 
Preços:
R$ 60,00 – para participar de todo o evento
R$ 20,00 – cada workshop
 


Depósito:
Bradesco – poupança
Agência: 0217-8
Conta: 9876076-8
Em nome de: Gidalto Pereira Dias
 
OBS: Enviar comprovante de depósito para encontrocapoeira@bol.com.br

Comunicado – Associação Cultural Brasileira de Capoeira Angola Liberdade Casa Grande

 

Formatura,
 
No último dia 25 de maio de 2005, em Parobé – Rio Grande do Sul-, ocorreu a formatura de dois Contra Mestres de Capoeira da Associação Cultural Brasileira de Capoeira Angola Liberdade Casa Grande.
Oficialmente, receberam das mãos de Mestre Dentinho de Canoas, a graduação de Contra Mestre:
– Volmir Marcelino da Silva (apelido Chuca)
Residente em Canoas, nascido em 29 de Setembro de 1970. Realiza um trabalho muito forte no Bairro Mathias Velho na cidade de Canoas.
– José Luis Félix Flesch (apelido Todinho)
Residente em Novo Hamburgo, nascido em 23 de Setembro de 1979. Realiza suas atividades nas cidades de Novo Hamburgo, Campo Bom, São Sebastião do Caí e Parobé.
 
Estiveram presentes no evento os convidados:
Mestre Bartelemi do Grupo Iê Volta ao Mundo (Porto Alegre)
Mestre Ivonei do Grupo Cativeiro (Porto Alegre)
Mestre Michel do Grupo Porto Bahia (Porto Alegre)
C. Mestre Marcelinho do Grupo Cativeiro (Porto Alegre)
Professor Mirim do Grupo Cativeiro (Porto Alegre)
 
Integrantes do Grupo Liberdade Casa Grande de Mestre Dentinho:
C. Mestre Chuca, C.Mestre Todinho, Instr. Gigante, Instr.Pardal, Instr.Pastilha, Instr. Rafa, Instr.Miau, Instr. Marcos, Instr. Passarinho, Instrutora Simone, Instr. Testa.
 
Associação Cultural Brasileira de Capoeira Angola Liberdade Casa Grande.

Pérolas da Língua Portuguesa…

ØPérolas de da nossa Língua Portuguesa:
 
BRASIL
PORTUGAL
AEROFÓLIO
AILERON
ANOTAÇÃO
APONTAMENTO
APELIDO
ALCUNHA
APONTADOR
AFIADOR
ARQUIVO
FICHEIRO
ATACANTE
AVANÇADO
BAND-AID
PENÇOS CURATIVOS
BANHEIRO
CASA DE BANHO
BARRIL
BIDÃO
BOM
FISH
BONITO
GIRO
CABAÇO
VIRGO
CADASTRO (PESSOAS)
FICHADO (POLICIAL)
CAFÉ DA MANHÃ
PEQUENO ALMOÇO
CAFETÃO
CHULO
CAIXAS DE SOM
COLUNAS
CALCINHA
CUECA
CALOTAS
TAMPÕES
CAMISETA
CAMISOLA
CAMISINHA (PRESERV.)
DUREX
CAVALO DE PAU
TRAVÃO DE MÃO
CAVANHAQUE
PERA
CELULAR
TELEMÓVEL
CHAVEIRO (DE CHAVES)
PORTA CHAVES
CHUPETA (SEXUAL)
BROCHE
COLOCAR
METER
COSTELETA
SUIÇAS
DIREÇÃO HIDRAULICA
DIREÇÃO ASSISTIDA
ENDEREÇO
MORADA
ESFRIAR
ARREFECER
ESTILETE
SEJATO
ESTILINGUE
FISGA
FUNILARIA
CHAPARIA
FUNILEIRO
BATE-LATAS
GAROTA
RAPARIGA
GAROTO
PUTO, MÍUDO
GOGO
CAROÇO
GOL
GOLO
GOLEIRO
GUARDA REDES
GOSTARIA…
APETECE-ME
GRADE
GRELHA
GRAMADO
RELVADO
GRAMPEADOR
AGRAFADOR
GRATIS
BORLA
JEANS
GANGA
JUNTO (PERTO)
AO PÉ
LADRÃO (FUTEBOL)
POLICIA (FUTEBOL)
MACHUCAR (FÍSICO)
MAGOAR
MAMADEIRA
BIBRÃO
MARCHA
ALAVANCA DE VELOCIDADE
MESA DE ESCRITÓRIO
SECRETÁRIA
MODES / ABSORVENTE
PENÇOS HIGIENICOS
MOUSE
RATO
OBJETO
ARCANHO
ÓLEO DIESEL
GASOLEO
ÔNIBUS
AUTO CARRO
ORDEM DE SERVIÇO
FOLHA DE OBRA
PAINEL
CONSOLA
PÃO
CASSETE
PARA-LAMA
GUARDA-LAMAS
PASTILHA DE FREIO
TRAVÕES
PERUA (VAN)
CARRINHA
PIADA
ANEDOTA
PRESENTE
PRENDA
PRESUNTO
FIAMBRE
PUTEIRO
ALTERNE
RAMAL
EXTENSÃO
RODA
JANTE
SACAR (ESPOTE)
BOLAR
SENHA
PALAVRA PASSE
SILIOS
PESTANAS
SOBRENOME
APELIDO
SORVETE
GELADO
SÓTÂO
TERCEIROS
SUCO
SUMO
TAMPINHA (REFRIG)
CARRICA
TODO MUNDO
TODA GENTE
TRAVE
BALIZAS
TRECHO EM OBRAS
TROÇO EM OBRAS
TROTE (ESCOLA)
PRACHE
XAVECAR
DEITAR O CHARME