Blog

autoridades

Vendo Artigos etiquetados em: autoridades

“A Victoria do Jogo Brasileiro: Capoeira Versus Jiu-Jitsu”

Estávamos em 1909. A Marinha de Guerra do Brasil tinha acabado de contratar, diretamente do Japão,  um grande campeão e professor de jiu-jitsu, o Senhor Sada Miako. Foi o que bastou para despertar, em atuante grupo de acadêmicos de medicina, a idéia de um tira-teima com a capoeiragem brasileira. Apresentaram, como oponente ao japonês, o campista (Município de Campos dos Goytacazes, no Rio de Janeiro), o Senhor Francisco da Silva Cyríaco, mais conhecido como Cyríaco Macaco Velho. Francisco da Silva,  mestre de vários desses universitários,  era considerado um dos maiores, senão o maior capoeira brasileiro da época.

Depois de natural relutância, autoridades (inclusive autoridades militares) e o Sr. Pachoal Segreto, proprietário-administrador do  Pavilhão Internacional, resolveram aceitar o desafio.

Em muito pouco tempo, Brasil e Japão tomaram conhecimento do resultado da luta.   Cyriaco, com surpreendente rabo-de-arraia  vencera o campeão que, perplexo, não aceitou a revanche que, ainda no tablado, lhe foi oferecida pelo capoeira.

Dentre as diversas reflexões que o episódio e os registros fotográficos sugerem, neste momento, destaco quatro:

1. Se houve  luta pública de capoeira, aprovada e presenciada por autoridades civis e militares, como continuar afirmando que a Capoeira só foi liberada (?) pelo Presidente Getúlio Vargas, décadas mais tarde,  através de decreto específico (e fantasma), logo após o presidente assistir roda exemplar?

2. A adoção de um grande capoeirista por grupo de acadêmicos de medicina, coincidência ou não, voltou a acorrer algumas décadas mais tarde, em Salvador. Talvez um grupo menor de acadêmicos, mas extremamente dedicado e competente, sendo impossível e injusto não destacar a importância de dois deles:1. O cearense José Cisnando Lima, estudioso também de  outras lutas e conhecedor, como Bimba, do precioso livro  de Annibal ZUMA Burlamaqui); e 2. Ângelo Decânio Filho, também praticante de judô, que hoje em dia, forte e atuante, no alto de seus 83 anos, é considerado a mais importante fonte de informação e intérprete da chamada Luta Regional Baiana.

3. Pelo tipo de ginga e pela  distinção dos trajes de Cyriaco realmente faz sentido considerar, como fez o Jornal do Capoeira (com muito humor), se esta não seria a linhagem do sempre elegante Mestre Leopoldina.

4. A deplorável insensibilidade crônica da grande maioria dos mestres, contramestres e pesquisadores do Rio de Janeiro para a importância da Capoeira do Rio Antigo em geral, e da capoeira de Cyriaco em particular. Pena que tenha faltado um Decânio no grupo de alunos de Cyriaco, pois, neste caso, ele não estaria tão esquecido pelos cariocas, fluminenses e brasileiros em geral (com as raras e honrosas exceções de sempre). Em que pese, é claro, o histórico movimento que fizeram os alunos de Cyriaco que culminou no confronto em tela.

A victoria do jogo brasileiro: capoeira versus jiu-jitsu

Ironicamente ouço falar mais deste passado heróico do Rio de Janeiro quando viajo. Foi o que aconteceu em visita recente a Aracaju, Sergipe (para detalhes recomendo navegada no Jornal do Capoeira, editado pelo Miltinho Astronauta), onde fui agraciado com valioso presente: um pacote de revistas antigas, publicadas no Rio, então capital federal e distribuídas por todo Brasil. Por elas, entre outras preciosidades, verifico que o famoso conjunto de fotos publicado na Revista Careta (sobre Cyriaco), foi também publicado, em várias outras. Com mais ou menos fotos.  Como está havendo crescente interesse para esta parte ainda encoberta da História da Capoeira, aproveito essa crônica para publicar uma variante do famoso conjunto de fotos feito por ocasião da histórica vitória do  Capoeira sobre o Campeão de Jiu-Jitsu:

“Cyriaco, como todos sabem, venceu em poucos minutos, no tablado do Concerto Avenida, o até então invencível Miaco, professor japonez da luta jiu-jitsu. Cyriaco, natural de bom gênio, mas destro e conhecedor de capoeiragem como poucos quis repetir a dose, no que não consentiu o japonez vencido. Isto vem provar mais uma vez as vantagens da capoeiragem como exercício, que há longo tempo preconizamos pelas columnas do Jornal do Brasil, vantagens que subiriam mais se fosse methodizado o exercício, expurgados os golpes misteriosos e mortaes”. (Revista da Semana, 30 de maio de 1909 – Domingo – Anno IX – 472)

André Luiz Lacé Lopes – Fórum Virtual – fevereiro/2006

 

 

Fortaleza: CMF: Audiência Pública vai discutir a profissionalização da Capoeira

Com o propósito de discutir a profissionalização e a falta de apoio institucional para projetos relacionados à Capoeira, será realizada no Auditório Ademar Arruda, da Câmara Municipal de Fortaleza, uma Audiência Pública, no próximo dia 19, quarta-feira, às 14h30min. O requerimento foi feito pelo vereador Iraguassú Teixeira (PDT), que estará mostrando as dificuldades encontradas pelos profissionais da área.

Segundo o parlamentar, essa discussão será importante para a conscientização das autoridades em elação a profissionalização da arte. "A Capoeira conquistou o mundo por seu encanto e musicalidade. Por conseqüência, despontou no mercado de trabalho, onde tudo que é construído, é comercializado. Então, nesta audiência pretendemos discutir com os simpatizantes, instituições e a comunidade capoeirista, o tema que é de grande relevância, dada a evolução que a Capoeira tomou. Além de mobilizar a população em geral e as autoridades responsáveis, na conscientização da preservação da cultura da Capoeira e da luta pela profissionalização desta arte", afirmou Iraguassú.

Desde 1995, tramita na Câmara Federal, um projeto que visa a profissionalização. Porém o mesmo foi dado por encerrado no ano 2000. A iniciativa de regulamentar a Capoeira como profissão é do deputado federal Arnóbio Faria de Sá, de São Pulo.

Na nossa capital, a Lei Municipal n° 9.041/05, de autoria do ex-vereador, hoje deputado estadual, Ferreira Aragão, regulamentou a realização da Semana da Capoeira, comemorada entre os dias 19 e 25 de novembro. A Audiência Pública que discutirá a profissionalização da arte faz parte da programação da Semana da Capoeira.

Na Câmara Municipal de Fortaleza, a capoeira continua em pauta. No ano passado, o vereador Iraguassú Teixeira entrou com um projeto de indicação, que dispõe sobre a inclusão da capoeira na grade curricular na Rede Municipal de Ensino, entre as opções da disciplina de Educação Física nas escolas de Fortaleza. O projeto foi aprovado pela Câmara Municipal e já foi encaminhado para a prefeita de Fortaleza, Luizianne Lins. Resta agora a aprovação da Prefeitura Municipal para que a Capoeira seja inclusa na grade escolar.

Assessoria de Imprensa

Maiores informações com Monalysa Alencar, pelos fones 9139-4176 e 3444-8346.

Dois grandes acontecimentos capoeirísticos marcam a região Norte do Brasil

Dois grandes acontecimentos capoeirísticos marcam a região Norte do Brasil nos próximos meses. São eles: I Semana de Capoeira da Amazônia e III   Encontro Internacional Ecológico de Capoeira do Amazonas.
Ambos os eventos tratam de questões importantes para a nossa capoeira, o primeiro irá descutir as praticas culturais e os saberes no contexto das politicas publicas (fica aqui o comentário sobre um outro importante evento, o SENECA, que aconteceu no Sul do País, onde também foi abordado o tema "Políticas Publicas.) O segundo evento, sobre a supervisão de Mestre Squisito, irá tratar de assuntos importantes, tais como a "capoeira, o eco-turismo e a ecologia" inseridos em uma região de infinitas possibilidades onde a capoeira vem crescendo e as autoridades governamentais começam a abrir o olho para esta multifacetada arte…
 
Vale a pena conferir as progamações e propostas. com especial atenção ao evento sob a supervisão de Mestre Squisito
Luciano Milani

I Semana de Capoeira da Amazônia
 

De 03 a 10 de junho, acontece em Belém, a I Semana de Capoeira da Amazônia, que terá três momentos: palestras teóricas, mini-cursos e oficinas práticas. As atividades serão realizadas no Ginásio da UEPA (Universidade do Estado do Pará). As palestras trarão a antropóloga Leila Melo, que discutirá os saberes através das práticas culturais, além dela, a antropóloga Lígia Simonian falará sobre cultura, artes e saberes locais no contexto das políticas públicas.
 
Os mini-cursos divididos em três partes abordarão a história e historiografia da capoeira no Brasil e serão ministrados pelos professores Augusto Leal e Leila Melo, da UFPA (Universidade Federal do Pará). Nas oficinas, haverão aulas de ritmos e percussão, princípios da capoeira de Angola, além aulas de instrumentos como berimbau, atabaque e pandeiro.
 
Mais informações pelos telefones 8111 6142 ou 8113 1006.
 
Você pode concorrer a convites para a Semana de Capoeira, é só clicar no link abaixo:
http://www.orm.com.br/promocoes
 

Cidade Velha - Belem III   Encontro Internacional Ecológico de Capoeira do Amazonas
 
Iº. Eco-Capoeira do Amazonas
 
Programação:
 
 Quinta-feira – 17 Agosto de 2006
 
 18:00 – Reunião com a Coordenação e Assembléia Geral com os atletas de Manaus
 
 21:00 – Roda de recepção dos convidado de delegações de outros Estados e países
 
 22:30 – Jantar com os convidados
 
Sexta-feira – 18 agosto de 2006
 
 07:30   Café Regional
 
 09:00   Entrevista coletiva com os convidados.
 
 10:40   Excursão para Presidente Figueiredo.
 
 12:30   Almoço com a secretária de turismo.
 
 14:00   Visita ao refúgio Sacura-Mirá, do Mestre Gato.
 
 14:30   Palestra sobre a capoeira como conscientização ambiental e eco turismo na Amazônia.
 
 19:40   Jantar e reunião com o prefeito e autoridades representantes do estado e Município e capoeira.
 
 23:00   Retorno para Manaus.
 
Sábado – 19 agosto de 2006
 
 08:30   Iª. Conferência sobre o eco capoeira no Amazonas
 
Abertura com a leitura da programação e apresentação dos convidados, autoridades e entidades de classes representativas e esportivas, culturais sociais, ong’s  e entidades governamentais.
 
 09:00   Palestra com o Mestre Marreta – de Amsterdã – Holanda.
            Tema: Projeto Eco-turístico Brasil-Holanda.
 
 09:55   Palestra com a Secretaria de Turismo Dra.Arminda Mendonça
            Tema: O turismo e a capoeira.
 
 10:30   Palestra do Secretario de Esporte
            Tema: A capoeira como desporto.
 
 11:10   Palestra de especialista fonoaudiólogo
            Tema: Educação verbal.
 
 12:30   Intervalo para o almoço.
 
 13:30   Palestra com Mestres da Bahia
            Tema: Salvador: a Meca da capoeira.(Água de Beber)
 
 14:30   Palestra com o presidente da confederação brasileira de capoeira
            Tema: A  capoeira no Brasil e no mundo.
 
 15:00   Palestra com o mestre Umói de Souza – Portugal.
            Tema: Convívio Brasil-Portugal e projetos sociais com a capoeira em países de língua portuguesa.
 
 15:45   Palestra com desembargador – am
            Tema: respeito a integridade física.
 
 16:30   Lançamento do filme Bimba, a Capoeira Iluminada, de Luis Fernando Goulart
            Sobre a vida do Mestre Bimba (longa metragem) – www.mestrebimbaofilme.com.br
 
 18:30   Batizado de capoeira
 
 20:00   Jantar para os convidados
 
 21:30   Viagem para o município de Novo Airão (200 km selva a dentro).
 
Domingo – 20 de agosto de 2006
 
 07:30   Café regional com o Prefeito do Município, Autoridades e convidados.
 
 08:50   Batizado.
 
 11:20   Visita a pontos turísticos do município
 
 13:00   Almoço
 
 15:30   Retorno a Manaus.
 
 18:00   Roda de confraternização no Capoeiródromo na Ponta Negra
 
 
Obs: A programação poderá sofrer alterações e ajustes
 

Exibição Mestre Bimba A Capoeira Iluminada em Brasília

Auditório do Centro Audiovisual do Ministério da Cultura
 
Dias:
 
17 de novembro às 18 :00 hrs : para autoridades e capoeiristas
 
19 de novembro às 10 :00 hrs : projetos sociais

 
Apoio :
Ministério da Cultura
Lumen Produções e Publytape Comunicação