Blog

azul

Vendo Artigos etiquetados em: azul

A Origem do Escudo do Centro de Cultura Física Regional

Durante o longo período de luta pela regulamentação da capoeira pela FBP, para enquadrar a “academia” na legislação vigente, que não permitia o uso do termo academia, bem como de escola, em entidades esportivas sugeri a substituição do nome clássico para “Centro de Cultura Física”, mais expressivo e abrangente, complementado pelo atributo de “Regional Baiano”, alusivo à luta regional baiana.
Por ocasião da formatura da minha turma (Decanio, Nilton, e Maia) o uniforme de formatura da academia de Mestre Bimba era calça branca, camisa listada azul e branca e sapato de tênis branco, como se pode observar numa fotografia publicada em vários clássicos da literatura do nosso esporte.

Nota


Nosso quadro de formatura  incluiu o meu compadre Luizinho, servente de pedreiro, com a mão esquerda esmagada por acidente de trabalho, pertencente ao grupo de alunos do mato , mais antigo, formado sem solenidade.

Escolhemos como padrinho o nosso contramestre, Ruy Gouveia.
Compadre Luizinho era um testemunho vivo de que os defeitos físicos não impedem a prática da capoeira desde que podem ser contornados pela vontade do praticante.
Morreu tragicamente em acidente de trabalho, durante pintura do Elevador Lacerda, ao cair do andaime sem a proteção do cinto de segurança…

… na tentativa desesperada para se agarrar…
… às paredes ásperas da construção…
… desgastou os dedos e carpo…
… chegou à marquise onde encerrou sua carreira…
… de operário e de atleta…
… sem as mãos…
… cujos fragmentos marcaram….
… com sangue e pedaços de carne…
o seu protesto no concreto do edifício…

A dificuldade em aquisição das camisas listadas; vendidas em lotes de 11 jogadores, alguns reservas e goleiros, sem opção de escolha de tamanho por serem usadas pelos times de futebol, nos obrigou a procurar uma solução menos penosa.

Em torno de 1945 Mestre Bimba, atendendo a sugestão que lhe fiz, decidiu adotar a camisa de malha de algodão branca para os formados, conservando a antiga camisa listada azul e branca como distintivo para o mestre.

Para completar o uniforme e quebrar a monotonia da camisa branca, desenhei então um escudo com o signo de São Salomão consoante a tradição dos capoeiristas, que me acostumei a ver gravado pelos carroceiros na estrutura dos seus veículos de carga, com a troca da estrela de cinco pontas pela de seis pontas, para melhorar o efeito estético, acrescentando na área central, um pequeno círculo contendo a letra R, abreviação de Regional.

Optei pela estrela de seis pontos, formada pela superposição de triângulos equiláteros, pela simetria dentro do campo circunscrito pelo escudo ogival, forma que melhor se prestava ao efeito estético desejado.
Nos intervalos entre as pontas das estrelas apliquei traços arciformes azuis, circunscrevendo a estela central e, na parte superior da ogiva, dois traços verticais para quebrar a monotonia do fundo branco.
Naquela ocasião desenhei vários modelos, com molduras diferentes, bem como símbolos e siglas, dos quais as mãos habilidosas de Da. Berenice, minha Mãe Bena ( então Rainha e Senhora da Casa de Bimba) confeccionou os protótipos; modelos em tamanho natural, bordados em azul à mão, sobre tecido branco; dentre os quais a escolha do Mestre, e dos alunos consultados, recaiu, por unanimidade, no atual escudo.

Reforçava a escolha do signo de São Salomão como símbolo da regional o desenrolar da lenda da capoeira conforme Cisnando.
Para melhor efeito estético o escudo deve ser usado na região peitoral, e à esquerda, “do lado do coração”, pelo simbolismo sentimental!

A cruz desenhada acima da imagem estelar é a demonstração da aptidão inata da cultura africana para aceitar os conceitos estranhos sem perder  sua autenticidade  e assim sobreviver dentro dum ambiente hostil !

Cristianizando a Sabedoria de Salomão pela coroação crucial, o povo brasileiro criou um símbolo, a “Estrela de São Salomão”, capaz de pacificar o encontro de duas culturas conflitantes e que pode unir todos os capoeiristas do mundo!

Mestre Bimba

 


41-Quadro com os retratos e os nomes dos formados, paraninfo e homenageados, de modo similar ao costume das escolzs superiores. Nem sempre correspondem ao ano da graduação, pois esperavamos juntar 4 a 5 para completar o elenco, deste modo num mesmo quadro podemos encontrar alunos de diversas turmas.

 

42-Que não pertenciam a escolas superiores

 

Texto retirado do Livro:
A Herança de Mestre Bimba
Filosofia e Lógica Africanas da Capoeira
COLEÇÃO SÃO SALOMÃO

Donwload: http://portalcapoeira.com/Downloads/View-document-details/23-A-Heranca-de-Mestre-Bimba

 

Angelo A. Decanio Filho – Mestre Decanio

 

Evento Cultural: Paranauê

Objetivo do evento: Nosso objetivo é unir amigos, adeptos e admiradores da cultura, promover um lazer e diversão as crianças, jovens e adolescentes; mostrar nosso trabalho que fizemos com os alunos durante todo o ano; incentivar, passar informações através das apresentações; que a capoeira pode ser o futuro dos alunos integrantes, buscar parceiras, apoio e patrocínios; que o povo brasileiro apesar de esquecido e sofrido não desiste nunca e a transformação que um projeto faz dentro da comunidade; que as crianças, jovens e adolescentes de famílias menos favorecidas tem a mesma capacidade, potencial, ideal, sonhos, igualdade, cidadania como qualquer outro, que a capoeira também é saúde, disciplina, ética, etc…

Da importância, do fundamento, da diferença que um Zelador ou Ministro de Culto Religioso pode fazer para a sua comunidade elaborando projetos.

Abertura com: O que é cidadania, Lei Loas, Lei Rouanet e História da Capoeira ( Pedagoga Solange Passy Orama )

 

Programações do Evento Paranauê

 

  1. Fala do Presidente da Instituição Religiosa do Ilê Asé Osun e Oxumarê
  2. Fala do Vice-Presidente do Ilê Asé Osún e Oxumarê- Vitor Hugo
  3. Fala do tesoureiro da Instituição: Levi Pedro da Silva
  4. Fala do Presidente da Associação de Moradores- Raimundo Nascimento
  5. Fala da Casa de Caridade Seara de Boiadeiro- Mãe Fátima D’Omolú
  6. Fala ao Órgão Público caso compareçam
  7. Fala do Estagiário Pantera ( responsável pelos treinos na comunidade )
  8. Apresentação dos integrantes do Grupo ACUCA e convidados

 

Atrações do Evento Paranauê:

 

  • Percussão: Atabaque , Pandeiro e Berimbau
  • ( intervalo ) – com o Grupo Estrela Azul
  • Individual: cada aluno mostrando seus movimentos
  • Dupla: dois alunos mostrando golpes de capoeira
  • ( intervalo ) com o Grupo Batuque na Lata
  • Grupo: será feita uma roda de capoeira, com todos os integrantes e amigos
  • Jogo de Iúna, Angola, Regional e Contemporânea
  • Maculelê
  • Tambor de Crioula, Jongo e Samba de Roda
  • Retorna o Grupo de dança Estrela Azul e o Batuque na Lata

 

Serviremos uma deliciosa feijoada.

 

Endereço do local do Evento: Rua Professor Marcos Margulies s/ nº

Associação de Moradores do Conjunto dos Correios- Estrada do Campinho, próximo ao Ciep 336 Octávio Malta e o antigo Colégio Hebrom- Campo Grande ( zona oeste) Rio de Janeiro.

 

tel: (21) 9787-0211 / 6856-6266 Pai Marcelo D’Osun Kare

e-mail: igualdadeatodos@yahoo.com.br

 

Apoios: Ilê Asé Osún e Oxumarê / Casa de Caridade Seara de Boiadeiro / Loja Família Parafuso ( Realengo) / Mestres: Mauricio, Preguiça, Lael e Marcão( Estrela Azul e Batuque na Lata, Loja de Artigos Religiosos Rosas Douradas( Fabiene Santiago ) e Estagiário Pantera ( Josiel Garcia ).

 

O evento será realizado no dia 22/01/2012 ás 15h.

 

Contamos com a presença de vocês!

 

obs: teremos um grupo dançando frevo,afoxé entre outras mais!

Nota de falecimeno Mestre Waldeci – Belém-PA

Camaradas,

A Federação Paraense de Capoeira – FEPAC comunicou hoje o falecimento do Mestre Waldeci, ocorrido em Manaus – AM.
Ainda segundo o informe, o corpo está vindo para Belém – PA e será enterrado no bairro de Icoaraci, amanhã, 14.05.08.

Mestre Waldeci é um dos grandes capoeiristas formados por Mestre Bezerra, na década de 70, aqui em Belém. Teve como seu
aluno formado, entre outros, o atual Presidente da FEPAC, Mestre Nazareno.

Ele tem um significao importante, também, para mim, pois foi meu "padrinho" quando recebi um cordel verde-amarelo em
batizado, 1981, ao final de estágio que fiz no Grupo Rei Zumbi de Capoeira aqui em Belém-PA (1). Além disso, como Engenheiro Civil, em 1999, elaborou a primeira planta da minha Academia de Capoeira Cambará e foi comigo registrar a obra no Conselho de Engenharia. A Cambará acabou saindo com outra planta, de outro engenheiro, mas com a fundamental orientação do Mestre Valdeci.

 
Deus o guarde junto aos grandes da Capoeira.

Fernando Rabelo
Belém-PA

 

(1)Mestre Valdeci aparece jogando num filme que mandei fazer, em 1981, inclusive me "batizando".

É o jovem de calça azul com uma listra branca na perna, sem camisa:

{youtube}8HDf8DB-yds{/youtube}

O outro jovem de calça azul (sem listra) e camisa branca é o próprio Mestre Bezerra que, posteriormente, em 1994, me chamou
para criarmos a Federação Paraense.

 

Notícias “vermelhas” invadem o universo da capoeiragem…

Logo pela manhã ao ler os e-mails me deparo com uma notícia que me chocou: "Mestre de capoeira é morto no Jacintinho. Azul recebeu três tiros" – minha primeira reação foi de susto… e rapidamente fui a fonte para ler a notícia na íntegra… Infelizmente o crime aconteceu e teve como vitima fatal um jovem capoeirista de 22 anos!!!

Vamos refletir sobre o tamanho do sensacionalismo da notícia… que apesar de triste e muita dura para os familiares e amigos, deve ser vista também pelo prisma da capoeiragem e da ética dentro da ginga da informação… e desta forma a informação passada através do artigo publicado no jornal Alagoano: Alagoas 24 horas, fere a ética e a camaradagem da capoeira… (não existem mestres com 22 anos de idade e não devemos ter o conceito de rivais na capoeira e sim parceiros)

O Jornal se faz valer do testemunho do irmão e de um amigo da vitima, ambos fragilizados, para gerar um clima sensacionalista e infundado!!!

É preciso tratar a nossa cultura e a nossa arte-luta com seriedade e respeito!

Desejamos aos amigos e familiares os mais sinceros sentimentos…

Segue matéria para vossa apreciação e reflexão:

Mestre de capoeira é morto no Jacintinho. Azul recebeu três tiros
Alagoas24horas

Mestre de capoeira foi morto em pleno parque de diversão

O mestre de capoeira Leilton Santos Oliveira 22 anos, mais conhecido como “azul”, foi morto agora há pouco no Conjunto José da Silva Peixoto no Jacintinho. Em meio a uma grande movimentação em função das atividades um parque de diversão, dois homens se aproximaram de Leilton e dispararam três tiros, o capoeirista do grupo Candeia, teve morte imediata.

A prima Simone Santos Duarte Oliveira 22 anos, que estava com ele no momento do assassinato não falou sobre o assunto, mas o irmão, Alexsandro Oliveira Marcelino, 29 anos, disse que o irmão era usuário de craque, e que tinha recebido conselhos para que deixasse o mundo das drogas, “Ele disse uma vez, que estava sendo ameaçado por uma pessoa chamada Thiago”, declarou.

Outra versão para o caso, está relacionada a atividade de Leilton, segundo Rossine Carvalho Dantas, 22 anos, amigo de Leilton, o crime pode ter relação com a capoeira, “O azul era um cara muito tranqüilo, mas ele viajava muito para outros Estados com a capoeira, os outros integrantes do grupo Muzenza, ficavam com ciúmes”, disse. Muzenza, é outro grupo de capoeira, que segundo informações, é rival do Candeia.

Integrantes do Muzenza, foram procurados pela nossa repotagem para falar sobre o assunto, mas não foram encontrados, o Sargento Ribeiro da RP, esteve no local, para os primeiros levantamentos.

Fonte: http://www.alagoas24horas.com.br/conteudo/index.asp?vEditoria=&vCod=37582

Aconteceu: “INTERATIVO CULTURAL 2006” em Pirassununga/SP

O Evento realizado pela Associação dos Praticantes da Arte Capoeira (APACAP), aconteceu neste sabado dia 02 pp. teve início as 10:00 hs na Praça Central com Show de Capoeira nos ritimos de Angola, Benguela e São Bento Grande e tambem contou com a participação de capoeiristas de varias cidades Paulista e do Sul de Minas.
 
Na parte da tarde, o palco das apresentações foi no Centro Cultural de Eventos Dona Belila (FEPASA) onde as 15:00 horas deu-se início ao "36° Batismo, Troca de Cordas e Formatura" dos alunos e graduados da APACAP.
 
Participaram os seguintes capoeiristas:
 
De Pirassununga:
Contra Mestres Fumaça e Xenho, Instrutor Tubarão, Monitores Cesão e Camarão e o estagiário Jabá (APACAP);
Instrutores Da Silva e Caetano (Grupo Mandinga Baiana); Monitor Tatuagem (Grupo Angolinha)
 
Da Região:
Monitor Diego e Formado Íca (APACAP – Mococa/SP); Formado Jaguar (APACAP – Caconde/SP); Prof. Xexéu e Graduado Cana Verde (Academia João Pequeno de Pastinha – São José do Rio Pardo/SP); Contra Mestre Dú e Estagiários Tropeço e Calça Curta (Grupo Filhos do Bonfim – Poços de Caldas/MG); Instrutor Luizão, Formados Henrique, Ziltom e Messias, Estagiários Sanguinho, Débora, Paula e Daniel (Grupo Palmares – Araras/SP); Mestrando Gato Preto e Graduado Edilsom (Grupo Africa – Leme/SP); Graduado Bicudo (Grupo Onarerê – Araras/SP); Prof. Pantera ( Capoeira Angola – Uberaba/MG); Mestre Taroba (Jangadeiros de Ouro – São Carlos/SP); Mestre Boy (Grupo União Regional – Vargem Grande do Sul) e Prof. Samurai (Grupo Guerreiros de Aruanda – Araras/SP).
 
Relação dos alunos que foram diplomados e receberam graduções:
 
1) CATEGORIA ALUNOS:
 
CORDA VERDE:
Amanda Luiza Bernardo
Paulo Henrique Bahia Alves
Mariane Marton
Anderson Clayton Candido
CORDA VERDE/VERMELHA:
Alan Alves Madalena
CORDA AMARELA:
Gustavo Belmonte
Rafael Antonio Oliva
CORDA AZUL:
Rodrigo Lemos Meirelles
Luiz Antonio de Campos Jr.
CORDA VERDE/AMARELA:
Clayton Pereira Magalhães
Fabiano Machado
CORDA VERDE/AZUL:
Marina Ferigatto
Renato Ap. Francisco
CORDA AMARELA/AZUL:
Adenilsom Martins de Souza
 
2) CATEGORIA GRADUADOS:
 
CORDA VERDE/AMAR/AZUL:
Luiz Henrique da Silva
CORDA BRANCA/VERDE:
Diego Britto Fiorini
Roberto Gomes Barbosa
Cesar Augusto Mendes
CORDA BRANCA/AMARELA:
Julio Cesar Fabiano
CORDA BRANCA/AZUL
Marcelo Andrade de Oliveira
 
Realização: Apacap "Associação dos Praticantes da Arte Capoeira"
 
Apôio: Secretaria Municipal de Cultura E Turismo
Patrocinadores:
Madri Magazine
Compro Ouro
Super Mercado Andreeta
Vista Brasil Confecções
 
Coordenadores: Graduados: Xenho, Tubarão, Camarão e Cesão
Supervisão: Mestre Luizão
luizdesideri@hotmail.com
 

Classificação: V JOGOS MUNDIAIS DE CAPOEIRA – ABADÁ

V JOGOS MUNDIAIS DE CAPOEIRA

16 a 21 de Agosto
Rio de Janeiro – Brasil

Classificação

Geral
1º – Morceguinho
2º – Eberson
3º – Jabuti
4º – Diguinho

Feminino
1ª – Moema
2ª – Abelha
3ª – Juma

Estrangeiro
1º – Haiti
2º – Valdo
3º – Ator

Equipe
1º – Brasil
2º – Haiti
3º – Espanha

Melhor Jogo de Angola
Morceguinho e Jabuti

Melhor Jogo de Benguela
Morceguinho e Diguinho

Melhor Jogo de São Bento Grande
Morceguinho e Eberson

Melhor Jogo de Iúna
Morceguinho e Garnizé

Corda Marrom
1º – Eberson
2º – Montanha
3º – Paçoca

Corda Roxa-marrom
1º – Morceguinho
2º – Diguinho
3º – Goma

Corda Roxa
1º – Taquinha
2º – Tico
3º – Madorna

Corda Verde-roxa
1º – Jabuti
2º – Kikiu
3º – Ator

Corda Verde
1º – Garnizé
2º – Valdo
3º – Hispano

Corda Azul-verde
1º – Haiti
2º – Ferrugem
3º – Milho

Corda Azul
1º – Gado
2º – Bicudo
3º – Fruta Pão

Clique aqui para ver as fotos e todas as informações sobre o evento!

Fonte: http://www.abadadf.com.br/


Sulbrasileiro Abada Capoeira – Resultados

Neste último final de semana tivemos a realização dos jogos Sulbrasileiro Abada Capoeira, em Porto Alegre (4 e 5 de junho), no clube Petrópolis Tênis Clube, que foi um grande sucesso!!
Teve a presença do Mestre Nagô (RJ), Mestrando Morcego (RJ) e Professor Pernilongo(SP).
Todos os estados da região Sul tiveram presente, RS, SC, PR.
No sábado ocorreu a abertura das atividades com direito a show de bolhadeiras -demostrando um pouco da cultura gaúcha- a competição e a própria final.
 
No domingo, dia 05, foi o encerramento no Brique da Redenção com um grande Aulão e uma Roda.
 
ABADÁ Capoeira do Rio Grande do Sul agradeçe a todos que participaram: professores, instrutores e aos alunos que ajudaram na organização.
 
Para contato:
Instrutor Batman:
batmax27@hotmail.com
Graduada Abelha: abelhabada@hotmail.com 
 
Classificação final:
categoria A marrom roxa/marrom e roxa geral:
1º gororoba
2º sorridente
3º montanha
4º batman

1- melhores jogos angola:
deco e gororoba
2- benguela
bode e montanha
3- Sao Bento grande

gororoba e batman
4- iuna
bode e gororoba

5-destaque feminino
idalina

6- categoria B verde/roxa e verde geral
1º tupi
2º caboclo
3º canga
4º pão d´gua

7- melhores jogos benguela
psico e cavanha
8- Sao bento Grande

tupi e cidade
9- iuna
malzebier e caboclo

10-destaque feminino
abelha

11-master
masculino: pãodágua
feminino: barbara

12-categoria C azul/verde e azul
geral
1º bujão
2º latino
3º gato felix
4º lambão

13-melhores jogos benguela
bujão e latino
14- Sao bento Grande
poca  e veio
15- iuna
gato felix e garoto

16-destaque feminino
trakinas

17- master:
masculino: beija flor
femino: lebre

18-sênior:
garoto

19-categoria D laranja/azul e laranja geral
1º saimon
2º bandana
3º ricochete
4º geleia

20- melhores jogos benguela
kito e bandana
21- sbg
saimon e geninho

22- destaque feminino
pity

23- juvenil
nadia

24- master
azaleia

25-categoria E amarelo/laranja, amarelo geral
1º patolino
2º azamba
3º paku
4º careta

26-melhores jogos benguela
careta e patolino
27-sbg
patolino e magali

28- destaque feminino
magali brava


PORTAL CAPOEIRA – RS (www.rscapoeira.cjb.net)

TATUAGENS PERIGOSAS

Existe uma forma de tatuagem chamada estrela azul (Blue Star) que está sendo vendida nas escolas. É um pedaço de papel contendo uma estrela azul, tem o tamanho de uma borracha de apagar e cada estrela esta impregnado com LSD. A droga é absorvida pela pele pelo simples manuseio do papel.
Existem também algumas tatuagens em forma de selos (correio) com as seguintes figuras: * Superman * Mickey mouse * Palhaços * Personagens da Disney * Bart Simpson * Borboletas.

Todas estão impregnadas com drogas! Algumas com estriquinina!

Se alguma criança possui uma das tatuagens acima descritas, não as deixem utilizarem.
As reações são se instalam muito rapidamente.
Sintomas: * Alucinações. * Vômitos. * Crises incontroláveis de riso. * Mudança no comportamento e na temperatura do corpo.

Vamos manter estas tatuagens perigosas longe das nossas crianças!

Copie e distribua esta nota ao seu local de trabalho, aos amigos, às escolas locais, as igrejas eoutras agremiações comunitárias.

DIGA NÃO ÀS DROGAS !!!
FAÇA ESPORTE, TREINE CAPOEIRA !!!

Fonte:

  • J.O. Donnel – Danbury Hospital- Serviço de Tratamento de Pacientes Dependentes da Quimica.
  • MedicMail – Referencias da Medicina via Internet * Primeiro "site" brasileiro voltado para a area medica e da saude * Nosso dominio na Internet: * http://www.medicmail.com *   E-Mail: * medicweb@iconet.com.br*     Sao Jose dos Campos – SP – Brasil
    * Fone/Fax: + 55 (012) 341-7581
  • SECRETARIA DE ESTADO DOS NEGOCIOS DA SEGURANÇA PUBLICA
    POLICIA CIVIL DO ESTADO DE SÃO PAULO
    DELEGACIA SECCIONAL DE POLICIA DE CATANDUVA
    RUA CAFELANDIA, 312 – V. CELSO MOUAD – FONE: 522-5261

A ORIGEM DO ESCUDO DO CENTRO DE CULTURA FÍSICA REGIONAL DA BAHIA

Durante o longo período de luta pela regulamentação da capoeira pela FBP (FEDERAÇÃO BAIANA DE PUGILISMO), para enquadrar a "academia" na legislação vigente, que não permitia o uso do termo academia, bem como de escola, em entidades esportivas sugeri a substituição do nome clássico para "Centro de Cultura Física", mais expressivo e abrangente, complementado pelo atributo de "Regional Baiano", alusivo à luta regional baiana.
Por ocasião da formatura da minha turma (Decanio, Nilton, e Maia) o uniforme de formatura da academia de Mestre Bimba era calça branca, camisa listada azul e branca e sapato de tênis branco, como se pode observar numa fotografia publicada em vários clássicos da literatura do nosso esporte.

Nota: Nosso quadro de formatura (quadro com os retratos e os nomes dos formados, paraninfo e homenageados, de modo similar ao costume das escolas superiores. Nem sempre correspondem ao ano da graduação, pois esperávamos juntar 4 a 5 para completar o elenco, deste modo num mesmo quadro podemos encontrar alunos de diversas turmas) incluiu o meu compadre Luizinho, servente de pedreiro, com a mão esquerda esmagada por acidente de trabalho, pertencente ao grupo de alunos do mato (que não pertenciam a escolas superiores), mais antigo, formado sem solenidade.
Escolhemos como padrinho o nosso contramestre, Ruy Gouveia.
Compadre Luizinho era um testemunho vivo de que os defeitos físicos não impedem a prática da capoeira desde que podem ser contornados pela vontade do praticante.
Morreu tragicamente em acidente de trabalho, durante pintura do Elevador Lacerda, ao cair do andaime sem a proteção do cinto de segurança. Na tentativa desesperada para se agarrar às paredes ásperas da construção desgastou os dedos e o carpo. Chegou à marquise onde encerrou sua carreira, de operário e de atleta, sem as mãos, cujos fragmentos marcaram, com sangue e pedaços de carne, seu protesto no concreto do edifício.

A dificuldade em aquisição das camisas listadas; vendidas em lotes de 11 jogadores, alguns reservas e goleiros, sem opção de escolha de tamanho por serem usadas pelos times de futebol, nos obrigou a procurar uma solução menos penosa.
Em torno de 1945 Mestre Bimba, atendendo a sugestão que lhe fiz, decidiu adotar a camisa de malha de algodão branca para os formados, conservando a antiga camisa listada azul e branca como distintivo para o mestre.
Para completar o uniforme e quebrar a monotonia da camisa branca, desenhei então um escudo com o signo de São Salomão consoante a tradição dos capoeiristas, que me acostumei a ver gravado pelos carroceiros na estrutura dos seus veículos de carga, com a troca da estrela de cinco pontas pela de seis pontas, para melhorar o efeito estético, acrescentando na área central, um pequeno círculo contendo a letra R, abreviação de Regional.

Optei pela estrela de seis pontos, formada pela superposição de triângulos eqüiláteros, pela simetria dentro do campo circunscrito pelo escudo ogival, forma que melhor se prestava ao efeito estético desejado.
Nos intervalos entre as pontas das estrelas apliquei traços arciformes azuis, circunscrevendo a estrela central e, na parte superior da ogiva, dois traços verticais para quebrar a monotonia do fundo branco.
Naquela ocasião desenhei vários modelos, com molduras diferentes, bem como símbolos e siglas, dos quais as mãos habilidosas de Da. Berenice, minha Mãe Bena (então Rainha e Senhora da Casa de Bimba) confeccionou os protótipos; modelos em tamanho natural, bordados em azul à mão, sobre tecido branco; dentre os quais a escolha do Mestre, e dos alunos consultados, recaiu, por unanimidade, no atual escudo.

Reforçava a escolha do signo de São Salomão como símbolo da regional o desenrolar da lenda da capoeira conforme Sisnando.
Para melhor efeito estético o escudo deve ser usado na região peitoral, e à esquerda, "do lado do coração", pelo simbolismo sentimental!
A cruz desenhada acima da imagem estelar é a demonstração da aptidão inata da cultura africana para aceitar os conceitos estranhos sem perder sua autenticidade e assim sobreviver dentro dum ambiente hostil!
Cristianizando a Sabedoria de Salomão pela coroação crucial, o povo brasileiro criou um símbolo, a "Estrela de São Salomão", capaz de pacificar o encontro de duas culturas conflitantes e que pode unir todos os capoeiristas do mundo!