Blog

bastante

Vendo Artigos etiquetados em: bastante

Cubatão: Projeto Ágora – Arte na Praça

Dezenas de pessoas participaram do Projeto na praça Princesa Isabel neste sábado (22/1)

Muita gente aproveitou o sábado de calor (22/1) sentado na praça e escutando boa música, lendo poemas em um varal de poesia e até acompanhando apresentações de hip hop ou capoeira Tudo isso, em plena praça Princesa Isabel, no centro de Cubatão. É o Projeto Ágora – Arte na Praça, que reuniu poetas, músicos, dançarinos, contadores de histórias, artistas plásticos, em uma miscelânea cultural pra lá de proveitosa. “Adorei a ideia, está aprovadíssima”, disse a aposentada Ivanir Carlos de Souza.

A programação teve início ainda no fim da manhã, com performances musicais em piano, violão e voz e até banda completa. Cantores e instrumentistas como Baeta, Dan Lisboa, Jackson e Pajé levaram muita Música Popular Brasileira ao público. O coreto da praça serviu de palco e inspiração para esses artistas. A Afrobanda também se apresentou com seus ritmos e swing inconfundíveis, fazendo muita gente dançar.

A Cia Pedro Paulo Academia de Hip Hop arrancou aplausos com as performances de hip hop e break. Dançando sobre um pequeno tapete de espuma, os jovens improvisavam passos, onde pareciam desafiar a gravidade, demonstrando bastante técnica e bom condicionamento físico. A Capoeira também foi representada através do Grupo Meninos Guerreiros, formado por pessoas de várias idades.

Além das apresentações no coreto, foram montadas pelo menos seis tendas, espalhadas pela praça. Em cada uma delas era oferecida uma atividade diferente. Havia espaço para a criançada ler histórias em quadrinhos, pintar e fazer bonecos de massinha. A Oficina de Origami – dobradura japonesa feita em papel, ministrada pela Tia Nalva Leal, ficou lotada de meninos e meninas que ao fim da atividade, saíram felizes da vida, com seus passarinhos confeccionados com papel.

Em outro espaço, os visitantes podiam ter seu rosto desenhado através da sensibilidade do artista plástico Coitim. Algumas tendas abrigaram lindas peças elaboradas com a fibra de bananeira, como os trabalhos do pessoal da Cooperativa “Mãos de Fibra”. Para as artesãs, o Projeto Ágora é uma ótima oportunidade de divulgarem seu ofício e comercializarem os produtos, que incluem bolsas, descansos e arranjos de mesa, objetos de decoração, porta-guardanapos e colares.

O artista plástico Giovane Nazareth também participou expondo as esculturas que faz, onde utiliza metal e refugo de peças de motocicleta. São peças bastante criativas. Um pedaço de corrente, aço e poucos parafusos se transformam em um abajur ou, quem sabe, um pássaro. “A praça ficou bastante movimentada o dia inteiro. É muito importante pra gente ter esse retorno da população”, afirmou o artista plástico.

Os escritores da Sociedade Amigos da Biblioteca, a SAB, emprestaram seu talento, montando um varal de poesias e declamando poemas durante toda a tarde. Dessa maneira, muita gente soube que em Cubatão há pessoas que gostam de escrever. O ator Tótila realizou performances como palhaço, para alegria da criançada.

De acordo com Welington Borges, secretário de Cultura, o objetivo é que Projeto Ágora percorra diferentes praças, em vários bairros da cidade, oferecendo um sábado de lazer e Cultura para adultos e crianças, valorizando os artistas cubatenses. O lançamento foi um sucesso, reafirmando o nome que recebeu – Ágora – inspirado na palavra grega de mesma grafia, que quer dizer: espaço em que povo se reúne para dialogar e trocar ideias.

 

Texto e fotos: Morgana Monteiro

Link para fotos:

20110122-SECULT-Agora Isabel-MM

Nota de Falecimento: Mestre Pelé do Tonel

Faleceu nesta quarta-feira, 10/11/2010, o Mestre Pelé do Tonel. Samuel Souza conheceu a capoeira aos 7 anos, nas rodas do Mestre Waldemar.

Foi aluno dos Mestres Zé Mário e Caiçara, e ganhou o apelido jogando capoeira com tonéis, em espetáculos folclóricos.

Desde 1996, faz parte do Conselho de Mestres da ABCA. Na nova diretoria era tesoureiro com auxilio de mestre Raimundo Dias.

“Mais do que riqueza cultural, o mestre deixa a lembrança da importância de se valorizar e se reconhecer os constituintes da nossa cultura popular enquanto vivos”

SAMUEL SOUZA – Mestre Pelé do Tonel

  • 05 de Junho de 1953
  • 10 de Novembro de 2010

Ele estava sempre alegre, nunca vi Pelé zangado, muito prestativo e educado, era membro da ABCA, a ligação dele com a capoeira era muito forte, mesmo trabalhando na Limpurbe, a capoeira era a vida dele, fazia shows, viajava bastante e era o garoto propagada da Limpurbe, sempre estava em todos eventos, porque todos tinham um carinho especial por ele.
Ele tinha um trabalho com crianças de reciclagem, ele ensinava os meninos a fazerem copos, jarros, enfeites de paredes, com lixo reciclado, era um artista perfeito.

Mestre BOA GENTE

 

Read More

BLOCO DA CAPOEIRA: CARNAVAL 2010 – A CAPOEIRA E O CANGAÇO

Prezado (a) foliões,

O Bloco Afro Mangangá Capoeira, no seu terceiro ano, homenageará a Capoeira e o Cangaço.

O DESFILE:

O desfile acontecerá no dia 11/02/2010 na quinta-feira de carnaval no circuito Campo Grande a partir das 19h, sendo dividido em diversas alas e você desfilando, estará aceitando as normas e condições gerais para participar do bloco.

Alguns itens importantes para o desfile acontecer de acordo o contrato com os órgãos que fiscalizam a festa.

– O inicio do desfile dependerá da liberação da coordenação do carnaval, ficando cientificado que é comum por parte da organização do carnaval, haver atrasos;

– Não será permitida a permanência de folião que não estiver trajando a fantasia das alas ou abadas de capoeira;

É PERMITIDO:

– A utilização de adereços que remetam ao tema;

– Uso de abadá ou farda dos grupos de capoeira;

– Uso de estandartes dos grupos de capoeira e/ou culturais;

– Uso de instrumentos de capoeira;

– recomendamos às mulheres que venham com roupas típicas ao cangaço e a capoeira e que usem um legging por baixo da saio ou vestido;

ABAIXO ALGUMAS ORIENTAÇÕES MUITO IMPORTANTES PARA VOCÊ BRINCAR SEU CARNAVAL COM BASTANTE SEGURANÇA:

– Os foliões ficam cientes e autorizam previamente o Bloco da Capoeira ou a Associação Sócio-Cultural e de Capoeira Bloco Carnavalesco Afro Mangangá a exibir, por qualquer meio de comunicação ou em locais públicos, as imagens e/ou fotografias do (s) bloco e/ou Associação, inclusive a (s) suas em qualquer época mesmo não sendo no período do carnaval;

– Leve pouco dinheiro e documentos de identidade (cópia autenticada);

– Vá de calçado confortável, principalmente um que combine com o tema do Bloco;

– Evite sair do Bloco durante o percurso;

– Cuidado com os alimentos, beba bastante água, suco e de isotônicos;

– Não abuse das bebidas alcoólicas;

– Não use drogas;

– Não brigue, carnaval não combina com violência. Portanto, se alguém pisar no seu pé, se esbarrar, desconsidere e siga em frente;

– Namore e beije muito… Mais não deixe de usar a camisinha.

Bloco da Capoeira – 32569806 – 33517333 – 81269333

[email protected][email protected]

Pesquisa: Incubadora Cultural Gênesis da PUC

Depois de quase tres anos, o camarada Mozart Ribeiro, responsável por um trabalho de pesquisa cujo "target" era a nossa capoeira, acaba de publicar os resultados em seu BLOG: http://www.capoeiristadealma.globolog.com.br.

Mesmo com o atrazo na publicação dos resultados, justificados pela enorme demanda profissional, a pesquisa poderá ajudar a compreender diversas facetas e possiveis mercados para a nossa arte-luta.

PESQUISA

Em 2005 fiz uma pesquisa sobre a capoeira para apresentação de uma trabalho na Incubadora Cultural Gênesis da PUC. A publicação tardia foi por motivos de ordem profissional que me impediram, na ocasião, de dar continuidade ao trabalho de tabulação e análise dos dados coletados. Contudo finalmente pude retormar do ponte de onde parei. Embora tenham se passado três anos é possível verificar que as informações ainda são bastante atuais. Na ocasião algumas pessoas ajudaram na divulgação desta pesquisa que está publicada abaixo, agradeço principalmente ao Mestre Jerônimo Capoeira que divulgou a pesquisa na [email protected] Virtual, ao Vitor Lobisomem e ao Luciano Milani do Portal Capoeira que também deram uma grande ajuda na divulgação.
Confiram!!!

PESQUISA – ANÁLISE RESULTADO

Esta pesquisa foi realizada, no final de 2005, buscando tirar uma “fotografia” da capoeira e dos capoeiristas a fim de entender de maneira bem ampla de que forma esta cultura vem sendo difundida na sociedade. Buscou-se uma abordagem simples e bastante generalizada nas questões elaboradas para termos uma idéia de como poderemos fazer pesquisas futuras.

Apresentação dos Resultados
Os resultados do estudo serão apresentados neste relatório em duas grandes perspectivas:

1. Perspectiva Geral – Análise geral dos dados apurados.
2. Perspectiva por Assunto – Resultados considerando os agrupamento dos assuntos
definidos para a pesquisa:

I) Distribuição geográfica e forma de atuação
II) Origem das informações procuradas
III) Tipo de informações procuradas
IV) Despesa média com produtos relacionados à capoeira

1) PERSPECTIVA GERAL:

A pesquisa foi respondida pela internet por 368 pessoas tanto no Brasil quanto no exterior, com a seguinte distribuição por localidade, sexo e idade

a) Localidade
a1. Brasil – 83% dos que responderam
a2. Exterior – 17% dos que responderam

Comentário: Como a pesquisa foi feita em português estes números refletem mais a realidade dos capoeiristas brasileiros.

b) Sexo
b1. Feminino – 33% dos que responderam
b2. Masculino – 67% dos que responderam

Comentário: A participação do universo feminino já começa a ser significativa em um meio que até alguns anos atrás era predominantemente masculino.

c) Idade
c1. Entre 16 e 20 anos – 11%
c2. Entre 21 e 30 anos – 51%
c3. Entre 31 e 35 anos – 18%
c4. Acima de 35 anos – 20%

2) PERSPECTIVA POR ASSUNTO:

2.1) DISTRIBUIÇÃO GEOGRÁFICA E FORMA DE ATUAÇÃO

Comentários:
– Pode-se observar uma grande oportunidade para atuação em empresas. Vale lembrar que muitas têm programas de Ginástica Laboral para seus funcionários.
– No Brasil o trabalho em academia é bastante difundido e competitivo e é o mais explorado, já no exterior tem a mesma representatividade que os trabalhos desenvolvidos nas instituições de ensino.
– As aulas em instituições de ensino também vêm ganhando espaço como opção alternativa às aulas em academias.

Vale lembrar que cada local de aula, seja academia, escola ou ong, possui sua especificidade o que exige uma preparação diferenciada do instrutor de capoeira para cada um destes locais.

2.2) ORIGEM DA INFORMAÇÃO PROCURADA

Comentários:
– Hoje como já era de se esperar a grande fonte de busca de informações é a internet, seguida por revistas. As bibliotecas mesmo com o grande acervo histórico que possuem são as menos procuradas.

2.3) TIPO DA INFORMAÇÃO PROCURADA

Comentários:
– Observa-se uma distribuição equilibrada pelos tipos de assuntos procurados com grande destaque para Música seguida por História, educação, Técnicas de treinamento/aulas e somente depois os assuntos relacionados aos Mestres de Capoeira.

2.4) DESPESA MÉDIA COM PRODUTOS RELACIONADOS À CAPOEIRA

Quero lembrar que as informações acima cobrem apenas o universo da internet, o que excluiu muitas pessoas nesta primeira iniciativa. Temos planos de fazer algo mais inclusivo no futuro e espero contar com a colaboração e participação de todos que queiram ajudar.

 

Milani,
 
Após um longo tempo afastado por motivos profissionais estou de volta e como havia prometido estou divulgando o resultado da pesquisa de capoeira que realizei em 2005 e você me ajudou a divulgar. Esta é a primeira – ponto de partida – de muitas outras enquetes que virão no futuro. Criei um blog onde publiquei o resultado do que foi coletado, abaixo segue o endereço do mesmo para divulgação. Espero poder manter contato.
 
Endereço:
 
Obrigado
Mozar Ribeiro.

Gran Mestre – Mestre e outros títulos mais…

Esta manhã ao ler a reportagem em anexo, no Diário de Marília, via internet, uma questão logo me chamou a atenção… talvez por despreparo ou ignorância do reporter ou talvez por vaidade…  o Título da Matéria me pareceu bastante peculiar…
 
"Pereira atinge grau máximo da capoeira"
 
Voltamos a colocar na roda uma discussão que foi muito bombardeada nos meios de comunicação virtual, quer pelo grupo de discussões CAPOEIRA CBC, quer pela [email protected] VIRTUAL do Mestre Jeronimo:
 
Gran Mestre – Mestre e outros títulos mais…
 
O que realmente me chama atenção no texto é a Idade do Gran Mestre, 32 anos!!!
 
"Sou discípulo que apreende…  sou Mestre que dá lição…"
 
A primeira preocupação de um "Capoeirista educador responsável" deve ser a utilização da 
capoeira como meio de crescimento pessoal em todos os níveis, uma ferramenta de inclusão social e cidadania. É procurar compartilhar a sua experiência com seus alunos… é caminhar… e trabalhar em prol da capoeiragem…
 
Todos concordamos que a organização, a hierarquia, as graduações e títulos na capoeira são 
Assuntos delicados e complexos…  fica a reflexão…
Iêêê… vamos embora….

Pereira atinge grau máximo da capoeira
16-12-2005
Edvaldo Pereira dos Santos, o mestre Pereira, 32, acaba de atingir o grau máximo da capoeira, conhecido por Gran Mestre.
A avaliação foi feita durante o Open Capoeira Brasil, realizado de 9 a 11 de dezembro, no ginásio do Sesi, no bairro Boqueirão, em Curitiba, que reuniu cerca de 4.000 pessoas e 625 atletas receberam a graduação na capoeira.
 
Segundo mestre Pereira, do Grupo Marília-Brasil, a avaliação foi feita por uma bateria de mestres, com toque de instrumento (berimbau), canto e jogo (fundamento e tradição).
 
“Fiquei bastante feliz, pois consegui realizar meu sonho. Com esta graduação máxima, posso promover diversos eventos importantes de capoeira em Marília”, disse Pereira.
 
Ele está na capoeira desde os 14 anos de idade. “Tive apoio físico e psicológico do mestre Maurílio Borba, que é um dos grandes incentivadores da minha carreira. Agradeço a ele e as empresas que estão sempre me apoiando, como o Sindimmar, Casa do Norte, RT Mix, Baba Gril e Auto Peças Mirauto.
 
Read More